Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Roland JU-06 - Mini review

      Autor Mensagem
      silvG8
      Veterano
      # 23/mar/17 06:30 · Editado por: silvG8


      A Roland lançou no final de 2015 a série Boutique, com recriações de excelentes instrumentos analógicos, mas usando a tecnologia ACB, que basicamente recria todo o circuito original em codificação digital.

      O resultado, eu já havia experimentado com os dois SH lançados na versão VST (na verdade testei a AU no Mac). Gostei bastante do que ouvi...

      Ano passado tive o primeiro contato com eles em uma viagem ao exterior, e até comentei em um tópico aqui. Me pareceram demasiadamente pequenos e frágeis, e meu teste rápido nos monitores da Sam Ash não fizeram jus aos pequenos módulos.

      De qualquer forma, acabei decidindo investir em um depois de ouvir algumas boas demonstrações do System-8.

      Ao mini review...


      O que é?
      O JU-06 é uma emulação digital do Juno-106 com 4 vozes de polifonia, sem muita invenção de moda.


      Construção
      O módulo é pequeno (cerca de 30 cm), parte anterior em metal, base em plástico, botões e sliders firmes e com boa resistência. Os leds, tanto nos botões quanto slides, são bem nítidos e o visual é bem singular para um instrumento tão pequeno.

      Pitchbend e modulation são feitos com fita e possuem um feedback iluminado na lateral. Existe um pequeno amplificador com uma qualidade até razoável para pequenas brincadeiras.

      Na traseira, conexão MIDI normal, mas as de áudio são P2 (in, out e phones), o que acho uma merda. Pode ser alimentado por pilhas AA (x4) ou micro-USB, que fornece MIDI e áudio para o computador.

      Parece feito para durar até mais do que a linha AIRA.


      Som
      Isso é muito subjetivo, mas uma coisa precisa ser dita: o som é 95% (ou mais) do que já ouvi do Juno-106 e anteriores em vídeos no YouTube.

      Coloquei um vídeo com o Juno-106 tocando alguns presets e pude copiar 100% dos sons de forma quase idêntica. A diferença que existe é basicamente do drift que ocorre nas vozes analógicas. Vejo o JU-06 como um Juno-106 zerado, onde tudo estaria perfeitamente calibrado.

      De qualquer forma, é estranho perceber que ele tem o peso e uma certa instabilidade dos analógicos. Não diria que é como um analógico de verdade, pois falta um "Q" de graves e drift, mas também não é um VA comum. Engraçado que o som também é melhor do que o VST disponibilizado no Roland Cloud...

      E o som.... é o de um Juno analógico. Incrível.


      Qualidade da emulação
      Não sou nenhuma autoridade, mas percebe-se que tudo foi feito com esmero.

      Fazer um sweep com o filtro manualmente soa analógico, sem stepping, sem aliasing.

      O oscilador único do JU-06 também parece muito bom, bem longe de outros VA que já usei. Nos graves tem mais peso que o Minilogue por exemplo. O PWM é o melhor que já ouvi de um digital. Tem um ligeiro aliasing nas frequências mais altas, mas não toco para morcegos. O Chorus é igual (IGUAL).

      Pensaram em realmente criar a sensação de estar usando um Juno. Até escolher os presets é parecido... bank depois patch, com 8 bancos de 8 sons.

      Quem tem interesse, lembrar que é realmente uma recriação, sem muitos extras... o HPF é variável (diferente dos switches do 106) e o LFO possui rate maior. Tem um delay digital, até razoável. Sequencer de 16 steps, bem básico.


      Em uso
      Os controles pequenos podem ser um problema. Imagino que alguém com uma mão gordinha vai ter sérios problemas para fazer aquele ajuste fino de alguns parâmetros.

      Me adaptei rápido, toda hora surgem novos sons inspiradores, e a todo momento me sinto usando um Juno-106 de verdade.

      Na parte chata, está editar alguns parâmetros do próprio instrumento, que dependem de combinações de botões (visto a limitação de espaço na interface). Isso é um problema para o portamento por exemplo.

      Quando conectado apenas com o fone no plug do próprio instrumento, o chorus pode gerar um feedback meio estranho no fone (nas condições mais extremas de uso do filtro), mas quando o áudio é ouvido através por USB-audio, tudo parece normal e não se ouve isso. Pode ser do meu headphone (18-30000 Hz).


      Prós
      - Soa como um Juno-106
      - Portátil
      - Controles para todas as funções no painel
      - Áudio e MIDI por USB
      - Bem construído*

      Contras
      - Controles pequenos
      - Aliasing/feedback do chorus no fone
      - Entradas e saídas P2
      - Sequencer limitado - preferia um arpejador
      - Base de plástico*



      Compraria novamente?
      Cara...... com certeza!

      waltercruz
      Veterano
      # 23/mar/17 10:53
      · votar


      Que belo review!

      Confesso que num primeiro momento não botei fé no equipamento pelas razões que todos conhecem: parecer mais um brinquedo do que algo sério.

      Mas pensando aqui com meus botões, apesar de ver muita gente fã de hardware reclamar por causa do tamanho, por causa de não ter teclas, vejo que ele é um excelente complemento pra um estúdio, adicionando timbres de qualidade, sem ocupar espaço, sem ser um estorvo.

      Provavelmente compraria um se tivesse dinheiro, hehe. O software da Roland é bem bom, único porém é que usa muita CPU. Mas isso não seria um problema no JU-06.

      fernando tecladista
      Veterano
      # 23/mar/17 15:44
      · votar


      Tive a oportunidade de testar varios módulos, lá não é um lugr bacana pra testar, porem mesmo assim gostei de todos, porem achei menores demais, seria uma linha pra ser fora dessa abordagwm de mini

      silvG8
      Veterano
      # 23/mar/17 18:39
      · votar


      waltercruz
      Exatamente isso que escreveu no segundo parágrafo. É justamente por ser tão diminuto que pude colocar no meu arsenal sem pensar muito. É um aditivo de timbres magnífico par qualquer setup, com a vantagem de ser uma interface de áudio USB, com a vantagem de ainda não consumir performance do PC.

      4 vozes não é exatamente o ideal, mas overdubbing está aí pra isso mesmo. ;)


      fernando tecladista
      Eu era contra essa leva mini até adquirir o primeiro Volca. Tecladista sofre com a falta de portabilidade dos instrumentos. Aqui em casa mesmo, o Little Phatty, visto como um instrumento pequeno, pesa 10 kg (!!!!!!!!!). Pegar um Volca com pouco mais de 400 g e carregar pra onde quiser e fazer música, não tem preço.

      Esse Roland JU-06 me ofereceu os sons que eu queria numa embalagem portátil e aparentemente bem construída. No JU, diferente dos outros dois (JX e JP), os sliders não são tão pequenos e por isso não vi muito problema, mas reconheço que pra quem tem uma mão mais robusta, é complicado.

      O fato de ser um módulo também me agradou muito, por não estar preso àquele teclado mini tosco que acompanha os Boutique.

      Casper
      Veterano
      # 23/mar/17 18:56
      · votar


      Caro silvG8:

      Bela análise do instrumento. Daqui a pouco
      o senhor vai ter que comprar uma mesa NEVE
      de 64 canais para ligar todos seus brinquedos...

      ...por não estar preso àquele teclado mini tosco...

      Eu não tive contato "ao vivo" com o tecladinho,
      mas parece mesmo bem tosco.

      silvG8
      Veterano
      # 23/mar/17 20:07
      · votar


      Casper
      Obrigado!

      Então, já estou com esse problema. Sempre que vou gravar alguma coisa já tenho que pensar em como conectar tudo. No geral, tenho usado um mixer de 6 canais conectado na Scarlett 2i2, + 2 entradas do Elektron A4, e agora, mais uma entrada no JU-06 P2 stereo.

      Ainda assim, faltam cabos...... hahahaha!


      Gravei uma pequena experiência com o JU-06 agora à pouco... como não tomei muito cuidado com o volume, deu uma leve clipada na hora de criar o .mp3, mas nada que comprometa a idéia que era mostrar a sonoridade do instrumento. O chorus está ligado quase que por toda a demonstração.

      Um bom e velho synth noodling.......... sem muita coisa musical, mas demonstro os sons tocados de uma forma mais normal.

      https://drive.google.com/file/d/0B2OqukjzMyhLZ3JqT2V3cl92ZWM/view?usp= sharing

      Casper
      Veterano
      # 24/mar/17 10:53
      · votar


      Caro silvG8:

      Então, eu tenho muito menos equipamentos que
      o senhor e não consigo ligar tudo ao mesmo tempo.
      E meu mixer tem o dobro de entradas que o seu.
      Fora a doideira que é o MIDI.

      Essa é a merda de insistir em hardware.

      Synth-Men
      Veterano
      # 24/mar/17 15:31
      · votar


      Ah! Juno 106 e suas belas facetas.

      Este synth já fez de tudo em tudo quanto é banda. De ruídos a electric pianos.


      Olha ai: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-833762124-roland-juno-106-_JM

      Tá aqui na minha cidade e estava afim de arriscar, pois ainda hoje o J-106 ainda tem jeito, mesmo no Brasil.

      silvG8
      Veterano
      # 26/mar/17 11:32 · Editado por: silvG8
      · votar


      Casper
      Ligar tudo ao mesmo tempo realmente pode ser um problema. O que acabo fazendo é rotear coisas por várias interfaces de audio, e ainda assim o Mac consegue dar conta sem atrasos no som.

      Basicamente:
      3 stereo ou 6 mono no mixer -> 2i2;
      1 stereo ou 2 mono no A4;
      1 stereo no Rytm;
      1 stereo P2 JU-06;

      Já deu um mínimo de 6 instrumentos + os que já são instrumentos (Elektrons e JU-06). A maior parte dos meus instrumentos são mono, então tenho entradas até demais. O negócio é espaço físico pra ligar isso tudo junto!


      Synth-Men
      O Juno-6/60/106 é um instrumento incrível. Realmente, a simplicidade atrai muito quando se leva em conta o que tem ali na mão. Eu olhei esse 106, mas pensei bem e achei não valer o esforço pra consertar, até porque estou num lugar onde é difícil conseguir um bom técnico pra ajudar.

      Eu fiquei apaixonado pelo pequeno Boutique. É fácil de carregar, tem uma sonzeira, e me soa suficientemente similar.



      A questão agora é: será que me livro de alguma coisa menos utilizada ou fico acumulando?? :)

      silvG8
      Veterano
      # 26/mar/17 11:34 · Editado por: silvG8
      · votar


      Todos
      Gostaram do audio? Curioso pra saber o que o pessoal pensa do som dele...

      Será que ficaria legal um vídeo fazendo essas alterações com o som do JU?

      Vi alguns no YouTube mas as pessoas não abordam muitos os sons que eu gosto de usar. Esquecem de usar o envelope de formas criativas, exploram pouco uma região sonora.

      É algo que as pessoas gostam? Ver gente brincando no sintetizador pra dar uma idéia do som??

      Synth-Men
      Veterano
      # 27/mar/17 09:58
      · votar


      Vou sim meu caro!

      Achei muito consistente para um circuito tão pequeno.

      Como dizem os gringos: Um timbre gordo, com bastante gordura. Se não pensar no verdadeiro J-106, é perfeito.

      silvG8
      Veterano
      # 27/mar/17 21:13
      · votar


      Synth-Men
      Compartilhe o andamento da coisa então! E se chegar, faça um review moderno do bicho. Super curioso! :D

      Eu obviamente gostei bastante do som, mesmo sabendo que não se trata do instrumento original - embora acredite que a semelhança é incrível e que em uma mixagem é como se viesse do original.

      Todos sabemos que usar o original é melhor......... nada substitui a imponencia e experiencia de tocar um instrumento como um Juno-106.

      Synth-Men
      Veterano
      # 28/mar/17 08:12
      · votar


      Putzs!

      O cara finalizou o anuncio do Juno 106. Não peguei. Ele estava negociando com um monte de gente ao mesmo tempo e acabou virando leilão.

      Agora tá mais raro, mas até os anos 2000/2005 aparecia muitas relíquias vintages aqui no RJ. Estúdios renovando equipamentos, tiozões desmontando quartinho de ensaios ou vendendo presentes da juventude. Mas ainda tem. Vi muita coisa boa por aqui.

      Minha prima está gravando em um estúdio que tem um Oberheim Matrix 6 e está sendo utilizado no CD da igreja dela. Fiquei doido quando vi.

      O ideal é pegar na mão dos próprios donos, os lojistas daqui são sedentos por vintages. Depois que chegam nas mãos deles o valor quadruplica ou fica quase impossuível, pelo custo beneficio.

      silvG8
      Veterano
      # 29/mar/17 19:42
      · votar


      Synth-Men
      Sim... esse tipo de instrumento só pegando da mão do dono, e olhe lá!

      Meu maior receio é ter que fazer uma manutenção devido a qualquer problema que matasse as vozes do bicho. Moro no ES e aqui é complicadíssimo arrumar alguém que saiba resolver esse tipo de coisa sem cobrar uma pequena fortuna.



      Casper
      Curioso pra saber o que pensa do som compartilhado. :)

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Roland JU-06 - Mini review

      302.056 tópicos 7.823.965 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital