A essência da direita é o medo.

Autor Mensagem
entamoeba
Membro Novato
# 14/mar/20 13:12 · Editado por: entamoeba


Prudência é ≅ 30% medo e 70% razão.

A única virtude disponível para um direitista requer o desenvolvimento de uma competência que está ficando cada vez mais rara no País, a razão.

A direita está sob o domínio do medo, e é só isso!

Aquele sujeito rústico, que se autodenomina opressor e malvadão, tem, no âmago de seu pensamento, o medo como motor.

makumbator
Veterano
# 14/mar/20 13:24
· votar


entamoeba

O que o senhor tem contra o medo? Tens medo do medo? Não deveria. O medo é uma importante ferramenta natural de proteção dos animais. Cultivar o medo é exercitar um dos instintos mais úteis produzidos pela natureza.

O medo protege o soldado de tomar decisões ruins na guerra que lhe custariam a vida. O medo salva a presa do predador. O medo restringe a audácia do investidor agressivo. O medo te prepara para a luta e para a fuga.

Abracem o medo sem receio e sem dúvida.

Lelo Mig
Membro
# 14/mar/20 13:46
· votar


entamoeba

Essa direita é tosqueira porque só têm burro. Não é diferente de esquerdista que achava Hugo Chavez exemplo de presidente.

O problema maior hoje não é posicionamento político filosófico e sim mais gente inteligente e com bom senso. Coisa raríssima na política atual.

Silspiders
Membro Novato
# 14/mar/20 14:48
· votar


Eles sempre erram! Já foram de Serra, Alckmin e Aécio. Um entreguista que no senado arriou as calças para Shell, outro que se enrolou com as obras do metro e o penúltimo, chefe de quadrilha, cocainômano, cleptomaníaco, traficante e sei lá mais o quê.

Agora esse miliciano.

Assim o Brasil não vai pra frente.

entamoeba
Membro Novato
# 14/mar/20 15:07 · Editado por: entamoeba
· votar


makumbator
O que o senhor tem contra o medo?

Nada contra o medo! O problema é o medo sem a razão.


Lelo Mig
O problema maior hoje não é posicionamento político filosófico e sim mais gente inteligente e com bom senso. Coisa raríssima na política atual.

Até porque pessoas inteligentes com posições políticas antagônicas acabam concordando naquilo que é essencial. As divergências não costumam ser entraves para o progresso, porque é mais fácil negociar um meio termo que funcione.


Silspiders
Eles sempre erram!

Não estou falando só de eleitores e de políticos, estou falando da vida. Quando dizem que "o povo é de direita", é quase o mesmo que dizer que o povo é privado da razão, que só lhe sobra o medo!

A prudência é algo fantástico! Sem prudência, o sujeito acredita que a Terra é plana, constrói um foguete na garagem de casa e se atira aos ares rumo à morte! Muitos dos argumentos razoáveis do conservadorismo - arrisco dizer, os únicos - têm por base a prudência.

Lelo Mig
Membro
# 14/mar/20 16:22 · Editado por: Lelo Mig
· votar


entamoeba

"estou falando da vida. "

A grande massa não tem posicionamento ideológico/filosófico, o grosso do que se precisa; saúde, educação, segurança e emprego, qualquer um pode dar, até um tirano. Quem der ou quem o povo acreditar que dará leva. O preço esta super baixo e os caras, ainda assim, dão calote.

Hoje, não há ideologia, nem entre políticos. A grande parte é tão tosca, que têm o mesmo nível dos semianalfabetos que o elegeram e a outra parte são vagabundos, corruptos e criminosos tanto na direita quanto na esquerda.

Os dois "símbolos máximos" que representam esta dicotomia política brasileira atual nunca leram um livro na vida e ambos acham que não precisa.

Pigeonsslayer
Membro Novato
# 15/mar/20 01:45
· votar


Só digo uma coisa, o consumo cultural reflete a capacidade intelectual de um povo. Tendo vista os ídolos e os hits musicais de hoje em dia, não fica muito difícil entender esse fenômeno ocorrendo entre a classe política e o eleitorado. Os cultos estão reféns dos idiotas e subjugados à vontade destes pelo simples fato de formarem maioria.

Esse é o preço de se negligenciar a educação, a arte e a cultura. Só o que me espanta é que, tirando sei lá, alguns países nórdicos, Japão e Singapura, a maioria dos outros países, inclusive europeus, estão tomados por massa de gente burra e fútil.

makumbator
Veterano
# 15/mar/20 02:18 · Editado por: makumbator
· votar


Pigeonsslayer
Só digo uma coisa, o consumo cultural reflete a capacidade intelectual de um povo. Tendo vista os ídolos e os hits musicais de hoje em dia, não fica muito difícil entender esse fenômeno ocorrendo entre a classe política e o eleitorado.

Nos anos 1920 e 30 o consumo cultural era bem diferente de hoje, e mesmo assim, o populismo de direita e esquerda estava a todo vapor. São curiosas as campanhas eleitorais na Alemanha do fim da era da república de Weimar. Os cabos eleitorais saiam às ruas com panfletos e discursos (para conversarem e convencerem o público), mas também com porretes, para deitarem na porrada os adversários e até algum eleitor indeciso que não se mostrasse muito aberto aos ideais do grupo em questão. Comunistas e nazistas alemães caiam na pancadaria sem a menor cerimônia.

a maioria dos outros países, inclusive europeus, estão tomados por massa de gente burra e fútil.

Mas provavelmente sempre foi assim.

Silspiders
Membro Novato
# 15/mar/20 10:18 · Editado por: Silspiders
· votar


Pigeonsslayer

Esse é o preço de se negligenciar a educação, a arte e a cultura.

É bem clichê colocar a culpa de tudo na educação do país, como se isso fosse a única variável para vivermos na merda em que estamos. Aí fica fácil colocar que a culpa de estarmos sendo governados por um marginal ignorante é do PT, do PSDB e de todos os outros partidos que governaram antes dessa catástrofe acontecer. Não. A culpa é dos ignorantes e eles são maioria, não porque na escola se ensina a ser ignorante, mas porque a ignorância é uma escolha individual, que dá menos trabalho, e que o caminho para a escuridão é realmente estimulado pelas autoridades que se perpetram no poder.

Afinal que culpa a escola tem ou teve na vida de um sujeito incapaz de relacionar o fato de um ordinário deputado que aparelhou o congresso com seus filhos, cujos tal pai passaram mandatos em branco, só mamando no erário, levaria o país à ruína?

Existe uma série de fatores que ocasionaram essa aberração. A escola tem a sua importância aí, sim, mas não é o principal fator.

brunohardrocker
Veterano
# 15/mar/20 10:36
· votar


Tendo vista os ídolos e os hits musicais de hoje em dia,

99% progressistas.

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 11:06
· votar


Lelo Mig
Hoje, não há ideologia, nem entre políticos.

É, não há mesmo. O que há é um chamado de berrante que fala diretamente às emoções do rebanho bovino. A esquerda cirandeira, dos cancelamentos e da lacração, também não chega a configurar uma ideologia, está mais para uma modinha tão moralista quanto o reacionarismo.

É complicado tratar de polos políticos, porque há poucos que se alinham autenticamente com visões políticas coesas e maduras. A maioria vestiu uma camisa por causa de alguma pauta moralista esdrúxula e comprou o resto do pacote, por falta de capacidade intelectual.


makumbator
Nos anos 1920 e 30 o consumo cultural era bem diferente de hoje, e mesmo assim, o populismo de direita e esquerda estava a todo vapor.

Difícil comparar! As pessoas também tinham menos acesso à informação e à crítica. Suponho que eram menos maliciosas. Haviam pessoas mais cultas, só que em menor percentual. No exemplo da Alemanha, a ascensão do regime nazista fez com que grande parte dos eruditos do país migrasse para os Estados Unidos.

Acho esse assunto meio espinhudo, mas a ascensão social das classes mais baixas têm um efeito negativo sobre o consumo e a produção cultural, assim como a integração do interior - vide o hardrocker.

Para que haja igualdade, não basta aumentar o poder de compra das pessoas que estão abandonadas pelo País, é preciso instrumentalizá-las, até mesmo para que elas possam extrair o que de melhor foi criado por aquela condição de vida.


brunohardrocker
99% progressistas.

No sertanejo? Tudo bolsomínion que nem você!

brunohardrocker
Veterano
# 15/mar/20 11:39
· votar


entamoeba

Que sertanejo? O universitário?!

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 11:40
· votar


brunohardrocker

Já jogou?



Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 15/mar/20 12:56
· votar


Qual seria a essência da esquerda? Os fins justificam os meios?
Ou seria essa a essência comum a grande maioria dos políticos?

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 13:25
· votar


Os fins justificam os meios?

Maquiavel é de esquerda, agora? É tanta gente sendo empurrada para a esquerda que daqui a pouco só vai sobrar a família miliciana do lado direito.


Qual seria a essência da esquerda?

A priori? A justiça e o progresso.

Pigeonsslayer
Membro Novato
# 15/mar/20 14:46 · Editado por: Pigeonsslayer
· votar


makumbator
Nos anos 1920 e 30 o consumo cultural era bem diferente de hoje, e mesmo assim, o populismo de direita e esquerda estava a todo vapor

Sim, mas os líderes dessa época pelo menos eram inteligentes, e se tinha países (hoje potências) em situação de miséria absoluta, o que inclusive justificou a grande adesão dos alemães ao partido nazista e ao populismo do Hitler. Como representante do capitalismo se tinha um Winston Churchill e no comunismo Stalin e Lênin. Aqui no Brasil tinha o Vargas, que pode ter sido ditador e fascista, mas foi um estadista brilhante. Alem disso, foi natural que naquele período o populismo tenha dado as cartas, era um fenômeno relativamente novo e pouco explicado, mas em pleno 2018, quando o fenômeno do populismo já foi amplamente atacado pelas ciências sociais, era de se esperar que as populações tivessem um pouco mais de informação e senso crítico antes de partir pra essa idolatria de um "salvador da pátria".

Hoje se tem por aqui Mulas, Bolsoasnos e Dilmas, e no hemisfério norte Donald Ducks e Salvinis. Chega dar vergonha tais personas conseguirem se tornar mitos. Demonstra a ruína cultural, que não é só do Brasil, mas do mundo.


Silspiders

Veja bem, eu coloquei educação, cultura e arte no mesmo período, justamente por entender que a formação plena do indivíduo passa pelas três dimensões. Talvez vc tenha entendido meu comentário como uma crítica à educação enquanto rede educacional pública, mas eu a fiz num sentido mais amplo, que não dá pra dissociar em nenhum momento da arte e cultura.

brunohardrocker
99% progressistas.

Sertanejos universitários e roqueiros brazucas decadentes mandaram lembrança. Agora vc vai me dizer que é uma parcela mínima do mainstream (o que não é verdade)?

Daí eu até posso tentar ver alguma lógica nessa sua estatística de boteco, já que vc despreza minorias.

Edit: em tempo, acho que, em geral, pagodeiros tem uma tendência forte pro bolsonarismo. Enfim, quanto mais banal e meloso, ou obsceno, maior a tendência de se partir pro lado dessa direita inculta e chinfrim que se informa por Facebook e ZAP ZAP.

Ainda, em tempo, só pra ser justo: quanto mais vitimista e de cabelinho colorido, maior a tendência ao petismo.

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 15/mar/20 14:57
· votar


entamoeba
Maquiavel é de esquerda, agora?

Não, nem faço ideia do que ele seja. Mas o conceito que ele ajudou a disseminar é facilmente observado em diversos governantes e ex governantes, como o Lula por exemplo

Pigeonsslayer
Membro Novato
# 15/mar/20 15:03
· votar


entamoeba
A justiça e o progresso.





Depende, se for consultar na cartilha da direita...

JUSTIÇA: meu juizinho particular na coleira
PROGRESSO: derruba tudo e vamos construir garimpo, cassino e grandes lojas de baixa circulação de clientes em áreas de acesso remoto com uma estátua gringa na porta.

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 15:03
· votar


Jonas Kahnwald
observado em diversos governantes e ex governantes

Só nos de esquerda?

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 15/mar/20 15:07
· votar


entamoeba
Só nos de esquerda?


a essência comum a grande maioria dos políticos?


esqueceu de ler esta parte?

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 15:07
· votar


Pigeonsslayer
meu juizinho particular na coleira

Tá mais para "bandido bom é bandido morto".


derruba tudo e vamos construir garimpo, cassino e [lojas da Havan]

Isso se assemelharia com progresso lá no século XIX.

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 15:08
· votar


Jonas Kahnwald
esqueceu de ler esta parte?

Uai, estávamos falando da essência da esquerda, não? Como isso seria essência da esquerda se é igualmente bem distribuída em ambos campos políticos?

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 15:09
· votar


E acha que não tem dificuldade ao debater conceitos...

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 15/mar/20 15:09
· votar


entamoeba
Não disse que é igualmente bem distribuida
disse que é observada em vários
porém o primeiro que me veio a mente foi o Lula

aliás, não é você quem gosta de fazer perguntas?
eu apenas fiz perguntas, vc que está partindo para a defensiva
viu como é legal usar seu método de discussão contra vc mesmo?

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 15:11
· votar


Jonas Kahnwald
viu como é legal usar seu método de discussão contra vc mesmo?

É ótimo! Continue tentando!

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 15:15
· votar


Jonas Kahnwald
Ou seria essa a essência comum a grande maioria dos políticos?

Não sei. De relance, isso me parece intriga do povão.

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 15/mar/20 15:15
· votar


É ótimo! Continue tentando!

é ótimo mesmo para trollar
eu não preciso entender nada
só fazer perguntas provocativas
vou aderir mesmo

entamoeba
Membro Novato
# 15/mar/20 15:16
· votar


Jonas Kahnwald
eu não preciso entender nada

Sem entender nada, você estará imitando o brunohardrocker.

Silspiders
Membro Novato
# 15/mar/20 15:43 · Editado por: Silspiders
· votar


Talvez vc tenha entendido meu comentário como uma crítica à educação

Pigeonsslayer, estou com um pouco de pressa e acabei escrevendo um comentário seco. Eu só peguei um gancho no que escreveu, inclusive eu concordo com tudo. Você tem razão em todo o seu comentário. Na verdade quis destacar a importância de se distribuir as responsabilidades, endossar o que você disse falando de algo que vivo há mais de 20 anos.

Abraço!

entamoeba
Membro Novato
# 16/mar/20 11:06
· votar


O curioso é que o que a direita teme, no fundo do seu coraçãozinho de pedra, é PERDER A ESTABILIDADE!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a A essência da direita é o medo.