Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      A máxima da transposição, com base em manipulação digital de som

      Autor Mensagem
      Ismah
      Veterano
      # 10/out/17 01:57


      Acho que o dia em que eu mais temi chegou... Transpus de F#m para C#m (uma quinta acima, ou uma quarta abaixo), usando manipulação digital. É a maior manipulação que fiz até hoje, com resultados EXCELENTES. Foram quase 10 dias de trabalho contínuo - diluídos em pouco mais de um mês.

      www.4shared.com/mp3/TQxfFxBEca/Numb_Cm__2_.html?

      E eu mesmo estou surpreso e incrédulo... Diria a qualquer momento que essa música foi gravada assim. O que me chateia! Podemos praticamente recriar uma música, mas podemos também tocar de qualquer jeito e corrigir depois...
      A ferramenta existir, nunca impedirá ninguém de fazer do jeito "certo", estudando até a cabeça explodir e tocando até os dedos caírem, mas isso cria brechas para artistas pré-fabricados...
      A técnica que eu usei poderia ser aplicada em tempo real, logo... Nada impediria que se tivesse caras como o Jon Bon Jovi - que sabidamente forçou a voz lá no passado absurdamente, e hoje quando a vida cobra a conta, já não conseguem mais o mesmo - usando uma parada assim para "cantar como no passado"...
      É igual? Não creio, mas muito próximo é... O que não diminui a performance, mas é falsidade! Não temos mais uma pessoa, mas um ser híbrido (não, não estou drogado) de homem e máquina... E aí?!

      NOTA Não peçam receita de bolo, porque eu trabalho com isso! Logo, pelo sim ou pelo não, a forma que eu trabalho, é um "segredo industrial" do meu trabalho...

      leonardocostaguitarrista
      Membro Novato
      # 11/out/17 17:55
      · votar


      Deu link inválido

      Casper
      Veterano
      # 11/out/17 19:34
      · votar


      O link para o arquivo que você solicitou não é válido.

      Adler3x3
      Veterano
      # 11/out/17 19:35
      · votar


      O LInk acabou transposto também.

      makumbator
      Veterano
      # 11/out/17 19:37
      · votar


      Adler3x3
      O LInk acabou transposto também.

      Hahahah! Comentário genial.

      leonardocostaguitarrista
      Membro Novato
      # 11/out/17 20:00
      · votar


      um "segredo industrial"

      tâo secreto que nem ele sabe onde foi parar

      Beto Guitar Player
      Veterano
      # 11/out/17 20:30
      · votar


      Fiquei na curiosidade agora... Diante desse cenário, será que tenho salvação??? Gostaria de ao menos gravar minhas músicas, mesmo sem cantar merd*** nenhuma.

      Ismah
      Veterano
      # 11/out/17 21:54
      · votar


      Pois é, o 4Shared barrou o arquivo... SoundCloud também... Já não sei mais pra onde que eu envio...

      makumbator
      Veterano
      # 11/out/17 21:58
      · votar


      Ismah

      Usa o box.net

      Melhor que essa merda de 4shared cheia de propaganda e com visual dos anos 90

      Casper
      Veterano
      # 11/out/17 22:25
      · votar


      https://app.box.com

      Ismah
      Veterano
      # 11/out/17 22:41
      · votar


      Mas ele é pago não?

      Synth-Men
      Veterano
      # 11/out/17 22:56
      · votar


      Mas ele é pago não?

      Né não. Manda brasa!

      Ismah
      Veterano
      # 11/out/17 23:22
      · votar


      Não consegui usa o App Box... Mandei para o Google Drive

      https://drive.google.com/file/d/0BwvTMHEe6rH5cEQyUGxTdXByakE/view?usp= sharing

      Synth-Men
      Veterano
      # 12/out/17 01:58
      · votar


      Meu caro.

      O Audacity também cumpre esta função. Não dá nem para perceber que foi alterado, pois parece que os caras estão tocando neste tom.

      Já o fiz para deixar amostras de sampler no tom da música que estava sendo composta. No Audacity o nome desta função é mudar de tom sem alterar velocidade. Fica perfeito.

      makumbator
      Veterano
      # 12/out/17 02:27
      · votar


      Synth-Men

      É, o Izotope também tem plugin faz isso muito bem, o Melodyne mesma coisa e praticamente todas as DAWs tem essa mesma função com pouquíssima degradação.

      Beto Guitar Player
      Veterano
      # 12/out/17 06:12
      · votar


      Olha, se for ver bem, até simples aplicativos fazem isso...
      Eu lembro que eu usava um programinha no pc, se não me engano se chama best pratice, que nada mais é que um player de música. Eu o usava porque com ele consigo alterar a tonalidade sem mexer na velocidade, alterar a velocidade sem mexer na tonalidade ou alterar os dois a meu bel prazer... Podia também criar loops de trechos da música...
      É interessante para quem quer tirar uma música de ouvido e não dá pra escutar direito, então era só colocar um loop e reduzir a velocidade sem alterar o tom.
      Recentemente descobri que existe um aplicativo que faz as mesmas coisas no android.

      Casper
      Veterano
      # 12/out/17 07:34
      · votar


      Caro Ismah

      ...quase 10 dias de trabalho contínuo...

      para transpor uma quinta?

      Tem certeza que não foram 10 segundos?

      Ismah
      Veterano
      # 12/out/17 10:38
      · votar


      Senhores, não foi bem essa a discussão que propus...

      Synth-Men
      makumbator
      Beto Guitar Player

      O iZotope eu desconheço, mas o Audacity e o Virtual DJ são uma b...
      Ambos sei que vão bem com faixas solo, mas ainda acho apenas razoável. Para timbres sintéticos o papo é outro, mas há uma não-linearidade no orgânico que não é tão fácil de simular...

      O VDJ ainda dá para levar melhor, mas ainda é muito ruim o resultado. Se perde o balanço de frequências, por melhor que esteja a função de escolher o tom, não está acima de contornar alguns problemas... Mas ele identifica o tom que é uma beleza!

      O Melodyne, tem os mesmos problemas com faixas inteiras dos demais, funciona absurdamente bem para faixas individuais (a versão 4 é ainda melhor), mas é sofrível com faixas mixadas... Há erros bobos com vibratos, se não afinar uma voz, na hora de transpor ela fica com erros grotescos...

      Uma quinta acima / uma quarta abaixo, são os maiores intervalos... Nunca cheguei perto sequer de algo assim...

      Casper

      Obviamente não foram 10 dias para transpor, mas para chegar a fórmula, e aos resultados...

      Beto Guitar Player
      Veterano
      # 12/out/17 12:49
      · votar


      Ismah

      Olha cara, acho que vc foi a primeira pessoa a fazer (ou até mesmo pensar) em transpor uma música mixada... Na verdade não consigo pensar numa utilidade para isso.
      Os softwares que transpõem faixas isoladas são assim porque é mais comum querer transpor somente a faixa para "caber" dentro da música e trabalhar com as faixas separadas.

      Sobre o que você propôs na discussão, eu entendi qual foi o ponto tocado, no quão longe a tecnologia pode ir para "mascarar" uma música, tirando a naturalidade, a característica "real" de como foi realmente gravada.
      Mas isso é só mais uma edição, pois depois que surgiram maneiras de gravar uma música, surgiram também maneiras de inserir efeitos e correções... Então a música já é maquiada há bastante tempo.

      Ismah
      Veterano
      # 12/out/17 14:35
      · votar


      Armas não matam pessoas... Sei disso...

      As edições eu não abomino... Até porque são recortes de algo que existe, e eu mesmo sou de usar isso muito, indiferente do nível técnico de quem fez isso...

      Mas do (mau) uso que se possa dar a uma ferramenta... O tempo tende passar pra todo mundo, e será que caras da cena pop atual, quando chegarem na idade do tio Axl, do tio Jovi e demais, vão jogar a toalha, baixar tom de música etc?

      Lelo Mig
      Membro
      # 12/out/17 15:33
      · votar


      Ismah

      "chegarem na idade do tio Axl, do tio Jovi e demais, vão jogar a toalha, baixar tom de música etc"

      Eu também entendi sua proposta, mas concordo com o nosso amigo Beto Guitar Player quanto a utilidade.

      Com relação a "correção de voz" ao vivo, já é utilizado. Tanto softwares como pedais. Ainda há algumas imperfeições e artificialidade, mas em poucos anos estes programas estarão, não só corrigindo com perfeição como transformando em cantores gente que não é.

      Com relação a trilhas isoladas e instrumentos, as DAWs já fazem com perfeição e quando soam artificiais, geralmente é culpa do usuário, que transpõe instrumentos para regiões que eles não atingem.

      Beto Guitar Player
      Veterano
      # 12/out/17 16:44
      · votar


      Mas do (mau) uso que se possa dar a uma ferramenta... O tempo tende passar pra todo mundo, e será que caras da cena pop atual, quando chegarem na idade do tio Axl, do tio Jovi e demais, vão jogar a toalha, baixar tom de música etc?

      Ismah

      Acho que agora percebi o que vc realmente quer dizer...
      Bom, concordo com o Lelo Mig, ferramentas assim já são usadas ao vivo e eu acho que, infelizmente, a música está caminhando para esse caminho.
      Os instrumentos, vozes e sons serão cada vez mais "eletrônicos" e manipulados digitalmente.
      Cantores como o Axl e Bon Jovi nunca sonharam lá nos anos 80 e 90 que o uso forçado e desregrado da voz trariam consequências tão negativas hoje, mas essa fase acabou. Não vejo cantores novos rasgando a voz por aí, então não consigo pensar em nenhum cantor atual que no futuro irá perder a voz e utilizar de artifícios como esses, até mesmo porque muitos já utilizam hoje em dia.

      JJJ
      Veterano
      # 12/out/17 17:30 · Editado por: JJJ
      · votar


      O cara pinta um quadro e retoca, retoca, retoca, até ficar do jeito que quer.

      O cara esculpe uma estátua e retoca, retoca, retoca, até ficar do jeito que quer.

      O cara escreve um livro e retoca, retoca, retoca, até ficar do jeito que quer.

      É assim com todo tipo de arte.

      "Ah, mas música, não... música tem que ficar 100%, no primeiro take!"

      Eu, hein, que bobagem... Eu uso edição de todo tipo em praticamente tudo que faço. Faço dois, três, quatro takes, misturo, conserto, etc. Se é pra melhorar, por quê não?!?

      Agora, se o problema é o som ao vivo... aí é outro papo... mas não dá pa fazer tanto assim, ao vivo (exceto o raio do playback - esse sim eu abomino, afinal se fui ver um show ao vivo quero um som "ao vivo" também, mesmo que com algumas imperfeições).

      Synth-Men
      Veterano
      # 12/out/17 18:44
      · votar


      Ismah

      Na verdade eu só quis destacar alguns programas que fazem isto, sem intenção de matar a proposta do topico.

      Outro meio de trabalho que já vi utilizando este recurso, foi em animação de eventos. As músicas foram tocadas todas no mesmo tom, sem aquele "baque" das mudanças de tons. O cara que fez fez o trabalho era fera.

      Em todos eles há uma perda mínima, às vezes inotaveis ao ouvinte, mas perceptível a quem edita, até mesmo porque alguns softwares mostra a alteração em números. Aí a gente se programa para prestar atenção nestas perdas.

      Considero o Audacity bom para isto. Vejo uma galera boa editando áudio final em outros quesitos por lá. A sonoridade é aceitável.

      Essa ferramenta é fácil de manipular na pratica, mas difícil analiticamente. Digo isto devido a seguinte questão: Transpor uma música de C para G.

      Transpor 7 semitons acima ou 5 semitons abaixo? É algo a se analisar, pensar e decidir sobre a sonoridade geral transportada.


      Já fui resistente, mas hoje eu penso igual o JJJ. A tecnologia na música é maravilhosa. Mas o indivíduo tem sim que saber tocar em algumas variedades de tons e tirar o melhor som dos instrumentos. Aí sim depois entra a tecnologia.


      Mas cá pra nós, eu tomei esse susto a primeira vez que eu vi um auto-tune funcionando no vocal. Faixa original e faixa editada. Putzs! Muita diferença. Também tomei outro susto, quando a pessoa gravada disse que sabia cantar.

      JJJ
      Veterano
      # 12/out/17 20:43 · Editado por: JJJ
      · votar


      Synth-Men
      Mas o indivíduo tem sim que saber tocar em algumas variedades de tons e tirar o melhor som dos instrumentos. Aí sim depois entra a tecnologia. [...] eu tomei esse susto a primeira vez que eu vi um auto-tune funcionando no vocal.

      Claro, eu também acho. Mas se a gente for ver (e acho que todo engenheiro de som vai concordar comigo), mesmo com toda tecnologia, quanto melhor a "fonte sonora", melhor o resultado final.

      É o que disse outro dia prum cara sobre os auto-tunes da vida: não vai transformar o Tiririca no Pavarotti... Vai afinar, ajustar tempos e tal, mas não vai transformar chumbo em ouro... O mesmo vale pra todo o resto. Tem que ser encarado como melhora, como aperfeiçoamento, como preciosismo. Não como remédio pra todos os males.

      E se você tentar transformar merda em algo realmente bom (acredite, eu já tentei várias vezes, com músicas de bandas mal ensaiadas) é frustrante, não dá pra chegar lá... melhora um pouco, joga um perfume, mas merda sempre fede, não tem jeito.

      Lelo Mig
      Membro
      # 12/out/17 22:36 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      JJJ

      "não vai transformar o Tiririca no Pavarotti..."

      Até porque a idéia nem é esta. Porcaria fabricada, golpes e etc... sempre haverão. Quem é mais velho deve se lembrar do escândalo Milli & Vanilli... quem não conhece é só procurar na Net... Venderam milhões de copias, sucesso internacional e era fraude. Não é preciso tecnologia para fraudes.

      Da mesma forma que posso usar um pedal simulador de Hammond na minha guitarra, porque não sou tecladista, posso usar (como tenho usado em uns registros que estou fazendo de minhas composições) um Boss VE 20, para compensar minhas deficiências.

      Não faz de mim um Freddy Mercury, mas não preciso chamar ninguem a 1 hora da manhã em casa pra cantar pra mim. Pelo menos não nesta fase de arranjos e pre produção.

      makumbator
      Veterano
      # 12/out/17 23:12
      · votar


      Lelo Mig
      Quem é mais velho deve se lembrar do escândalo Milli & Vanilli...

      Esses eram top! Hahaha! Quando lembro deles imediatamente me recordo da cena do cantando na chuva em que a atriz que migrou do cinema mudo para o falado é desmascarada por usar uma dublê de voz (pois a voz da estrela do cinema era absolutamente ridícula)

      Ismah
      Veterano
      # 13/out/17 15:11
      · votar


      Beto Guitar Player

      Não é novidade usar afinação ao vivo, só que dali para a questão do range vocal do canário... Já estamos dando um passo grande para a mentira...

      JJJ
      Vai afinar, ajustar tempos

      Auto-tune ao vivo, só consegue afinar, pois não temos como avançar o tempo... Logo se o cantor se atrasar, f...

      eu já tentei várias vezes, com músicas de bandas mal ensaiadas

      A ferramenta elastiqué ajuda bastante nessa hora! E quantizar o tempo da música em cima do tempo do baterista... Eu andei fazendo experiências do tipo, com resultados positivos.

      Lelo Mig

      O rei do rock, tio Elvis, já usava isso... J. D. Sumner cantava as notas graves, fora da tessitura do Rei... Ele nunca concordou aparentemente, e fazia questão de deixar isso na cara...

      JJJ
      Veterano
      # 13/out/17 18:54
      · votar


      Ismah

      Eu sei, mas quando é muita coisa pra arrumar, a gente acaba desistindo...

      Ismah
      Veterano
      # 14/out/17 18:07
      · votar


      Pagando, que mal tem? rs

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a A máxima da transposição, com base em manipulação digital de som

      303.518 tópicos 7.854.209 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital