Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Sampler x Teclados

      Autor Mensagem
      vinisampler
      Veterano
      # jul/05
      · votar


      www.sampletank.com

      waltinhoarruda
      Veterano
      # jul/05
      · votar


      pessoal não sei se estou no chat certo.mais estou com um pequeno grande problema,meu controlador ficou exposto a poeira e esta com bastante mancha preta.gostaria de saber se ah algum produto ao qual posso limpar ele sem danificar,pois já tentei com um pano umido,por favor se algue´m souber me ajude .abraço!!!

      knario
      Veterano
      # mar/09
      · votar


      o vinisampler eu tenho um kurzweil sp 76 e preciso de mais timbres...qual programa vc me indicaria pra usar sampler....valew

      tell
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Feliz 2012 F.C.C.! Pessoal, atualmente embarquei nesse barco dos Vsts e no meu notebook uso um programa chamado Reaper e Kontakt. Desejo converter alguns timbres do Technics KN 2000 do jeito que eles são para tocar com o controlador + note. Sinceramente não sei como samplear e nem que programas usar para isso, mas conto com a ajuda de vocês para me ensinar como fazer isso... Grato desde já!

      rsfelicio
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      tell,

      Dá uma lida nesse tutorial que o Cristiano fez pra comunidade do Motif XS do Orkut...é muito interessante.

      http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=27179807&tid=547766865214345 3581&kw=tutorial

      Joaomi
      Veterano
      # jan/13
      · votar


      quem tem sampler necessariamente precisa ter teclado?

      Precisa? (Sim, estou ressuscitando esse tópico para não ficarem 2 iguais.)

      Felipe Vianna
      Veterano
      # jan/13
      · votar


      Não precisa necessariamente... Muitos programas têm tecladovirtual/teclado midi, ou permitem que seu teclado do computador funcione para enviar as notas. Se você tiver paciência de fazer assim, não precisa de um telcado, necessariamente. Agora, as limitações são muitas e eu, paticularmente, acho isso um saco.

      Alex guitar man
      Veterano
      # 27/nov/17 00:29 · Editado por: Alex guitar man
      · votar


      Galera, como um teclado tem o som do piano?

      Tipo, eu sei que é um sample, mas vcs conhecem o procedimento de gravação do piano no estúdio para usar no teclado?


      Tipo, na nota A, eles vão no estúdio , grava o determinado piano na nota A e colocam esse sample dessa nota naquela tecla do teclado? É tão "simples" assim? Ou existe algo muito mais complexo?

      Synth-Men
      Veterano
      # 27/nov/17 09:47 · Editado por: Synth-Men
      · votar


      Alex guitar man

      Tipo, na nota A, eles vão no estúdio , grava o determinado piano na nota A e colocam esse sample dessa nota naquela tecla do teclado? É tão "simples" assim? Ou existe algo muito mais complexo?

      É basicamente isto ai mesmo. Além disto é gravado também 3 ou quatro tipos de dinâmica, toque fraco, médio e forte, nos tecladinhos PCM da vida

      PCM é a sigla para Pulse Code Modulation (Modulação por Código de Pulsos), e esta é a tecnologia mais antiga de digitalização sonora que existe. É a forma mais simples de passar o som analógico para digital.

      Desta forma são gravados digitalmente em uma memória ROM e RAM (esta segunda em caso de expansão de timbres) , por fim alguns agora em memória FLASH (que não deixa de ser uma memória ROM).

      A vantagem do PCM é que pode-se gravar muita coisa, mas muita coisa mesmo em um espaço muito pequeno.

      Com os teclados genéricos, o que mais ocorre é que este mesmo chip, gravado com estes timbres, são comprados por diversas marcas. Isto mesmo. Elas não tem o trabalho de a cada modelo que inventam, ir ao estúdio gravar os timbres. Isto ocorre com teclados iniciantes até os semi-profissionais mais simples.

      Estes timbres são atualizados através de reamostragens e processamentos e gravados em novos chips e vendido como um chip com timbres melhorados. As vezes inclui alguns novos timbres.

      Mas existe uma quantidade de timbres padrão, que são os timbres GM e GM2 (General MIDI) e as expansões destes bancos com os timbres XG e os timbres GS.



      Existem sistemas mais complexos e detalhados também. Utilizando o mesmo método do PCM, porém em outras formas de sistema. A exemplo dos teclados da NORD, V-PIANO, GP500 que usam uma cópia real dos instrumentos acústicos, gravados com riquezas de detalhes, dinâmicas e outros afins dos instrumentos.

      Isto exige muita memória, buffer e processamento. Por isto estes equipamentos com estas riquezas de detalhes, são muito mais caros. São os TOPs de linha.

      Mais exemplos destes detalhes são, ruido de madeira, escorregada dos dedos, click do pedal, som com meio pedal, cordas soltas, punch do stacato, modulações naturais, harmônicos simpáticos e naturais.

      Com estes também acontecem de não atualizarem um novo timbre a cada modelo, porém em período de espaço bem mais curto que os teclados genéricos.

      Alex guitar man
      Veterano
      # 28/nov/17 23:10
      · votar


      Synth-Men

      Obrigado pelas respostas, eu conhecia sobre pcm, mas não tinha ideia como era gravado em estúdio e nem sabia sobre essa parte dos chips, gostei muito da sua explicação! Obrigado!

      Ismah
      Veterano
      # 28/nov/17 23:22
      · votar


      Por coisas assim, eu sou mais fã de sintetizadores... Mas... Se tiver um Nord pra jogar fora, eu tenho uma lixeira ideal pra ele! hehe

      Wertys
      Membro Novato
      # 01/dez/17 11:38
      · votar


      Ismah acho que eu só daria fim nas minhas tranquerias tecnológicas se fosse por um belo Nord de 88 notinhas, e olhe lá!!!

      Ismah
      Veterano
      # 04/dez/17 08:19
      · votar


      Então... Ao vivo, eu não confio em tranqueiras tecnológicas. Hardware dedicado sempre é mais confiável.

      Wertys
      Membro Novato
      # 05/dez/17 12:27
      · votar


      Verdade Ismah. Mas não tenho medo pois meus hardwares são extremamente configurados e dedicados a isso.
      Não espeto PenDrive ninho de vírus, e nenhum outro pendrive de ninguém.
      Já tirei o drive de CD pra ninguém inventar de por CDzinho pra tocar.
      Não coloco joguinhos cheios de demônios...
      Não instalo trocentas versões do BAIDU.
      Não preciso atualizar anti-vírus, pois não tenho e não preciso.
      Não acesso o site de esporte por ele, pra não entrar nada de corinthians nele.
      Não entro em sites XXX +18.

      Enfim, o trato como o cérebro de um teclado.


      Mas só indico isso a poucos.

      Ismah
      Veterano
      # 06/dez/17 01:24
      · votar


      Hardware dedicado não é isso... Basicamente dentro de um teclado, temos um hardware desenvolvido unica e exclusivamente para aquilo. O software é desenvolvido em cima daquele hardware.
      Jamais vamos ter problema de incompatibilidade da placa de som com a mother board, jamais teremos erro de driver... Isso não existe. Se desenvolve TUDO em cima de um mesmo harware, o que o torna quase a prova de erros recorrentes num desktop. Já ouviu de algum teclado dar tela azul? Eu não.

      freitas_silva
      Veterano
      # 06/dez/17 19:28
      · votar


      Nunca ouvi falar de teclado com tela azul, mas já ouvi falar de teclado que trava no bootload, de teclado que queima placa, que deu problema no touch, que deu problema nas saídas e entradas de audio, de teclado ficou bugado depois de uma atualização de SO, etc.

      Em minha mínima carreira de músico, já vi mais vezes um teclado (hardware) deixar o músico na mão do que um notebook com problemas de compatibilidade ou erros no SO (que não fosse pela má gestão do SO pelo proprietário).

      A questão não é o que é melhor ou pior. Existe prós e contras dos dois lados. Assim como um teclado (hardware), se o proprietário cuida da "saúde" do seu sistema, gerencia bem os recursos de harware/sofware, atualizações e zela pelo equipamento, têm-se algo tão bom quanto qualquer workstation de 10 mil ou mais.

      Ismah
      Veterano
      # 07/dez/17 09:05 · Editado por: Ismah
      · votar


      Não sei se notou, mas eu dei minha opinião pessoal lá em cima... Depois corrigi a colocação do colega...

      Teclado travar mais que note? Tá... Papai Noel é só dia 24 e 25...

      Outro exemplo que eu vejo acontecer MUITO: alguma queda de tensão na rede, desconecta a interface i/o. E era um Mac com uma Apogee, não um Positivo com uma Behringela.

      RMota
      Membro Novato
      # 07/dez/17 15:10
      · votar


      Tudo é uma questão de prevenção. Não adianta o cara ter um teclado pica das galáxias ou um mac/win megaultrablasterpowerfudido se não investir em um bom nobreak, aí qualquer variação da rede põe o cara em apuros...

      Buja
      Veterano
      # 07/dez/17 15:14
      · votar


      um Positivo com uma Behringela

      https://ericanopolis.files.wordpress.com/2015/06/images1.jpg

      Wertys
      Membro Novato
      # 07/dez/17 15:25
      · votar


      Ismah obrigado por refutar a ideia a respeito de hardware dedicado. Quando disse que meu hardware era dedicado, estava querendo dizer que não o uso para nenhuma outra finalidade sem ser à música.

      Da mesma forma, obrigado freitas_silva pela ultima parte de sua observação, realmente é por aí.

      Desculpem a má forma de descrever as idéias e os deixarem em dúvidas quanto as minhas. Por estar no trabalho, as vezes gasto até umas tres horas pra conseguir redifir minhas idéias e poder postar!!!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Sampler x Teclados

      303.879 tópicos 7.863.284 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital