Tópico do Exército Brasileiro

Autor Mensagem
Black Fire
Gato OT 2011
# 13/fev/21 17:34


Esta força de ocupação estrangeira, sempre pronta para esmagar o povo brasileiro em nome dos interesses do capital internacional, enquanto pintam meios-fios, comem picanha e bebem muita cerveja.

Dissertem batendo continência para a bandeira americana.

Lelo Mig
Membro
# 13/fev/21 17:45
· votar


Black Fire

"comem picanha e bebem muita cerveja."

Só se for o time dos oficiais tiozão da reserva, né? Porque os milicos de carreira e sem patente alta, estão todos fudidos.

Black Fire
Gato OT 2011
# 13/fev/21 18:32
· votar


Lelo Mig
O exército são as patentes altas, o baixo clero é só mão de obra pra pintar meio-fio e metralhar carro de trabalhador.

Drinho
Veterano
# 14/fev/21 13:36
· votar


Dissertem batendo continência para a bandeira americana.


Pois não...



Deus proteja a america.
Pra cima, mito...

entamoeba
Membro Novato
# 14/fev/21 19:24
· votar


A pior das instituições gregárias é o exército. Odeio o exército! Se um homem puder sentir qualquer prazer em desfilar aos sons de uma marcha, é digno de desprezo. Não merece sequer o cérebro que carrega! Deveríamos fazer desaparecer o mais depressa possível este câncer da civilização. Detesto com todas as forças o heroísmo obrigatório, a violência gratuita e o nacionalismo débil. A guerra é a coisa mais desprezível que existe.

makumbator
Veterano
# 14/fev/21 19:26
· votar


entamoeba
Se um homem puder sentir qualquer prazer em desfilar aos sons de uma marcha, é digno de desprezo.

Carnaval com marchinha então pra você é terrível?

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 15/fev/21 12:37 · Editado por: Jonas Kahnwald
· votar


Só passando aqui para lembrar que, em todo o mundo, as TJs (ao contrário da esmagadora maioria de denominações da cristandade) se recusam à se alistar ao exército, mesmo que para exercer esse direito precisem ser presas...

#paz

JJJ
Veterano
# 15/fev/21 12:56
· votar


Jonas Kahnwald

Bola dentro.

Viciado em Guarana
Veterano
# 15/fev/21 13:17
· votar


Bola fora.

Cristão de verdade tem que participar de cruzada.
Deus Vult!

Black Fire
Gato OT 2011
# 15/fev/21 14:37
· votar


Não participar da força de ocupação seria bola dentro, mas, como não podem participar da resistência, são só uns bundão.

Lelo Mig
Membro
# 16/fev/21 11:09 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Jonas Kahnwald

"se recusam à se alistar ao exército, mesmo que para exercer esse direito precisem ser presas..."

Contudo, quando suas mulheres e filhas começam a ser estupradas e os filhos mortos, anseiam e aceitam proteção dos soldados de bom grado, como ocorreu na 2a Guerra Mundial quando foram perseguidos pelos nazistas.

Haverá lugar no céu para os soldados que morreram protegendo religiosos?

Por favor, não considere como ataque a sua crença e sim um posicionamento social e político.

Rebuke
Membro Novato
# 16/fev/21 16:19
· votar


"A polêmica em torno dos crimes de guerra aliados reacendeu-se, em 2007, com a publicação do livro "After the Reich: The Brutal History of the Allied Occupation", de Giles MacDonough.

De acordo com Mitcham e von Stauffenberg,[4] a unidade do exército canadense "The Loyal Edmonton Regiment" teria assassinado prisioneiros de guerra alemães.
Tropas franco-marroquinas, conhecidas como "Goumiers", teriam cometido estupros, sequestros, assassinatos e outros crimes de guerra contra mais de 12.000 civis, às proximidades de Monte Cassino, na Itália.
Segundo testemunhas, os Maquis executaram 17 alemães prisioneiros de guerra em Saint-Julien-de-Crempse (na região de Dordogne), em 10 de setembro 1944, de acordo com os autores do massacre, 14 soldados foram assassinados por vingança por causa dos assassinatos alemães de 17 habitantes locais da vila de St. Julien em 3 de agosto de 1944, que foram assassinatos em represália à atividade de Resistência na região de St. Julien, que abrigava uma célula ativa do Maquis.[5]
Assassinato de sobreviventes de naufrágios de navios alemães por soldados britânicos.[carece de fontes]
De acordo com testemunhas, soldados britânicos teriam saqueado museus, casas e outros estabelecimentos em Schleswig-Holstein durante sua ocupação, além de torturar e assassinar prisioneiros de guerra alemães.
Estupros em massa de mulheres alemãs pelo Exército Vermelho.
Ver artigo principal: Crimes de guerra soviéticos
Massacre de Treuenbrietzen: execução em massa, pelos soviéticos, de mais de 1.000 civis alemães na cidade de Treuenbrietzen, em abril de 1945.
Massacre de Broniki: assassinato de soldados da Wehrmacht pelo Exército Vermelho.
Massacre de Metgethen: assassinato em massa, de civis alemães pelo Exército Vermelho na cidade de Metgethen.
Massacre de Nemmersdorf: estupro e assassinato em massa de civis alemães pelo Exército Soviético, na cidade de Nemmersdorf.
Massacre de Sprindort: assassinato em massa de civis alemães pelo Exército Vermelho soviético.
Massacre de Dachau: assassinato de guardas do Campo de concentração de Dachau, capturados pelos soldados norte-americanos. Cerca de 35 alemães da divisão SS-Totenkopfverbände foram mortos enquanto se rendiam. Além disso, os americanos teriam entregue armas aos prisioneiros do campo que, segundo testemunhas, torturaram e mataram outros 40 soldados alemães.
Massacre de Chenogne: durante a Batalha das Ardenas, soldados americanos teriam matado prisioneiros de guerra alemães.[6]
Massacre de Jungholzhausen: assassinato de prisioneiros de guerra da Wehrmarcht e Waffen SS por soldados norte-americanos[7]
Massacre de Canicattí: assassinato de civis italianos por coronéis, marechais, almirantes, brigadeiros, tenentes, capitães, majores, tenentes-coronéis, cabos e soldados americanos britânicos, australianos, mexicanos, neozelandeses, canadenses e franceses, um dos autores dessa atrocidade é o Tenente-coronel George Herbert McCaffrey (2 de Junho de 1890 - 1954), ele tinha 53 anos de idade quando ordenou a matança em massa de civis italianos.[8][9][10][11]
Massacre de Biscari: assassinato de prisioneiros do eixo na invasão da Sicília.
Bombardeamento de Dresden: segundo o historiador Jörg Friedrich, a decisão de Winston Churchill de bombardear Dresden e outras cidades alemãs, entre janeiro e maio de 1945 (quando a guerra já estava definida), foi um crime de guerra.
Durante a invasão da Sicília, soldados britânicos teriam estuprado e cometido assédios sexuais em diversas cidades.[12]
Assassinato de prisioneiros de guerra Alemães por soldados Franceses durante a Operação Dragão[13]
Durante a Invasão Aliada da Bélgica e Países Baixos, soldados canadenses e britânicos teriam cometido estupros e outros crimes de guerra em várias cidades.[12]
Segundo Charles P. Stacey, soldados canadenses teriam estuprado mulheres, e depois ateado fogo em casas alemãs na cidade de Friesoythe.[14]
Afundamento de navios civis alemães por submarinos ingleses.[15]
Segundo um estudo publicado pelo pesquisador britânico, Bob Lilly, cerca de 14 mil mulheres alemãs foram estupradas por soldados ingleses e norte-americanos.
Durante a Operação Overlord, soldados britânicos teriam cometido saques, torturas, estupros e assassinatos nas cidades francesas de Bayeux e Caen.
Prisioneiros alemães na Noruega teriam sido obrigados a limpar campos minados. Quando a "limpeza" terminou, 392 estavam feridos e 275 morreram.
Entre os desembarques do Dia-D em 6 de junho de 1944 e o final da guerra em setembro de 1945, soldados americanos teriam estuprado cerca de 3500 civis na França. Além disso, numerosos saques foram realizados em casas e propriedades rurais francesas.


Lelo Mig
Membro
# 16/fev/21 16:22 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Rebuke

Só prá saber; a intenção desta lista aí é amenizar os atos praticados pelos nazistas?

Rebuke
Membro Novato
# 16/fev/21 16:34
· votar


Lelo Mig

Não. Só fazer um contraponto. Amenizar crime de nazista é com a ala direitosa do fórum.

Lelo Mig
Membro
# 16/fev/21 16:38 · Editado por: Lelo Mig
· votar


entamoeba

"A guerra é a coisa mais desprezível que existe."

Só prá constar. Ainda que eu e vocês sejamos contra a guerra ela existe e é preciso lidar com isso.

Pode até ser que num futuro não haja mais a necessidade de exércitos mas não é a realidade de nossa civilização nos últimos 6 mil anos, o que me leva a crer, que vai demorar um pouquinho para essa utopia "sem exército".

Imagine o estrago que os alemães teriam feito se os vizinhos não tivessem exércitos na segunda guerra? Os sobreviventes seriam todos escravos.

Infelizmente, um mundo sem exércitos é uma idéia ingênua, e é justamente por conta das forças armadas razoavelmente equiparadas que estamos vivos e não escravizados a uma nação qualquer.

Rebuke

"Não. Só fazer um contraponto."

Entendi. Mas a guerra trás à tona o que o ser humano têm de pior, não importa o lado em que se está. Inocentes sempre serão estuprados e mortos e ao ver uma cena destas fulano também estuprará e matará prá se vingar ou aliviar sua dor.

Assista um filme russo chamado Idi i Smotri (Vá e Veja) de 1985 e me diga se você não mataria e estupraria alemães se fosse um russo? O ser humano é apenas mais um animal sobre o planeta tentando sobreviver a qualquer custo.

JJJ
Veterano
# 16/fev/21 16:42
· votar


Não entendi. Contraponto a quê?

makumbator
Veterano
# 16/fev/21 17:05 · Editado por: makumbator
· votar


Lelo Mig
Infelizmente, um mundo sem exércitos é uma idéia ingênua

Isso aí. Basta perguntar para os israelenses se eles aceitam se desmilitarizarem. Foi justamente ao acreditarem que o estado (no caso o alemão) não chegaria a extremos (inclusive contra seus próprios cidadãos) é que eles se ferraram. Esse erro eles não cometem mais. Agora eles inclusive atacam primeiro (e já prometeram que o dia em que o Irã completar o ciclo de armas nucleares haverá ataque direto a essas instalações).


e me diga se você não mataria e estupraria alemães

Com certeza. Inclusive isso foi política velada do oficialato soviético. Eles fecharam os olhos para as atrocidades que os seus soldados cometiam em solo do reich justamente por acharem que era a hora da vingança (tanto que o índice de saques, estupros, espancamentos e assassinatos explodiu quando o famoso 62.º exército russo cruzou a fronteira da Alemanha). Nos dias que se seguiram à rendição da Alemanha, foi estabelecido oficialmente quantidades de carga de saque para oficiais, e distribuíram folhetos e passaram carros de som avisando que os alemães deveriam manter suas portas destrancadas por 3 dias (para haver o saque "oficial"). De acordo com a patente, cada oficial tinha direito a tantos quilos de saque para ser enviado para casa.

Historiadores russos relatam que os oficiais passaram até a distribuir os soldados de aparência mais do extremo oriente soviético (e portanto menos caucasianos) para as tropas que substituíam as de frente de batalha no cerco de Berlim (pois em geral são esses que lidam com a população civil que resta, após o avanço da vanguarda, e são os que cometem mais crimes de guerra no vácuo de poder entre tomada do território e o estabelecimento de uma estrutura de ocupação). A ideia era que esses soldados menos caucasianos estragassem a raça "pura" gerando um monte de filhos através dos estupros.

Os oficiais também fizeram vista grossa para os estupros em massa que soldados faziam com as alemãs (e ainda forçavam os velhos e crianças a assistirem).

Parada tensa!

Rebuke
Membro Novato
# 16/fev/21 18:12
· votar


Assista um filme russo chamado Idi i Smotri (Vá e Veja) de 1985 e me diga se você não mataria e estupraria alemães se fosse um russo?

Não sei. Nunca vivenciei uma situação dessa. Mas, se um cristão responder que sim, ele é qualquer coisa, menos um cristão. Mas, coerência não é o forte desse pessoal.

Rebuke
Membro Novato
# 16/fev/21 18:13 · Editado por: Rebuke
· votar


Não entendi. Contraponto a quê?


Leia a porra do tópico.

Rebuke
Membro Novato
# 16/fev/21 18:24
· votar


Um lembrete: muitos anti-comunistas colocam as vítimas da Segunda Guerra e da Guerra Civil da década de 20 na conta do regime soviético. Fica a dica.

makumbator
Veterano
# 16/fev/21 18:32
· votar


Rebuke

Uma parte das vítimas é realmente culpa do regime soviético (por exemplo os massacres que eles fizeram na Polônia antes da chegada dos alemães, e que ironicamente foram revelados e levados à imprensa pelos nazistas). Outro exemplo é a política sanguinária do Stalin nas próprias fileiras do exército vermelho. Ele mandou matar tanto oficial que quando os alemães invadiram havia um déficit de líderes militares do baixo e médio oficialato. Tiveram que inventar um curso rápido de algumas semanas que o caboclo já saía oficial pra poder lutar e comandar no campo de batalha.

Rebuke
Membro Novato
# 16/fev/21 18:48
· votar


makumbator

É mesmo? E, os mais de 4 milhões de soviéticos mortos durante a ocupação nazista? Os milhões de presos soviéticos nos campos de concentração alemães? Os milhões de judeus soviéticos assassinados por eles? Vai aliviar para os nazis e botar na conta do camarada Stalin tb?

LeandroP
Moderador
# 16/fev/21 18:52
· votar


E o oreia seca pedindo intervenção militar pra restaurar a moralidade.
Como tem imbecil...

brunohardrocker
Veterano
# 16/fev/21 19:04
· votar


Quem faz pacto de não agressão com nazista é socialista soviético.

makumbator
Veterano
# 16/fev/21 19:09 · Editado por: makumbator
· votar


Rebuke

É mesmo? E, os mais de 4 milhões de soviéticos mortos durante a ocupação nazista?

Ué, mas eu não disse que eles não foram mortos. É guerra, oras, é claro que vai morrer um monte de gente (ainda mais com dois lados extremistas se enfrentando).

Os russos também mantiveram milhões de soldados alemães presos durante e logo após a invasão nazista. Nada disso é surpreendente. E os soviéticos também invadiram a Polônia e a Finlândia antes mesmo de guerrearem com os alemães.

Como bem disso o Bruno:

Quem faz pacto de não agressão com nazista é socialista soviético. (2)

Viciado em Guarana
Veterano
# 16/fev/21 19:37 · Editado por: Viciado em Guarana
· votar


me diga se você não mataria e estupraria alemães se fosse um russo?

Eu mataria, mas não estupraria.

Sou antítese de Maluf.

Rebuke
Membro Novato
# 16/fev/21 19:46
· votar


Ué, mas eu não disse que eles não foram mortos. É guerra, oras, é claro que vai morrer um monte de gente (ainda mais com dois lados extremistas se enfrentando).

Admiro a tua capacidade de relativização. Parabéns, makumba!

Os russos também mantiveram milhões de soldados alemães presos durante e logo após a invasão nazista. Nada disso é surpreendente.

Realmente. Que absurdo prender soldados invasores.

Quem faz pacto de não agressão com nazista é socialista soviético. (2)


Esqueceu dos franceses e ingleses um ano antes.

Rebuke
Membro Novato
# 16/fev/21 19:48
· votar


"Estupra, mas, não mata"

Maluf, Paulo Salim

Tinha que ser de SP mesmo.

entamoeba
Membro Novato
# 16/fev/21 20:29 · Editado por: entamoeba
· votar


Viciado em Guarana
Sou antítese de Maluf.

kkkkkk genial!

Lelo Mig
me diga se você não mataria e estupraria alemães se fosse um russo?

Depois de morto, ainda é estupro? Ou, tecnicamente, é só necrofilia?

makumbator
Veterano
# 16/fev/21 21:34 · Editado por: makumbator
· votar


Rebuke

Admiro a tua capacidade de relativização. Parabéns, makumba!

Eu me esforço!

Realmente. Que absurdo prender soldados invasores.

Não é absurdo, mas eles foram presos, não é? Ou saiu todo mundo logo depois que o Gilmar Mendes afrouxou a detenção? E claro, os soldados finlandeses e poloneses não eram invasores, muito pelo contrário...mas desses você se esqueceu.

Esqueceu dos franceses e ingleses um ano antes.

Ingleses e franceses não fizeram pacto de não agressão com os nazistas e logo depois lotearam a Polônia.

Você está relativizando a dor deles? É por eles serem polacos?


entamoeba
Depois de morto, ainda é estupro? Ou, tecnicamente, é só necrofilia?

Não há estupro depois da vítima morta. Seria vilipêndio a cadáver. Necrofilia especificamente não é crime, mas o sexo com um cadáver é enquadrado no vilipêndio a cadáver.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Vilip%C3%AAndio_a_cad%C3%A1ver

Mas digamos que em um campo de batalha brutal (como no fim do cerco soviético à Berlim) você estaria em uma zona cinzenta de legislação. Pode fazer o que seu coração mandar...

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Tópico do Exército Brasileiro