Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Pedais - Uma Autópsia no Chinês

      Autor Mensagem
      Lelo Mig
      Membro
      # dez/14
      · votar


      Ismah

      Acontece que você, assim como eu um dia, lida com equipamentos diariamente, tomando chuva, sol, cusparada, chão encharcado de cerveja, bruta montes pisoteando palcos, descarregadores de caminhão que parecem carcereiros e etc.

      Então, vê na prática, o que funciona e o que te deixa na mão.

      Bem diferente de assistir review no Youtoba, feito por alguém sentadinho em sua poltrona de couro e ar condicionado, pagando de "Expert"!

      NeoRamza
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      Lelo Mig
      Poxa, o único pedal da behringer que eu tive (GDI21) estragou no mesmo ano. Na época, 6 anos atrás nem associei com a marca, achei que tinha sido azar mesmo. Mas depois fui ver o tanto de gente aqui no forum metendo o pau na marca, então comecei a achar que era isso.

      SkyHawk
      Membro
      # dez/14
      · votar


      Sou fãn da Behringer e gostei muito de uns microfones Waldman que comprei com nota fiscal e garantia por uma bagatela !!! Clones do SM58 com resultado em estúdio e ao vivo espetaculares.

      Comprei uma maleta com 5 Arcanos SM57 por menos que 1 tanque de gasolina do meu carro, resultado surpreendente. Sinto muito mas não pago mais 1 centavo por grife !!!!

      Lelo Mig
      Membro
      # dez/14 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      NeoRamza

      "Mas depois fui ver o tanto de gente aqui no forum metendo o pau na marca..."

      Entenda uma coisa a Behringer fabrica produtos visando o "povão" ou seja, produtos baratos. Seria injusto comparar com tops de linha que custam 5x o preço.

      Dentro deste "custo x benefício" ela consegue produzir alguns bons produtos sim!

      Agora, independente disso, existe alguns fatores que a "grande galera" despreza ou não sabe:

      A Behringer chegou a vender 7.000 unidades de produtos por dia! Ou seja, quantos caras aqui no FCC, não possuem seus produtos? Se 10% das pessoas que você conhece tiverem problemas, você ouvirá muitas reclamações.

      Quantos você conhece que possuem um equipamento ZVex, Celestial, Barber, Dr Scientist, D´Angelico, Pigtronix e etc?

      Este é o preço à pagar para quem resolve atingir o mercado de massa.

      A Boss, dada as devidas proporções, tem este problema também.

      MauricioBahia
      Moderador
      # dez/14 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Lelo Mig: Então, vê na prática, o que funciona e o que te deixa na mão.

      Isso é o que muitos não conseguem avaliar e, na boa, é muitíssimo importante pra quem realmente usua um produto, na pratica do dia a dia.

      Durabilidade é algo que vem de muito uso e deve ser avaliado por usuários variados. Não é facil! Por isso que a Boss, no meu entender é quase um adjetivo para "pau pra toda obra".

      Enfim, timbre é algo lindo, mas ligar no meio de uma apresentação fica feio demais...

      Flw!

      MauricioBahia
      Moderador
      # dez/14
      · votar


      Me lembrei desse video... Hehe



      Del-Rei
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      MauricioBahia
      Me lembrei desse video... Hehe

      Caceta... A principio, eu vejo esse tipo de videos como idiotices... Rs... Mas parando pra pensar, acabam atendendo ao que se propõem: Testar a durabilidade/qualidade/construção dos equipamentos.
      Óbvio, considerando que nem tudo na net é real ou isento de tendenciosmo, devo suspeitar sempre de tudo... Mas, essa G-System parece ser mesmo bom.

      Um aceno de longe!!!

      rcorts
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      Lelo Mig
      SkyHawk
      NeoRamza
      MauricioBahia

      Caras, respeito muito a opinião de vocês, não tenho vergonha de admitir isso. Dos produtos da Behringer que tive ou apenas testei, sou obrigado a concordar que possuem boa durabilidade. E quem compra Behringer realmente deve estar preocupado primeiramente com o bolso.

      Enfim, é um segmento de mercado muito específico e na minha opinião representa bem o "get what you paid for". Mas em termos de timbre, me desculpem, não é realmente o supra sumo, e tem muita coisa hoje em dia tão barata quanto behringer com qualidade muito superior.

      Lelo Mig
      Membro
      # dez/14
      · votar


      rcorts

      "Mas em termos de timbre, me desculpem, não é realmente o supra sumo, e tem muita coisa hoje em dia tão barata quanto behringer com qualidade muito superior."

      Mas, ninguém disse o contrário....

      NeoRamza
      Veterano
      # dez/14 · Editado por: NeoRamza
      · votar


      Lelo Mig
      rcorts
      Eu entendi que Behringer não é tão ruim como a sua fama diz, mas ainda não consegui entender se esses chineses são melhores, piores ou iguais aos behringer no geral.

      rcorts
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      Lelo Mig

      Eu sei, entendi isso. Só acho que pode até haver trabalho de concorrente para "ferrar" (rs rs rs) a Behringer, mas acho que quem mais ferra a Behringer é ela própria. Não sei se vocês vão concordar comigo, mas os produtos da behringer que eu já tive ou pude testar até hoje tem uma certa "coloração" meio artificial no timbre. Seja em distorções ou modulações até em DI, sei lá, é meio esquisito, mas parece que essa coloração até hoje eu sempre percebi em todos os produtos que eu testei. É algo meio que padrão nos produtos da marca, e é uma característica que sempre me desagradou.

      Isso não aconteceu em outras marcas baratas que eu já pude testar, independentemente de ser digital ou não (não é esse o caso). Os pedais da Joyo são um exemplo disso. Se essa tal coloração não estivesse lá presente nos produtos da Behringer provavelmente hoje eu teria um set repleto de produtos da marca, pois em se tratando de durabilidade e preço a Behringer consegue sim manter seu prestígio.

      É óbvio que gosto é subjetivo e coisa e tal, mas hoje em dia (após a China ter dado um pontapé na bunda do mundo) tem muita coisa de baixo custo com um timbre quase tão bom e em muitos casos tão bons quanto de equipos renomados. Enfim, se é possível para outras marcas colocarem no mercado produtos de baixo custo e bom timbre, a Behringer também podia se esforçar mais um pouquinho.

      Ismah
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      NeoRamza

      Cara Behringer é um mais uma "oriental"...

      Não tem como dizer que é melhor ou pior que outra marca fabricada por lá... O Mr Uli tem um objetivo de produzir ao menor custo possível, o que permite aos menos afortunados, ter acesso a cópias/clones dos tops...

      Penso que as marcas em geral são ainda intermediárias, por mais caras que sejam. No topo estão os handmades, praticamente exclusivos...

      Ismah
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      Lelo Mig

      descarregadores de caminhão que parecem carcereiros

      Esse sou eu kkkk

      feito por alguém sentadinho em sua poltrona de couro e ar condicionado, pagando de "Expert"!

      Indireta boa essa kkk

      MauricioBahia
      Moderador
      # dez/14
      · votar


      rcorts

      Concordo contigo! No caso eu me referi à durabilidade pura e simplesmente. Eu tenho dois pedais Behringer (EQ e WAH) e outras coisas da marca (mixer, etc).

      Pra uso caseiro, ótimo, mas se eu fosse profissional e estivesse pra sair numa turnê, ficaria ressabiado. Talvez levasse mais uns três iguais pra backup. Já se estivesse usando um Boss, levaria outro igual também. Pra ser sincero, se eu fosse um guitarrista pro, teria tudo em duplicata ou similares "na mala do carro", digamos. Eu não confio em equipo algum! hehe

      Abs!

      Ismah
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      MauricioBahia

      E quantos dos grandes fazem isso... Até de amp tem backup...

      Lelo Mig
      Membro
      # dez/14 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      MauricioBahia

      "Se estivesse pra sair numa turnê, ficaria ressabiado...."

      Essa sua colocação, que é totalmente pertinente, é a base de resposta, entre outros motivos, prá todos os "garotos" que vira e mexe me fazem o seguinte questionamento:

      "Lelo, porque vejo tantos guitarristas famosos tecendo elogios as marcas de boutique, mas quando olho a pedal board deles nas turnês, 80% é Boss?"

      rcorts

      Não tenho nenhum pedal Behringer. Também não curto muito a "cor do som" deles. As mesas, Direct Boxs, alguns microfones e demais equipos, não tenho reclamação.

      Só quis resumir em minha colocação que a Behringer sofre preconceito... assim como a Boss também sofre.

      Obs: (Eu gosto dos amplis Bugera, que são do Uli Behringer também....hehhe)

      NeoRamza

      Quando eu tocava profissionalmente meu pedalboard girava em torno de Electro Harmonix, MXR, Boss, Ibanez, Dunlop e etc. Ou seja, não haviam novidades baratas (Boss e Ibanez é o que mais se aproximavam disso), nem Boutiques.

      Só marcas "lendárias".

      Hoje, minha relação com a música é muito distinta da de duas décadas atrás.

      Não coloquei a mão em "uma centena" de chineses diferentes, muito menos toquei ao vivo com eles e, muito menos ainda, em studio. Ou seja, minha opinião é leviana, e não prática.

      Mas, do pouco contato que tenho hoje... os Mooer foram os que mais me agradaram, junto com um outro, que preciso conhecer melhor, chamado Aroma by Tom Sline. (que apesar deste nome de "Lord Britânico" é Xing até o osso!...hehehe)

      MauricioBahia
      Moderador
      # dez/14 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Queria vê-la testando algumas marcas de pedais, heheh.



      PS. Doeu em mim... O.o

      Mr.Júnior
      Membro Novato
      # dez/14
      · votar


      Falando sobre copias

      O que vocês acham desse tipo de mercado?
      Imagina que você é dono de uma das grandes e clássicas empresas de pedais, e que vem uma penca de caras te copiando, pegando todo o circuito que você teve um trabalho desgraçado pra construir e colocando em outros pedais, levando o nome parecido ou as vezes o mesmo nome(aquelas xerox falsificadas kkkkkk)
      Ao meu ver eles de certa forma sujam o nome das grandes empresas, com umas copias mal feitas.
      enfim
      Acho mais interessante os que se baseiam em tal sonoridade(pois não da pra reinventar a roda neh) e fazer algo mais próprio, pois ate as grandes marcas se baseiam em outras grandes marcas, como um pedal ser baseado num plexi ou num dual rectifier, mas tendo suas características e não sendo copiados ou clonados, e sim tendo buscado aquela sonoridade.

      mas não sendo radical, pois sou louco pra comprar um certo pedal da efx, e tem uns nux bem interessantes e baratos, assim como os moer kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      rcorts
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      Mr.Júnior

      Cara, eu tenho a seguinte visão e me desculpem os que possam achá-la politicamente incorreta. Apesar de todo o trabalho de engenharia envolvido na construção de pedais, publicidade e etc... ao longo do tempo o custo de produção não é muito maior do que o custo das matérias primas (latas, knobs, tinta etc...) e componentes eletrônicos (que geralmente são uma pechincha) e a logística de distribuição e entrega para fabricar os mesmos pedais que se fabrica há décadas.

      Incrivelmente os preços permanecem subindo vertiginosamente e quanto mais prestígio um pedal tem, mais caro ele vai ficar. O mercado de equipamentos musicais ainda é contaminado com a G.A.S da qual grande parte de nós músicos sofremos e da qual o mercado tem plena consciência. O que faz um pedal custar 1000 reais por exemplo se todo o custo de produção muitas vezes não ultrapassa os 80 dólares?

      Aí vem a China e entope o mercado com pedais, guitarras e amps baratos (alguns muito bons, outros furrecas, tá certo!) e geral descobre que pode montar um bom set pagando o quê? um terço do que pagaria normalmente por pedais de boutique? só te digo, tô dentro desse esquema.

      Agora, a ressalva fica por conta de algumas réplicas de guitarra como as Gibson Chinesas, sou muito mais comprar uma Vintage LP do que uma réplica chinesa de LP.

      Mas os pedais normalmente, mesmo os "clones", são na verdade aproximações dos originais, como o Lelo mostrou no início do tópico, o simples fato de mudar o tipo de capacitores, ou os valores de um resistor ou outro já podem conferir alguma variação, ainda que sutil aos pedais, é difícil um pedal ser um clone 100%.

      SkyHawk
      Membro
      # dez/14
      · votar


      Afinal dessas marcas de pedais chinesas, qual é a melhor ?

      Mr.Júnior
      Membro Novato
      # dez/14
      · votar


      rcorts

      Pois é cara, pagamos muitas vezes pela marca, quanto mais procurado, desejado e famoso é um pedal, mais caro ele fica.
      Na verdade não só pedal, mas tudo!
      uma ferrari por exemplo, um show de uma banda famosa, uma roupa de grife, um kinder ovo etc etc.

      Mas entendo seu ponto de vista, afinal clone por clone, "todas" as marcas de guitarras(até mesmo as grandes) tem seu "clone" da stratocaster e da LP.

      rcorts
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      SkyHawk

      Eu já testei a JOYO e posso dizer que é muito bem construída. Os timbres dos pedais que já testei até agora (compressor e tremolo) são bons, os pedais parecem ser realmente truebypass, a carcaça é de alumínio e os knobs são bons e bonitos (plástico bom e visual agradável).

      Mas mesmo sem ter testado os MOOER por todos comentários que já vi na net aqui e nas gringas e ainda mais apoiado pela opinião do nosso colega LeloMig acredito que os MOOER tenham ainda mais qualidade.

      Vejo o pessoal falando dos NUX. Infelizmente não posso falar com propriedade pois só testei um pedal da marca, um que tem várias modulações, mas achei os timbres bem artificiais e inferior aos JOYO que testei.

      rcorts
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      Mr.Júnior
      Mas entendo seu ponto de vista, afinal clone por clone, "todas" as marcas de guitarras(até mesmo as grandes) tem seu "clone" da stratocaster e da LP.

      Tá aí um ponto que eu não tinha pensado, mas foi um bom exemplo que você citou, e se não fossem essas empreitas talvez hoje poucos guitarristas aqui no BR tivessem acesso a uma strato razoável.

      MauricioBahia
      Moderador
      # dez/14 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      SkyHawk: Afinal dessas marcas de pedais chinesas, qual é a melhor ?

      O lance é que... uma fábrica, como a Belcat, por exemplo, fabrica pra várias marcas. "Nossa" Gianinni, só pra citar rapidinho, era (ou ainda é) uma delas.

      Outra, melhor em que? Construção, sonoridade, preço?

      Parece uma pergunta simples, prezado SkyHawk, mas é quase impossível de ser respondida pois cabe também a questão gosto/experiência e mesmo capacidade de avaliação baseado em parâmetros claros, pré definidos. Melhor em relação a que (ex. Boss) e em qual época (ex. da década de 80)?

      No final das contas, há sempre uma incógnita.

      Falou!!!

      Lelo Mig
      Membro
      # dez/14 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      "dessas marcas de pedais chinesas, qual é a melhor?"

      Amigos!!

      Tentem, daqui para frente, consertar o erro, que minha geração cometeu... explico:

      Suponha, que o pedal X seja o melhor.

      - Quem disse isso?
      - Com base no que?
      - Sob qual influência?

      - Vamos comprar o X, só porque Fulano disse que é o melhor?

      Precisamos, aprender a encontrar o melhor para nós, pelos nossos ouvidos e experiências. E pelo bolso também!

      Ah! mas é bom saber a opinião dos amigos, elas ajudam e influem.... concordo!

      Sigamos conselhos e orientações... mas cuidado com este negócio de melhor!

      Vamos para um exemplo prático?

      - Eu gosto do Flanger Electric Mistress da Electro Harmonix.
      - O Mooer Eleclady é um dos melhores clones dele que já ouvi.

      O EHX Deluxe custa uns 150 dólares. O Mooer uns 88 dólares. Mas o EHX Deluxe é mais completo, o Mooer é um nano pedal.

      A EHX lançou o Neo Mistress, que é o "original nano" e custa uns 80 dólares!

      Qual é o melhor? Percebem?

      Velvete
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      Outro dia assisti um vídeo de um youtuber famoso fazendo um review de um Donner multimodulações que é a cara de um nux vendido por aí ...

      Será que o Donner é melhor que o nux então ??? Rs

      Velvete
      Veterano
      # dez/14
      · votar




      rcorts
      Veterano
      # dez/14 · Editado por: rcorts
      · votar


      Lelo Mig


      Lelo, tudo que você disse são ótimas considerações e realmente devemos ter em mente que o melhor depende sempre do nosso ponto de vista.

      Agora, se falar de timbre e encontrar o melhor nem sempre é tarefa fácil, por outro lado aspectos como acabamento, carcaça do pedal, componentes e etc... são características que podem facilmente ser comparadas.

      Me lembro de já ter lido por aqui algo como "o tube screamer é o melhor pedal de distorção do mundo já criado até hoje". Primeiro que o TB não se enquadra propriamente no rol das distorções. Mas nem se fosse o "melhor" pedal de overdrive tal afirmação seria justa, pois cada um gosta mais ou menos de um tipo ou outro de overdrive.

      Logo, não podemos abandonar o extremo do que já aconteceu em outro tópico aqui para chegarmos no outro extremo de que não há melhor nem pior. Só precisa ficar claro o quê é melhor, o quê representa melhor custo x benefício, valor de revenda ou coisa e tal.

      As comparações entre smartphones por exemplo me parecem bem objetivas. Cada item do aparelho (desde a carcaça, tamanho e resolução de tela até chegar no processador e memória ram), tudo é listado e comparados item por item. Assim fica fácil afirmar que um modelo X é melhor ou "mais potente", ou "mais robusto" ou "mais sofisticado" do que outro Y.

      Não vejo problema algum em compararmos equipos. O problema que vejo é que as vezes nos falta objetividade e dificuldade de classificação. EDIT: correção: às vezes nos falta objetividade e temos dificuldade de classificação.

      Ismah
      Veterano
      # dez/14
      · votar


      rcorts

      aspectos como acabamento, carcaça do pedal, componentes e etc... são características que podem facilmente ser comparadas.

      Tenho repúdio de quem compra um pedal pq é bonito. Claro, alguns deles forçam a amizade - G1XON, que parece saída da casa dos x-men, mas não deixaria de comprá-la por isso.

      Lelo Mig
      Membro
      # dez/14 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      rcorts

      O Tube Screammer ganhou esse status porque quando foi lançado, no final dos anos 70, ele aproximava as distorções de valvulados, justamente em uma época, onde os SS ganhavam o mercado. Foi inovador e adotado por Steve Ray Vaughan, o que acabou popularizando muito.

      E prá ajudar têm um golpe de sorte na parada. A Roland/Boss havia acabado de inventar o OD 1 e patentear o esquema de saturação assimétrica (imitando as das válvulas), enquanto Nisshin desenvolvia o TS 8 e mudou seu esquema para uma saturação simétrica, para não ter problemas com a Boss, e nem imaginaria que o resultado seria mais apreciado.

      Se você olhar o circuíto dos dois, perceberá que são quase idênticos, mudando apenas a forma de saturação.

      Pode não ser o melhor Overdrive do mundo... mas é um ícone e têm motivos para ter este status.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Pedais - Uma Autópsia no Chinês

      303.709 tópicos 7.859.266 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital