Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

Tudo sobre o Brainspawn Forte

Autor Mensagem
Rodrigo Lucas
Veterano
# jul/07


Olá galera do VST's ...
criei este tópico para que fosse discutido tudo sobre o software FORTE, da Brainspawn.

Parece ser muito bacana para quem quer usar synths virtuais ao vivo, como eu.

Alguem já conhece?

este é o site oficial:
http://www.brainspawn.com/products/forte/

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


É bem legal, tenho ele aqui, mas não estou usando porque meu pc não aguenta o Forte com todos os VSTs que eu tenho.
Vale a pena, porque você programa uma vez todos os VSTs, e nunca mais se preocupa com isso.
Por exemplo: uso 3 canais midi para o B4 (superior, inferior e pedal), o canal 4 para o Minimoog, canal 5 para o Lounge Lizard, etc...
Você configura tudo. O que eu faço: No meu SP 76 pressiono o programa 1, vai direto para o B4, sem eu encostar no PC. Se eu colocar no programa 2, vai para o minimoog, sem eu encostar no pc. É uma beleza, e tudo configuradinho. No show vc nem percebe que tá com um PC ou notebook, é só deixar ele escondido e usar apenas o controlador.

keys_all
Veterano
# jul/07
· votar


Mauro Lacerda


BROWWW ME ENSINA AI MEU... TO LOCO PRA FAZE ISSO COM MEU FANTOM XA E MEU NOTE...

Eder Muchiutti
Veterano
# jul/07
· votar


Mauro Lacerda
vc trabalha trocando canais MIDI? Eu trabalho trocando Scenes, aí não me limito aos 16 canais e sim às infinitas scenes possíveis (ou seja, sem limite.. rs)

keys_all
Veterano
# jul/07
· votar


Eder Muchiutti
mas por MIDI ele muda pelo teclado dai...

E COMO FAZ O LANCE DE MIDI?? OQ FAÇO NO TECLADO? E NO NOTE?

Eder Muchiutti
Veterano
# jul/07
· votar


keys_all
claro, mas é isso que eu faço. A questão é que vc pode trocar canais MIDI ou pode trocar patches dentro de um mesmo canal. As Scenes funcionam como patches.

Rodrigo Lucas
Veterano
# jul/07
· votar


essa do Mauro Lacerda de trocar os timbres pelo proprio controlador é muito massa. É mais um ponto na queda de braço entre os que gostam dos VST e os que são contra, inclusive por causa desse problema que EXISTIA, de ter que ficar clicando toda hora no note.

Vivas aos VST!!!!!!!!!!!! Hehehehehe.

Mas Mauro, explique um pouco melhor como voce faz isso. Essas funções de trocar o canal midi e ir para determinado programa só tem no SP76 ou todo controlador tem isso?

Estou querendo comprar o Keystation 88ES da M-Audio. É uma boa?

keys_all
Veterano
# jul/07
· votar


Puts.. preciso aprender isso...

mas nao manjo fazer isso com meu Fantom XA...

alguem pode dar lagumas dicas?

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Bem, como falei, não estou utilizando ele porque meu pc não aguenta :(

Eu ainda não aprendi a usar ele direito, por isso estava fazendo as mudanças por canal midi, ao invés das Scenes, o que deve dar um pouco mais de trabalho. Mas não é difícil. Primeiro, com o programa aberto, você escolhe Add, e escolhe o VST que quer.
A parte complicada é a seguinte: como usar o controlador sem precisar mexer no Forte (obs: uso o SP 76, mas qualquer controlador faz isso, e quando mais parâmetros para mudanças em tempo real o controlador tiver melhor). Eu não consegui trabalhar com essa coisa de Scenes. Fiz o seguinte: abria o VST, e configurava ele com o controlador (ex: controle midi 15 controla o Cuttoff do Minimoog, e é acionado pela roda de modulação do controlador).
Aí no Forte eu coloco o Minimoog no canal (não controle) midi 3, e no controlador escolho que o Program 1 vai estar configurado para enviar mensagens para o canal midi 3. Salvo essas configurações todas no controlador também.
Pronto.
Aí, escolho usar o Pro 53. Configuro ele como fiz com o Minimoog. Posso escolher usar o mesmo Controle 15, que no Minimoog altera o Cuttoff, para comandar a Ressonance do Pro 53. Então escolho que o Pro 53 vai ser utilizado no canal 7. Em outro Program do controlador, por exemplo o Program 2, escolho que ele enviará informações midi para o canal 7.
Pronto. Se escolho, pelo controlador, o Program 1, no controlador já está configurado que ele enviará informações para o canal midi 3. O Forte vai estar aberto com o Minimoog e o Pro 53. Como o Minimoog está configurado no forte para responder ao canal midi 3, tudo que você tocar no teclado vai ser enviado apenas para o Minimoog. Se mudar para o Program 2, ele está configurado para mandar informações para o canal midi 7, que é o Pro 53, e também todos os controles.
Isso quer dizer:
Program 1 no controlador = Minimoog com todos os controles (pitch bend, canal, intensidade da nota, roda de modulação, etc).
Program 2 no controlador = Pro 53 com todos os controles (NOTE BEM: mesmo que a roda de modulação tenha uma função no Minimoog, ao mudar de Program no controlador você altera também a função midi da roda de modulação, que pode servir para outra coisa totalmente diferente do outro Program).

Simples assim hahahahahaha

Mas é uma beleza, eu estava usando Moog Modular, Minimoog, CS-80, Lounge Lizard e True Pianos, 5 VSTs, e não mexia no PC, mudava pelo teclado como se fosse um programa interno. Por isso falei: se em um show vc deixar o pc escondido, nem vc percebe que está usando um pc, é como se fosse o teclado, mas com um som que nenhum teclado no mundo tem, ou seja, os melhores timbres que nenhum Worksation atual pode oferecer...


Abraços.

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Eder Muchiutti


Um detalhe: uso três canais Midi para o meu Hammond B3 (vulgo B4), um para manual de cima, um para manual de baixo e uma para os pedais. Aí, divido o SP em duas partes: esquerda, pedais. Direita, manual inferior. E o manual superior eu comando pelo CZ 5000, que fica em cima do SP. E ligo a saída midi do CZ na entrada midi do SP, e tenho meu Hammond. É legal porque as teclas do CZ são leves, dá para fazer umas gracinhas que ficam mais difíceis de serem feitas em teclas semi-pesadas.


Por isso dividi em canais midi. Inclusive, posso tocar o Hammond no SP e o Moog Modular no CZ, basta configurar os canais...





Abraços.

Rodrigo Lucas
Veterano
# jul/07
· votar


Estou querendo comprar o Keystation 88ES da M-Audio. É uma boa? Voces conhecem?

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Rodrigo Lucas


Procura na busca, teve alguém aqui que comprou um faz pouco tempo. Eu acho uma boa opção...

fábio_soul
Veterano
# jul/07
· votar


Definitivamente, meu próximo investimento musical será um notebook!!!

Mauro Lacerda

No show vc nem percebe que tá com um PC ou notebook, é só deixar ele escondido e usar apenas o controlador.

O engraçado deve ser ver a cara dos tecladistas assistindo ao show e comentando entre si: "Putz... acho que vou vender meu Korg M3 e comprar esse SP-76!!!" haahhaheuaheuaheua
Daí, no dia seguinte, o cara vai no fórum e faz um tópico: "O Kurzweil SP-76 Music Workstation é fantástico!!!"

Agora, me diga uma coisa: quais são as vantagens de mexer com os scenes ao invés de mudar os canais MIDI, como você explicou acima?

A propósito, pelo visto, é bem tranqüilo mexer com VSTi's usando esse negócio de mudar os canais MIDI, ainda mais agora que comecei a usar um controladorzinho junto com o TR e estou aprendendo, mais ou menos, a lógica dessas coisas... Não vejo a hora de comprar um notebook.

Rodrigo Lucas
Veterano
# jul/07
· votar


e eu não vejo a hora de colocar mais um pente de memória no meu note, pois falo uma coisa viu galera, todo mundo fala de processador, fala de chipset, fala de hd, mas na minha opiniao, o principal mesmo, fundamental para uma boa execução ao vivo é a memória!!!

fábio_soul
Veterano
# jul/07
· votar


Rodrigo Lucas

Processador, chipset,... mandam muito, mas a memória, é aquela coisa: para usar VST's, ou é 1Gb ou é 2Gb, não tem segredo...

Rodrigo Lucas
Veterano
# jul/07
· votar


fábio_soul

com certeza ... mas é que eu vejo muuuuuuuuuuitas pessoas do forum afirmarem coisas que não sao verdade. Todo mundo fala muito em processador 64bits, processadores dual core, core 2 duo .... é obvio que esses processadores são acima do padrao, mais do que ideal, porem, é completamente errada a afirmativa que outros processadores abaixo não dão conta do recado.

Eu tenho um HP Pavillion com o processador Semprom 3400+ clock de 1,8GHz que roda os synths finos, sem nenhum problema, nenhum mesmo!

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Rodrigo Lucas


Me fala a configuração do seu PC certinho, porque sou um inciante no mundo dos computadores, mas adoro o que eles fazem. Estou fazendo umas consultas a respeito da melhor configuração para um PC para usar ao vivo, mas não acho nada que seja profissional, apenas comentários amadores. Tou fazendo um levantamento, em vários sites, a respeito de qual é a configuração necessária para não ter problemas de alguém chegar e falar: VIU, falei que era melhor ter um teclado ao invés de ficar dependendo de um computador...
Meu PC: HD 40 Gb, memória 256 MB. Isso não dá para nada...

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07 · Editado por: Mauro Lacerda
· votar


Por enquanto a única coisa que sei é que não vou comprar um notebook, mas sim um PC, comprar um case legal e levar para estrada. Notebook é bom, chique, mas é limitado. Um gabinete permite trocas, expanções, etc... Põe dentro de um case legal e vai pro abraço, um monitor 15 polegadas, discreto na frente do teclado (menor do que alguns apoios para partitura), e ta aí. Vi um show dos Mutantes, aqui em Sampa, o Arnaldo Batista tá com um monitor de 15 polegadas LCD na frente do teclado, e é muito discreto. Só quem (como nos) se preocupa em reparar nesses tipo de coisas.

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Ah, e para não abrir outro tópico, estou juntando informações a respeito de qual PC comprar, quais requisitos ótimos para rodar tudo perfeitamente. Já descobri algumas coisas: HD de 500 Gb, memória Ram de 2 Gb. Estou fazendo um apanhadão na internet, e no Orkut um cara me falou que fez o seguinte: Pentium 3.2 com 2Gigas de Ram - HD Sata de 500 Gigas- Gabinete- Gravador de DVD- Mouse/Teclado , isso montado por 1.190,00. Não sei se ele comprou as peças avulsas e montou, estou aguardando a resposta dele, mas pense bem, se eu montar uma máquina dessas por 1500 pilas, posso rodar tudo que eu quiser sem erro. Só colocar um monitor LCD de 15 polegadas e tou feito...
Alguém pode me ajudar com relação a essas configurações, se eu preciso de mais coisas além disso (Coolers, portas USB, etc..) ?


Abraços.

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Acabei de confirmar com o cara do orkut: ele chegou na Santa Efigênia, quase não fez pesquisa de preço (me disse que se eu fizer sai ainda mais barato) e saiu de lá em 40 minutos com o PC montado com as especificações que eu postei acima...

Rodrigo Lucas
Veterano
# jul/07
· votar


Mauro Lacerda

olha ... uma coisa é falarmos de configurações para atingir maxima performance. Outra coisa é o que eu tinha dito, sobre configurações que rodam tambem, mas com performance menor.

Exemplificando: Meu notebook é um HP Pavillion, processador Semprom 3400+ (overclock) com clock de 1,8GHz. 1Gb de ram e 80Mb de HD.

Essa minha configuração roda tudo o que eu preciso?
SIM

Mas, como eu havia dito antes, a galera aqui do forum insiste em sempre citar configurações bombadas, tipo HD 500GB, 2BG ram, processador core 2 duo. É OBVIO que uma configuração dessas é mais do que ótimo para o que queremos, mas o que eu tambem insisto em dizer é que se pode ter sim otimos resultados com configurações como a minha, por ex.

fábio_soul
Veterano
# jul/07
· votar


Mauro Lacerda

500Gb é exagero. A não ser que o cara queira rodar todos os VSTi's melhores que existem!!! Convenhamos nós que para o cara compra 500Gb de VSTi's originais, na loja, com nota fiscal, ele gasta mais do que o preço do próprio computador...

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Como falei, meu pc tem hd de 40 gb e ram de 256. Não consigo gravar 4 pistas de VSTs no Sonar. Quero pegar o que tem de melhor sim. Vejo muitas pessoas por aqui comprando Workastations por 4, 5 mil pilas...
Sabe o que eu acho: certíssimo. Cada um investe no que quer. Eu só levantei essa questão aqui porque me interessa, se eu conseguir montar um pc massa, entre 2500 e 3500 pilas, para rodar o que eu quiser, fazer trilhas para animações (que é minha intenção) então eu vou estar super satisfeito.
E postei as coisas que estou pesquisando aqui porque se alguém tiver interesse também pode aproveitar algo...
Ah, a diferença de um hd de 160 gb para 500 gb é 150 reais mais ou menos. Se juntar mais um pouquinho, não precisa mais se preocupar com isso, embora uns caras que trabalham com trilhas me disseram que se quero fazer algo profissional, tenho que ter no mínimo 2 hds, um para os programas e outro para os arquivos de audio e vídeo...
Profissãozinha cara...

Eder Muchiutti
Veterano
# jul/07
· votar


Mauro Lacerda
Profissãozinha cara...
eu que estou construindo um estúdio sei... cara e ingrata.
Só pra constar, eu já uso 2 HDs, sendo um de 80 pro sistema e um de 250 pros arquivos. Quando se grava uma banda, HD grande é necessário. Sem muita dificuldade uma música atinge os 5Gb de espaço. Pra quem é "viciado" em trilha sonora, vai um HD de 500Gb só pro Vienna (orquestra e afins).

Na minha modesta opinião a melhor forma de se trabalhar ao vivo é com síntese. O mínimo de sampler possível. Pq?
Geralmente a tendência dos setlists é aumentar, certo? Se você usar 1Gb de RAM hj, pode ser que use 2 amanhã (nada difícil). E quando você usa um patch com strings sampleados, ele vai ficar na RAM, aí vc vai usar metais, ele tmb fica na RAM, aí piano.... pronto, ferrou...rs. Caso sua RAM não dê conta do recado ao carregar samples muito pesados, aí vai direto do HD. HD de notebook é mais lento (a maioria é de 5400 rpm), então fica meio difícil confiar, sem contar com a lentidão geral pq a RAM está lotada. Quando você depende mais do processador, tanto num sistema de síntese quanto num sistema híbrido, a confiabilidade aumenta. Se você não atingir o talo do processador, vai conseguir trabalhar sossegado. Estou falando sobre síntese porque possivelmente esse é o rumo que as coisas tomem. Os primeiros sinais de qualidade nessa área já surgem, no que diz respeito à emulação de instrumentos acústicos. O melhor exemplo é o Pianoteq, que é 100% síntese de piano. Outro é o TruePianos, que é híbrido (mas de qualidade meio aritificial, diga-se de passagem). Já há alguns que imitam cordas, violão e por aí vai. Sem contar com os tradicionais de síntese FM, subtrativa, aditiva, etc. Dá pra ter ótimos instrumentos com 512mb de RAM e 2Gb de espaço no HD. E cada vez mais isso será realidade, ao que eu vejo. Só espero que a linha de sintetizadores siga um rumo oposto aos samplers. Ao passo que estes melhoraram de qualidade ao longo do tempo, também ocupavam cada vez mais espaço e precisavam de cada vez mais RAM. Espero que os synths melhores de qualidade e mantenham/diminuam a necessidade de processador (ou que pelo menos mantenham lado a lado à evolução dos processadores domésticos).

Sinto que fui muito confuso, mas espero ter-me feito entender. Caso não tenha conseguido, por favor, perguntem. rs

Abraços.

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Eder Muchiutti


É exatamente isso que eu quiz dizer: para uso profissional não basta uma configuração deficitária. E falo profissional pelo seguinte: sou psicólogo clínico, e para isso precisei deixar um pouco de lado a música, pois a formação é rigorosa. Agora quero voltar com tudo, e minha idéia é fazer trilhas sonoras.
Durante o tempo da minha formação, procurei me aprofundar na utilização de VSTs, ou seja, baixei os programas para ir testando, vendo configurações necessárias, etc... Hoje utilizo os seguintes programas: True Pianos (mas quero usar o Akustik ou o Ivory) Lounge Lizard, Minimoog, Moog Modular, Pro 53, FM8, CS-80, DspDiscovery, B4, e o SuperWave. Uso também o FuittLoops, o Sonar e o Sound Forge. Pretendo usar o cubase ou o nuendo ao invés do Sonar. E pretendo usar também o Vienna ou similar.
O que acontece: para isso tudo eu tenho que ter uma bela duma máquina, com 3 hds segundo informações que já colhi por aí... Vou comprar também uma placa Delta 1010 LT para audio, e uma placa de vídeo boa.
Com isso em casa, meu Home Studio vai estar pronto. E quero fazer produções para entrar de cara nesse meio. Fazer trilhas para curtas (tenho amigo dono de produtora que tá me cobrando isso, a produtora dele já ganhou alguns prêmios, e espero fazer a trilha da próxima animação deles).
O problema é que necesito de muuuitas trilhas de audio sobrepostas, porque faço primeiro uma trilha base, e depois vou inserindo os efeitos, ou seja, aquelas explosões feitas com synths, sons de cachoeira, percussão, e isso demanda muitas pistas. E uso ainda os sons do CZ 5000, synth que eu tenho, ou seja, pistas de VSTs e audio juntas. Muita coisa para qualquer máquina.

E, além disso, vira e mexe aparece algum trabalho ao vivo, e por isso também não posso ter uma máquina que me deixe na mão na hora H... Mas ao invés de gastar 5 pilas em um Workstation que eu não vou usar um terço dos recursos, vou montar um "teclado" totalmente dedicado ás minhas necessidades, por bem menos que 5 pilas, e vou ter apenas exatamente o que quero.

Inclusive o Braispawn Forte, razão desse tópico...


Abraços.

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


Ah, só para constar: vou comprar todos programas que falei, aos poucos, porque baixei eles da internet para teste apenas. Quando se vai fazer algo profissional, não se pode utilizar programas piratas, sob o risco de sofrer as consequências previstas na lei.
E também para ter os benefícios de ter assistência, poder recorrer ás empresas caso os programas deem defeito, etc...

keys_all
Veterano
# jul/07 · Editado por: keys_all
· votar


Galera, sou Tecnico em informatica, e nao to podendo ficar digitando muito agora para ajudar a todos...

Quem quiser algumas dicas, e sugestoes sobre Informatica, me add no MSN

=D

OBS: Quanto se diz de processador, ele exige SIM, proc, por que quando vc abre varios VST juntos, eles requerem mtoo do proc, por que é perigoso dar PICO 100% de uso, e dai travar..

Memoria, sim quanto maior melhor, pois dai ele carrega tudo na memoria ram, sem fazer cache no HD o que ficaria mtoo mais lento...

e HD nem se fala.... precisa por os VST sao mtoo grandes...rsrs

Abraços

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


keys_all


Te add...


Abraços.

JG Master
Veterano
# jul/07
· votar


Mauro Lacerda
Bom dia, Mauro! Postei uma dúvida no tópico sobre o The Grand 2 e o Akoustik Grand Piano e você me sugeriu que desse uma lida no tópico acima. Apesar de meus objetivos serem bem mais modestos que os de vocês, ainda gostaria de tirar n dúvidas...rs...Você teria msn, poderíamos trocar uma idéia sobre alguns pontos que gostaria de esclarecer? Acho que nada muito complexo, bem primário mesmo. Aguardo. Obrigado e até a próxima!

Mauro Lacerda
Veterano
# jul/07
· votar


JG Master


Me passa seu msn pra gente conversar, estou a disposição.


Abraços.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
 

Tópicos relacionados a Tudo sobre o Brainspawn Forte

289.639 tópicos 7.555.939 posts
Fórum Cifra Club © 2001-2014 Studio Sol Comunicação Digital