Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Buffer para técnicos e quem puder ajudar.

      Autor Mensagem
      zacaoamargo
      Veterano
      # dez/07 · Editado por: zacaoamargo


      O que é um buffer? Como funciona?

      É verdade que quando se tem um longo set de pedais true bypass seria interessante um buffer no começo da cadeia? Por que não no fim da cadeia?
      Qual a diferença?

      É verdade também que um pedal com bypass comum, tipo boss, no começo da longa e já citada cadeia de pedais true bypass serviria como buffer ao ponto de dispensar outro pedal para essa função?

      É verdade que, por essa razão, é interessante colocar um pedal de bypass comum no início desta linga cadeia de pedais true bypass? Por que?

      Alguns booster são usados como buffers... por que? Como funciona isso?


      Em suma, O QUE É UM BUFFER????????

      :)

      Sharper
      Veterano
      # dez/07
      · votar


      http://pt.wikipedia.org/wiki/Buffer

      O que vc quer é o de eletrônica. Mas veja o de informática também.

      Sharper
      Veterano
      # dez/07
      · votar


      Ok, fiquei com pena e vou falar...

      O sinal q sai da guitarra é muito fraquinho. O buffer recebe esse sinal e passa adiante. O passa adiante quer dizer recebe e REPRODUZ o sinal. Reproduzindo, o sinal sai com "vida nova", "reforçado", etc. O problema é que isso "reforça" os ruídos e interferências também...

      Não tenha medo do google.

      MatheusFarage
      Veterano
      # dez/07 · Editado por: MatheusFarage
      · votar


      Não tenha medo do google.

      aaaahhh!!
      meu pior pesadelo!!
      =D

      Sharper
      Veterano
      # dez/07
      · votar


      MatheusFarage
      aaaahhh!!
      meu pior pesadelo!!
      =D


      Seu preguiçoso. Nego tem q aprender a pesquisar...

      zacaoamargo
      Veterano
      # dez/07
      · votar


      Sharper
      Até que pesquisei, viu!
      Mas não achei nada que explicasse o que quero.
      Quero entender com detalhes essa questão de impedâncias e tal...

      zacaoamargo
      Veterano
      # dez/07
      · votar


      Extraí dum site isso aqui ó:

      (...)
      Experimente plugar a guitarra direto no amp, depois compare com o som do Boss no bypass, vai ver que perde muitos agudos, muito brilho e um pouco de ganho também. A idéia original do buffer seria ter o mesmo timbre, como se ele não estivesse lá, como se sua guitarra estivesse ligada direto no amp pelo primeiro cabo (o que entra no buffer). Mas teoria é teoria, né?

      A maioria daqui sabe que não sou engenheiro nem nada, mas como tenho tido bastante experiência e prezo muito pela informação (o cidadão sem informação é o primeiro a ser enganado), vou tentar explicar aqui o que sei sobre o assunto, em linguagem de guitarrista quando possível Laughing .
      Sendo assim, sem grandes pretensões didáticas: pra não deixar muita coisa no ar, o "buffer" é basicamente um pequeno "bloco" de circuito que tem a incumbência (teórica) de "ajuste" de impedâncias. Às vezes é desejável que as impedâncias se "casem" (mesmos valores), no nosso caso a regrinha básica da eficiência na transmissão do sinal é: alta impedância de entrada, baixa impedância de saída (explicando de maneira simples, isso ocorre porque o sinal que sua guitarra quer mandar para frente é representado pela grandeza "tensão" e não por "corrente"). O sinal de alta impedância é mais sujeito a perdas e é justamente desse tipo que é o sinal da guitarra (passiva!). A idéia teórica do buffer no início da cadeia de pedais seria, portanto, pegar um sinal de guitarra ainda bem "inteiro" (a perda se dá pelo comprimento do cabo, por isso o sinal no começo da cadeia está mais "inteiro") e converter logo esse sinal de alta para baixa impedância, minimizando as perdas. Depois que o seu sinal já está em baixa impedância, ele perde muito menos passando pelo restante da sua cadeia (por isso a teoria de que o buffer no começo seria seguido de pedais true bypass, teoricamente não precisaríamos de mais um buffer se o sinal já é de baixa impedância).
      A complicação aí é que muitos projetos antigos de pedais possuem impedância de entrada muito baixa para esses padrões atuais (um Fuzz Face tem dezenas de milhares de ohms de impedância de entrada, um booster baseado em MOSFET bastante popular no mercado de hoje tem alguns MILHÕES de ohms). Lembram da regrinha? Queríamos alta impedância de entrada, com um Fuzz Face logo após um buffer moderno, a impedância de entrada do FF se torna muito baixa em relação à impedância de saída do buffer, nossa regrinha vai pelos ares e o pedal soa esquisito (no mínimo diferente)! Essa é a maior ressalva da teoria do buffer fixo no início da cadeia, alguns projetos se valem justamente dessa "impedância errada" (na verdade não é errada, era outro conceito, que faz bastante sentido para os anos 60 mas não muito para hoje) para produzir sons específicos e tornar a interação do pedal com o volume da guitarra muito mais natural. É claro que isso também não é absoluto (caramba, nada é?), inclusive trabalhamos na Deep Trip com projetos antigos E com alta impedância de entrada com bastante freqüência. Existem soluções, opções, vantagens e desvantagens, por isso nem sempre um buffer é o que nós queremos (nós guitarristas e nós Deep Trip também), mas certamente nos abre um leque maior de possibilidades.

      A maioria da galera que eu acompanho por aí concorda que os buffers baseados em JFET (denovo, teoricamente) resultam em melhores resultados, devido à alta impedância de entrada deles (pra quem não é familiarizado com eletrônica, imagine JFET como "um tipo de transistor", só pra dar algum sentido ao que eu escrevi acima Embarassed ). Mas como tudo tem um "porém", é importante lembrar que nós estamos acostumados com alguma (ou bastante) perda de sinal, portanto às vezes podemos achar essa impedância bem alta meio pentelha, com excesso de brilho. Mas que fica claramente mais nítido o som da guitarra, sem dúvida fica.

      Um buffer é um circuito muito simples de ser feito, existem dezenas de idéias de buffers específicos para guitarra disponíveis gratuitamente na net (gratuitamente para uso próprio, não para fazer e vender, hein!), quem tem alguma familiaridade com o ferro de solda pode se arriscar a montar alguns e ver se agradam, depois pode pintar uma caixinha bem maluca, colocar isso dentro e tirar onda com os outros guitarristas! Laughing

      Só pra fechar: buffers podem atrapalhar muito, mas também podem ser muito legais e úteis em várias situações.

      Como na real não consigo parar de escrever, vou plantando uma sementinha na cuca de vocês: seu pedal tá soando lindo no valvulado e péssimo no transistorizado? Hummm, e a impedância disso?
      Ué, mas e os mitos de que certas coisas só funcionam em valvulados, outras nos dois? Tudo (ou quase tudo Laughing ) tem uma explicação técnica, o que raramente tem explicação é você colocar um projeto de 40 anos atrás dentro de uma nova caixinha sem mudar nadica de nada, sendo que tudo mudou (guitarras, pedais, amps e, principalmente, GUITARRISTAS)... Então quer dizer que talvez isso possa ser resolvido com um buffer também... "Peraí, mas estávamos falando de buffers na entrada dos pedais, agora você fala da saída?" (...)

      TS9DX
      Veterano
      # dez/07 · Editado por: TS9DX
      · votar


      zacaoamargo

      Experimente plugar a guitarra direto no amp, depois compare com o som do Boss no bypass

      Sem contar que um segundo cabo(o que vai do pedal para o amp também come um sinal danado, quanto mais comprido o cabo mais haverá perda de sinal).

      Não se deve contar somente a perca através do buffer do pedal, mas sim essa perda do buffer somado ao cabo que vai do pedal para o amp também.

      Imagine se você usa um cabo de 5m da guitarra no pedal e aí usa outro de 5m do pedal até o amp, daí você terá na verdade um total de 10m de cabo + o buffer de um ou mais pedais, isso tudo deve ser levado em consideração.

      A regra seria essa: quanto menor for a distancia entre a guitarra e o amp = menos perca de sinal.

      Tente usar cabos de 3m ao invés de 5m, já fiz esse teste e dá uma diferença danada.

      Outra coisa seria a bitola/espessura do cabo. Por exemplo: cabos com o fio condutor de 50mm tem um som mais encorpado e grave do que um de 20mm. Já testei isso também e a diferença é bem perceptível.

      Fica aí minha dica!

      Sharper
      Veterano
      # dez/07
      · votar


      zacaoamargo
      Legal o texto.

      Pelo que sei, e vc pode confirmar pesquisando na net, essas preocupações aparecem quando vc usa cabos longos e muitos loops (efeitos) na cadeia.

      Não lembro onde vi, mas 4,5m de cabo não interfere perceptivelmente, e a preocupação de se inserir um buffer pra converter pra baixa impedância surge após o 4o ou 5o pedal (aproximadamente).

      Então se vc tem um cabo de comprimento não exagerado (de boa qualidade) e um punhadinho de pedais, creio que não precise se preocupar tanto com isso.

      Não posso ajudar muito mais que isso na parte elétrica, infelizmente. Mas sou adepto do teste na prática. Ligue tudo em bypass e ouça... Depois ligue a guita direto no amp e compare.

      Sherlock
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Alguem tem o esquema de como montar um pedal buffer?


      Abs.

      Paludo756
      Membro Novato
      # 09/abr/18 22:07
      · votar


      Up...
      Uso poucos pedais, apenas seis, todos são true by pass.
      Já tive um pedal com buffer, o nux time force, no caso este pedal tem dois modos, operar como true by pass, o que roubava sinal pra caramba, ou operar como buffer, que roubava menos sinal, ficava no final da cadeia de pedais.
      Atualmente troquei ele por um Carbon Copy. Tive a oportunidade de comparar o Carbon Copy antes de vender o Time Force. Percebi que sem o pedal buffer na linha de pedais o som parecia ter menos perdas (em amplificador transistorizado).
      Outra oportunidade que tive foi testar no meu setup um Boss Super Overdrive que consertei, fiz um servicinho terceirizado, colocando este pedal no começo da cadeia, a impressão foi que ele literalmente "comeu" médios do som.
      Nux e Boss já foram citados como "buffers suspeitos", um amigo tinha vários pedais Boss, quando sugeri comparar o sinal da guitarra plugado diretamente no amplificador dele, neste caso um amplificador valvulado, ele ficou chocado com a diferença do som, que sem passar pelos pedais soava muito mais orgânico, e vendeu todos os pedais, ficando apenas com um Equilizer e Super Overdrive da Boss.
      Com base no que vi acontecer, eu fujo de pedais com buffer, tenho bons cabos, e talvez 6 pedais true by pass seja uma quantidade pequena para fazer uma grande diferença.
      Se estiver lendo até aqui... o buffer do TS9 é bom? Estou pensando em adquirir um, segundo pedal da cadeia depois do GBC-95.

      Iversonfr
      Veterano
      # 10/abr/18 10:10
      · votar


      Paludo756

      Geralmente os buffers dos pedais não são bons. O ideal é ter um pedal de buffer dedicado caso queira usar um.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Buffer para técnicos e quem puder ajudar.

      305.555 tópicos 7.892.292 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital