Timbre do ampli x Timbre gravado

    Autor Mensagem
    raf.pp
    Veterano
    # ago/10


    Pessoal,

    É o seguinte estou gravando algumas musicas em estudio mesmo. Gravo com minha guitarra strato Fender (Mex) e um ampli Fender ultimate chorus, apenas uso o CE-5 e distorção do ampli.
    O pessoal do estudio usa para captação do som um shure (acredito eu que o 57, especifico para captação de ampli).
    Minha duvida é o seguinte, quando estou tocando na sala com o ampli na minha orelha sinto que o timbre está bacana, porém quando escuto a gravação acho que o timbre está péssimo...
    Vocês já sentiram isso? Será que sou eu o problema? Existe alguma técnica para gravar e outra para tocar ao vivo, na questão do timbre?

    Abs

    Konrad
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    raf.pp

    Vá mudando a posição do microfone.... mude o microfone.... mude você de posição em relação ao amp.... mude o amp....

    O negócio é tentar.

    Qual a principal diferença que você nota? Mais grave, menos grave.... o quê?

    raf.pp
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Konrad
    O negócio é tentar.

    Velho é ai que o bicho pega... tenho que pagar cada hora que fico lá e não é barato, sei que essas coisas demora mas ser pobre é assim mesmo...

    Quanto a diferença eu achei em algumas situações o som muito fechado com o pouco brilho, tipico de strato. Porém no estudio estava bom, depois de uma tentativa abri tudo e botei o treeble bem forte, mas na sala o som fica tão agudo que doi a orelha...

    Tipo gosto do som da strato, mas detesto quando vejo uns caras tocando com o agudo no talo explodindo na orelha.

    joabfarias
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    raf.pp
    Cara, se for possível, peça ao pessoal do estúdio pra usar dois mics na frente do amp (ou até mais). Um vai bem no meio do falante, pra pegar os agudos. O outro vai mais ou menos no que seria o meio entre o centro do amp e a borda, pra pegar o grave. Se puder, use até três mics, uma mais longe da caixa, pra pegar um pouco da ambiência.
    Depois, tente mixar estas pistas de cada mic numa única saída, ajustando os volumes de cada uma como se fossem os knobs de um equalizador. Depois de feito isso, tente "brincar" um pouco com um equalizador de seis ou mais bandas em cima do som.
    Não tem jeito, pra encontrar o teu timbre tem que gastar tempo mesmo. Mas você pode fazer isso na tua casa, é só pegar os arquivos da gravação com o pessoal do estúdio.

    MauricioBahia
    Moderador
    # ago/10 · Editado por: MauricioBahia
    · votar


    raf.pp: Minha duvida é o seguinte, quando estou tocando na sala com o ampli na minha orelha sinto que o timbre está bacana, porém quando escuto a gravação acho que o timbre está péssimo...

    Pois é, o som depende do modelo do microfone, sua distância... O som do amp na sua sala num volume "x" pode soar diferente noutro ambiente, ainda mais com outra forma de captação!

    Então, cada situação requer ajustes específicos. O negócio é vc tentar achar um som próximo "ao da sua orelha", mas acredito que isso seja impossível. Talvez seja melhor encarar com sonoridades diferentes: a da "de ouvido" e a da "microfonando".

    Não tenho experiência em microfonar, mas pelo que já andei pesquisando e constatando em simuladores.

    Se estiver falando besteira, alguém me corrija, por favor.

    Abs

    makumbator
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    MauricioBahia

    Vc está certo. Ao se gravar microfonado, o amp(e sua posição na sala), microfone(e sua posição na sala e em relação ao amp), pré amp do mic e a sonoridade natural da sala se tornam um amálgama. É preciso equilibrar e testar as diversas variantes em cada um dos itens(o que torna tudo bem trabalhoso).

    Não existe o som "separado" do instrumento nesse caso(como há em linha). O conjunto de itens torna-se um sistema sonoro complexo.

    A analogia que eu faço é com o som de um naipe separado de uma orquestra. São vários instrumentistas tocando a mesma linha musical em instrumentos diferentes(mas do mesmo tipo) em uma sala específica.

    O resultado é como um único "grande" instrumento, representado por aquele naipe. A sonoridade depende de cada integrante, seu instrumento, e a interação entre eles e a sala. O timbre final não é o de nenhum dos integrantes isoladamente, mas da relação de todos eles dentro desse sistema sonoro.

    raf.pp
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Valeu pela ajuda pessoal...

    Mas então a conclusão que posso tirar é que na verdade, o timbre tem que estar bom no meu ouvido e então procurar aproximar o que estou escutando quando toco com o que escuto quando vou ouvir a gravação, e não, modificar um pouco o timbre que gosto no ao vivo para ficar melhor na gravação.

    é isso??

    joabfarias
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    raf.pp
    Mas então a conclusão que posso tirar é que na verdade, o timbre tem que estar bom no meu ouvido e então procurar aproximar o que estou escutando quando toco com o que escuto quando vou ouvir a gravação, e não, modificar um pouco o timbre que gosto no ao vivo para ficar melhor na gravação.

    Pode-se dizer que, se você estiver usando bons mics e uma boa interface de gravação, nesse esquema de vários mics que eu te indiquei, e dispor de algum tempo equalizando, você vai chegar bem perto do timbre que você quer. Mas eu te aconselho a fazer isso você mesmo (equalizar), pois o pessoal do estúdio provavelmente não vai conseguir o que você quer.

    makumbator
    Veterano
    # ago/10 · Editado por: makumbator
    · votar


    raf.pp

    O problema é que o sistema de gravação não tem a mesma percepção que os seus ouvidos, por isso é difícil transpor o som físico que a gente escuta no cérebro para o gravador.

    A melhor forma é timbrar da melhor maneira dentro da sala, tentando ter o som que vc deseja ali dentro. Depois vc posiciona os mics e vai pesquisando a melhor posição e distância(além da escolha de quantos e quais mics) para chegar nesse som que vc ouve. Mas realmente é difícil.

    Entretanto, o importante é o som gravado ficar bom! Se o som ao vivo está ardido demais ou coisa assim, MAS o som captado e registrado está equilibrado e bonito, não tem motivo para "arrumar" o som ao vivo, pois não é ele que as pessoas vão ouvir.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Timbre do ampli x Timbre gravado