Desafinei muito feio? ("The show must go on")

    Autor Mensagem
    mrdaltro
    Membro Novato
    # 13/nov/18 03:15


    De uns tempos pra cá venho tentando cada vez mais cantar fora da tessitura e alcançar notas que antes alcançava só com um falsete muito ralo de outras formas. Mas não sei exatamente o que estou fazendo. Não sinto dores nem nada do tipo, mas pra alcançar algumas notas, cantar algumas músicas, preciso ficar aquecendo um tempo antes, tentando até sentir como se a voz tivesse "esticado" e consigo cantar pra fora da tessitura. Estou fazendo algo muito prejudicial em tentar ir pra fora da tessitura? Dá pra melhorar o timbre?

    Gravei "Bohemian Rhapsody" também e ficou menos pior, é mais baixo pra cantar. Enfim, acho que nessa gravação onde "me joguei" mais dá pra tirar mais conclusões...

    https://soundcloud.com/mrdaltro/show-must-go-on-cover-trial

    Não sei exatamente que técnica estou aos poucos memorizando (há uma semana mais ou menos), mas hoje quase consegui alcançar todas as notas de "She's Gone". :v

    ejames
    Membro Novato
    # 13/nov/18 03:46
    · votar


    Não me entenda mal, não é para te ofender, mas tenho que te fazer uma pergunta: você parou e ouviu o que foi gravado?

    Não sei com qual seriedade você encara música, mas dei uma olhada nos outros tópicos e tive a impressão que ainda te falta muito estudo do básico para antes sequer cogitar cantar coisas mais complexas. Me parece que você quer tentar correr antes de aprender a engatinhar, não tá dando certo... Não entendo nada de canto, mas a questão aí é maior do que simplesmente alcançar notas. O timbre não tá legal e tá tudo bem fora, de forma que não precisa ser nenhum grande conhecedor do assunto para perceber que tem bastante coisa errada.

    Não quero lhe desanimar, mas se você realmente quer seguir esse caminho (independente de ser por hobbie ou por objetivos profissionais), vá de cabeça e estude de verdade. Procure um professor, trabalhe bastante ouvido e percepção musical. Não dá para fazer essas coisas pela metade e esperar um bom resultado.

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 13/nov/18 08:03
    · votar


    mrdaltro

    Olha, tudo que disse o ejames eu apoio e só queria fazer dois comentários.

    Primeiro: está cheio de tópicos por aqui de pessoas que nunca estudaram ou fizeram nenhum tipo de estudo sobre música e, por algum motivo qualquer, acham que são cantores e pedem para ser avaliados pelos usuários do fórum. Esqueça isso, pois ninguém aqui gosta de fazer esse tipo de avaliação, até mesmo porque, quem está mais qualificado para isso seria um professor de canto.

    Segundo: Sempre que você quiser mostrar um trabalho seu, não pode ficar colocando vários defeitos, pois isso acaba no mesmo momento com qualquer possibilidade de vontade de ouvir. De tanto que você mesmo criticou, eu não tenho interesse nenhum em ouvir. E, mesmo que você seja bom no que está fazendo, não existe coisa mais chata do que falsa modéstia.

    Então, meus conselhos são: Estude e tente fazer o seu melhor possível. Daí, sim, venha mostrar aqui seu trabalho, enaltecendo suas qualidades e se esforçando para não cometer erros, sem deixar de ser humilde.

    Boa sorte.

    Tipo 8
    Membro Novato
    # 13/nov/18 10:06
    · votar


    mrdaltro

    Muito bem. Vou te dizer onde vc está errando para começar. As partes mais altas estão anasaladas e fora da nota. Tudo está falado demais. Quando vc canta é um falar alto, para fora, querer alcançar notas agudas querendo usar a mesma posição que vc tem quando fala é impossível. A emissão da voz no canto está baixa. E o mais complicado disso tudo para mim é vc pegar uma música dessa. Totalmente impraticável. Dá para sentir em cada sílaba a voz sofrida, não é algo que passe firmeza ou impacto. Vc JAMAIS pode pegar uma música desse tipo no início dos estudos. Tem que cantar coisas médias e fáceis, não ir numa música top de uma banda top. Isso é coisa para muito, mas muito mais tarde. Repertório top numa voz iniciante simplesmente destrói a voz. Não vá no repertório agudo, trabalhe o centro da voz primeiro. E o óbvio disso tudo. Tem que estudar técnica. Saber respirar e apoiar corretamente para não apoiar na garganta como vc faz. Se quiser evoluir mesmo tem que fazer aula. É diferente para aquelas pessoas que abrem a boca e já saem cantando, os que tem uma percepção ultra apurada. Se vc tem dificuldade tem que estudar muito mais que os outros.

    Ningen
    Veterano
    # 13/nov/18 17:18
    · votar


    mrdaltro

    Além de tudo o que já falaram, sugiro o seguinte: procure um professor em quem você acredite.
    Alguém que cante muito bem ou que tenha orientado ótimos cantores.
    Digo isso pois você não me parece ter, como disse o Tipo 8, uma percepção apurada. Então, vai precisar fazer exercícios que não te parecerão efetivos; seguirá a intuição dele de como você deve se portar, projetar sua voz; precisará confiar bastante nele.

    zlo zebry
    Membro Novato
    # 13/nov/18 22:35
    · votar


    Eu posso ter algum defeito no ouvido, mas parece que o que você está cantando não bate com o fundo musical.
    Sendo assim, chega ser impossível tentar enxergar outra coisa além disso.

    mrdaltro
    Membro Novato
    # 13/nov/18 23:44
    · votar


    Olá, pessoal.

    Olha, é bastante comentário então eu vou tentar fazer uma síntese. De início, eu já sabia que não era algo que estava BOM com todas as letras e que tinha falhas, até coloquei na descrição, mas agradeço as críticas e os conselhos. :v

    Eu tentei gravar isso porque to viciado em Queen (kkk) e descobri que o Freddie era barítono, então me empolguei (bastante) e logo pensei "se eu também sou barítono e ele também era, é possível que eu alcance certas notas com qualidade, no decorrer do tempo". Aí gravei "Bohemian Rhapsody", botei no FB e as pessoas - leigas - curtiram, disseram que tava legal etc. Percebo que essa gravação que botei aqui está desafinada em várias seções, tipo no primeiro "Show must go on" do primeiro refrão tá visivelmente desafinado; no segundo tá um pouco menos pior mas tem segunda voz atrás. De fato me falta percepção pra dizer que foi um desastre completo =/. Não me considero *completamente* leigo, toco guitarra/violão faz uns cinco anos, sei o que é um tom, um semitom, uma escala. Mas confio na análise de vocês, tanto que solicitei que fizessem justamente isso (e por isso já iniciei "me colocando defeito", não vim pra divulgar trabalho).

    Isso da ressonância, da voz anasalada eu tenho realmente dificuldade de identificar =/. Pensei erroneamente que estava usando a "voz de cabeça", então agradeço em terem comentado meu equívoco. Não sei como "tirar a voz do nariz". Espero um dia conseguir alcançar as notas do "jeito certo", ainda que eu goste de cantores tipo o D. Malakian e o C. Bennington que tinham a voz nasal.

    Sobre os estudos, vocês me pegaram, eu realmente não estudo regularmente, só gosto de ficar cantando quase que diária/semanalmente mesmo, como hobby. Não pretendo a curto prazo mas gostaria de quem sabe num futuro fazer voz e violão em algum lugar, mas só como "bico" mesmo.

    Agradeço os avisos e conselhos de todos, em especial ao Tipo 8 que se ateve a coisas mais objetivas. Não pensei que estivesse apoiando "na garganta", não senti tensão no pescoço. Vou evitar tentar coisas do tipo (dessa dificuldade) até que esteja mais treinado, nesse caso. É complicada a questão do professor de canto quando não se está com renda própria (é meu caso nesse ano; ano que vem já decidi que será diferente) e fazendo faculdade, mas no próximo ano vou procurar com quase certeza, existem duas escolas de música aqui na minha cidade. Ou talvez particular seja melhor, não sei (ainda que provavelmente mais caro também)...

    Por enquanto posso ir fazendo os exercícios do Marcio Guerra no máximo e cantar só coisas dentro da tessitura, tipo um Legião Urbana da vida.

    Obrigado pelas críticas! Hugs, folks.

    Lelo Mig
    Membro
    # 13/nov/18 23:56 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    mrdaltro

    Cara, apenas não caia em erros comuns do tipo: Fred era barítono e eu também sou....

    O Yngwie Malmsteen é guitarrista e eu também sou, mas nunca vou tocar rápido como ele porque precisaria fazer alguns exercícios específicos pelo menos 3 a 4 horas por dia, e eu não faço. Então tenho que conviver com algumas limitações que estudar pouco implica. Não tenho a ambição de tocar rápido como ele, então tudo bem, mas se quisesse não teria outra alternativa.

    O que quero dizer é que o Freddie Mercury cantava pra caralho e só tentar, sem técnica não ira levá-lo a lugar algum.

    Tipo 8
    Membro Novato
    # 14/nov/18 01:10 · Editado por: Tipo 8
    · votar


    mrdaltro

    Falou bitcho. Eu não sei realmente se eu ouvi um barítono cantando. Será que vc é mesmo um barítono ou um tenor que não sabe ainda como atingir os agudos? Tem que ver isso. Quanto a você resolver o problema do nasal, creio que tenho um exercício que será bastante útil - https://www.youtube.com/watch?v=wjzsDYJVIdc . É um exercício simples que vai dar um norte nesta colocação da voz. Aula de canto particular é o correto. O ritmo de escola de música é outro. Se vc quer conhecer a fundo mesmo e ter resultado rápido tem que ser no particular mesmo. Hoje vc não pode fazer mas vai saber o que acontecerá amanhã? O importante é colocar na lista de objetivos. :o)

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Desafinei muito feio? ("The show must go on")