Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Sobre criminalizar o Funk

      Autor Mensagem
      American Jizuz
      Membro Novato
      # 11/jul/17 15:04


      https://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2017/05/26/lei-para-crimina lizar-o-funk-recebe-20-mil-assinaturas-no-site-do-senado.htm

      Acha exagerado?
      Certo?
      Será que vai pra frente??

      Dissertem

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 11/jul/17 15:45
      · votar


      Retirado do texto:
      "Ele (o funk) é espelho de um problema social muito maior"
      Ou seja, o funk é um sintoma, não um problema. Eu concordo com isso, porém, não apoio o funk, pois ele fomenta todo tipo de atrocidades. Acho que algo deve ser feito a respeito de muita coisa, mas acho que o funk não é prioridade, e concordo com outro trecho do texto: "a população acha que as soluções são fáceis, como simplesmente proibir algo. Não é assim".


      "Ao UOL, o autor da ideia de lei, Marcelo Alonso, 46, afirmou que está democraticamente tentando salvar a juventude. “O funk faz apologia ao crime, fala em matar a polícia. Sou pai de família e se eu não me preocupar com o futuro""

      Claro, vamos salvar o mundo eliminando as manifestações da mazelas sociais, como se tais problemas fossem devidamente solucionados através disso. Jênio!

      ogner
      Veterano
      # 11/jul/17 15:53
      · votar


      Afff, sem comentarios!! Quem acha q funk é só bandidagem, putaria e etc é ignorante pra caraleo e ponto. E sertanejo q so fala em ficar bebado na balada, trair, pegar mulher e etc...ou tantos outros generos escrotos pra caraleo.. Nosso pais é puro preconceito, preto e pobre so se fodem...

      ogner
      Veterano
      # 11/jul/17 15:54
      · votar


      O funk é uma maquina de inclusao social, porra que o estado/politicos nao dao a minima...

      ejames
      Membro Novato
      # 11/jul/17 16:03
      · votar


      Isso é uma estupidez sem tamanho que nem consigo entender como tem tanta gente dando audiência para essa bobagem.

      renatocaster
      Moderador
      # 11/jul/17 16:03
      · votar


      Cara, nego tem que entender que a galera do funk retrata nas letras o cotidiano deles, que basicamente é uma vida marginalizada em relação aos demais membros da sociedade. Querem que o funk "melhore"? Ok, então melhore a qualidade de vida da rapaziada lá do gueto. Dê dignidade, educação, cultura...isso eles não querem fazer.

      Tudo errado nessa porra desse país, fala sério...

      One In A Million
      Veterano
      # 11/jul/17 16:20
      · votar


      Sobre criminalizar o Funk

      Idiotice. Próximo

      Adler3x3
      Veterano
      # 11/jul/17 16:30
      · votar


      Isto aí tem cheiro de ranço religioso.

      fernando tecladista
      Veterano
      # 11/jul/17 16:36
      · votar


      teorias sobre funk é bonito, inclusão, resultado do problema social...forma de se expressar e por ai vai..

      quero ver você aguentar teu vizinho em uma tarde com o volume ensurdecedor tocando funk proibidão... que te obriga a fechar todas portas e janelas e colocar tem som alto pra não ouvir o som do vizinho em um dia que você estava a fim de ter sossego ou ler um livro... e o vizinho tocando uma música com uma letrafalando:

      arrebita a bunda e senta do pirocão.... chupa que é de uva

      Vai com a bunda,
      E tarararau!
      Vai com a bunda,
      E bate no pau. Tarararau!
      Vai com a bunda,
      E tarararau!
      Vai com a bunda,
      E bate no pau. Tarararau!


      Quando essa tocar
      Tu vai se lembrar
      De que eu era um bosta
      E tu não queria me pegar

      Porque
      Sua amiga eu vou pegar
      E laraiaraiá
      Sua prima eu vou pegar
      E Raraiaraiaraiá
      Sua tia eu vou pegar
      E larararará
      Sua chefe eu vou pegar
      E larararararararará

      Mulher gostosa
      Não é a que tem tetão
      Não é a que tem bundão
      É a que faz gostoso
      Na giromba, ladrão!

      E além de tudo
      É bem melhor que você, hein!
      Éh... tá dando de
      Tipo pilha duracell
      Oito vezes mais

      Porque ela
      É melhor sentando
      É melhor quicando
      É melhor que tu
      Balançando o bumbum


      pimenta nos do outro é refreco
      fonte da letra:
      https://www.letras.mus.br

      makumbator
      Veterano
      # 11/jul/17 16:47
      · votar


      Adler3x3
      Isto aí tem cheiro de ranço religioso.

      Também acho. Pagar imposto as igrejas não querem né?

      P.S. Apesar que imposto é roubo...

      ejames
      Membro Novato
      # 11/jul/17 16:59
      · votar


      fernando tecladista
      Me incomodaria assim como se fosse sertanejo, se fosse axé, metal, me incomodaria até se fosse Beatles ou Stones num dia em que eu não queira ouvir nenhum dos dois. O problema na sua afirmação é o volume, não o estilo.

      TWT ICE
      Veterano
      # 11/jul/17 17:03
      · votar


      critica o funk mas fala que raimundos é foda..

      e por ai vai

      deixa us mininu brinca

      strinbergshredder
      Veterano
      # 11/jul/17 17:05 · Editado por: strinbergshredder
      · votar


      Odeio funk com todas as minhas forças. Entretanto, concordaria apenas caso tal projeto se aplicasse apenas aos "proibidões"; esses sim só fazem apologia a criminalidade, ao sexo e etc. Quanto aos demais funks, que não envolvem tais expressões, apesar de eu ainda assim detestar, respeito como forma de expressão social como outros colegas já falaram acima, e não concordo caso se aplique tal medida.

      Agora, parando e olhando tudo em volta, acho escroto e ridículo que se perca tempo debatendo tal assunto quando tem N coisas mais importantes e relevantes pra se preocupar.

      TWT ICE
      Veterano
      # 11/jul/17 17:18
      · votar


      strinbergshredder
      Odeio funk com todas as minhas forças. Entretanto, concordaria apenas caso tal projeto se aplicasse apenas aos "proibidões"; esses sim só fazem apologia a criminalidade, ao sexo e etc. Quanto aos demais funks, que não envolvem tais expressões, apesar de eu ainda assim detestar, respeito como forma de expressão social como outros colegas já falaram acima, e não concordo caso se aplique tal medida.

      ela só faria algum sentido se fosse pra censurar todas as musicas que falam de criminalidade, sexo, etc.. que estão longe de se resumirem ao funk

      sou mais adapto do ouve o que gosta, sem se importar com o que os outros escutam

      JJJ
      Veterano
      # 11/jul/17 17:27
      · votar


      O maior crime é terem se apropriado do nome "funk"...

      -Saved
      Membro Novato
      # 11/jul/17 19:32
      · votar


      O fernando tecladista falou tudo!

      Definição de preconceito:
      "qualquer opinião ou sentimento concebido sem exame crítico"

      Ja examinei criticamente e odeio funk, portanto não tenho preconceito, tenho nojo e desprezo...

      Adler3x3
      Veterano
      # 11/jul/17 19:40 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Uma coisa não tem a haver com a outra.

      Não importa o estilo musical, a mensagem de cada letra é de responsabilidade de cada um, se faz apologia e incita o crime cada um deve responder pelos seus atos, não faz diferença se é letra, se é poesia ou estilo livre onde não existem regras.

      Cada um deve responder pelos seus atos, agora criminalizar um estilo musical é um absurdo, por mais simples que seja, ninguém tem este direito de proibir.
      Não se pode generalizar como se todo músico ou letrista de funk fosse criminoso.

      Começa agora pelo funk, isto é perseguição, depois vão querer perseguir outros estilos.

      E a mesma turma que diz que a música do Pink Floyd é demoníaca.

      É um ranço religioso.
      Intolerância religiosa, depois vão se achar no direito de perseguir as músicas de matriz africana.

      No passado o órgão foi perseguido pois fazia parte do circo e dos festivais greco-romanos.
      E depois virou sagrado como órgão de igreja.

      E os hipócritas dizem que é da cultura judaica cristã.

      Mesma coisa com o violino, pois as cordas eram feitas de pelos, e também por certo tempo foi considerado maldito, e Paganini então?

      Hoje o violino e os instrumentos de corda são usados nas igrejas.

      No começo do rock diziam que era coisa do demônio e tal.

      Para punir estas irresponsabilidades na questão da livre expressão já existem leis que podem ser aplicadas.


      A música e as letras fazem parte da liberdade de expressão, só que esta liberdade termina onde começa a liberdade dos outros, e até um ponto quando esta violência é implícita e dirigida a alguém.

      Se fosse assim todo o filme que tem alguma violência teria que ser proibido.

      Não aprecio este dito estilo funk, mas não se pode proibir, isto não é a solução nem de longe.

      Adler3x3
      Veterano
      # 11/jul/17 19:53 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      makumbator

      Imposto é imposto, pois foi imposto.

      Pior quando é imposto por uma rede de corruptos.
      No fundo no fundo todo o governo é corrupto.

      Sabe que não é má ideia cortar a luz do congresso.

      Lelo Mig
      Membro
      # 11/jul/17 20:16 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      O fato de eu achar funk uma merda, não significa que deva ser proibido. O fato de eu não ser gay, não significa que eles não devam ter direitos iguais. O fato de eu não ser mulher não me capacita a decidir sobre o aborto. O fato de eu não fumar, não significa que a maconha deva ser proibida.

      Pagamos alto para legisladores energumenos inventarem leis idiotas e sem relevância alguma. Apenas para conseguirem popularidade em torno de si, por incompetência, ou por querer fazer prevalecer a todos a sua moral, ética e religiosa.

      Porque um filho da puta destes (não peço desculpas não, é isso que são), não cria lei para acabar com a imunidade parlamentar? Com a aposentadoria de político? Com os privilégios dessa cambada de parasitas vagabundos e corruptos?

      renatocaster
      Moderador
      # 11/jul/17 20:53
      · votar


      fernando tecladista

      quero ver você aguentar teu vizinho em uma tarde com o volume ensurdecedor tocando funk proibidão...

      Quero ver aguentar seu vizinho tocando um metalzão from hell no último volume também. Quem não gosta, vai se incomodar do mesmo jeito.

      entamoeba
      Membro Novato
      # 11/jul/17 20:55
      · votar


      Meio unanime, né?!

      Fora o strinbergshredder, que esboçou um apoio à proibição, o resto é contra.

      Por mais que o gênero possa ser uma bosta, não é um mané de toga que deve dizer quem pode ouvir o quê.

      makumbator
      Veterano
      # 11/jul/17 20:56
      · votar


      renatocaster

      Ou aguentar pastor vomitando decibéis na vizinhança.

      Felipe Stathopoulos
      Membro Novato
      # 11/jul/17 21:07
      · votar


      Funk (que na verdade nem é funk, pra começo de conversa) é uma merda. Ponto.

      Se faz apologia ao crime é crime e deve ser punido e, aí sim, retirado de circulação. Ponto.

      "Funkeiro", como todo idiota que se julga vanguardista e "diferentão", costuma ouvir música no talo não porque gosta, mas pra mostrar pros outros. É um retardado que tem que tomar é porrada.

      Mas fazer um projeto de lei pra banir um "estilo" musical, ainda que de gosto pra lá de duvidoso, é uma das coisas mais imbecis que já ouvi nos últimos anos.

      makumbator
      Veterano
      # 11/jul/17 21:13
      · votar


      Adler3x3
      Felipe Stathopoulos
      Mas fazer um projeto de lei pra banir um "estilo" musical, ainda que de gosto pra lá de duvidoso, é uma das coisas mais imbecis que já ouvi nos últimos anos.


      Não apenas imbecil, como totalmente fadado ao fracasso. Mas nossa alma reguladora e burocratizante clama por novas leis, portarias, regulamentações e decretos. Mesmo que isso fosse aprovado não há a menor chance de sucesso prático.

      fernando tecladista
      Veterano
      # 11/jul/17 21:15 · Editado por: fernando tecladista
      · votar


      O problema na sua afirmação é o volume, não o estilo.


      Quero ver aguentar seu vizinho tocando um metalzão from hell no último volume também. Quem não gosta, vai se incomodar do mesmo jeito.

      - não tendo letra falando: arrebita a bunda e senta na piroca!
      - não atrapalhando o transito
      - não enchendo a calçada com putaria
      - não vindo gente de sei lá da onde que fica olhando estranhamente pra tua casa...

      o funk em si envolve não somente ouvir música alta e só

      Adler3x3
      Veterano
      # 11/jul/17 21:24 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      makumbator

      escreveu:

      não há a menor chance de sucesso prático.

      disse tudo.

      Mas muitas injustiças podem ser cometidas pelos inquisidores de plantão.

      Já reparou que o nosso congresso não para de editar novos projetos e leis.
      Ano após ano a pauta esta sempre lotada e tudo é feito de forma açodada.
      Toda hora tem mudança, não fazem nada bem feito.
      E a sociedade como um todo fica refém dos impostos e de pessoas que querem impor sua vontade sobre os outros.

      Vivemos num caos jurídico, e a quem interessa?

      ejames
      Membro Novato
      # 11/jul/17 21:31 · Editado por: ejames
      · votar


      Só para lembrar, essa boçalidade aí nem é sequer projeto de lei. É uma "ideia legislativa", parte que o site do senado abre - como se fossem aqueles sites de petição pública. Passando de vinte mil assinaturas (como foi o caso da genialidade aí) é que passa por uma avaliação, coisa que obviamente não dá em nada.
      https://www12.senado.leg.br/ecidadania/principalideia

      fernando tecladista
      - não tendo letra falando: arrebita a bunda e senta na piroca!
      - não atrapalhando o transito
      - não enchendo a calçada com putaria
      - não vindo gente de sei lá da onde que fica olhando estranhamente pra tua casa...

      o funk em si envolve não somente ouvir música alta e só


      Isso é resultado de falta de educação, escolaridade, noção de civilidade e respeito ao próximo. Ninguém faz essas coisas só por estar ouvindo estilo musical X.

      Felipe Stathopoulos
      Se faz apologia ao crime é crime e deve ser punido
      É um retardado que tem que tomar é porrada

      Contraditório, hein?

      Synth-Men
      Veterano
      # 11/jul/17 22:55 · Editado por: Synth-Men
      · votar


      Tudo uma grande perda de tempo.

      Tem forró escrachado, rock escrachado, pagode escrachado, sertanejo escrachado e outros mais. Todos são atentado ao pudor, apologia ao crime, a prostituição, as relações extraconjugais, as drogas, preconceito racial, intolerância religiosa, gêneros e outros mais.


      Aqui no RJ, o traficante manda organizar um baile funk ou pagode
      Em São Paulo o traficante manda organizar um HipHop
      Na Bahia o traficante manda organizar uma festa de samba-reage
      No Mato-Grosso o traficante manda organizar uma sertanejada
      No Sul o traficante manda organizar uma guarânia
      No Para trafiicante manda organizar um brega
      Na Paraíba o traficante manda organizar um pé de serra
      Na Argentina o traficante manda organizar um tango
      Na Polonia o traficante manda organizar uma polka...

      É uma idiotice esta lei. Por exemplo a policia não consegue parar um baile funk no pico do morro. E nem sabe o que acontece lá. A lei não abrange o pico do morro ou o meio do labirinto da favela. Na rua ou na entrada eles até conseguem reprimir, mas no interiorzão o baile vira 18 a 20 horas tocando sem parar.

      Tem que criminalizar as rádios que tocam estes proibidões, os camelôs que vendem o CD. Ai beleza. Esta lei não impedirá de proibidões tocarem, nos bailes, nas residencias, nos aparelhos portateis, nas redes sociais, no Youtube, Whatsapp

      Ainda digo mais. Ai sim os proibidões serão proibidões mesmo. Ganhará notoriedade, reportagens, entrevistas e atenção. Venderá mais ainda.

      Se eu fizer uma musica aqui agora, adorando um marginal e suas peripécias, como a lei vai me controlar? Perda de tempo.

      É igual a prostituição. É proibido e é crime, mas ninguém impede. Vai num puteiro, tem lá meninas e mulheres, idosas e até deficientes fisicas ou mentais, juízes, policiais, promotores, até religiosos. Por que? Não tem como controlar onde, como e quando um garoto ou uma garota de programa vai vender o corpo e quando quem consome vai solicitar os serviços.

      makumbator
      Veterano
      # 11/jul/17 23:55
      · votar


      Synth-Men
      É igual a prostituição. É proibido e é crime

      Prostituição no Brasil não é crime. É perfeitamente legal e legítimo.

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 12/jul/17 00:50
      · votar


      Achei essa lei desnecessária. Exite funk que faz apologia ao crime, e já existe lei para punir quem faz isso. portanto não ha necessidade de criminalizar um estilo musical. Bailes funk na rua, com desfile de motos roubadas e sexo a céu aberto com menores, já é crime previsto por lei também.
      No final lei é só um pedaço de papel na mesa de um burocrata, e se o estado fosse eficiente em punir crimes não teríamos 70 mil homicídios todos os anos. Vi esses dias que se juntar todas as leis municipais, estaduais e federais, tem um total de 5 milhões de leis! claro que no meio disso tudo, ha instrumentos legais para impedir que estas infrações feitas sejam punidas, o que falta é que se cumpra a lei. E a verdade é que não ha segurança, criminalizar o funk não vai gerar seguranças, pois não se cumpre a lei. Essa semana mesmo um policial morreu em MG com tiros de fuzil, e o estado dizendo que o estatuto do desarmamento traria segurança criminalizando o porte de arma.
      Esse estado inchado só traz prejuízo, tirar estado eles nunca querem.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Sobre criminalizar o Funk

      303.282 tópicos 7.848.786 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital