Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Blues - História, Personagens e Linguagem/Termos Peculiares

      Autor Mensagem
      MauricioBahia
      Moderador
      # fev/10 · Editado por: MauricioBahia


      HISTÓRIA

      "Blues é raiz, o resto são frutos" - Willie Dixon.

      Escravos vindos da costa oeste africana trouxeram nas suas bagagens as principais raízes do blues, no entanto fica difícil determinar com precisão as fontes já que eram grupos de várias regiões e tribos, e no entreposto do Caribe passavam por triagem onde eram separados de suas tribos e misturados com outras, mas alguns pesquisadores acreditam que boa parte vieram da região do atual Congo e Angola, onde é possível perceber alguns elementos do blues em suas canções.

      Chegando em um novo mundo, eram bombardiados com influências célticas, mas até onde isso entra na composição do blues é uma duvida já que eram severamente segregados, pórem um pequeno percentual é aceitável. Coloco essa duvida porque uma música que tem sua própria escala musical e formas de execução como o uso da gaita afinada na quarta do tom da música e o slide no violão, fica muito singular.
      As dificuldades da vida são lamentadas em worksongs, prison shouts, rhymed hollers e posteriormente os spirituals, esses estilos particularmente vocais que formam o alicerce, mas pesquisas apontam que na metade do século 19 a instrumentação do blues é a mesma dos anos 20 e 30 do século passado.
      Muitas canções na verdade eram 'códigos' para localização e procedimentos durante a 'fuga' da escravidão em direção ao norte.

      Artistas como Charley Patton, Jimmie Rodgers são as influências confessas de Howlin' Wolf e Muddy Waters, sendo assim, deduzimos que esses seriam uns dos primeiros 'córregos do grande rio Blues'. Outros grandes afluentes seriam Mississippi John Hurt, Blind Willie McTell, Blind Lemon Jefferson, Blind Willie Johnson, Alger "Texas" Alexander, Lonnie Johnson, Son House, Skip James e Robert Johnson.
      Robert Jonhson em virtude da apreciação de Eric Clapton e Rolling Stones é apontado pela midia como um dos pioneiros, mas na verdade, ele faz parte de uma segunda onda que invadiu o cenário musical.
      Por motivos de perseguição racial e dificuldade econômicas, acontece uma grande onda migratória do sul para Chicago na metade do século 20, onde faz criar uma novo e poderoso estilo do blues, que é o Eletric Chicago, tão cru quanto o estilo do Delta e tendo como pivo desse movimento a guitarra. Nomes como Muddy Waters, Howlin' Wolf, BB King surgem nesse cenário.

      Nos anos 50 do século passado Leonard e Phil Chess fundaram a Chess Records apresentando Muddy Waters, Howlin' Wolf, Little Walter, Willie Dixon, Sonny Boy Williamson, Chuck Berry, Bo Diddley e outros.
      Um pouco mais de uma década depois a Inglaterra descobre e invade o Blues e dentre os invasores podemos citar The Rolling Stones, The Yardbirds, John Mayall's Bluesbreakers, Cream e mais tarde, Led Zeppelin.

      A história do blues é a história dos personagens citados, a biografia de cada um deles, e isso abre muito o 'leque', dificultando apresentar conteúdo mais volumoso em uma pequena página da Internet, além de que, cada dia tento saciar minha busca, e nessa procura várias informações são acrescentadas mas espero estar contribuindo, com esse minúsculo resumo da história do blues, que ainda está sendo escrita.

      (texto gentilmente cedido por Alexande Amaral)
      http://palcomp3.com/alexandreamaral/

      MauricioBahia
      Moderador
      # fev/10 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      LINGUAGEM/TERMOS (em atualização)

      Aqui estão alguns dos termos usados no blues, em suas canções e no dia a dia.

      Aces - O melhor, Ás, Pessoa que sobressai por seus méritos.

      Alcorub - Ato de esfregar alcool no corpo ou de ingerir alcool com grande toxicidade.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Tommy Johnson - Canned Heat Blues

      Axe Gang - Grupo de trabalhadores, sob a supervisão de um capataz.

      Back door man/friend - Amante de mulher casada.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Blind Boy Fuller - I Crave My Pigmeat;
      Howlin' Wolf - Back Door Man;
      Lightnin' Hopkins - Back Door Friend.

      Ball(ing) the jack - 1- Jargão dos trabalhadores das ferrovias no começo do século passado que significava dar toda força a locomotiva. Jack é locomotiva. 2- Metafora de sexo. 3- Dança popular com referência ao ato sexual. 4- Faça o melhor! Faça ou vá rápido.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Bessie Smith - Baby Doll e St. Louis Blues;
      Big Bill Broonzy - I Feel So Good.

      Barrelhouse - Estabelecimento de bebida barata e dança, espelunca.
      Originalmente o termo se refere a depósito de barris de bebida, mas posteriormente serve para denominar estilo de blues e jazz estridente e de forte marcação ritmica.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Big Bill Broonzy - I Feel So Good;
      Blind Lemon Jefferson - Change My Luck Blues;
      Ma Rainey - Barrel House Blues;
      Muddy Waters - Rollin' And Tumblin';
      Robert Johnson - Traveling Riverside Blues.

      Beale Street
      "I didn't think of Memphis as Memphis. I thought of Beale Street as Memphis."—BB King.
      Principal rua de Memphis, Tennessee, foi considerada a capital negra dos EUA no início do século passado.

      Biscuit/biscuit roller - Biscuit é moça nova e Biscuit roller é bom amante.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Robert Johnson - If I Had Possession Over Judgment Day;
      Alvin Youngblood Hart - Big Mama's Door.

      Black Cat Bone - Osso de gato preto, magia voodoo, amuleto.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Buddy Guy - When My Left Eye Jumps;
      The Jeff Healey Band - Hoochie Coochie Man;
      Muddy Waters - (I'm Your) Hoochie Coochie Man e Got My Mojo Working (*)
      *Mojo é um patuá, amuleto que contém osso de gato preto.

      Blap -Algo muito bom, excelente.

      Blow - Fumar maconha.

      Blow your lid/Blow your top - Ficar maluco, doidão.

      Blow your jump - Extravasar, soltar todas suas emoções.

      Blues - 1- Música tendo como pai o 'call & response' dos cantos africanos e como mãe o Gospel. 2- W. C. Handy é o primeiro a escrever uma partitura de blues, "Mr. Crump Blues" em 1909. 3- Muddy Waters disse: "Se você quer saber sobre o Blues, volte para a igreja." - "If you wants to know about the Blues, you got's to go back to the church". 4- "Nós estavamos sempre cantando nos campos, na realidade, você sabe, não cantando mas 'em brado' e compusemos nossas canções sobre as coisas que aconteciam conosco naquele momento, e eu penso que isso é onde o Blues começou". Son House - "We were always singing in the fields. Not real singing, you know, just hollerin', but we made up our songs about things that was happenin' to us at the time, and I think that's where the Blues started".

      Boogie chillun - Chillun é a pronuncia sulista da palavra children(criança) e boogie é referênte a dança.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      John Lee Hooker - Boogie Chillun.

      Boogie-woogie - Percursivo estilo de tocar blues no piano caracterizado por ritmo forte com variação do baixo com oito notas em tempo quaternário e solo improvisados.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Big Bill Broonzy - Joe Turner Blues e Joe Turner No 2 (Blues de 1892);
      Little Walter - Tell Me Mama;
      Omar & The Howlers - Booger Boy.

      Bourbon Street - Rua de New Orleans.

      Breadbasket - Estômago.

      Bring down - Humilhar , critica negativa.

      Broom off - Dar o fora, ir embora.

      Bundle - Dinheiro.

      Call and Response - Termo musical que significa alternância de vocal em uma música, ontre o cantor solo ('call') e o coro ('response'). Este estilo é mais encontrado no Delta do Mississippi, nos outros estilos a resposta ('response') é feita em instrumental.

      Call some hogs - Roncar.

      Cap - Ter a última palavra.

      Case - Estudar com afinco.

      Canned heat - Bebida um tanto letal, extraída da cristalização do alcool metilado(capaz de causar cegueira quando ingerido em grandes doses) que era vendido como combustível para cozimento.(cozinhas com fogões à lenha, geralmente em varandas nos fundos das casas).
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Memphis Jug Band - Better Leave That Stuff Alone;
      Sloppy Henry - Canned Heat Blues;
      Tommy Johnson - Canned Heat Blues.

      Captain - 1- Denominação sulista do homem branco, patrão. 2- Carcereiro.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Big Bill Broonzy, John Henry, Leadbelly, 'Jumpin' Judy - Midnight Special e Take This Hammer;
      Robert Johnson - Last Fair Deal Gone Down;
      Son House - Country Farm Blues;
      Blind Lemon Jefferson - Prison Cell Blues.

      Casey Jones - Condutor de locomotivas que se tornou heroi popular no final do século 19.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Mississippi John Hurt - Casey Jones.

      C C rider - O mesmo que easy rider.

      Coffee grinder/grinding - Metáfora de amante ou fazer amor. muitas metáforas usadas no blues são derivadas da culinária, do processo de cozinhar.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Lucille Bogan - Coffee Grindin' Blues;
      Bessie Smith - Empty Bed Blues;
      Memphis Slim - Grinder Man Blues;
      Memphis Minnie - What's The Matter With The Mill;
      Muddy Waters - Can't Get No Grindin'.

      Chicken Shack - Reunião de bluseiros em restaurante, ou em local com comida.

      Chips - Dinheiro.

      Chops - Lábios.

      C notes - Nota de cem dolares.

      Cold in hand - sem dinheiro.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Lucille Bogan - Drinking Blues;
      Bukka White - District Attorney Blues;
      Bumble Bee Slim - No Woman No Nickle.

      Collar - Entender.

      Collar a nod - Tirar uma soneca.

      Comp - Acompanhamento.

      Conkhouse - Cabeça.

      Cop a slave - Conseguir trabalho, emprego.

      Cop a squat - Sentar.

      Crepe(r) - 1- Crepe ou creper(renda, pano) um modo vulgar de uma mulher de lamentar o fim dos sentimentos por um homem. 2- Demonstração de luto.
      Esse termo pode ser encontrado em
      Son House - Jinx Blues, I Ain't Goin' Cry No More e Special Rider Blues.

      Croaker - Doutor.

      Cruncher - Calçada.

      Cut - Ultrapassar, exceder.

      Cut out - Deixar, sair.

      Dig - Compreender, apreciar, avaliar.

      Dime note - Nota de dez dolares.

      Dinner - Mulher bem nova, gatinha.

      Do a Houdini - Desaparecer.

      Dog around - Seguir.

      Doney/doe - "No good doney" - Mulher sem carater.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Charley Patton - Revenue Man Blues; Elmore James - Dust My Broom;
      Robert Johnson - I Believe I'll Dust My Broom.

      Down with it - Excelente, nota dez.

      Driftsmoke - Nuvens.

      Drink - Oceano.

      Drink den - Salão, taberna.

      Drip - Chuva.

      Dry long so - 1- Estar pobre, sem recursos. 2- Sem rumo.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Robert Johnson - Come On In My Kitchen;
      Skip James - Hard Time Killing Floor.

      Dummy up - Calar a boca! Fique quieto!

      Dust my broom - 1- Ato sexual. 2- Terminar namoro.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Elmore James - Dust My Broom;
      Robert Johnson - I Believe I'll Dust My Broom.

      Duster - Nádegas.

      Eat up a breeze - Comer muito.

      Eagle Rock - Dança negra de 1920.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Bessie Smith - Baby Doll;
      Blind Willie McTell - Kind Mama.

      Easy rider/c c rider/ see see rider - Metáfora de parceiro sexual.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Big Bill Broonzy - C C Rider;
      Ma Rainey - Jelly Bean Blues e See See Rider;
      Mississippi John Hurt - See See Rider;
      Bessie Smith - Rocking Chair Blues.

      Faror - 1- No blues do Mississippi é sinonimo de namorada. A pronuncia é semelhnate a "pharaoh". 2- "Fair one". Justo, honrado. A pronuncia é "fair-oh".
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Mississippi John Hurt - Big Leg Blues;
      Mississippi Sheiks - Stop Look And Listen No. 2;
      Tommy Johnson - Cool Drink Of Water Blues (Versão 1).

      Fat mouth - Frase de galanteio.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Tommy Johnson - Big Fat Mama Blues.

      Field Hollers - Música rural vocal, de trabalhadores que cantavam enquanto trabalhavam no campo.

      Flagging (a train, a ride) - Pegar carona.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Memphis Minnie - In My Girlish Days;
      Bessie Smith - St. Louis Blues;
      Charley Patton - '34 Blues;
      Charlie Musselwhite - She May Be Your Woman;
      Lil' Son Jackson - Homeless Blues;
      Robert Johnson - Cross Road Blues.

      Feds - Agentes federais.

      Flickers - Filmes.

      Fly - Ficar esperto, alerta, vivo.

      Fly right - Andar na linha, comporta-se.

      Foam - Cerveja.

      Fracture your wig - Ficar maluco de alegria.

      Frame - Corpo.

      Framer - Cama.

      Frantic - Frenético, louco, nervoso, furioso.

      Full orchestration - Sobretudo, casaco.

      Fusebox - Cabeça.

      Gate - Modo de cumprimentar.

      Gauge - Maconha.

      Georgia Craw - Estilo de dança blues.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Blind Willie McTell - Kind Mama e Broke Down Engine.

      Get sunlight - Pagar a conta, dívida.

      Gig - Noivado.

      Gimpy - Coxo, manco, alejado.

      Glim - Olhe para, olhe.

      Glimmer - Luz elétrica.

      Go down - Acontecer.

      God sure don't like ugly - Você consegue o que vem para você.

      Goin' up the line/Goin' down the line - 'Line' se refere a linha ferroviária. ''Goin' up the line'', indo para o norte e ''Goin' down the line''.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      B.B. King - Everyday I Have The Blues (Versão 3);
      Little Walter - Up The Line;
      Memphis Minnie - Chickasaw Train Blues e Ma Rainey.

      Gone with it - Realmente Inspirado.

      Goofer/Goofy dust - Magia Voodoo.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      B.B. King - You Put It On Me;
      Bessie Smith - Lady Luck Blues;
      Willie Mabon - I Don't Know.

      Grabbers - Mãos.

      Griot - Trovador da costa oeste da Africa, que transmite a história familiar ou tribal. É considerado por muitos críticos uma das raízes do blues.

      Groovy - Realmente bom, no caminho certo.

      Gris-Gris - Encanto, técnica voodoo.

      Gun - Olhar, fitar os olhos em alguém.

      Gunboats - Grandes sapatos, calçados.

      Harp/ Mississippi Saxophone - Harmônica.

      Half past the unlucky - Meia-noite na sexta-feira.

      Hawk - Inverno.

      Hay - Maconha.

      Head Knock - Deus.

      Heebies - Nervoso.

      High jive - Conversa intelectual.

      High yeller (yellow) - Pessoa negra com a pele mais clara.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Bessie Smith - I've Got What It Takes e Young Woman's Blues;
      Blind Willie McTell - Lord, Send Me An Angel e Talkin' To Myself;
      Ida Cox - Cherry Picking Blues;
      Ma Rainey - Big Feeling Blues;
      Mississippi John Hurt - Big Leg Blues.

      Hip - Por dentro dos assunto.

      Hipster - Homem que está por dentro dos assuntos.

      Hobo - 1- Passageiro clandestino de trem de carga. 2- Derivado de ''hoe-boy'', garoto da enxada procurava nova fazenda. 3- Sem teto, vagabundo, andarilho. 4- Trabalhador Imigrante.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Memphis Minnie - Outdoor Blues;
      Howlin' Wolf - Evil;
      John Lee Hooker - Hobo Blues;
      Bessie Smith - Young Woman's Blues;
      King Solomon Hill - The Gone Dead Train;
      Hans Theessink - Sidewalk Hobo.

      Homey - Modo de se cumprimentar pessoas do mesmo local.

      Hokum - Sub genero do blues urbano, popular nos anos 20 e 30. O artista mais importante era Tampa Red & The Hokum Boys.

      Honey dripper - Metáfora para amante.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Big Joe Turner - Little Bittie Gal's Blues.

      Honeymoon kick - Situação de grande intimidade.

      Honky - 1- Feito manualmente. 2- Pessoa Branca.

      Hooked - Aplicado, dedicado.

      Hoochie coochie man - 1- A palavra hooch é uma gíria que significa bebida ilegal ou de baixa qualidade. A palavra cooch se refere a genitália feminina. Hoochie Coochie Man, pode ser entendido como homem orgulhoso de ser beberrão e mulherengo, 'Garanhão'. 2- Amante de mulher sexy.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      The Jeff Healey Band - Hoochie Coochie Man;
      Willie Dixon - (I'm your) Hoochie Coochie Man;
      Muddy Waters - (I'm your) Hoochie Coochie Man e Mannish Boy;

      Hoodoo - Voodoo, magia negra.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Blind Willie McTell - The Dyin' Crapshooter's Blues;
      Junior Wells - Hoodoo Man;
      Memphis Minnie - Hoodoo Lady;
      Muddy Waters - Got My Mojo Working (*);
      Omar & The Howlers - Hoo Doo Ball e Leave Here Runnin'.
      *Mojo é um patuá, amuleto que contém osso de gato preto.

      Hot foot powder/Hot Foot Oil - Magia voodoo.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Robert Johnson - Hellhound On My Trail;

      House of many - Cadeia.

      Iggy - Ignorar.

      In front - Antes da hora.

      Jag - Exitação extrema.

      Jam - Tocar improvisado.

      Jam up - Muito bom.

      Jawblock - Ocupado com conversas fúteis.

      Jelly/Jelly roll - Metáfora para genitálias femininas.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Bessie Smith - Nobody In Town Can Bake A Sweet Jelly Roll Like Mine;
      Aggravatin' Papa, Preachin' The Blues e St. Louis Blues;
      Blind Boy Fuller - Hungry Calf Blues;
      Ida Cox - Fogyism;
      Johnny Winter - Good Morning Little School Girl;
      Lil Johnson - If You Can Dish It (I Can Take It). Sam, The Hot Dog Man
      e You'll Never Miss Your Jelly Till Your Jelly Roller's Gone;
      Lonnie Johnson - Go Back To Your No Good Man;
      Memphis Minnie - Frisco Town;
      R.L. Burnside - Georgia Women;
      Charley Patton - Shake It And Break It;
      Sonny Terry & Brownie McGhee - That Good Old Jelly.

      Jinx - Azar, que traz azar.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Bessie Smith - Mama's Got The Blues e Yodling Blues;
      Blind Willie McTell - Scarey Day Blues;
      Memphis Minnie - Call The Fire Wagon e Wants Cake When I'm Hungry;
      Charley Patton - Revenue Man Blues (1) e (Versão 2) e Screamin' And Hollerin' The Blues.

      Jitterbug(gin') - Dança popular nos anos 40 (música: boogie woogie).
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Bukka White - Bukka's Jitterbug Swing;
      John Lee Hooker - Groundhog Blues;
      Sonny Boy Williamson I (John Lee) - Groundhog Blues.

      Jivin'/Jive - 1- Estilo de jazz tocado pelas 'big band'. 2- Gíria do jazz: Conversar. 3- Cigarro de maconha. 4- Relação sexual.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Lucille Bogan - B.D. Woman's Blues;
      Albert Collins - Broke e Trash Talkin';
      Bo Diddley - Ooh Baby;
      Albert King - I Get Evil;
      B. B. King - Nobody Loves Me But My Mother;
      Big Maceo Merriweather - Poor Kelly Blues;
      Hans Theessink - Johnny & The Devil;
      The Jeff Healey Band - Don't Let Your Chance Go By;
      Keb' Mo' - You Can Love Yourself;
      Lightnin' Hopkins - My Grandpa Is Too Old e The Foot Race Is On;
      Little Walter - It's Too Late Brother e Just Your Fool;
      T-Bone Walker - T-Bone Blues;
      John Mayall's Bluesbreakers - Ridin' On The L&N;
      John Mooney - 3 Sides 2 Every Story;
      Junior Parker - Jivin' Woman.

      John(ny) (the) Concheroe/Conqueroo/Conqueror - Rama de Ipomoea jalapa, turberculo parente da batata doce,ingrediente do 'mojo'.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      The Jeff Healey Band - Hoochie Coochie Man;
      Muddy Waters - (I'm Your) Hoochie Coochie Man e Mannish Boy;
      Omar & The Howlers - Pushin' Fire;
      Willie Dixon - (I'm your) Hoochie Coochie Man.

      Joybox - Piano.

      Juiced - Bêbado.

      Jug Band - Banda composta de instrumentos como: Kazoo, washtub bass, e whiskey bottle.

      Juju - Fetiche, encanto, amuleto do oeste africano. Termo africano para 'mojo'.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      B.B. King - You Put It On Me;
      Omar & The Howlers - Hoo Doo Ball.

      Juke joint/Jukebox - Lanchonete onde se dançava ao som das Jukebox.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Hans Theessink - Mississippi.

      Junkie - Viciado.

      Kick - Bom sentimento.

      Killer - Qualquer coisa muito poderosa.

      Killing floor - Abatedouro, grande problema, dor de cotovelo.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Chris Duarte - .32 Blues;
      Howlin' Wolf - Killing Floor;
      Skip James - Hard Time Killing Floor.

      King Kong - Bebida barata.

      Kitchen - Parte de trás da cabeça.

      Knock a fide - Ir embora, deixar.

      Knock somebody some skin - Apertar as mãos.

      Latch on - Alcançar, conseguir chegar.

      Lay - Dar, fazer.

      Lay it on somebody - Fazer algo bom para alguém.

      Lay some iron - Dançar.

      Lay your racket - Executar, falar.

      Lead sheet - Sobretudo(casaco).

      Light up - Fumar Maconha.

      Like Jack the Bear - Sem valor.

      Lily whites - Folhas de papel.

      Lip - Embocadura.

      Liquor head - Bêbado.

      Loaded - Bêbado ou drogado.

      Lowmate - Ridículo.

      Luck up on - Por sorte.

      Lush - Beber.

      Lushhound - Bêbado.

      Lusby - Bêbado.

      Mac - Dedo duro.

      Main saw on the hitch - Esposa.

      Main stash - Casa.

      Mash - Dar.

      Mellow - Serti-se bem.

      Mess around - Dança em que o quadril balaça em torno de um circulo.

      Mezzroll - Espesso cigarro de maconha.

      Mojo - Patuá, amuleto.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Blind Boy Fuller - Stingy Mama;
      Jimmy Reed - I Ain't Got You;
      Blind Willie McTell - Scarey Day Blues e Talkin' To Myself;
      Kenny Wayne Shepherd - Don't Throw That Mojo On Me;
      Muddy Waters - Got My Mojo Working, Hoochie Coochie Man e Louisiana Blues;
      Omar & The Howlers - Mail Order Mojo;
      The Paul Butterfield Blues Band - I Got My Mojo Working;
      Robert Johnson - Little Queen Of Spades (Take 1);
      Hans Theessink - Hunted Man e Set Me Free;
      Willie Dixon - (I'm your) Hoochie Coochie Man;
      John Campbel - Written In Stone.

      Monkey - 1- Vício em drogas. 2- Monkey paw: Encanto de boa sorte.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Omar & The Howlers - Dangerous Man e Hoo Doo Ball;
      Robert Johnson - I am A Steady Rollin' Man e Sweet Home Chicago;
      Junior Wells - She Wants to Sell My Monkey.

      Monkey man - 1- Índio do Oeste (Homem fácil de enganar). 2- Amante de mulher casada.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Ida Cox - Chicago Monkey Man e Wild Women Don't Have The Blues;
      Ma Rainey - Big Feeling Blues;
      Robert Johnson - I am A Steady Rollin' Man.

      Moonshine - Destilaria Ilegal de Whiskey(aguardente de milho)
      Esse termo pode ser encontrado em:
      This word can be found in:
      Big Bill Broonzy - Conversation With The Blues e Good Time Tonight;
      Rory Gallagher - Pistol Slapper Blues;
      B.B. King - (I'm Gonna) Quit My Baby;
      Memphis Minnie - Reachin' Pete;
      Son House - Dry Spell Blues (versão 2);
      Ma Rainey - Barrel House Blues e Counting The Blues e Moonshine Blues;
      Jimmy Rogers - Sloppy Drunk;
      Bessie Smith - Young Woman's Blues;
      Sonny Boy Williamson I (John Lee) - Moonshine
      T-Bone Walker - T-Bone Blues;
      Alvin Youngblood Hart - Hillbilly Willie's Blues.

      (Mr.) Charlie - 1- Homem branco, pessoa branca. 2- Carcereiro.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Eddie Boyd - Black Brown And White;
      Lightnin' Hopkins - Mr. Charlie.

      Mooch - Pedir.

      Moo juice - Leite.

      Moss - Cabelo.

      Mudkicker - Prostituta.

      Mug - Fazer caretas.

      Nation sack - "Mojo", patuá, amuleto, mandinga.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Robert Johnson - Come On In My Kitchen (Take 1).

      Nowhere - 1- Insignificante. 2- Sem dinheiro.

      Ofay - Pessoa de pele branca.

      Onliest - Único.

      Panama Limited - Trem luxuoso que atuava na primeira metade do século passado na 'Illinois Central's, fazendo o trajeto de New Orleans até Chicago.

      Parchman Farm - Famosa prisão do Mississippi
      Este termo pode ser encontrado em:
      Johnny Winter - Parchman Farm.

      Pay no rabbit - Ignorar.

      Peepers - Olhos.

      Pick up - Compreneder.

      Piedmont Blues - Blues da costa leste e dos Montes Apalaches.

      Pitch a boogie woogie - Ficar excitado, emocionar-se.

      Play - Coisa para fazer, programa de ação, ordem do dia.

      Play hip - Fingir que entendeu.

      Poke - Carteira, Bolsa.

      Policy game - Loteria diária.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Jimmy Reed - I Ain't Got You (1).

      Prayerbones - Joelhos.

      Pull a creep - Deixar.

      Put down - Fazer, ser ativo de algum modo.

      Queen - Mulher.

      Quit it - Deixar.

      Raise sand - Diverti-se, criar confusão.

      Rambling - 1- Vagar 2- Conversar superficialmente.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Jimmy Rogers - Blues (Follow Me All Day Long);
      Blind Boy Fuller - Weepin' Willow Blues;
      Blind Willie McTell - B & O Blues #2;
      George Thorogood - What A Price;
      Leadbelly - Good Night Irene;
      Louis Jordan - I Know What You're Puttin' Down;
      Memhis Minnie - Nothing In Rambling;
      Omar & The Howlers - Midnight Ramblin' Man;
      Robert Johnson - From Four Till Late, Hellhound On My Trail, I am A Steady Rollin' Man, Milkcows Calf Blues(1)&(2), Rambling On My Mind (Take 1) & (Take 2);
      Skip James - Devil Got My Woman;
      Sonny Boy Williamson II (Rice Miller) - Santa Claus.

      Rap - Sentença criminal.

      Rider/Riding - Namorada, parceira sexual.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Arthur "Big Boy" Crudup - Mean Old Frisco;
      Big Bill Broonzy - C C Rider (1) & (2);
      Blind Lemon Jefferson - Prison Cell Blues;
      Rory Gallagher - Pistol Slapper Blues;
      Blind Willie McTell - Come On Around To My House Mama e Kind Mama;
      Charley Patton; Banty Rooster Blues, Down The Dirt Road Blues(1), Moon Goin' Down, Pea Vine Blues, Pony Blues e Stoney Pony Blues;
      Hot Tuna - I Know You Rider;
      Little Walter - Mean Old Frisco;
      Mance Lipscomb - See See Rider;
      Mississippi John Hurt - See See Rider e Spike Driver Blues;
      Robert Johnson - Hellhound On My Trail e Traveling Riverside Blues, Stones In My Passway;
      Tommy Johnson - Big Fat Mama Blues.

      Riding the blinds - 1- Passear em carro com capota de lona. 2- Andar de trem entre as cargas ou pacotes de correio. 3- Viagem ilegal em trem.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Memphis Minnie - Chickasaw Train Blues;
      Robert Johnson - Walkin' Blues;
      Tampa Red - Seminole Blues;
      Tommy Johnson - Cool Drink Of Water Blues (1) & (2).

      Rhyming - Jogo com palavras.

      Riff - Frase musical, passgem musical, estribilho.

      Righteous - Bom, apertado, satisfeito.

      Roadhouse - Estabelecimento comercial fora dos limites das cidades onde é servido comida, bebida, dança e geralmente também oferece jogo.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      The Jeff Healey Band - When The Night Comes Falling Down;
      A.C. Reed - Roadhouse Blues.

      Rock - Dollar.

      Roll - 1- Originalmente era um termo que significava trabalhar, principalmente em relação ao trabalho rural ("rolling cotton"), mas com o tempo adquiriu a conotação de relação sexual.
      2- Delator, dedo-duro.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Son House - Preachin' Blues;
      Sonny Boy Williamson I (John Lee) - Skinny Woman;
      A.C. Reed - Roadhouse Blues.

      Roost - Casa.

      Rooster - Nádegas.

      Rounder - Canalha, brigão, trapaceiro.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Blind Willie McTell - Delia;
      Bukka White - Bukka's Jitterbug Swing;
      Omar & The Howlers - Sugar Ditch.

      Rubber - Automovel.

      Rumble - Lutar.

      Run your mouth - Falar muito.

      Salty (dog) - Parceiro sexual.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Rev. Gary Davis - Candy Man;
      Hot Tuna - Candyman;
      Mississippi John Hurt - Salty Dog(*);
      T-Bone Walker - Papa Ain't Salty No More.
      (*)Quando Mississippi John Hurt foi perguntado sobre o significado de 'Salty Dog', ele timidamente respondeu que nunca pensou nisso.

      Sawbuck - Nota de 10 dollar.

      Scat - Cantar besteiras.

      School - Ensinar.

      Scoff back - Comer muito.

      Scuffle up - Reunir-se.

      Scumpteen - Muito de.

      Shakin' that thing - Popularizado por Papa Charlie Jackson's em 1925, significa engajamento no sexo.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Blind Boy Fuller - I Crave My Pigmeat;
      Mississippi John Hurt - Got The Blues, Can't Be Satisfied.

      Shake up - Whiskey e vinho.

      Sharecropping - Sistema de parceria agrícola, meeiro.

      Sharp - Bem vestido.

      Shimmy - Dança do final dos anos 1880.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Bessie Smith - Gimme A Pigfoot And A Bottle Of Beer e 'T Ain't Nobody's Bizness If I Do;
      Blind Willie McTell - Kind Mama e Talkin' To Myself;
      John Lee Hooker - Want Ad Blues;
      Omar & The Howlers - Booger Boy;
      Stevie Ray Vaughan - The House Is Rockin';
      Willie Dixon - Flamin' Mamie.

      Shroud tailor - Coveiro.

      Slide - Técnica de tocar guitarra e violão.
      (*)Veja na página 'BLUES>TÉCNICA, mais informação.

      Signify - Dica, conselho.

      Signifying - Oradores que rebatem de forma rítmica e rimando frases em contraponto improvisado para as o significado das frases de outros oradores.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Buddy Guy - Mustang Sally;
      B.B. King - Walking Dr. Bill;
      Sonny Boy Williamson - Don Start Me To Talkin'.

      Skin beater - Baterista.

      Spoonful - 1- Cocaina. 2- Heroína. 3- Fazer sexo carinhosamente.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Charley Patton - Spoonful Blues;
      Howlin' Wolf - Spoonful;
      Mance Lipscomb - 'Bout A Spoonful;
      Mississippi John Hurt - Coffee Blues;

      Squeeze my lemon - 'Lemon' se refere a genitália, e squeeze my lemon é fazer sexo. Esse termo pode ser encontrado em:
      Memphis Minnie - Dirty Mother For You;
      Robert Johnson - Traveling Riverside Blues;
      Sonny Boy Williamson I (John Lee) - Until My Love Come Down.

      Stag O'Lee/Stagolee/Stagger Lee/etc. - Homem negro super esperto.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Mississippi John Hurt - Stack O'Lee Blues.

      Stavin' chain - 1- Ferramenta usada na confecção de barris. 2- Controle de ejaculação precoçe. 3- Romper o Hímen.
      Mudar as regras.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Lil Johnson - Stavin' Chain;
      Jelly Roll Morton - Whinin' Boy.

      Stingaree - Alteração da palavra 'stingray', que é um tipo de peixe com ferrão no dorso. No blues é usado num eufenismo dos orgãos sexuais.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Bessie Smith - It Makes My Love Come Down;
      Blind Boy Fuller - Stingy Mama;
      Blind Joe (or Willie) Reynolds - Third Street Woman Blues;
      Charlie Musselwhite - Stingaree.

      (The) Stroll - Qualquer rua principal.

      Struggle buggy - Calhambeque, carro antigo.

      Stuff - Mentira.

      Strut/Strut your stuff - Andar, dançar com garbo, orgulho.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Blind Willie McTell - Kind Mama;
      Lucille Bogan - B.D. Woman's Blues;
      John Lee Hooker - Boom Boom;
      Gary Moore - Texas Strut;
      Bessie Smith - Aggravatin' Papa, At The Christmas Ball, Cake Walking Babies From Home e Gimme A Pig Foot And A Bottle Of Beer, I'm Going Back To My Used To Be e Sam Jones Blues;
      Taj Mahal - Queen Bee.

      Tailgate - Estilo de New Orleans paratocar o trombone.

      Take some weight off - Animar-se.

      Tall - Intoxicado.

      Tenth Street - 10 dollars.

      Tighten - Vender, fazer negócio.

      Tighten somebody's wig: - Deixar alguém fumar maconha.

      Tog - Vestir-se com elegância.

      Tonsil juice - Saliva.

      Trey of knockers - Casa de penhores.

      Trickeration - Iludir.

      Trilly - Andar tranquilo, despreocupado.

      Troubled with the shorts - Sem dinheiro.

      Tubs - Bateria.

      Turf - Rua.

      Twinklers - Estrelas.

      Twister - Chave, tom.

      Two's and fews - Trocado(dinheiro).

      Voodoo - Magia negra, mandinga, vudu.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Clara Smith - Prescription For The Blues;
      Robben Ford - I'm A Real Man;
      Kenny Wayne Shepherd - Deja Voodoo;
      Omar&The Howlers - Exactly What I Thought She'd Do;
      Stevie Ray Vaughan - Voodoo Chile (Slight Return);
      Hans Theessink - Louisiana Man e Set Me Free;
      Tampa Red - Annie Lou Blues e The Duck Yas-Yas-Yas;
      ZZ Top - My Head's In Mississippi.

      Weight - Depressão, desanimo.

      Wet your tonsils - Beber.

      Whoopie, making - Fazer sexo.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      King Solomon Hill - Whoopee Blues (Take 1) & (Take 2);
      Lonnie Johnson - She's Making Whoopee In Hell Tonight.

      Widen - Deixar.

      Wig - Cabeça ou cabelo.

      Wig trig - Idéia.

      Wooden kimono - Caixão.

      Woodshed - Prática ou estudo.

      Yarddog - Canalha, grosseiro.

      Yas yas (yas) - Corruptela de 'Ass', Anus.
      Esse termo pode ser encontrado em:
      Blind Boy Fuller - Get Yer Yas Yas Out;
      Hot Tuna - Keep On Truckin';
      Lil Johnson - Rug Cutter's Function e Sam, The Hot Dog Man;
      Memphis Minnie - New Dirty Dozen;
      Tampa red - The Duck Yas-Yas-Yas.

      Zooty - Na moda, elegante.

      (texto gentilmente cedido por Alexande Amaral)
      http://palcomp3.com/alexandreamaral/

      LeD_HaleN
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      A EXPANÇÃO DO BLUES A OUTROS GÊNEROS MUSICAIS

      Esse trabalho escolheu, em meios outros tantos nomes, os de Jeff Beck, Jimi Hendrix e Wes Montgomery, como exemplos de guitarristas que usaram o blues para superar os limites. Jeff Beck, por exemplo, é um músico se expressa através de seu trabalho, veio do cenário do rock, muito influenciado pelo blues, sempre em busca por uma sonoridade selvagem, optou por uma fusão de estilos "experimentos" e "inovações" com a guitarra, que vão desde o jazz, rock'n roll, blues, clássico – fusion, mais lírico e melodioso como nunca fora feito na história do fusion. Totalmente original, pura criação, audácia, muito swing, sofisticação, timbres inspirados e elegantes. "...Jeff Beck era um amante de Otis Rush, Buddy Guy, B.B. King, Elmore James, John Lee Hooker, Muddy Waters, o blues e rhythm & blues negro." (Luiz Chagas, 1998, p. 32)4. A característica de seu trabalho esta no fato de ele não trabalhar sempre com o mesmo estilo musical, optando por uma fusão de estilos que vão desde o jazz ao rock and roll realmente com um toque muito pessoal. Jeff Beck na verdade é uma prova viva de que o blues abre muitas4 Guitar Player – setembro 1998. Ano 3, n.º 32.

      portas, "... Goodbye Porkpie Hat (Wired) é um blues com muita classe, não é um blues dos doze compassos, aquele estilo Chicago. Isso me ajudou a abrir algumas portas. Tenho uma carta de Charles Mingus sobre essa gravação". (Jeff Beck, 1998, p. 32). Participou de uma banda famosa de blues na Inglaterra da década de 60, The Yardbirds, porém após dezoito meses saiu cansado e frustrado, pois queria muito mais do que a banda tinha para oferecer.

      Usando a mesma guitarra que muitos usam há 50 anos eu busco meios de tirar sons que ninguém nunca ouviu. Adoro quando as pessoas escutam minha música e não sabem que instrumento estou usando. Toco deste jeito porque consigo tirar os sons mais "doentes" possíveis. Não ligo para regras, se eu não quebrar as "regras" no mínimo 10 vezes em cada música, então não estou fazendo meu trabalho direito! (Jeff Beck)

      Jimi Hendrix, o segundo exemplo citado, foi além de cantor, compositor e produtor, um guitarrista que ampliou a tradição da guitarra no rock experimenta,l com ruidos microfonia. Um som bluseiro, uma mistura de hard rock, acid rock, blues rock, rock experimental. Apesar de terem existido alguns guitarristas anteriores que empregaram recursos como o "feedback", por exemplo, distorções e outros efeitos especiais, foi Hendrix quem soube usar estes recursos como ninguem, de forma à transcender suas fontes. Tudo graças as suas raizes negras: blues, soul music, R&B. "A introdução de Still Raining e Still Dreaming é uma das coisas mais impressionantes que já vi. Parece que a Guitarra fala...". (Eduardo Ardanuy, 1997, p.30) 5.

      O ultimo exemplo, é o apurado som de Wes Montgomery. Ele foi o influenciador dos grandes músicos desse século: Eric Johnson, Pat Martino, Pat Metheny, Jimi Hendrix etc. Wes não tinha formação teórica, mas era muito fluente na linguagem jazzística.

      Ele passeava por standards, clássicos do be-bop e baladas com a tranqüilidade, mas o blues era a base de seu estilo. Aventurando-se muito além dos três acordes tradicionais do gênero, ele compôs inúmeros blues, numa grande variedade de estilo e ritmos, muito dos quais apresentavam incríveis mudanças entre a primeira e segunda partes. (GRESS, Jesse. 1998, p. 57) 6.

      Cada uma de suas músicas é um estudo de senso melódico e groove. "Os solos de Wes seguiam muitas vezes uma fórmula com três níveis de pegada: primeiro alguns choruses com linhas normais; em seguida oitavas; e então o clímax, com um solo matador feito com acordes". (GRESS, Jesse. 1998, p. 57).

      fonte

      MauricioBahia
      Moderador
      # fev/10
      · votar


      LeD_HaleN

      Show!!!

      Curly
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      MauricioBahia
      PERSONAGENS

      (BREVE)


      não esqueça de incluir o Leadbelly, dessa turma antiga é o meu preferido, ele não é muito citado, talvez por ter sido um criminoso, talvez por alguns considerá-lo mais um artista folk do que bluesman, mas o cara é demais!

      Eric Clapton
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      Son House também, segundo estudos, ele foi o inventor do Blues.

      Leo Zanon
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      MauricioBahia
      Putz!!! Muito interessante mano!!=D

      Vlw por compartilhar aee...

      Curly
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      Killing floor - Abatedouro, grande problema, dor de cotovelo.

      acho que o camarada que faz esse glossário era um pouco inocente, hauhauhauahua !!!

      Carregando
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      MauricioBahia

      Cara, eu tava querendo pesquisar umas coisas assim sobre blues!
      obrigado por me poupar trabalho hehehe

      Curly
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      Captain - 1- Denominação sulista do homem branco, patrão. 2- Carcereiro.

      não bem um carcereiro, pelas letras se entende que era aquele camarada que ficava vigiando as turmas de trabalhadores forçados (aqueles com bola de ferro no pé), os coitados trabalhavam e cantavam, sempre zoando o 'captain', hehe

      MauricioBahia
      Moderador
      # fev/10 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Curly

      (texto gentilmente cedido por Alexande Amaral)

      ;-)

      Eu acho uma ótima idéia comentar sobre os termos. Alguns podem não estar exatamente de acordo.

      Creio que em breve o autor vai pintar por aqui. :-)

      Abs

      Curly
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      MauricioBahia

      existem alguns glossários em inglês, se pesquisar "blues glossary" no google acha. mas é mais legal tirar as próprias conclusões sobre as letras !

      MauricioBahia
      Moderador
      # fev/10
      · votar


      Curly: mas é mais legal tirar as próprias conclusões sobre as letras !

      Muuuuuuuito legal! Achei esse glossário fantástico. Pra quem não sabe inglês então. Provavelmente vai ligar muitas das palavras ao que ouve por aí.

      Imagino o trabalhão que não deu pra elaborá-lo... º.º

      Flw!

      nichendrix
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      Thanks for the Jelly Baby

      MMI
      Veterano
      # ago/10 · Editado por: MMI
      · votar


      Por achar que o fórum anda parado de tópicos legais e ter trombado com esse do amigo MauricioBahia que é muito bom, resolvi desenterrar das profundezas. Gostaria de trocar informações mesmo porque ando muito interessado nos fatos históricos, especialmente do "Delta Blues". Vou fazer o "blues trail" (Tennesse, Mississipi e Louisiana), em poucos dias... Vou acrescentar um pouco para os colegas, mas estou mais é com sede de dados. O dicionário postado aqui é espetacular, apesar de ter algumas discrepâncias dependendo da música. De qualquer forma, para os perfeccionistas, o original em inglês é bem legal também.

      Só um aparte, o "Blues Trail" são marcos históricos relacionados ao Blues, na verdade, uma iniciativa do Estado do Mississipi. Um bom início para se entender isso é pela Highway 61, conhecida como "blues highway", que rivaliza com a Route 66 como a mais famosa estrada da música americana. A 66 percorre os EUA de leste para oeste, enquanto a 61 é no sentido norte-sul, ligando praticamente o Golfo do México ao Canada. O que interessa é que começa na região do berço do blues (Delta do Mississipi), passa por Memphis, St. Louis e foi caminho de muitos bluseiros famosos a caminho de Chicago (por onde passa a 66). Os artistas do Mississippi que viveram ou nasceram ao redor da Highway 61 incluem B. B. King, Robert Johnson, Albert King, Charley Patton, Son House, Muddy Waters, Howlin' Wolf, Sonny Boy Williamson No. 2 (Rice Miller), Ike Turner, Robert Nighthawk, Sunnyland Slim, Honeyboy Edwards, Sam Cooke, James Cotton, Jimmy Reed, Junior Parker, Willie Dixon, Louisiana Red, Artie "Blues Boy" White, Percy Strother, Greg Osgood & Cee Blaque, Little Joe Blue, Milt Hinton, Johnny Dyer, J. D. Short, Papa Lightfoot, William "Cat Iron" Carradine, Jimmy Anderson, Elmo Williams, Polka Dot Slim, Robert Cage, Lester Young... Interessante pensar que dos 3 "Kings" do blues, BB King e Albert King eram da mesma cidade do Mississipi, Indianola, enquanto Freddie King era do Texas mas fez a rota para Chicago, tornando-se um dos artistas principais da cena do chamado Chicago blues dos anos 50 e 60, ao lado de Muddy Waters, a quem B.B. King se referia mais tarde como o "Chefe de Chicago". Sem esquecer do Buddy Guy, que era do delta também, Louisiana, mas foi fazer carreira em Chicago.

      O Blues está muito ligado à escravidão norte-americana e seus descendentes. Vale lembrar que a escravidão por lá foi terminada em 1863, com a Proclamação de Emancipação de Abraham Lincoln, realizada durante a Guerra Civil Americana. Após a guerra, o sul permanece militarmente ocupado até 1877, favorecendo o surgimento de sociedades secretas como os Cavaleiros da Camélia Branca e a Ku Klux Klan, que empregavam a violência para perseguir os negros e defender a segregação racial. A segregação racial durou até a década de 1960 nos EUA. No sul, no início do século XX, não era permitido aos negros nem sentarem na maioria dos lugares dos ônibus, em determinadas circunstâncias era até permitido que um branco matasse um negro. Em 1955, Rosa Parks, uma mulher negra, se negou a dar seu lugar em um ônibus para uma mulher branca e foi presa, fato que inspirou a luta não violenta de Martin Luther King Jr., que foi morto em Memphis em 1968 (onde hoje é um museu dos direitos civis americanos) por conta dessa luta de direitos iguais. "Eu Tenho Um Sonho" ("I Have a Dream") é o nome popular dado ao histórico discurso público feito pelo ativista político Dr. Martin Luther King, Jr., no qual falava da necessidade de união e coexistência harmoniosa entre negros e brancos no futuro. O discurso foi realizado no dia 28 de agosto de 1963 nos degraus do Lincoln Memorial em Washington, D.C. Desculpem esse parágrafo, mas serve para situar a escravidão e a situação dos negros norte-americanos. Só por conta disso dá para perceber que jamais um negro podia "zoar o captain", como afirmou o colega Curly. Ocorre que como existia risco de morte, ás vezes "I had a bad girl" significava que o cara tinha um patrão malvado.

      Por conta de toda essa segregação racial americana, até a década de 60 o blues vinha "morrendo", desaparecendo. Era "coisa de negros", pior ainda, negros antigos. Era uma música de uma minoria negra, feita para a mesma minoria, pouquíssimos mantiveram a carreira nessa época, como B.B. King. Inclusive, B.B King foi o primeiro bluseiro a se apresentar a uma platéia branca, em 1970 no Boston Arena. Dizem que o Blues só não sucumbiu graças a Alan Lomax, filho de outro entusiasta da música folk, John Lomax,que gravou, a princípio acompanhado de seu pai e posteriormente sozinho, músicos como Leadbelly, Jelly Holl Morton, Son House e Muddy Waters. Suas gravações formam o Arquivo de Música Folclórica Americana, uma coleção de cerca de 15.000 músicas compilada para a Biblioteca do Congresso, por reconhecer o blues como parte da cultura norte-americana.

      Son House gravou em 1930, ele tocou junto com Charley Patton, Willie Brown, Robert Johnson, "Fiddlin'" Joe Martin, e Leroy Williams, além de ter feito a gravação para Lomax. Havia desaparecido e abandonado a música, vivendo miseravelmente. Ele fez poucas aparições públicas até a repopularização do blues country na década de 1960, quando foi "redescoberto". A partir de então, ele excursionou pelos Estados Unidos e pela Europa, e realizou novas gravações pela gravadora CBS. Assim como Mississippi John Hurt, ele foi bem recebido na cena musical da década de 1960 e tocou no Newport Folk Festival em 1964. Ao contrário de alguns guitarristas das décadas de 1920 e 1930, House não era um virtuoso, e não há nada de impressionante na sua técnica. Ele compensava a sua falta de técnica com um estilo poderoso e inovador, com ritmos fortes e repetitivos, muitas vezes tocados com a ajuda da técnica de slide. Sua música era dançante, feita para ser tocada em ambientes barulhentos como bares e salões de dança. House foi uma importante influência para Muddy Waters e Robert Johnson, que levariam sua música a novos horizontes. Foi House que, conversando com jovens admiradores de blues na década de 1960, espalhou o boato de que Johnson havia vendido sua alma em troca da proeza para tocar guitarra na famosa "crossroads", que fica em Clarksdale, Mississipi.

      O Blues começou a ser popular na década de 60, muito devido a Invasão Britânica ("British Invasion") nos EUA deflagrada pelos Beatles e seguida por Rolling Stones, The Who, The Animals, The Kinks, Dusty Springfield, John Mayall and the Bluesbreakers e Pink Floyd, embora estes tenham se destacado mais na década de 70. Muitos dos ingleses eram fãs do blues (Clapton, por exemplo) e curiosamente foram aos EUA mostrar algo que os americanos desconheciam. Os Rolling Stones fizeram questão de marcar uma gravação num estúdio de Chicago para conhecer e fazer uma reverência a Muddy Waters na turnê deles. Lá chegando, encontraram o ídolo numa escada pintando paredes sem nenhum reconhecimento... As músicas de Waters inclusive exerceram grande influência nas bandas britânicas. O Rolling Stones tirou seu nome de "Rollin' Stone", de 1950, mais conhecida como "Catfish Blues". Um dos maiores sucessos do Led Zeppelin, "Whole Lotta Love", foi baseado em "You Need Love", composta por Willie Dixon . Foi Dixon quem compôs algumas das músicas mais conhecidas de Muddy Waters, como "I Just Want to Make Love to You", "Hoochie Coochie Man" e "I'm Ready".

      Por enquanto é só, já foi exagerado. Se o pessoal contribuir, vamos aumentando o tópico.

      Abç

      Konrad
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      MauricioBahia

      Sensacional o tópico! Como é que eu não vi antes?

      MMI
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      Konrad

      Pois é... Eu pensei a mesma coisa quando vi.

      jimmy vandrake
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      MauricioBahia

      Este post sobres as gírias foi fantástico. Excelente.
      Para quem quiser assistir aum excelente filme sobre a história da gravadora Chess (Muddy Waters e Willie Dixon) Cadilac Records.
      É o melhor filme do gênero que vi até agora.

      MMI
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      jimmy vandrake

      Ócio é fogo... Acabou de chegar o filme da locadora (Megaupload.com), vai começar a sessão.
      Valeu

      TerraSkilll
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      Konrad
      Sensacional o tópico! Como é que eu não vi antes? (3)

      Recentemente, a TV Cultura (que anda mal das pernas, que pena...) passou um interessante documentário sobre blues. Eis:

      Feel Like Going Home

      Não consigo acessar o Youtube daqui, então não sei se tem por lá. Pude assistir uma parte e é realmente muito bom pra quem curte o gênero.

      Abraços.

      MMI
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      TerraSkilll

      Esse é um dos 4 filmes da série do Martin Scorsese chamada "The Blues". São filmes bacanas. Foram feitos como parte de um programa para ensino de blues e sua história nas "High Schools" americanas.

      buddy guy
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      MauricioBahia

      Bom tópico,man !!!

      Konrad
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      MMI
      Konrad

      Pois é... Eu pensei a mesma coisa quando vi.


      Eu já descobri o motivo de não tê-lo visto! era data de comemorações com a falecida. ahuhuahua

      Curly
      Veterano
      # ago/10 · Editado por: Curly
      · votar


      MMI

      teve ainda o excelente documentário "Blues", dirigido pelo brasileiro João Moreira Salles em 1990, ele pegou essa turma ainda viva, impressionante o son house contando histórias sobre o robert johnson e o diabo e tocando slide, o honeboy edwards aparece também bastante nesse documentário, tem também um véio doido que esqueci o nome que fala no capeta o tempo todo e toca demais, aliás todo mundo ali só falava no capeta, huahaua, a coisa era sinistra...

      eu ainda tenho o cd mas nem sei se saiu em dvd, mas tem um trechinho no y2b



      MMI
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      jimmy vandrake

      Esse filme, Cadilac Records, é realmente excelente. Muito bom! Grande indicação.


      Curly

      Desconheço esse Blues do João Moreira Salles. Alguém tem idéia de como conseguir?

      nichendrix
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      MMI

      Esse box do Scorsese na verdade são 6DVDs, pois tem 2 que pra mim são os melhores, um é produzido por um Rapper que decide "ressuscitar" o pessoal da antiga Chess Records, então conta a história da gravadora, dos fundadores e do filho de um dos fundadores que detém os direito sobre a marca hoje em dia e que largou a gravadora pra virar empresário dos Stones durante a fase mais barra pesada deles no final dos anos 60 até fins de anos 70.

      Engraçado é ele contando que no fim teve que sair porque toda a coisa de sexo, drogas e rock and roll tava ferrando com a vida dele.

      Agora dois dos mais massas desse box são o sobre o Blues Inglês que conta a história de como o Jazz e o Blues chegou na Inglaterra e de como por falta de conhecimento do estilo, foi se formando toda a mistura que desencadeou todo o movimento do blues-rock inglês dos anos 60. Conta inclusive com algumas participações muito fodas, Clapton, Jeff Beck, Peter Green, Chris Barber, John Mayall, enfim todo mundo que interessa.

      O outro é o do Clint Eastwood sobre Piano Blues, onde ele reúne vários pianistas fodas de Blues das antigas como o Ray Charles, com uma geração mais nova. Muito foda mesmo esse.

      MMI
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      nichendrix

      É, eu tenho esse box, mas tem uma versão simples com 4 DVDs. Inclusive, esse glossário blues faz parte do mesmo projeto, que é de trazer a cultura e história do blues e permanecer viva.

      Powerslave158
      Veterano
      # ago/10
      · votar


      MauricioBahia

      Bah muito bom!

      de onde tirou tudo isso?
      diz o nome do material ae
      eu to fazendo minha monografia na faculdade e tenho que fazer o panorama do blues até o rock nos anos 70, tenho bastante coisa, mas achei interessante essas linguagens, muito bom!

      nos materias que eu tenho explica algumas destas coisas, como a origem do termo Boogie-Woogie, "bogey" significa espírito e "woogie" são as tábuas que unem os trilhos da ferrovia.

      Canned Heat que tu fala das bebidas, também nos anos 60 teve uma banda com esse nome, cuja a qual não tem nada gravado em estúdio pq todos os integrantes morreram de overdose de heroína hahahahaha, mas eles tocam no festival de Monterey Pop de 1967.

      muito bom o tópico deveria ser movido para os fixos!

      MMI
      Veterano
      # ago/10 · Editado por: MMI
      · votar


      Powerslave158

      Po, cara, postei a fonte disso (o original) e muito mais. Se tem que fazer trabalho, se dê o trabalho! huahuahuahua
      No meu post coloquei um contexto histórico do blues e se você quiser fazer essa transição para o rock, pesquise Chess Records de Chicago e Sun Studios de Memphis. Se quiser, depois eu conto a história disso.
      Abç

      Curly
      Veterano
      # ago/10 · Editado por: Curly
      · votar


      Powerslave158

      Canned Heat que tu fala das bebidas, também nos anos 60 teve uma banda com esse nome, cuja a qual não tem nada gravado em estúdio pq todos os integrantes morreram de overdose de heroína hahahahaha, mas eles tocam no festival de Monterey Pop de 1967.


      cara, sua capacidade de falar m. é impressionante, depois de colocar os rolling stones como comportados alunos saídos de um conservatório de música clássica, manda uma dessa ???!! bela monografia vai ser essa sua, o próprio samba do crioulo doido...

      aqui mais de 30 discos do canned heat, que aliás existe até hoje...

      http://www.cannedheatmusic.com/discography.html

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Blues - História, Personagens e Linguagem/Termos Peculiares

      305.014 tópicos 7.883.790 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital