Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Músicos, acordem! Peguem seus instrumentos, peguem suas almas!!!!

      Autor Mensagem
      MauricioBahia
      Moderador
      # mai/12 · Editado por: MauricioBahia


      Buenas galera!

      Tomei a liberdade de reproduzir abaixo um texto do site do grande Paulo Anhaia e acho que vale um debate aqui no Fórum do Yahoo Respostas... ops... do Cifra Club. :)

      É, eu acho que tá faltando alma mesmo... Ou se existem, estão possuídas por alguma "coisa ruinzinha"!

      Pra quem não conhece o Paulo, aqui vai o link pro seu pro seu portfolio: http://pauloanhaia.com.br/?page_id=18

      Enfim, vamos refletir?

      _________________________________________________

      DESABAFO DE UM PRODUTOR MUSICAL (texto de Paulo Anhaia)

      Fala galera, beleza?

      Resolvi hoje escrever sobre um tópico que tem me incomodado cada vez mais. Acho que na real o título desse texto deveria ser:

      MÚSICOS!!! ACORDEM!!!

      Todos os dias eu recebo montes e montes de material pra ouvir. Todos os dias ouço o mesmo material! Como é possível? Simples: Os músicos estão procurando o “sucesso”.

      Não me entendam mal, acho que se existe uma fórmula pra conseguir sucesso, ela possivelmente começa pela vontade de fazer sucesso, e isso não é ruim.

      Agora, vamos a continuação do Pensamento da maioria. Quem está fazendo sucesso no momento? Ah, é esse??? Legal, vou colar no cara!!!

      O que acaba acontecendo é que se faz uma música, reciclada, baseada em fórmulas (não em inspiração) e totalmente sem alma.

      Perceberam que de repente todo mundo é romântico??? Gente, vai amar assim na casa do caralho!!! Eu lembro dos anos 80, quando tínhamos o Ultraje com seu humor inteligente, o Titãs com sua poesia agressiva, o legião com seu lirismo depressivo… Porra, cada banda tinha uma cara e as temáticas variavam de banda pra banda, as vezes de música pra música.

      Hoje, tudo é pré formatado. Na sede de agradar as pessoas e fazer sucesso, os músicos se sujeitam a fazer o que nem eles acreditam pra tentar ser viável comercialmente. Quando um artista me procura e diz: meu som é bem comercial e tal… Eu já sei que lá vem merda!.

      Então parece que pra essa galera a regra é simples: Você é novo? Beleza, vai ser colorido! Ah, você já passou dos 20? vai ser emo! Ah,já passou dos 30? Vai ser o John Mayer… Porra, é muita melação pro meu gosto!!! Ninguém tem culhões nessa merda não? Ninguém tá pronto pra mostrar o que sente de fato?

      Vamos ler galera! Vamos no cinema, vamos ler o jornal, vamos nos informar, vamos buscar assunto! Vamos falar sobre as situações que vivenciamos, que presenciamos, não é tão difícil, é só tirar o cabresto!!!

      E não estou dizendo que ser romântico é ruim! De jeito nenhum! Eu sou fã de Roberto Carlos! Existe alguém que falou tão bem de amor e que englobou tantas formas de encontros e desencontros do que ele? Eu acredito que não. E ao mesmo tempo, ele fez isso de forma popular e inteligente. Os Beatles falaram de amor de uma forma própria também. Nada de mal nisso, o problema é falar de amor, porque se acha que é necessário falar de amor pra ter sucesso.

      Isso se aplica também a parte instrumental das músicas. Fazer o que está na moda, só te torna mais um entre os trocentos que estão por aí!

      E acontece praticamente em todos os estilos de música. eu tinha uma banda de Heavy metal até uns 3 anos atrás, chamava MonsteR. O MonsteR era uma banda autêntica, a gente saía tocando junto e a música surgia. Nunca paramos pra pensar no resultado final, Deixávamos fluir.

      e ninguém entendia o que a gente fazia! sabe porque? Porque nós não éramos do estilo do Sepultura e nem do Estilo do Angra. Ou seja, não éramos nem extremos e berrados e nem melódicos e clássicos, estávamos num meio do caminho entre as duas coisas, simplesmente porque era o que gostávamos de tocar. Tocamos em vários shows dividindo o palco com outras bandas e sempre nos destacávamos. Tínhamos uma energia fudida no palco e um som contagiante. a maioria dos músicos achava absurdo a gente não tentar ir na cola de uma das bandas de sucesso do metal… Mas a nossa banda agradava mais que a deles! hehehe

      Eu tenho o orgulho de fazer parte da história de vários artistas, como produtor, como engenheiro de som, como diretor vocal e etc. Um desses artistas é a Banda das Velhas Virgens. A Velhas Virgens é sem dúvida a maior banda independente do Brasil.

      O show deles é sujo em todos os sentidos. Linguagem, música, performance… É uma banda de rock com atitude punk, letras inteligentes (Com muito palavrão e baixaria) e uma performance meio teatral. Bom, essa banda, totalmente fora dos padrões da mídia, faz muito mais shows e ganha caches melhores do que 95% das bandas que estão por aí. São casas lotadas por onde eles passam, com um público ávido pra ouvir e cantar junto com eles todas as músicas da carreira da banda. Tudo isso mesmo que o show aconteça numa quarta feira, as 2 da manhã.

      Vou repetir, eles estão fora do padrão, mas estão muito melhor do que muita gente que moldou seu som para fazer sucesso…

      Enfim, o que quero dizer é simples:

      Músicos, acordem! Peguem seus instrumentos, peguem suas almas, peguem sua revolta, desilusão, amor, ódio, culhões e coloquem nas suas músicas! Sejam sinceros com vocês mesmos. E viva a diversidade!!!

      Paulo Anhaia

      _________________________________________________

      MMI
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      MauricioBahia

      Bacana o texto.

      Eu acho importante o cara ser autêntico, fazer sua verdade e não tocar Restart contrariado porque achou que é isso que vai vender. E que se dane, faz assim porque sai uma qualidade melhor e uma hora alguém vai reconhecer se for merecido.

      Agora, eu tenho lidado com umas figuras, gente de gravadoras, distribuidoras, que até desanima. Caras como o Anhaia não são a regra, infelizmente.

      tpgslash
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      o cara tem razão...

      Spect
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      O que acaba acontecendo é que se faz uma música, reciclada, baseada em fórmulas (não em inspiração) e totalmente sem alma.

      Isso é fruto de cada vez mais as pessoas terem essa imagem de música como um produto descartável. É lançado, tocado em rádios até exaustão e depois jogado fora.

      Não precisa fazer música poética, intelectual, com raiva contra o governo ou com qualquer ideal "nobre", basta fazer algo que mostre que você pensa e existe. É ridículo alguém com mais de 20 anos que só escreve sobre balada ou romance adolescente, e o pior: por toda a questão do jabá e emburrecimento geral isso se tornar o carro chefe da música.

      Les Strato
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      MauricioBahia

      Primeiramente , gostei muito do texto.

      Eu e meus amigos temos uma banda de rock, que levamos mais por diversão, que pelo sucesso, afinal, todo mundo da banda concorda que é mais seguro levar os estudos adiante, do que tentar competir no mercado musical hoje em dia, mas enfim...
      Sempre fui contra a ideia de compor igual as outras bandas, pois nosso som tava ficando totalmente com cara das bandas de Hard Rock dos anos 70, não so instrumental, mas nas letras tambem. Eu sempre avisei pro pessoal, que deveriamos ter a nossa propria imagem, não imitar o jeito dos outros guitarristas de solar e tocar no palco, então começamos a modelar o nosso modo de compor.
      Eis que estamos prestes a lançar o nosso primeiro album, que fizemos num estilo ''seriado'', em que as musicas do album tem ligação umas com as outras, contando a historia de ''Rockeiro, O Rockeiro''.

      Emfim, depois de todo esse meu papo furado, te deixo um Muito obrigado, porque esse texto ate me deu uma certa inspiração.

      Abrs

      smarth
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      Gostei desse texto cara.

      Você esta completamente certo,as pessoas quando vao gravar um disco e tal querem fazer que nem os outros mais não possuiem inspiralidade própria ao compor as musicas.

      Vou falar uma coisa e eu acho que quem aqui gosta de rock ja sabe. Hoje em dia não se vive mais do rock no Brasil,não mesmo a não ser que seja pop rock que nem restart e cine,vcs sabem por que? Por que a praga do sertenejo universitario dominou o Brasil aonde vc ve é '' ai se eu ti pego '',ou coisas desse tipo,nada contra a esses artistas sertanejos mais eu odeio essas musicas bobas que eles compõem,não tem sentimento não tem inspiração e além de tudo o povo gosta,como que as pessoas podem gostar de uma coisa dessa? depois falam que rock não presta rock ou metal né! que rockeiros e metaleiros são satanicos e tal,pô eles nem conhecem a pessoa e ja vao chamando de satanico? que que é isso brasil? são os rockeiros que fizeram mais sucesso no mundo dos 40 ou 50 anos pra ca ele foi a fonte de inspiração para bandas de garagem.As pessos devem ter inspiração propria e não nos outros !

      Abraços,e viva o rock clássico !

      weslleyhm
      Veterano
      # mai/12 · Editado por: weslleyhm
      · votar


      Eu fico revoltado quando um verme da escola mostra pra mim uma merda de funk e fala assim: "isso que é musica boa, não essas merdas de rock que você escuta "
      Uma estilo de musica aonde o cara fala três palavras, pornográficas ainda por cima e a molekada adora, antigamente a rebeldia também tinha diversão e tal mais também havia a luta pelos seus ideais, eles tinham um objetivo.
      E quem apoia esses estilos de músicas como funk e sertanejo sãos os poderosos da mídia que querem o brasileiro cada vez mais sem cultura e alienado, achando que tudo tá uma maravilha

      g.wilhelms
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      Quem vive procurando o sucesso "a qualquer custo", tem probabilidades de nunca o encontrar, até mesmo porque a definição de sucesso é bastante discutível. É claro que quando eu tinha os meus 12/13 anos, queria ser um rockstar, ser podre de rico, pegar a mulherada, assim como outros garotos na minha idade queriam ser o novo Ronaldinho, ser podre rico, pegar a mulherada... Eu percebi que naquela época eu não gostava realmente de música, pelo menos não como eu gosto hoje, eu gostava do que ela (especialmente o rock) representava socialmente, aquela coisa da contra-cultura, mas música é mais do que isso, é mais do que letras e vestimentas.

      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      Têxto assaz interessante e importante....

      Felippe Rosa
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      Ótimo tópico Bahia !
      Bom, concordo muito com o que ele falou, e o melhor exemplo disso é o sertanejo universitário. Já toquei um bom tempo em um banda dessas, e observei que as músicas são praticamente iguais, quando não falam sobre amores fracassados falam sobre frevos, bebedeiras, tudo nessa onda, até a sequência de acordes é parecida, sempre seguindo o padrão A/E/F#m/D ou Am/F/C/G, os arranjos são parecidos, tudo igual, o povo aqui da minha cidade ama a banda, são bastante conhecidos, mas tudo que eles fazem não difere em nada das bandas de SU que fazem sucesso, as músicas próprias da banda são a mesma coisa ( talvez por isso fazem sucesso) mesmas letras, mesmas harmonias, etc.
      Infelizmente se fiserem/fazem algo mais musical, um pouco mais complexo, sempre vai cair em "desuso"...

      MauricioBahia
      Moderador
      # mai/12 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      MMI
      tpgslash
      Spect
      Les Strato
      smarth
      weslleyhm
      g.wilhelms
      Mauricio Luiz Bertola
      Felippe Rosa

      Esse é o tipo do texto que todo mundo que pretende agregar algo a história da nossa música deveria ler e refletir pois é escrito por um pessoa gabaritada, com anos de estrada e muito atual! Ele mostra exatamente o que ocorre e, no fundo é simples e complicado! hehe. Falta profundidade, (um pouco de loucura, quem sabe?), verdade, paixão, revolta, inteligência... Se não tiver algo assin sangrando na alma, ficaremos na mesma para sempre.

      ____________________

      Por sinal, o "boom" do Rock nacional faz 30 anos e Nelson Motta, no Jornal da Globo último, fez uma ótima análise sobre. Vale a pena acompanhar o texto e vídeo:

      Bandas pioneiras do rock no Brasil comemoram 30 anos de carreira
      Barão Vermelho, Kid Abelha, Titãs e os Paralamas celebram a data. No início dos anos 80, o rock se consolidou com um gênero da MPB.
      http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2012/05/bandas-pioneiras-d o-rock-no-brasil-comemoram-30-anos-de-carreira.html

      Abs

      Rednef2
      Veterano
      # mai/12 · Editado por: Rednef2
      · votar


      Esse Paulo Anhaia foi o cara que produziu o Album "Indiferença" do Oficina G3.

      Falando sobre o texto eu concordo com tudo que ele disse, Paulo Anhaia falou tudo o que eu sempre quis falar sobre os rumos da musica.
      Isso me lembrou umas coisas que eu li na autobiografia de Slash, na epoca que eles fundaram o Guns, Slash disse que a cena do rock la em Los Angeles era uma bosta todas as bandas eram glam e não tinham nada de original. E o Guns foi totalmente o contrario dessas bandas, faziam um som autentico com letras que realmente contavam o que os membros da banda viviam na epoca. E como a historia mostra o Guns foi uma das maiores bandas de rock do mundo.

      Então o negocio é esse, é fazer arte com sinceridade e originalidade, um dia o reconhecimento vem.

      renatocaster
      Moderador
      # mai/12
      · votar


      Perceberam que de repente todo mundo é romântico??? Gente, vai amar assim na casa do caralho!!!

      Hauheuhahueuhauhehae! Com certeza, é muito amor!

      Isso se aplica também a parte instrumental das músicas. Fazer o que está na moda, só te torna mais um entre os trocentos que estão por aí!

      Outro dia um colega daqui do forum postou um tópico dizendo que todas as músicas desse sertanejo unviersitário eram baseadas na seguinte estrutura musical: Bm G D A. Eu não ouço esse estilo, mas fiquei curioso com o que o colega disse e fui conferir. E não é que é isso mesmo?

      Não bastam as letras serem chicletes, a melodia também tem que ser, quando se faz algo pura e simplesmente para fazer sucesso. É a fórmula do sucesso!

      Rednef2

      Esse Paulo Anhaia foi o cara que produziu o Album "Indiferença" do Oficina G3.

      E que foi o melhor disco da banda de todos os tempos.

      Abs

      MauricioBahia
      Moderador
      # mai/12 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Jovens e não tão jovens assim, reflitam!!!!!!

      MMI
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      MauricioBahia

      Esse é o tipo do texto que todo mundo que pretende agregar algo a história da nossa música deveria ler e refletir pois é escrito por um pessoa gabaritada, com anos de estrada e muito atual!

      Não tenho a menor pretensão... :-)

      Ficar na mesma não ficamos porque sempre acaba aparecendo algo bacana. Mas o que eu vejo é que também acontece de ter produtores que querem mais do mesmo. Aí que complica tudo. Se todo mundo pensasse como o Anhaia seria legal.

      Curly
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      MauricioBahia

      Até concordo com as colocações do cara mas acho que existe uma coisa que supera qualquer fórmula ou limitação, se chama talento, quem tem, tem, quem não tem, aí sim precisa do tipo de conselho que o Anaya dá, basta ver as bandas citadas, "velhas virgens", pô, faça-me o favor, isso é parâmetro pra alguma coisa ? É só ir em um show do Lulu Santos e ver o que o cara faz, será que alguém assim precisaria dessas dicas ?

      MauricioBahia
      Moderador
      # mai/12 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Curly: existe uma coisa que supera qualquer fórmula ou limitação, se chama talento,

      Isso é certo e até meio óbvio! Mas talvez haja muita gente que não tenha dado conta que mesmo o óbvio pode acabar sendo chato, mesmo sendo talentoso.

      A que faz o texto diferente é que é escrito por um profissional com currículo e não um amador. Por isso o acho extremamente importante.

      Abs

      Guinervauscko
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      Desculpem se isso parece arrogante, mas para mim ele falou, ou melhor dizendo, escreveu o óbvio.
      Não sei que tipo de ser humano não é sincero consigo mesmo (ne verdade eu sei, só não compreendo). Isso é simplemsmente se vender. Foi o ponto que ele quis enfocar no texto sem propriamente utilizar-se de termos específicos e indicativos no pórprio.
      Existem outros pontos que eu poderia tocar em relação ao texto envolvendo a pessoa que escreveu mas prefiro não dizer pois nçao quero ofender o produtor pois posso me equivocar. Seria melhor eu conhecer seu trabalho antes de analisar e fazer uma crítica mais contundente. No geral apenas posso dizer que não vi nada demais no conteúdo literal do texto dele, simplesmente por que isso deveria ser uma coisa natural. Se as pessoas se influenciam tanto assim pelo mercado, é lógico que há algum problema com ela$.

      MMI
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      Guinervauscko

      Estava esperando alguém falar que ele rasga elogios ao Fresno e NX Zero...

      MauricioBahia
      Moderador
      # mai/12 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Um vídeo bem interessante e que, de certa forma, exemplifica o que ele diz no texto:

      Anhaia TV - Episódio 16 - Música e Mediocridade



      MMI: Ficar na mesma não ficamos porque sempre acaba aparecendo algo bacana.

      Ainda bem!!! :)

      Guinervauscko: No geral apenas posso dizer que não vi nada demais no conteúdo literal do texto dele, simplesmente por que isso deveria ser uma coisa natural.

      A diferença é justamente o autor, que não é qualquer um. Você pode não gostar do trabalho dele, mas ele tem currículo e isso é fato. Portanto seu texto toma um caráter muito mais relevante.

      Abs

      RuanbestXx
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      '' Vou fazer a música em uma tonalidade maior por que eu quero uma música alegre,oque já é uma tremenda cagada por que tem muita música alegre ''.
      Tirou as palavras da minha boca (ou nesse caso do meu teclado) . Hoje em dia a música brasileira só fala como tudo é uma maravilha,sobre baladas e festas ou sobre algum relacionamento com alguma garota .

      RuanbestXx
      Veterano
      # mai/12 · Editado por: RuanbestXx
      · votar


      Não se faz mais música boa na nossa geração,a garotada que gosta de música boa hoje em dia só escuta musica dos anos 75~90 e isso por um lado é bom e por outro lado é ruim . O bom é que eles tão buscando as músicas boas, e o ruim é que não tem mais músicas boas do ano 2000 pra cá .
      Edit : agora que eu vi que ele citou algo parecido no video .

      Spect
      Veterano
      # mai/12 · Editado por: Spect
      · votar


      e o ruim é que não tem mais músicas boas do ano 2000 pra cá .

      Só para citar algumas brasileiras:
      http://www.youtube.com/watch?v=aqBveUYEEwQ
      http://www.youtube.com/watch?v=Y1gb3lZbCiY
      http://www.youtube.com/watch?v=n2eIY8xnmjU

      Se você não procura, aí é que não vai achar.

      RuanbestXx
      Veterano
      # mai/12 · Editado por: RuanbestXx
      · votar


      Spect
      Cara,não to falando que não tem música boa,tem varias mais para pra pensar,essa música My Favorite Way achei ótima,agora chega um cara ai e junta duas frases sem noção por exemplo tchu e tcha e em 1 mês tá em primeiro lugar no cifra club e os caras que fazem uma música não mediana não boa mais sim ótima não faz tanto sucesso e não chega no ouvido da garotada,isso que é uma merda .
      Ps : Black Drawing Chalks é banda brasileira ? .

      Spect
      Veterano
      # mai/12 · Editado por: Spect
      · votar


      RuanbestXx
      Cara,não to falando que não tem música boa,tem varias mais para pra pensar,essa música My Favorite Way achei ótima,agora chega um cara ai e junta duas frases sem noção por exemplo tchu e tcha e em 1 mês tá em primeiro lugar no cifra club e os caras que fazem uma música não mediana não boa mais sim ótima não faz tanto sucesso e não chega no ouvido da garotada,isso que é uma merda .
      Ps : Black Drawing Chalks é banda brasileira ? .


      Mas aí é que tá: esse tipo de sucesso sempre existiu. O que acontece é que, não tendo valor, logo é esquecido e substituído por outro sucesso da moda. Agora é tudo sertanejo "universitário", a poucos anos atrás era o "emo", daqui a poucos anos vai ser outra coisa e por aí vai. Não dá para mudar isso, só se toda a indústria da música nascesse de novo. O que acho que é o mais saudável é simplesmente ouvir o que gosta, sem ficar se preocupando com rótulos e sempre se manter ao menos um pouco aberto para o que tem por aí atualmente.

      Sim, é brasileira.

      RuanbestXx
      Veterano
      # mai/12 · Editado por: RuanbestXx
      · votar


      É desse ponto de vista concordo. Seria bom se as gravadoras,radios,Tv e etc abrissem mais espaço pra músicas de outros estilos músicais por que hoje em dia no brasil só se fala em SU,não to falando pra acabar com o Sertanejo,mais sim em falar mais coisas e divulgar mais músicas de blues,rock,jazz etc . Além de facilitar a vida dos músicos,a música brasileira teria mais diversidade .

      Zhen
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      MauricioBahia

      Muito interessante o texto e também é verdade que muitas bandas não possuem compromisso com a verdade própria, originalidade. Porém, muitas outras possuem e como Spect disse, ninguém dá valor.

      MauricioBahia
      Moderador
      # mai/12 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Zhen: Porém, muitas outras possuem e como Spect disse, ninguém dá valor.

      Vai ver que "ninguém" dá valor pq simplesmente não gostaram!!! Acho que isso deve ser considerado também. Se eu não gosto da banda "x", eu não ouço, portanto não dou valor. Enfim, isso pode pesar, no final das contas.

      Valeu!

      JJJ
      Veterano
      # mai/12 · Editado por: JJJ
      · votar


      RuanbestXx
      a garotada que gosta de música boa hoje em dia só escuta musica dos anos 75~90

      Engraçado ler isso... Eu não sou mais da "garotada" há um bom tempo! E, curiosamente, pra mim, 1974 foi, precisamente, o último ano que a música de qualidade foi propagada nos 4 cantos da face da Terra...

      EDIT: não é que não existe NADA de bom depois de 1974, mas passou a ser muito mais esporádico. Um Police ali, um RHCP aqui, um Nirvana acolá, mas não mais a profusão de músicos, cantores e bandas dos anos 60 até 1974.

      A propósito: "Everybody Knows Rock Attained Perfecton in 1974" (Hommer Simpson). Depois disso, começou o declínio... hehehe

      De Ros
      Veterano
      # mai/12
      · votar


      Spect

      Interessante! Da lista que tu postou, o som que eu achei mais original é do "Pata de Elefante". Mas é o que tem disparado menos views...

      É complicado para os músicos explorar novos territórios enquanto o publico só tem interesse nos velhos sons de sempre.

      Concordo 100% com o Anhaia, mas acho que a divulgação dos bons sons tem que partir de nós! Assim como tu acabou de me mostrar bandas que tu curte, deveriamos mostrar isso para mais gente. Preferia um bilhão de vezes que o Pata de Elefante tivesse um video viral ao invés do "Para a nossa alegria"...

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Músicos, acordem! Peguem seus instrumentos, peguem suas almas!!!!

      305.001 tópicos 7.883.348 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital