Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Pedais simuladores de amps ligados em amps de verdade, é besteira?

      Autor Mensagem
      MMI
      Veterano
      # jun/13
      · votar


      Felipe_Balta

      Já que você solicitou minha opinião (Guru? Essa é novidade)... rs

      Dá uma olhada nas discussões do fórum sobre FRFR ( "Full Range Flat Response").

      Veja bem, um amp de guitarra, seja lá qual for, é muito longe de um FRFR. Mais ainda, as válvulas do pré e do power não são FRFR, os gabinetes e os alto falantes também não são FRFR. De uma forma ou outra, os amps SS simulam o som ou buscam algo parecido com os valvulados, os "modelos" de amplificadores de guitarra são os valvulados. A verdade é que os amplificadores de guitarra são feitos para tratar o som, dando uma equalizada, ou seja há um esforço para moldar o som de acordo um "padrão", por mais que se mexa nos controles de equalização.

      Minha experiência com simuladores, seja pedaleiras (Digitech, Line 6 e Boss GT10) e um simulador mais top (Kemper Profiling Amplifier) me levou a algumas conclusões. Claro que o som do Kemper é melhor, mesmo que é bem mais caro, mas as conclusões se aproximam. O som em linha, plugado direto em monitores de áudio ou em linha em interfaces, por exemplo, tende a dar mais agudos que se esperaria, mas dá para usar um equalizador (o do Kemper o de uma DAW) para dar uma "segurada" nestes agudos. O melhor desempenho se dá plugando num power-amp e ligado num falante de 12`. Boa notícia para você, um simulador plugado no return do loop pode dar um som bacana. Mas nada impede, tem gente que tira altos sons usando na frente (no pré mesmo) de um amp como o seu.

      Já pedais como o PW-10 é feito para plugar num pré, ou seja, botar ele na entrada do amp e não tem muito o que inventar aí. A questão é que eles são mais pensados em botar na frente de um amp mais ou menos flat e muitas vezes empurrar as válvulas para saturar (clip de diodo é feio). Mas de novo, nada impede de se conseguir timbres agradáveis com um SS.

      Ambas as opções te dariam muitas opções de timbres. E ambas opções te dariam bastante trabalho para achar e timbrar as regulagens certas.

      Os efeitos de modulação costumam recomendar colocar no loop pelo simples fato de deixar depois da saturação do pré do amp. Se você não usa a saturação do pré do amplificador, ficando depois da saturação do simulador, pedal ou o que for, tá ok, dá para achar uma regulagem.

      Comprar os 2 não acho interessante... É muita coisa, complicação demais - "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço", kkkkk. Eu diria para pegar um deles e queimar seus neurônios para timbrar adequadamente. Mas o que é melhor para você realmente não sei, é do seu gosto, do seu bolso e por sua conta. ;-)

      Felipe_Balta
      Veterano
      # jun/13
      · votar


      MMI

      Obrigado pela atenção amigo! O que você disse clareou muito a ideia que eu tinha sobre os simuladores.

      Mas, se me permite torrar um pouco mais a sua paciência, gostaria de pedir mais algumas opiniões para que eu possa (acredito) desenrolar os nós que ainda restam nos meus neurônios acerca deste assunto... ok?

      - Se entendi corretamente o que diz no fórum que você me indicou, o ideal e o propósito dos simuladores é ligá-los direto em linha certo? Mas, mesclando com o que você me disse, isso pode ser meio arriscado devido à tendência do aumento dos médios com esse tipo de ligação, portanto, o melhor desempenho se dará ligando o simulador no "power in" do meu amp certo? Sendo assim, para tocar em casa e nos ensaios ficará tudo certo, mas nos shows, ou o meu amp deverá ser microfonado para que o som "saia" dele ou o meu amp fica apenas como retorno e eu deverei usar um equalizador para segurar os médios que surgirão no som do simulador que será ligado direto à linha certo?

      - Geralmente eu carrego meu amp pra cima e pra baixo para as apresentações, inclusive para as que são em outras cidades (visto que, pra você ter uma ideia da situação, os amps que nos são disponibilizados são de qualidade muito inferior), porém, em raríssimas ocasiões (raríssimas mesmo) ele foi microfonado mas sim plugado à mesa. Levando em consideração que eu gostaria de não precisar levá-lo à todos os shows, mas, também, que a qualidade dos equipamentos que nos são disponibilizados (mesas, caixas, PAs, retornos e todo o resto da parafernalha normal de um show), geralmente, são de qualidade digamos... duvidosa, o que você faria tendo o equipamento que eu tenho? Simulador de drives ou de amps?

      - Quais vantagens eu teria adicionando ao meu set o simulador de drives e quais eu teria adicionando o simulador de amps?

      Eu entendo que é difícil e as vezes até chato dizer "eu faria assim ou eu faria assado", mas a opinião de quem tem mais experiência no quesito equipamento, pra mim, é de grande soma, visto que não pretendo pular etapas do aprendizado, mas sim otimizar o desempenho do que possuo por hora, observando e talvez introduzindo a linha de pensamento de cada um que se dispõe a me dar uma opinião.
      Portanto, mais uma vez agradeço pela atenção e principalmente pela paciência!

      Valew!

      MauricioBahia
      Moderador
      # jun/13 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Felipe_Balta

      Antes de qq coisa, quando tratamos de "timbre", tudo pode. EXPLORAR é uma possibilidade e até uma forma encontrar um caminho.

      O lance é que ligar um simulador de um AMP "timbre X" no input de um amp "timbre Y" vai te dar um resultado "timbre Z". Então, muita gente espera um som do amp "X" e se decepciona pois o resultado é algo hibrido, o que pode ser até bom!

      Ligar no poweramp (ou seja, não plugar direto no input), como disse o MMI é uma forma mais direta para encontrar o tal "timbre X", pois o som do simulador não possa por controles extras de tonalidadas ou "tone stacks".

      Não sei expliquei bem, pois tô correndo aqui, mas espero que ajude.

      Abs

      ps. "guru" nada. Guri! o/

      MMI
      Veterano
      # jun/13 · Editado por: MMI
      · votar


      Felipe_Balta

      Se entendi corretamente o que diz no fórum que você me indicou, o ideal e o propósito dos simuladores é ligá-los direto em linha certo? Mas, mesclando com o que você me disse, isso pode ser meio arriscado devido à tendência do aumento dos médios com esse tipo de ligação, portanto, o melhor desempenho se dará ligando o simulador no "power in" do meu amp certo? Sendo assim, para tocar em casa e nos ensaios ficará tudo certo, mas nos shows, ou o meu amp deverá ser microfonado para que o som "saia" dele ou o meu amp fica apenas como retorno e eu deverei usar um equalizador para segurar os médios que surgirão no som do simulador que será ligado direto à linha certo?

      Olha, isso é uma maneira de se tirar som dessas coisas, é possível de outras. O Bahia até concordou, pelo jeito, mas plugando no power direto se consegue mais transparência. Dá para usar seu amp a toda potência e falando alto, da mesma forma que plugando no input.


      - Geralmente eu carrego meu amp pra cima e pra baixo para as apresentações, inclusive para as que são em outras cidades (visto que, pra você ter uma ideia da situação, os amps que nos são disponibilizados são de qualidade muito inferior), porém, em raríssimas ocasiões (raríssimas mesmo) ele foi microfonado mas sim plugado à mesa. Levando em consideração que eu gostaria de não precisar levá-lo à todos os shows, mas, também, que a qualidade dos equipamentos que nos são disponibilizados (mesas, caixas, PAs, retornos e todo o resto da parafernalha normal de um show), geralmente, são de qualidade digamos... duvidosa, o que você faria tendo o equipamento que eu tenho? Simulador de drives ou de amps?

      No seu lugar acho que eu iria de pedaleira (minha GT-10 fica encostada atualmente, serve basicamente para isso ocasionalmente). Talvez buscaria outro modelo (isso é pessoal), principalmente um que tenha saída em linha e saída para amplificador. Depois de muito tempo timbrando os seus presets (dá trabalho...), você pode conseguir sons para plugar em linha na mesa, sem amp, ou mesmo plugar nos amps de onde você toca. Mas é só minha opinião, para não ser omisso. O ideal é testar...

      Felipe_Balta
      Veterano
      # jun/13
      · votar


      MauricioBahia

      Ajudou sim cara! Todas as dicas, conselhos e esclarecimentos são muitíssimo bem vindos! Ainda mais se você tem a boa vontade de parar o que está fazendo só pra ajudar! ;)

      Felipe_Balta
      Veterano
      # jun/13
      · votar


      MMI

      Ok cara! Com essas dicas todas eu acredito que já tenho esclarecimento suficiente pra fazer a melhor escolha e tentar aplicá-la da maneira mais produtiva!
      Valeu mesmo!

      Obrigado também ao MauricioBahia por achar um tempo no meio da correria só pra me dar uma mão!

      Valeu!

      DANIEL JOHNS
      Veterano
      # set/13
      · votar


      Pessoal tinha parado de tocar e agora voltei... ainda me sobraram 2 pedais... GDi Behringer e BOSS metalcore ...

      Porém to precisando de modulações... e pensei numa pedaleira pra unir o util ao agradavel e ter algo que tenha um bom custo beneficio...

      Minha banda é grunge/post grunge... no entanto curto muito tocar de onda, em casa hard rock e rock nacional das antigas....então acredito que pedaleira seria mesmo a melhor opção.

      Pensei nas da BOSS ou ainda a POD HD 500... ambas possuem boas simulações e possibilidades de ligar efeitos no loop, certo?

      Mas a duvida é... em que ampli plugar? Não queria matar um ampl valvulado usando simulações de pedaleira... ou vice e versa.... então o que usar... ???

      Pra efeitos de ilustração os guitarristas que tenho admiração e consequentemente busco um timbre parecido são..(mais uma vez vão entender o por que de eu querer pedaleira)

      Mark Tremonti
      Daniel Johns
      Johns Frusciante
      Herbert Vianna
      Marcão
      Tiago Castanho

      Me falem aí, por favor, ainda estou começando a entender dessa arte... kkkkk
      Abraços

      inExperienced
      Veterano
      # nov/14
      · votar


      Que tenha vida, este tópico

      Galera, to precisando de uma ajuda.
      Tenho um amp Alien Mars 10 w, loop, 2 canais...
      Ele possui 2 canais, Modern e Vintage.
      O vintage o som é crunch, eu queria um clean. O canal modern é drive puro.
      Fiz uns testes plugando direto no return do amp, e o som deu clean.
      Porem eu gosto muito do drive do amp, dos dois canais. Dai é que ta, me surgiu uma duvida aliada a maldita GAS.

      Se eu usar um AMT F1 plugado direto no return do amp e jogar o pré dele no loop do AMT, da certo? Assim eu teria o clean que procuro e o drive que gosto.

      Também pensei em usar um pedal Boss LS 2, e ao invés do AMT usar somente um pedal equalizador.

      Este "recurso" de jogar o pré amp do Alien em loop passando por um loop externo pode danificar o amp. Que doidera essa minha.

      Sei que nunca terei o som do amp que o pedal AMT F1 propõe simular.
      Não quero desfazer de meu amp, nem posso comprar outro tão cedo.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Pedais simuladores de amps ligados em amps de verdade, é besteira?

      305.416 tópicos 7.889.927 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital