Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Yamaha MM6 - [Tópico Oficial]

      Autor Mensagem
      wenderson
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      existe ritimos ou seja paterns para ele na net e da para salvar no pen drive e passar para memoria performance ?

      wenderson
      Veterano
      # mar/08 · Editado por: wenderson
      · votar


      78

      kazu keyboard
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      o mm6 tem portamento (é uma coisa q me interessa muito), se nao tiver vou comprar um modulo tx7 e socar nele...

      kazu keyboard
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      ou pegar aquele labolida brasileiro....sera q é uma boa escolha

      kazu keyboard
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      qual é a quantidade especifica de piano acustico, ep´s e organ (de fabrica)?...na verdade o q me interessa mais sao os acusticos...

      kazu keyboard
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      up

      vmanzoni
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      kazu keyboard
      pra q isso? [1]

      [:o]

      Jonathas Lacerda
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      qual é a quantidade especifica de piano acustico, ep´s e organ (de fabrica)?...na verdade o q me interessa mais sao os acusticos...

      no início deste tópico, vc encontra um manual para download do MM6. Lá tem informações mais completas, inclusive sobre a quantidade de timbres.

      JeffersonX
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Jonathas Lacerda
      Eu tinha baixado o manual dele. Uma coisa que achei legal é quantidade de synth. Pena que não tem tanta edição. Agora vi que só tem 2 harpsichord... Pouquinho hein? hehe

      E esse Mega Voice? São todos os timbres que tem ou apenas alguns como guitarra? Piano também tem?

      Jonathas Lacerda
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Pena que não tem tanta edição.

      Verdade. Mas tem uma porrada de efeitos... Dá pra se virar!

      Agora vi que só tem 2 harpsichord

      Realmente. Mas o primeiro, o Patch 7, tem um peso legal. Dá uma mexida nos knobs q ele fica massa. Em compensação, viu a quantidade de Clavis? São 5 ou 6. Os timbres do banco Ethnic são show de bola. Exceto os GM, que apesar de boa qualidade, não chegam aos pés dos novos.

      E esse Mega Voice? São todos os timbres que tem ou apenas alguns como guitarra? Piano também tem?

      Só em alguns.

      claver_keys
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Os timbres são exelentes...
      As guitarras principalmentes,a guitarra com Wah Wah é show,eu toco numa banda de reggae,e to tomando os solos so guitarrista..kkkkk

      Eu estava em dúvida dele e o S03,e não me arrependi,quem tiver em dúvida pode comprar com segurança é ótimo equipo,agora pra tocar com banda claro.Nos timbres de corda se esculta até a batida dos dedos nas cordas abafando,é pra quem usa orgão como eu é um prato cheio,muito bom mesmo.

      JeffersonX
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Bacana!
      E dá pra salvar as alterações feitas pelos Knobs e efeitos?

      Jonathas Lacerda
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      E dá pra salvar as alterações feitas pelos Knobs e efeitos?

      dá sim.

      claver_keys
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Salva tudo,só é apertar o botão store junto com o banco desejado..
      Inclusive se por exemplo vc salva um timbre e seu Split tem um baixo por exemplo,qndo vc abrir o banco,ja vai ta o baixo lá.
      Fácil acesso,e controle em mãos,pra quem disse que da trabalho mudar de timbre pode ter certeza que isso não acontece,é tudo muito rápido e simples.

      Pra quem reclamou do tamanho da memória pra musicas com um Pen drive é possivel carregar até 400 músicas nele...hehe

      JeffersonX
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Jonathas Lacerda
      claver_keys
      Legal! Achava que não dava pra fazer isso. E dá pra salvar quantos timbres? Dá pra salvar também no pen drive? E quanto aos efeitos? Dá pra aplicar quantos?

      Ah, e uma dúvida. Eu estou mais acostumando com sintetizador da Roland. Então vou comparar algumas coisas pra facilitar meu entendimento OK? É o seguinte, em um Roland tenho o modo Patch onde é o patch/timbre propriamente dito, e também o modo Perform onde o teclado funciona como um módulo multimbral com 16 partes MIDI. Lá posso deixar pré definido 16 timbres pra cada performance e na hora de trocar de timbre, é só apertar o botão da parte a ser controlada, sem corte de som na hora da troca.

      No Yamaha MM6 tem algo parecido com esses modos? Quais são os modos? Dá pra deixar os timbres pré selecionados para fácil troca assim em um modo como esse Perform ou tipo em bancos de timbres? Corta o som na mudança?

      E quanto ao sequencer? Dá pra, por exemplo, deixar ele "engatilhado" pra quando eu começar a tocar, ele iniciar sozinho assim que eu pressionar a primeira tecla? Posso também configurar para, por exemplo, o sequencer em um MIDI tocar a parte 5 em um módulo via MIDI OUT?

      Question Bomb!!!!!!! Wooooooooooooooowwww hehehehe

      Eu baixei o manual da Yamaha, mas achei ele bem fraquinho e pouco explicativo....

      Jonathas Lacerda
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Legal! Achava que não dava pra fazer isso. E dá pra salvar quantos timbres? Dá pra salvar também no pen drive? E quanto aos efeitos? Dá pra aplicar quantos?

      No teclado, dá pra salvar 64 (8x8 bancos)
      Dá para fazer backup no pendrive sim. Não sei se dá para salvar com nomes diferentes (para criar vários bancos 8x8).

      Ah, e uma dúvida. Eu estou mais acostumando com sintetizador da Roland. Então vou comparar algumas coisas pra facilitar meu entendimento OK? É o seguinte, em um Roland tenho o modo Patch onde é o patch/timbre propriamente dito, e também o modo Perform onde o teclado funciona como um módulo multimbral com 16 partes MIDI. Lá posso deixar pré definido 16 timbres pra cada performance e na hora de trocar de timbre, é só apertar o botão da parte a ser controlada, sem corte de som na hora da troca.

      Numa analogia, ele tem o modo "patch" onde ficam os timbres de fábrica. Divididos por sessão, por exemplo, nos PIANOS, vc tem 8 botões a disposição para escolher 8 patchs de Piano. O mesmo para as outras sessões, como Organ, EPs, Ethnic entre outros. Não sei te informar se dá para alterar eles.

      No modo Performance do MM6, vc tem 8x8 bancos para programar do jeito que quiser.

      Dá pra, por exemplo, deixar ele "engatilhado" pra quando eu começar a tocar, ele iniciar sozinho assim que eu pressionar a primeira tecla? Posso também configurar para, por exemplo, o sequencer em um MIDI tocar a parte 5 em um módulo via MIDI OUT?

      Vc deve estar falando daquela função Sync Start né? Não sei lhe informar, pois os testes q realizei no MM6 não foram relativos ao sequencer. Mas no painel frontal do MM6 tem um botão chamado Sync Start. Não sei se funciona só com os Patterns, ou se funciona com as sequencias de usuário. Quando ao sequencer enviar mensagens no MIDI OUT, também não sei informar.

      caesar
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Caros amigos,
      Tenho uma duvida cruel, mas que as pessoas entendidas em teclados podem responder numa boa.

      Que sera melhor para um tecladista com pouca experiencia, mas muita vontade de progredir, um Yamaha MM6 ou um Modulo Roland JV1010??

      Ajudem esse pobre - de grana mesmo - iniciante!

      Um abraco

      caesar
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Caros amigos,
      Tenho uma duvida cruel, mas que as pessoas entendidas em teclados podem responder numa boa.

      Que sera melhor para um tecladista com pouca experiencia, mas muita vontade de progredir, um Yamaha MM6 ou um Modulo Roland JV1010??

      Ajudem esse pobre - de grana mesmo - iniciante!

      Um abraco

      Jonathas Lacerda
      Veterano
      # mai/08 · Editado por: Jonathas Lacerda
      · votar


      Upzinho com um post interessante que achei do MM6 na comunidade do MM6 e MM8 no Orkut.

      O cara teve um MM6, fez up num MO e depois fez up no Motif XS. E depois comprou novamente o MM6 para situações de emergência.

      Tá bom, vou parar de enrolação e postar o "review" do cara.


      ---------------------------------------------------------------------- -----------
      Perfil de Michael, autor do mini review

      Adquiri o MM6 pela segunda vez, pois anteriormente havia vendido o meu para adquir o MO6, que semana passada vendi pra comprar um Motif 6 XS. Comprei o MM6 novamente pra levar para os estúdios quando faço produção e pra ensaios, temendo a chance de roubos e estragos desnecessarios no Motif.

      Explicações a parte, sou pianista desde os 6 anos de idade, e aos 12 obtive meu primeiro teclado, e sempre trabalhei com produção, gravação e shows, e posso com alguma experiência falar que a Yamaha sempre jogou na frente nos seus equipamentos, isso vem do lendário DX7(tenho um) e de toda a sua linha no passar dos anos.

      A Yamaha sempre teve ótimos teclados. Sempre acompanhando o crescimento e o desenvolvimento musical, como a linha W e EX (complicados porém muito bons), Stage pianos e como vejo muita gente postar aqui, os arranjadores famosos PSR... Porém, desde o lançamento da linha Motif, os preços realmente saíram de um patamar "popular" para avançarem ao nivel profissional, porque é um investimento ter um teclado desses se você não obtiver retorno, e é aí que entra o MM6.

      A linha Motif é uma família de teclados da Yamaha, tendo o Motif (ES, Xs, Classic...) como a principal e mais completa, o MO6 & 8 (tive um) sendo um pouco abaixo, por não terem o sampler, e algumas funções a menos, sendo porém mais em conta financeiramente, e o MM6 como gerador de som e o mais barato e acessível modelo da família.

      É espantoso o preço de mercado dele, sendo que realmente ele contém alguns, eu disse alguns, timbres do Motiff (lembrem-se que eu tenho os 2), e muitas outras utilidades pra um teclado deste preço... É claro que quem compra um MM6 não está comprando um MO nem um Motif, mas sim um teclado da familia de sons, e com a mesma qualidade deles.

      Ao aquirir um MM6, você terá um conjunto de Gerador de som, qualidade Yamaha linha Motiff, controles em tempo real em Knobs, que transmitem em MIDI e controlam os VSTs (softwares de emulação de som no computador), um pattern player com bateria, baixo e acompanhamentos, o que não torna ele um arranjador e que serve de idéias, até muito boas para serem aproveitadas em pequenas produções, ou para diversão (teclado também serve pra isso né?), um ótimo arpejador, que inclusive transmite para o software/sequenciador (Cakewalk, Sonar, Cubase, Pro Tools, etc...) os padrões dele... Isso é uma ajuda enorme, quando você precisa de um feeling diferente num track, um banco de efeitos bem completo, porém este não é a mesma qualidade do Motif (Isso também ajuda quando você molha demais o timbre a modificar a qualidade, pois os efeitos não são muito limpos e geram um médio excessivo), e controle de pitch bender e modulation...

      Os timbres MEGA VOICES da familia Motiff estão nele, inclusive alguns dos pianos, porém, com o bom uso dos efeitos, ou seja, moderadamente, vc tira O MESMO SOM DO MOTIF, quem disser o contrário, é realmente alguém que não ouviu os dois juntamente, lembrando que a fonte onde vc ouviu, se não for a mesma, o som não será o mesmo, então vc pode comprar sem medo, vai ter o timbre de piano do Motif, não todos, mas alguns...

      As teclas não são ruins, porém não são as mesmas do MO, nem do Motif, mas são confortáveis e rápidas, com boa sensibilidade. Não esqueça que está pagando menos por isso também...

      Ele possui conexão MIDI in/out e USB, a qual vc pode ligar ele no seu computador e trabalhar com mais facilidade, podendo adquirir uma placa de som boa, mas barata, que não tenha MIDI IN/OUT... uma UA1 da M-audio q custa uma bagatela, recomendo a UA1FX por ter driver ASIO, além de poder ler e gravar no Pen drive suas MIDIS, o que ajuda quem toca sozinho ou acompanha um cantor(a), pois é só colocar e tocar, rápido e fácil.

      Ele é bem resistente, leve e bonito, o visor não é de alta qualidade, mas mostra tudo que vc tem que saber numa vez só, cumpre muito bem o papel...

      Ao comparar com o S03, ele é de outra linha, quem curte o S03 (eu curto), vai curtir o MM6, melhor que brigar é fazer um parzinho dos 2... MM6 não tem função SOLO, não fica monofonico.

      Então pra solo, tem os timbres bons, mas não aquela função de vc não embaralhar as notas... sugiro estudar mais arpegios (brincadeirinha, o efeito de SOLO é muito util, e se usa com portamento, que o MM6 não tem). Ao comparar com os PSR, ele não tem função perfeita de arranjador automático, isso é outra linha, alguns sons dos PSR foram aproveitados no MOtif, portanto estarão no MM6 que vc comprar, mas qual o problema da YAMAHA cambiar timbres que são produzidos por ela mesma??? Quem sai ganhando somos nós.

      Então, como sou fã da Yamaha, nota 11 pra este teclado, barato, bom, portátil, super bem equipado e além de tudo pode ser pelo preço o PRIMEIRO teclado de um amador, que já terá como seu Debut um instrumento extremamente pofissional.

      Quando ligado ao PA o som é muito bom, se vcs querem aquele som igual do Bert Smorenburg nas DEMOS, experimentem corta um pouco a região do médio e um pequeno ganho de boost no Sub grave, pois é isso q dá aquele peso e a sensação de profundidade no som da DEMO, notem q até a voz dele fica assim, podem conferir ouvindo as demos do BERT ao vivo, q a voz dele não é tão encorpada, portanto o EQ da sua mesa de som, aparelho de som, ou sei lá faz bem este papel.

      Aproveitem bem o CUBASE q vem com ele, Hiperferramenta de criação e interagem 100% com o MM6, MO e Motif.

      Bem, to muito feliz com o Motif, me despedi do companheiro MO6 e trouxe mais um MM6 pra interar meu setup.

      Abração a todos e espero ter contribuido de alguma forma!


      ---------------------------------------------------------------------- ------------

      Aleciano Fuckin Roses
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Adorei o review do cara, me dá mais segurança ainda de adquirir o MM6,hehe...

      Só ando buscando alguém q tenha usado o foot controller dele!

      piu-piu-BA
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Olha....posso garantir uma coisa: Se for ligar ele num P.A. tenta passar por uma mesa de som antes pq se naum o som naum ficara taum bom assim......ainda naum tive oportunidade de toca-lo com fone....(dizem q com o fone o som eh mto melhor....) mas na verdade esse pessoal fica mandando testar no fone(pode ser ate q eu ouça melhor o som) mas se eu fou tocar para um publico provavelmente eu terei q ligalo a um P.A. ok?





      Mas mesmo assim naum fique com medo de adquirir o istrumento eh o melho custo/beneficio nessa faixa de preço!



      abração!

      fernando tecladista
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Se for ligar ele num P.A. tenta passar por uma mesa de som antes
      não tem outra forma de ligar no P.A. sem passar pela mesa de som

      Aleciano Fuckin Roses
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Axo q ele se referiu mesmo a amplificador não!?

      Eu vou te q ficar com uma multi-uso pra tocar nele.... ll 120 . Grana curta!!

      dtplayer
      Veterano
      # mai/08 · Editado por: dtplayer
      · votar


      Fui na loja procurando um MM6 e testei ele ao lado de um Juno-D. Para o preço, o teclado vale a pena, mas eu achei o Juno superior, tanto que até desanimei um pouco de pegar o MM6, e isso sem nem usar os recursos do Juno quase. A única coisa que não curti no juno foram as teclas muito pequenas. Mas vamos falar do MM6

      Timbres - Bons. Esperava mais já que falam que os timbres são parecidos com os do Motif. Achei eles bem legais, comparando com o Juno, os brass, guitarras são massa, o piano também, mas prefiro o do juno

      Teclas - Razoáveis, maiores que a do Juno, mas são meio molengas, o Juno parece mais firme.

      Controles - Os controles em tempo real funcionam bem, eles ajudam a melhorar o timbre e salvam as configurações. Esses controles são parecidos com os do Juno. A modulation eu não curti muito, o efeito que ela dá eu achei meio tosco, e aquelas rodas do MM6 são toscas demais, o joystick do Juno é bem mais massa, mas aí é questão de gosto.

      O display do MM6 da show, muito legal. A organização dos timbres e do teclado como um todo é show. Acho que o custo-benefício é muito bom.

      Eu tenho um PSR550, ia trocar por um MM6 mas repensei. Agora não sei se pego o MM6 ou guardo grana pra pegar um Juno ou KME61

      Gostei do Piano do MM6 mas o do Juno tem mais peso, achei melhor. Os órgãos são massa, principalmente o percussivo. As guitarras dão show. String achei fraca, as do Juno são bem melhores.

      Num todo, achei o JunoD mais teclado, mas o MM6 vale o preço que está sendo cobrado. Esperava mais, tava quase comprando mas decidi esperar um pouco mais.

      Lembrando que gosto é gosto, antes de testar eu achava o MM6 o melhor teclado do mundo (nã levem ao pé da letra), mas aparentemente não é o que eu pensava. Testem os teclados antes de comrpar, hoje comprovei o quanto isso é importante. Quando trocar de teclado eu faço uma review boa sobre o novo instrumento.

      dtplayer
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Mais uma coisa, o MM6 é de plástico, mas parece bem resistente. Eu achei ele bem bonito e os botões dele são aqueles que dão um click, bem bom de usar. O display é lindo, as rodas de pitch e modulation eu achei toscas.

      Aleciano Fuckin Roses
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Toscas ou não fazem o seu gosto mesmo??
      Vários teclados tem estes tipos de rodas e não são consideradas toscas.... axo q pelo seu post mesmo vc é fã do Juno..

      Flw..

      JeffersonX
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Eu não acho essas rodas toscas. Se não me engano, o padrão Pitch Wheel surgiu antes do Joystick.

      Pessoalmente eu prefiro o Joystick comuns em Korg e Roland, mas o outro padrão é bem interessante.

      dtplayer
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Aleciano Fuckin Roses

      Bom, foi maneira de falar, ao meu ver elas são meio toscas, não sei explicar bem o porquê, acho que é porque são grandes, eu gosto das menorzinhas e finas (tosco não foi no sentido de mal feito ou coisa assim),

      Não sou fã do Juno, na verdade nunca tinha tocado em nenhum dos dois. Pra deixar claro, prefiro o pitch bend do meu PSR 550 à do MM6 por exemplo (muita gente aqui tem preconceito com os PSR mas eles tem muito de bom), ou mesmo o Joystick que achei mais legal. Ao meu gosto elas são meio toscas, como falei anteriormente.


      JeffersonX

      Sim, esse padrão das rodinhas veio antes, eu gosto delas, já acostumei. Deve ser por isso mesmo que o Joystick pareceu tão legal, eu nunca tinha usado.

      Aleciano Fuckin Roses
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Vc deve axar estranho pq ao invés de ser de lado as rodinhas ficam mais superiores em relação as teclas,

      Chemist
      Veterano
      # mai/08
      · votar


      Ajuda !!!!

      Pessoal vi as demos do tiozinho da Yamaha e fiquei bem impressionado com a qualidade dos timbres...

      Sou tecladista de igreja e toco hoje com meu azulão (E16) quero mais peso no som de pianos (o qual uso mais). Estou disposto a gastar até 1600 reais ( Foi o que minha esposa deixou rsrsrsrsr). Estou em vias de fechar com um prokeys 88sx por 1600 reais que tem uns timbres bem legais , mas em compensação a carcaça é sofrível e 88 teclas semipesadas 88. Na mesma loja consigo o MM6 por volta de 1500 reais. MAior dúvida, fico com a garantia e qualidade de timbres da Yamaha ou as 88teclas do piano digital da M-Audio? O MM6 pode ser um bom controlador VST? As teclas do MM6 são muito levinhas mesmo?

      VAleu pessoal

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Yamaha MM6 - [Tópico Oficial]

      305.567 tópicos 7.892.443 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital