Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Harmonia negativa, quem manja?

      Autor Mensagem
      Ismah
      Veterano
      # 06/ago/17 20:48
      · votar


      Jabijirous

      Caraca velho... Aqui me caiu a ficha que temos até harmonia gourmet já...

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # 06/ago/17 21:17
      · votar


      Li o tópico inteiro e não entendi nada.

      Jabijirous
      Veterano
      # 06/ago/17 21:53
      · votar


      makumbator
      kkkkkkkkkkkkk
      Ismah
      kkkkkkkkkkkkkk Essa eu quero ver!!

      Ismah
      Veterano
      # 06/ago/17 22:38 · Editado por: Ismah
      · votar


      daimon blackfire

      Basicamente meu caro amigo, é uma forma matemática de ver a música, e uma entre várias formas, de pegar por exemplo a sonoridade clichê de uma progressão manjada, e deixar ela diferente, com outra sonoridade, mas sem perder a intenção.

      No caso, há uma inversão, o que era maior vira menor, o que era maior vira menor etc...

      Creio que são técnicas mais interessantes para composição, arranjo e improviso, que na prática para um intérprete não ajudam mui... Tal como a substituição de acordes etc...

      Ismah
      Veterano
      # 06/ago/17 22:41
      · votar


      Jabijirous

      E o que é essa "gourmetização" até do pão c'ovo, se não dar um nome elaborado, para uma coisa simples, e valorizar algo absurdamente por todo esse "refino"?

      Jabijirous
      Veterano
      # 07/ago/17 11:08
      · votar


      Ismah

      Mas isso a gente aprende na faculdade. Você começa com um nome para o seu projeto e depois muda, geralmente muda.

      Nome complexo no tcc, dissertação e tese as banca pira! kkkkkkkkk

      Fernando de almeida
      Veterano
      # 07/ago/17 11:43
      · votar


      PUTZ ..

      Estou assistindo os vídeos em intervalos de 5 à 10 segundos (no máximo) para tentar entender ...

      Assisto de 5 a 10 segundos, tento raciocinar o que foi dito (se não entendi volto a assistir o trecho novamente até entender) e depois assisto outros 5 a 10 segundos e faço o mesmo procedimento ... JÁ ASSISTI 2 MINUTOS E MEIO DO PRIMEIRO VÍDEO sendo que comecei a assisti-lo já tem 1 hora (mais ou menos) ...

      Harmonia avançadíssima (para mim) ... tenho pleno domínio de TONAL e MODAL (teoria e prática) e já achava que sabia muito ... mais uma vez a música prova que o muito ainda é pouco ... Tenho muuuuuuuuito a estudar.

      Fernando de almeida
      Veterano
      # 07/ago/17 18:06
      · votar


      Putz ... tentado fazer um resuminho aqui pra deixar registrado ... treta.

      Ismah
      Veterano
      # 07/ago/17 19:36
      · votar


      Jabijirous

      Talvez porque eu seja das exatas isso não rola... Mas fico com a ideia de que é coisa de quem tem pipi pequeno... O famoso encher linguiça...

      Fernando de almeida

      Eu não achei tão complexa, ou não entendi rsrs
      Já tinha feito isso e experiências semelhantes, mas pensando em cada um dos modos gregos.

      Fernando de almeida
      Veterano
      # 08/ago/17 08:45
      · votar


      Ismah
      Eu não achei tão complexa, ou não entendi rsrs
      Já tinha feito isso e experiências semelhantes, mas pensando em cada um dos modos gregos.

      Depois q vc pega a manha do conceito fica fácil (extremamente fácil, pra vc e eu e todo mundo canta junto... - zueira hehehe) ... agora é tentar aplicar ...

      Ismah
      Veterano
      # 08/ago/17 14:35
      · votar


      Então, eu apliquei isso como disse nas páginas anteriores... Não saiu fluído ainda, mas vai embora. :)

      Ken Himura
      Veterano
      # 09/ago/17 08:02
      · votar


      Eixo de inversão é legal. Dá pra travar qualquer intervalo como eixo e "girar" as escalas ou acordes por aí.Não é tão tão avançado, tem coisa muito mais difícil. Por exemplo, aí dentro desse contexto mesmo, você pode transpor o eixo de inversão e, por efeito dominó, todas as sonoridades vão se modificar por causa da complementaridade. Sei lá, por exemplo, digamos que o eixo saiu de Dó-Sol pra Ré-Lá. O eixo vai girar 60°, nisso mudou todas as relações de complementaridade. Antes, Dó fazia par com Sol; depois do giro, Dó faz par com Si.

      Fernando de almeida
      tenho pleno domínio de TONAL e MODAL (teoria e prática) e já achava que sabia muito
      É assim mesmo, continua que você entende alguma hora. Uma dica que eu sempre dou pra quem tá entrando nesse campo é usar o "relógio": só trocar as 12 horas por cada nota cromática na sequência ascendente. 12 = 0 = Dó, 1 = Dó#, 2 = Ré e por aí vai. Assim você consegue visualizar os eixos com clareza e consegue sacar melhor as inversões.´


      Jabijirous
      é só a boa e velha técnica do inverso
      Exatamente! "Nada há de novo debaixo do sol". É uma inversão literal com simetria axial. A galera costuma estranhar porque não é comum aparecer este tipo de simetria dentro do tonalismo. Mas o engraçado é que isso é antigo demais. Por exemplo, Webern tirou toda sua "mania" por simetria axial estudando canto gregoriano. Esse lance de eixo aparece muito no trabalho de compositores desse período, até mesmo no trabalho serial mais formal do Schoenberg. Apesar de beirar a atonalidade, o irônico é que rolam duas regiões sônicas claramente bem definidas, uma baseada na forma prima da série e a outra na inversa. Se convencionou a chamar isso de "tônica" e "dominante", hahaha!

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 13/ago/17 03:05
      · votar


      Tempo atras vi esse tópico, mas como meu conhecimento em teoria musical é medíocre não falei nada. hoje vi esse vídeo e achei muito interessante, acredito que os bons teóricos daqui vão saber aproveitar melhor que eu.



      Ismah
      Veterano
      # 13/ago/17 04:33 · Editado por: Ismah
      · votar


      Nem todos somos teóricos apenas! Apenas encontramos uma lógica, por trás de cada sequência de determinadas notas...

      Não sei até que ponto isso é "saudável", pois a mágica só tem graça, enquanto o truque não foi revelado... A partir disso ela passa a ser óbvia.

      Vou assistir o vídeo...

      Cheguei na metade... Ao que tudo indica, ele está manipulando o tempo para criar uma variação da afinação (pitch), de um sample de uma série harmônica executada muito rápido.

      Não tenho certeza, precisarei consultar meus livros sobre síntese sonora (não são pequenos!), mas isso ao que me parece é uma técnica de síntese aditiva. Basicamente, se escolhe as notas para criar uma sonoridade, outras palavras: uma fundamental e seus harmônicos. A velocidade de sobreposição das notas, determina a afinação final.

      Note que ele usa um som de senoidal pura ao que parece. Possivelmente se usasse um sample de algum timbre já existente criaria-se apenas ruído, pois seria a sobreposição de frequências+harmônicos, gerando frequências + harmônicos... Ou seja um aglomerado de frequências sem ordenação exata...

      Insufferable Bear
      Membro
      # 13/ago/17 09:29
      · votar


      Ismah
      Isso é síntese granular, na verdade...

      Recomendo esse livro: http://msp.ucsd.edu/techniques.htm

      Ken Himura
      Veterano
      # 13/ago/17 18:28
      · votar


      Ismah
      Não sei até que ponto isso é "saudável", pois a mágica só tem graça, enquanto o truque não foi revelado... A partir disso ela passa a ser óbvia.
      Ainda bem que nenhum compositor pensa assim. E nenhum cientista também.

      Insufferable Bear
      Excelente livro! Fundamental pra qualquer um da eletroacústica. Ou mesmo da eletrônica.

      Ismah
      Veterano
      # 13/ago/17 18:46 · Editado por: Ismah
      · votar


      Obrigado a correção! Fazem anos que não tenho mais um teclado com synth a meu dispor, aí as coisas vão caindo no esquecimento...

      Legal esse livro, não conhecia. Eu tenho alguns físicos mais voltados para tecladistas.

      Luiz_RibeiroSP

      Esqueci de dizer acima, que não necessariamente precisa ser ESSA melodia, pode ser qualquer, funciona com qualquer sequência praticamente, mas claro, resulta em timbres diferentes.

      Ismah
      Veterano
      # 13/ago/17 18:48
      · votar


      Ken Himura

      Ao contrário, está cheio de gente que pensa assim compondo, e acham do carvalho!

      Ken Himura
      Veterano
      # 13/ago/17 21:01
      · votar


      Ismah
      Falo de composição de verdade. Não esse negócio aí de pegar 3 ou 4 acordes e tacar um poema mela-cueca em cima.

      soruji
      Veterano
      # 29/ago/17 12:16
      · votar


      E aí, alguém foi no show?

      Lelo Mig
      Membro
      # 29/ago/17 13:04 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      Sei que vão dizer: "Nada a ver...", mas essa conversa me lembrou papo de participante do masterchef:

      "Fiz um purê de batata baroa com couve de bruxelas puxada na manteiga Breton"

      Mas, se tiver de fazer um arroz, feijão e ovo frito...a casa cai!

      Ismah
      Veterano
      # 29/ago/17 13:49
      · votar


      Ken Himura

      E eu também falo de compositor "de verdade"... Cara que quer se profissionalizar como compositor "de verdade", tem quase obrigatoriedade em dominar isso...

      Jabijirous
      Veterano
      # 29/ago/17 14:22
      · votar


      arroz, feijão e ovo frito

      Gosto muito :P

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Harmonia negativa, quem manja?

      303.544 tópicos 7.854.907 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital