Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Dicas para quem quer comprar um teclado

      Autor Mensagem
      mano_a_mano
      Veterano
      # fev/05 · Editado por: mano_a_mano


      Bem... Esse é o meu primeiro tópico com dicas para algo... E provavelmente farei vários...


      DICAS PARA QUEM QUER COMPRAR UM TECLADO

      1) Antes de mais nada: você está começando na carreira musical, já está há algum tempo na estrada, ou já é um profissional avançado? Isso pode ajudar muito...
      _____________________________________________________________

      2) Se você está começando, procure um teclado que:
      - tenha um som de piano satisfatório - é por aí que geralmente se começa a aprender;
      - possua acompanhamento automático - assim você poderá começar sem susto;
      - permita trabalhar com dois sons ao mesmo tempo (dual) - algumas músicas exigem esse recurso;
      - seja fácil de operar;
      - não seja muito caro - pois é a partir de um instrumento assim que você vai decidir se continua ou não.

      SUGESTÕES: Yamaha PSR-190, Casio CTK-695, Roland E-38
      _____________________________________________________________

      3) Se você já toca há algum tempo, procure um teclado que:
      - possua um bom número de sons;
      - permita carregar outros estilos além dos que já vêm com o instrumento;
      - possa trabalhar com Dual e Split (separação de vozes entre as mãos);
      - possua um número razoável de recursos como gravação, Panel Memory etc.;
      - tenha uma boa relação custo/benefício.

      SUGESTÕES: Yamaha PSR-550, Technics sx-KN920, Roland EM-50, Casio CTK-811EX, GEM PK7, Fenix TB6150
      _____________________________________________________________

      4) Agora, se você é um profissional, procure um teclado que:
      - tenha uma quantidade considerável de sons + variações - de preferência, que também suporte os protocolos XG ou GS;
      - possua, pelo menos, 64 notas de polifonia;
      - permita criar seus próprios estilos, com muitas possibilidades de edição;
      - possa trabalhar com vários timbres ao mesmo tempo;
      - tenha ou não acompanhamento - muitos profissionais os dispensam, por tocarem em bandas, por exemplo;
      - possua sequencer com funções de edição;
      - dentre outros recursos.

      SUGESTÕES: Technics sx-KN5000, Yamaha PSR-3000, Roland G-1000, Korg i30, GEM SK76, Casio MZ-2000, Solton MS-100, Kawai Z-1000
      _____________________________________________________________

      5) Mas, se o que você procura é um bom substituto para um piano acústico, mas não pode torrar fortunas em pianos digitais sofisticados, aí vão outras sugestões: Yamaha DGX-205, Kurzweil SP76, Roland EXR-7
      _____________________________________________________________

      6) Se dinheiro não é o problema: Yamaha DGX-505, Kurzweil SP88x, Casio Privia PX-300
      _____________________________________________________________

      7) Se você é um profissional que busca alta qualidade sonora e um grande número de recursos, então o seu teclado deve ser uma workstation. Aí vão algumas sugestões: Roland XP-60/80, Roland Fantom XA, vários modelos da Korg (incluindo 01/W, Trinity, Triton, Triton LE, Karma, dentre outros), Technics WSA1, Yamaha Tyros (workstation com acompanhamento automático), Kawai K5000W, Kurzweil K2600, etc.
      _____________________________________________________________

      8) Se você toca em uma banda, o ideal é um sintetizador. Existem inúmeros modelos no mercado, mas aí tem algumas sugestões:

      a) Analógicos ou de modelagem analógica (com edição dos sons em tempo real): Roland JP-8000, Alesis A6 Andromeda, Korg MS-2000, Kawai K5000S, Quasimidi Sirius, Clavia NordLead, etc.;

      b) Digitais: Alesis QSx (6, 7, 8, 6.1, 7.1, 8.1, 6.2, 7.2, 8.2), Yamaha S03, Roland XP-30, Korg X5D, Korg N364/N264, Korg OASYS, etc.
      _____________________________________________________________

      9) Mas, se o que você quer são mais sons, e não mais teclas (isto é, se você já possui um teclado), prefira um módulo sintetizador (que é como se fosse um teclado, porém sem as teclas). Exemplos: Roland JV (1010, 1080, 2080), Alesis QSR, Kawai K5000R, Korg X3R, Roland SC-880, Alesis NanoSynth, Kurzweil MicroPiano (módulo de piano digital), etc.
      _____________________________________________________________

      10) Se você pretende trabalhar com computer music, existem vários sintetizadores em software no mercado (conhecidos como softsynths): Native Instruments FM7 (simulador de Yamaha DX7), Native Instruments ABSynth 3, Retro AS-1, etc. Estes podem funcionar como sintetizadores físicos (com uso de um teclado MIDI), e também com softwares seqüenciadores, como Cakewalk, Cubase, Logic, etc.
      _____________________________________________________________

      11) Se o que você procura não se encaixa em nenhum dos itens acima, ou você não tem idéia de onde começar, pode entrar em contato comigo via e-mail ou MSN: eliseu.carvalho@terra.com.br

      ROTTA
      Veterano
      # fev/05 · Editado por: ROTTA
      · votar


      mano_a_mano.

      O tema do tópico é excelente e o texto de abertura é bastante didático quando comenta os recursos. Parabéns!

      Penso que suas sugestões podem ser ampliadas, com muitos outros modelos. Só para citar alguns injustiçados, especialmente na linha de sintetizadores/workstations. Teclados célebres, tais como o Korg das séries Triton (mais nova) e Trinity (mais antiga) e os Roland das séries Fantom (mais nova) e XP (mais antiga), não foram citados. Tratam-se de modelos muito procurados e utilizados.

      Talvez o que devesse ficar claro para o usuário iniciante, quanto a equipamentos, são as categorias mais procuradas, e que foram muito bem definidas em outro tópico do fórum. Nem sempre está claro para o usuário o que é um workstation, um sintetizador, um arranjador ou ainda um piano digital. Enfim... dependendo do que se quer fazer, e do nível de conhecimento do tecladista, alguns modelos são mais indicados.

      Por exemplo, quando você comenta que "se dinheiro não é o problema: Yamaha DGX-505, Kurzweil SP88x, Casio Privia PX-300" está misturando um arranjador de 88 teclas (Yamaha) com dois pianos digitais, com teclas pesadas (Kurzweil e Casio). Tratam-se de teclados de categorias totalmente distintas.

      Abraços.

      Gutto
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      mano_a_mano
      Cara, este é o melhor topico que vi aqui nos ultimos tempos, já criaram um parecido com este aqui, mas muito ruim, olhe na busca pra ver, mas vc se superou com seus comentarios. PERFEITO!!!!!
      Parabéns!!!! Surpreendeu a todos aqui neste fórum com segurança, informação e conhecimento tecnologico, vc soube se destacar entre poucos e mostrou o seu alto nivel de interação com a tecnologia!!!!!
      Parabéns!!!!!! Sucesso para vc e continue assim!!!!

      Vinícius Augusto

      mano_a_mano
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Marco Alan Rotta

      Atualizei o tópico. Veja...

      mano_a_mano
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Gutto

      Valeu pelo apoio :-) Amanhã quero ver se faço algo parecido, com outras dicas para outras coisas...

      Gutto
      Veterano
      # fev/05 · Editado por: Gutto
      · votar


      Para ajudar o topico, complemento....
      Classificação de teclados

      Sintetizador: Teclado com alta possibilidade de edição de timbres/patches a partir de ondas sonoras, amostras de aúdio, podendo acrescentar efeitos ou não, mexer na equalização do timbre, na sensibilidade ou somente na timbragem em geral. Resumindo... O timbre fica com a sonoridade que vc desejar na medida das possibilidades e da tecnologia de edição oferecida pelo teclado, mais indicado para tecladistas que trabalham somente com bandas. O teclado desta categoria possui recursos para modificar as ondas, sejam elas geradas por ociladores, pcm ou samples como os VCAs VCOs VCFs, cuttoff, ressonancia, atack, delay e etc. É possivel até transformar um piano em um lead ou apenas personalizar o timbre com sua cara. Estão nesta categoria o Roland Xp10, Korg X5, Alesys Qs6, Yamaha S03, etc....

      Arranjador: São teclados que basicamente possuem timbres mais simples que os sintetizadores, não possuem editores de timbres e trabalham com ritmo e midi, ou seja, é um teclado no qual vc toca com ritmo e em sua maioria tbm executa arquivos midis pelos disquetes e etc. Mais indicado para o estudo musical ou para profissionais da noite, que tocam em eventos ou bares, etc. Existem categorias amadoras, q são aqueles q vc não pdoe criar seu proprio ritmo, e a categoria profissional ou semi-profissional, q são basicamente aqueles q vc pode programar e/ou criar seus ritmos. Nestas categoria podemos citar os profissionais e simi-profissionais: Yamaha PSR630-550-640-540-740-1000-etc, Yamaha Dgx305-505-etc, Roland EXR 5-EXR 7-etc, Technicks KN1500-KN1400-KN5000-etc. E os amadores Casio Ctk501-511-611 etc, Yamaha PSR210, PSS280 entre outros milhares.

      Workstation: Para simplificar mais sua descrição, é basicamente um sintetizador com sequenciador multi-pista, ou seja, possui a função de edição de timbres de um sintetizador, porém tbm possui o recurso que lhe permite sequenciar uma música em arquivo MIDI e executar os mesmos. Geralmente possui um sequenciador de 16 canais e é compativel com qualquer arquivo midi padrão GM, não trabalha com ritmos, só midi e timbres. Fora estes detalhes, um workstation pode trabalhar com samplers, ter acessorios adicionais como CDR-W, saída pra tv, conexão a internet, vavula para timbres, saída de audio digital, saida individual do canal de cada instrumento, etc. Geralmente são mais indicados para trabalhos de estúdio, porém, podem ser usados com função de sintetizador para bandas. Nesta categoria temos milhares de teclados no mercado, como exemplo: Roland XP80, Motiff Es, Motiff Rack, Motiff 6, Korg Extreme, Fanton X*, Korg Triton, Korg Trinity, etc.

      Workstation Arranjador: Uma nova categoria de teclados, q está em media a 2 anos no mercado, para ser pratico, são teclados que tem todas as funções de um sintetizador, porém são superiores pois possuem sequenciadores e outras demais funções como saida USB, conexão a internet, saida de video, gravdor de Cd USB, conexão com Memoria USB externa e etc, e poderosos editores de timbres, além de alguns modelos possuirem enfase de sampler e nuances nos timbres (EX: MVT), por isso estão na categoria de Workstation, e são arranjadores por possuirem as funções de um teclado arranjador, geralmente mais encorpado e com mais funções do que um teclado arranjador simples, tipo, mais bancos de ritmos-timbres-pads-etc e ritmos mais completos e com mais qualidade que os teclados arranjadores simples. Estes teclados são indicados tanto para estudio como para profissionais de eventos. Nesta categoria temos destaques no mercado: Korg PA80-60-50, Yamaha PSR3000-1500-2100-1100, Roland G70 e Yamaha Tyros.

      Espero ter contribuido e que desta vez não haja mais duvidas sobre as categorias!!!!
      Abraços a todos e Sucesso!!!!!
      Boa Sorte!!!!
      Vinícius Augusto
      Web Site Pessoal
      MSN: viniciusaugustomusic@hotmail.com

      ROTTA
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Gutto.

      Quando você diz que os "workstations/arranjadores são teclados que tem todas as funções de um sintetizador" eu complemento: nem todas. Um bom sintetizador (sem considerar os analógicos) permite que você crie um timbre a partir de formas de onda nativas, aplicando a estas filtros, modulações e efeitos. Depois de criados estes timbres, em alguns modelos ainda é possível sobrepor estes entre si e criar performances ainda mais completas.

      Dos modelos que você citou na categoria eu já testei o Yamaha PSR-3000 (que eu sei que você tem), o Roland G70 e o Yamaha Tyros. Em todos eles, a biblioteca de timbres é excelente. Mas, segundo os próprios sites dos fabricantes, não possuem a edição dos timbres no nível citado no parágrafo anterior. Não estou dizendo que não possuam edição de timbres, pois possuem e ela é um grande avanço quando comparados com arranjadores simples. No entanto, um sintetizador ainda é mais versátil na criação de timbres (possui aplicação de filtros TVA e TVF, por exemplo, entre tantas outras funções).

      Agora falando genericamente das categorias citadas, acho que a mais ameaçada delas é a dos workstations. Digo isto porque o uso do computador para sequenciar música é cada vez mais freqüente, e ter estas funções em um equipamento distinto deixou de ser uma grande vantagem. Mas posso estar enganado.

      Abraços.

      ROTTA
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      mano_a_mano.

      Na parte dos softsynths eu citaria ainda o Native Instruments B4, um dos melhores simuladores de Hammond que eu conheço.

      Abraços.

      Gutto
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Marco Alan Rotta
      Quando você diz que os "workstations/arranjadores são teclados que tem todas as funções de um sintetizador" eu complemento: nem todas. Um bom sintetizador (sem considerar os analógicos) permite que você crie um timbre a partir de formas de onda nativas, aplicando a estas filtros, modulações e efeitos. Depois de criados estes timbres, em alguns modelos ainda é possível sobrepor estes entre si e criar performances ainda mais completas.

      Os teclados por mim citados, possuem todas as funções por vc destacada, agora para complemento e desencarno de conciencia, vamos falar o basico da fun~ção sinth do PSR3000: O teclado tem os timbres funcionais retirados da linha S Yamaha, tendo inclusive um editor com ampla edição (Sound Creator), baseados em sistemas de edição identicos aos motiff, tendo uma comparação de sintese superior aos teclados consagrados da linha S Yamaha, e com funções de destaque para edição como: Toch Sense, Octave, Polifonia de timbragem mono ou poly, Portamento Time, Filter, Amplitude, LFO com sintese individual de PM0D - FM0D - AM0D, Sistemas de Filter com frequencias Bright e Harmonia individuais, EG com sintese individual de Attack - Decay - Reles - Ressonância, Vibrato com síntese individual de Depht - Speed - Delay, Edição de Reverbe Depht apartir do padrão que escolher, Edição de Chorus Depht apartir do padrão que escolher, DSP Defht e Sustain painel ativo pelo quantidade de efeito que queira em cada instrumento,DSP ativo e editado por paramentros de Categoria - Tipo - Variação - Value - etc, Equalização com frequencia ativa indidual de graves-agudos-medios para cada timbre de edição, tendo ainda destaque a equalização ativa por ganhos (gain).

      Espero ter esclarecido, q toda minha descrição sobre teclados Workstation Arranjadores acima estão corretas!! A explicação acima por mim dada é claramente verdadeira e válida!!!!!

      Boa Sorte e sucesso!!!!
      Vinícius Augusto

      ROTTA
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Gutto.

      Se tem tudo isto então é sim. :-)
      Abraços.

      Gutto
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Marco Alan Rotta
      Se tem tudo isto então é sim. :-)
      Abraços.

      Tem tudo isso e muito mais edições de equalizer, efeitos timbristicos e rusticos, além de edição por frequencia indiviual e efeitos de complemeto. Tudo isos no PSR3000, já o G70, parece ter um pouco mais de coisa, porém o Pa80, já é ais resumido, mas ainda encontra-se nesta classificação!!!!!

      Valeu amigo, abraços e boa sorte!!!!

      Gutto
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Marco Alan Rotta
      O G70, trabalha com gravação de sampler, não tão boa qt o Fanton, mas é de grande ultilidade para as gravações!!!!!

      abraços e Boa Sorte!!!!

      ROTTA
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Gutto

      O G70, trabalha com gravação de sampler.

      Eu vi e testei. Funciona bem, mas não é nada fenomenal.
      Abraços.

      Gutto
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Marco Alan Rotta
      Eu vi e testei. Funciona bem, mas não é nada fenomenal.
      Abraços.

      Concordo, quem quer algo fenomenal ficará com um Fanton X8, ou um Korg Extreme, eu ainda acho q pelo valor de um G70, seria melhor comprar um Fanton X8 ou um Korg Extreme e comprar um PSR1000 para trabalhar com ritmos, porém ligado via midi com os teclados citados.

      Abraços!!!

      mano_a_mano
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Eu acabei de publicar um novo tópico, agora com dicas de combinações de sons. Vejam...

      mano_a_mano
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Sr. moderador: se você tiver como colocar este e aquele meu outro tópico "Dicas de combinações de sons em teclados arranjadores e workstations" no stick (ou, ainda, juntá-los em um só e fazer o mesmo), ficarei grato...

      ROTTA
      Veterano
      # fev/05 · Editado por: ROTTA
      · votar


      Gutto
      eu ainda acho q pelo valor de um G70, seria melhor comprar um Fanton X8

      Apoiado. Acho que comentei em outro tópico que fiquei "caidinho" pelo X8, especialmente pela mecânica das teclas. Até tinha a grana, mas como não estou tocando profissionalmente achei que seria investimento demais para "brincar". Mas é um equipamento de babar...

      Abraços.

      mano_a_mano
      Veterano
      # fev/05
      · votar


      Marco Alan Rotta
      Ah sim, o Fantom X8... Eu vi um hoje no centro de POA... Ele é ffffffffeeeeeeennnnnnnnooooooooommmmmmmmeeeeeennnnnnnnaaaaaaaallllllll ...

      andrezinhodoforo
      Veterano
      # jun/05
      · votar


      olá qual a diferença do teclado analogico para o digital

      ThePrinceOfArrocha
      Veterano
      # jun/05
      · votar


      olá qual a diferença do teclado analogico para o digital

      Analogico, os sons são reproduzidos ou gravados por formatos magnéticos (Tascan - Fita de rolo - Umatik - Dat), existe algumas impedancias de ruídos, geralmente ficando entre 5% a 40% da qualidade de gravaão!!!!!

      Digital, são sons reproduzidos ou gravados por frequencia sonora (Md - Dv - etc), deixando a quantidade de ruídos ativos entre 0% a 5% da gravação!!!!!!! São os chamados sons limpos!!!!!

      A mesma coisa acontece com a classificação dos tecaldos, se for basear os timbres!!!!!

      mano_a_mano
      Veterano
      # jun/05
      · votar


      andrezinhodoforo
      ThePrinceOfArrocha
      Valeu por ter "ressuscitado" o meu tópico, hehe :-P

      Giancarlo-SSA
      Veterano
      # out/08
      · votar


      mano a mano se ofereceu para tirar duvidas e sou muito grato, porem, isso foi em 2005! e o email não mais está ativo!
      o problema é o seguinte: este topico está desatualizado...

      estudo canto e começarei a estudar composição e regencia, e, dentro de uma óbvia convergencia, piano tambem. Meu professor de teoria diz que nao recomenda aprender piano em um teclado, mas um piano digital Yamaha P85 (o mais barato) está em 2400,00!
      entao penso que seria melhor mesmo começar por um teclado arranjador (minha intenção futura é reger um coral, por ex...)
      o que me sugerem, levando as intenções de uso e a necessidade de estudo?
      Apesar das pretensões bem ambiciosas, sou novato em tudo, só no canto tenho alguma experiencia...

      Agradeço muitissimo qqualquer sugestao!

      um-tecladista-thiago
      Veterano
      # out/08
      · votar


      uma soh coisa o resto e otimo,os teclados não são recomendados são muito ruins

      Giancarlo-SSA
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      grato!

      tecladoprofusao
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      Giancarlo-SSA
      Tem os da série Privia da Casio. O PX120 (meio difícil de achar) é só piano puro e o PX 320 é piano e arranjador. São mais baratos que os da Yamaha.

      Fenix e Medeli, no geral, são ruins. Devem haver exceções, mas não conheço.

      De arranjador acho que o PSR S550 tá bem interessante, dá pra montar ritmos.

      Se vc não precisar de ritmos:
      Tem tb o MM6 e o S03, da Yamaha, e o Juno D, da Roland, são "semi-sintetizadores", ou algo assim, com bom custo/benefício.
      O X50 da Korg é um pouquinho mais caro, mas tem um som bem encorpado. E é menor e mais leve.

      Giancarlo-SSA
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      agradeço, mas pelo preço dessas opções, penso que seria mais interessante um piano yamaha p85...
      a grande dificuldade é achar yamaha em 10x sem juros e frete gratis como acontece no submarino.com.br...

      DQueiroz
      Membro Novato
      # 30/jul/16 11:36
      · votar


      Oi gente, essa é minha primeira vez aqui no forum, desculpe desde já se eu fizer algo contra as regras, ainda não tive tempo de decorar todas, mas é o seguinte, levando em consideração o tema do tópico "Dicas pra quem quer comprar um teclado" eu queria saber algo:

      Não sei tocar teclado ainda, sou guitarrista e contrabaixista, tenho noção básica de piano tipo as notas fundamentais C, D, E, F, G, A, B mas sem nenhuma pratica em ritmos aplicáveis no teclado, nem sei se é assim que fala, na guitarra chamamos de batida ou levada... mas enfim, tenho pesquisado vários teclados no segmento do meu interesse que é algo suave para tocar musicas do tipo gospel e ainda mesclar algo mais para o lado eletrônico... entre todos eu vi 2 que me chamaram atenção... os teclados xw-p1 da casio e o psr e443 da yamarra... ao pessoal que entende bem mais que eu dessa área, qual seria melhor pra eu começar levando em consideração que ambos tem um custo beneficio acessível mas para eu aprender e ter um instrumento ao qual não tenha que vir trocar logo qual seria a melhor opção e pq dessa opção? Sei q a decisão é minha mas ouvir conselhos sempre é bom. Fico grato se alguém responder e peço que não ironizem pois sou novato aqui é só perguntei pq quero ajuda e não briga. abraços a todos.

      fernando tecladista
      Veterano
      # 31/jul/16 20:51 · Editado por: fernando tecladista
      · votar


      Os dois são bons mas em segmentos diferentes, o casio eu tenho um, é um teclado que você vai editando os timbres, então precisa ir conhecendo os parâmetros com o tempo, pensando em uso de banda acho este bem melhor
      Esse é um teclado pra ir lapidando, deixar com a sua cara
      não é de colocar arquivo de playback ou ficar baixando ritmo, é um teclado pra mexer e fazer as coisas nele
      precisa ligar em ampli

      O yamaha é aquele teclado onde tudo de cara já vem pronto, e caso deseje revender, tem saida mais facil, e falantes pra estudar em casa

      Calime
      Veterano
      # 31/jul/16 23:37
      · votar


      Marcando

      fernando tecladista
      Veterano
      # 01/ago/16 09:11
      · votar


      Calime
      fiz um edit ali no segundo paragrafo, digitei pelo tablet e agora vi que ficou estranho, acertei

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Dicas para quem quer comprar um teclado

      303.310 tópicos 7.849.534 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital