Pedrone (hand made) lemarc II

Autor Mensagem
banhaz
Veterano
# dez/11 · Editado por: banhaz
· votar


claro que ajudo!
mal a demora, não entro faz tempos...manda mp avisando quando postar!
qual o seu speaker? to com V30 da celestion
LEIA TUDO! SÉRIO! HAHAHA
primeiro passo: desliga as chaves de potência. Se quiser ligar a que tem escrito "PENT", é bom começar por aí também, porque essas são as duas válvulas EL34, clássicas da jcm800 e do som rock.
segundo passo: coloca o knob de volume do equalizador no meio, como um ponteiro apontando pra cima, ou "12 horas". Os reguladores de equalizacao deixa no meio também, e desliga a equalização. O ideal é construir a base do trimbre apenas com os reguladores individuais do canal, e se você achar que precisa aumentar frequências em especial, vc liga o equalizador e faz isso (você fará!)
depois disso, desliga as chaves bright e fat. Bright deixa as frequências altas ampliadas, dando um tom mais cristalino (e abelhudo, às vezes com ruídos se vc estiver usando muitos agudos - ligue apenas se achar que precisa); já o fat vai deixar o som..."gordo", como o nome diz, as frequências graves/médias graves ganharão peso (acho que é isso).
quando você achar que construiu o som mais ou menos no estilo que você toca, ligue o equalizador . Por exemplo, a maioria dos álbuns de bandas tem a mesma base de distorção e tal, e entre as músicas apenas efeitos extra e equalização mudam (às vezes nem isso). Com a equalização, vc faz a rápida mudança para aquele tipo de pegada específico que vc quer no som.
Eu sempre ligo a chave fat, mas o bright eu deixo quieto, pq já uso muito agudo - exceto no clean, que fica bastante bonito, já que não tem distorção heavy metal, não fica excessivamente agudo e com ruído.
O volume master é importante: você vai aumentando o knob até achar que tá bom. Quando você achar que se aumentar um pouco, vai ficar alto demais, aumente: quando você tá com a potência reduzida, aumentar o volume num certo ponto irá apenas deixar o som mais quente, com energia, sem aumentar muito o volume. Mas lembre que depois de um ponto, já perto do limite, o som realmente vai aumentar MUITO.
Em específico, para a sua pergunta: não mexa nos eq's individuais do canal após ter definido o estilo de som (com o eq desligado). A não ser que vc queira toda uma reestruturação do seu som. Se você perceber, verá que cada canal tem o seu volume individual. Quando ele não é muito alto, a equalização individual realmente não fará muito efeito, e você não perceberá diferença no som se alterar algo, já que o equalizador (o knob embaixo do "EQ") é mais importante no mix do som. Recomendo aumentar o volume do canal individual, abaixar o volume do eq e depois acertar o volume final do amplificador, que é o master 1 ou master 2.
Se você tá tocando e sente que quer médios além do básico que você já montou, use os controles do meio do equalizador do amp, que são aquelas coisas que sobem e descem, que você arrasta (esqueci o nome da peça), ou seja: o equalizador do amp todo. Esse equalizador é MUITO mais forte, tem maior alcance e precisão: você pode fazer TUDO com eles, sério. Saber mexer neles é o essencial.
Outra coisa é o controle de drive e ganho - recomendo deixar o drive um pouco antes das doze horas e elevar o ganho para obter a distorção. Mas faça várias tentativas de ponteiros diferentes, para experimentar e entender o que cada um faz.
Mas lembre-se também de que o amp é um organismo: se você mexe no drive com o equalizador em tal configuração, não é a mesma coisa que mexer quando o o equalizador está em outra configuração. O mesmo vale para o volume e para as chaves de potência. Cada chave muda muito o som (não apenas o volume). Então, entender bem o que cada um faz de fato vai levar tempo...eu passei meses sofrendo pra entender: ás vezes parecia tudo certo, o som tava perfeito...mas aí eu mexia e depois não sabia mais o que fazer. Lembre de tirar fotos ou escrever o estado do amp em algum lugar. TEM QUE DIZER COMO CADA PARÂMETRO ESTÁ! INCLUSIVE AS CHAVES DE TRÁS!
qualquer coisa, to aí!
Flwww

Gallactico
Veterano
# dez/11
· votar


banhaz , meu parceiro brigadao!!! eu ate to conseguindo tirar um sonzinho dele !!! mas ele fica no estudio!!! agente larga o aço fica ate mais facil de achar um timbre ou outro pq ele ta no talo, mas vc e sinistro : conseguir regular esse bicho pra tocar em casa é pica!!! aproveitando mais uma duvida: eu sinto falta de sustein pra fazer solos como eu resolvo isso (booster)?

banhaz
Veterano
# jan/12
· votar


hahah eu consigo colocar ele em estudio às vezes, e em locais abertos também, aí posso colocar no max

tem que saber regular pra ver o sustain...mas depende muito dos captadores e da madeira da sua guitarra
se com o volume no maximo e uma guitarra boa pra solos, com uma madeira mais macia, vc n consegue sustain...deve tá regulando o drive/gain errado, sei lá...
eu não recomendo booster digital com valvulado...tenta achar algo analógico
mas não acho que nem isso seja necessário, pq eu consigo aqui um BOM sustain, tipo os de alguns videos do youtube (um careca lá que é professor de guitarra solando com o amp)
se sua guitarra (e captadores) for de ataque rápido e você estiver principalmente usando cordas maiores, tipo 10 ou 11, é difícil mesmo obter um sustain de steve vai ou joe satriani
mas ainda assim, deveria conseguir algo satisfatório
tenta ir mexendo no amp!
flw

marcel_olivier
Veterano
# mar/12
· votar


Tenho um Le Marc II do Pedrone,
O meu inclusive esta atualmente com a foto no site.

(Face de Metal, acabamento croco).

É um excelente amplificador, colocado lado a lado com o Mark IV da Mesa, ele responde com os graves um pouco mais fortes.

Para drive high-gain, estilo Rectifier (em que você praticamente corta os médios no equalizador) requer menos ganho na entrada e empurrar com algum overdrive + noise pra segurar bem.

Tira blues leve também, tudo nesse amp é questão de configurar.

Fuçar ele para tirar bons timbres é a salvação e maldição dele, tira timbre do que você quiser, mais tem que mexer bem, SABER MEXER e os setups são bem diferentes...

Por, vc quer um bom drive de Rectifier no 3 canal, porém quer um crunch AcDc no 2 canal, o equalizador não da pra compartilhar.

A única melhoria que traria esse amp para níveis muito superiores aos próprio mesa são:
1 equalizador 5 bandas separado para o canal crunch
opção de retificação por valvula via chave

Se tiver isso aí, tira som até de urubu voando huahuauha

sds

banhaz
Veterano
# mai/12
· votar


falou tudo!
agora, o que vc quer dizer com rectifier via chave? não entendo muito dessas coisas mais técnicas
concordo também com o canal crunch separado...as configs do drive são muuuito diferentes das do crunch, e o clean não requer o eq boost principal, eu desligo ele sempre

lukas.moreira
Veterano
# dez/12
· votar


Então, to ressucitando o tópico aqui...
O Pedrone ainda faz o Le Marc? Eu não vejo quase nada recente sobre os amps dele. Alguém tem o contato dele, ou um portfólio ou algo do tipo?

Jeff.gomes
Veterano
# dez/12
· votar


lukas.moreira
Acho que não.

Ve no face, já que o Site esta em manutenção.

GuitarristaDoNickEstranho
Veterano
# dez/12
· votar


lukas.moreira
Ele parou de fabricar o LeMarc.

banhaz
Veterano
# mar/13
· votar


Ele tava com muito pedido acho, e parou
mas há fortes rumores de que ele pode estar projetando o LeMarc 3, o que seria incrível

marcel_olivier
Veterano
# mai/13
· votar


Entrem em contato com ele.
Acho que vai sair um lote de Le Marc 2 (ou 3) do forno por esses tempos, ou pelo menos existem fortes boatos.

banhaz
O que quero dizer da chave de retificação é que o Mark IV (como o Le Marc) não possui retificação nem por diodo, nem por válvula, já os rectifier possuem tanto por diodo quanto por válvula.

Eu até conversei com o pedrone para saber se era possivel fazer um Mark IV com as retificações e ele disse que é possível, porém requer muito estudo, sobretudo pois o método com cada um foi projetado.

Na minha opinião a retificação da um filtrada no som, gera maior compressão, dai da pra usar mais ganho sem embolar (opinião própria).

De lá para cá eu comprei um Triple Retifier original. Ele não é nem de longe tão versátil quanto o Le Marc, mais o Pedrone não perde em nada na contra-partida, porém... o drive do Rectifier é um monstro.

----
Foi até interessante pois estou considerando passar meu Le Marc 2 pra frente e pegar um 5150 ou um 6505, mais estou com medo de perder muito a versatilidade e acabar sendo uma coisa de momento, pois estou muito focado com Deathcore e Metalcore (onde os Peavey reinam).

Não sei se é porque eu mesmo procurei o timbre da mesa a muitos anos, mais ao ligar o mesa, mesmo com todas as reclamações de clean dele, sou 100% feliz com ele.

Ramsay
Veterano
# mai/13 · Editado por: Ramsay
· votar


O que quero dizer da chave de retificação é que o Mark IV (como o Le Marc) não possui retificação nem por diodo, nem por válvula, já os rectifier possuem tanto por diodo quanto por válvula.

Fake Information detected...

marcel_olivier

Se o Le Marc não possui retificação nem por diodo, nem por válvula então ele não pode funcionar, simples assim!!

Um amp ou tem retificação por diodos, ou tem por válvula, ou tem ambas.

marcel_olivier
Veterano
# mai/13
· votar


Ramsay

Tens razão, me equivoquei quanto a informação mesmo (eu mesmo já construi um Classe A simples).

Eu procurei me referir sobre a possibilidade de isto ficar exposto como fica no Rectifier (Dual e Triple), já que no Single é só Diodo.

Vlws a correção!! Não pode ficar info trocada no fórum de jeito nenhum!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Pedrone (hand made) lemarc II