Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      ROUND 1: Alnico vs Cerâmico

      Autor Mensagem
      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # abr/05
      · votar


      Alnico: som mais "vintage" e equilibrado, clássico.
      Cerâmico: maior saída, som mais estridente, "brilhante"
      Abç

      Will Bejar
      Veterano
      # mar/09
      · votar


      Upando (mais do que véio!!! hehehe)

      Bom, hoje fiz o meu primeiro teste com a minha nova strato (Squier Deluxe) com os captadores de alnico. Senti bastante diferença do som que a minha outra strato (Fender American Traditional) com captadores cerâmicos. Normalmente eu coloco um pontinho de corretor líquido no painel dos meus amplificadores pra marcar a equalização pra cada guitarra (e altero conforme a casa onde toco). Enfim, hoje peguei a Squier e logo que pluguei (nas mesmas configurações da Fender, percebi o som menos estalado e "mais dinâmico"...e aí que eu estranhei, pq já tô condicionado ao som da Fender desde 2000!!! Agora, não sei se meus ouvidos estão me enganando, ou se as cordas (apesar de novas) estão meio "bichadas"...ficou muito longe dos agudos da outra Fender, e mesmo com o treble no máximo não cheguei bem onde achei que chegaria. Bom, depois peguei a guitarra desligada e toquei as cordas G, B e Ezinha e, sei lá...ahcei meio "molengas" e xoxas...a mesma sensação que tive com a guitarra plugada (eu tive que tirar a prova, né??? rs).

      Enfim, acho que o problema (neste caso) são as cordas desencapadas, mas pelas outras já é possível sentir a diferença.

      E eu gostaria de ler outros depoimentos sobre a diferença que cada um sentiu no som.

      Abraço!!!

      ESP
      Veterano
      # mar/09
      · votar


      Bom tópico... ultimamente uso emg ativos, toquei com captação normal esses dias e achei uma porcaria. lol

      Will Bejar
      Veterano
      # mar/09
      · votar


      toquei com captação normal esses dias e achei uma porcaria
      huahuahauhauahu...sei lá...é que eu uso muito som limpo. Comprei um Hot Rails pra colocar em alguma das Stratos, mas ainda não sei qual...

      ESP
      Veterano
      # mar/09
      · votar


      Will Bejar

      Eu uso bastante limpo tbm, porem não fica nada comparado com uma strato.

      Esse negócio de características do timbre deve ser feita usando uma mesma regulagem.

      Fique claro que não tenho nada contra captação normal, mas como uso alto ganho e limpo, a captação que mais me agradou foram os emgs.

      Will Bejar
      Veterano
      # mar/09
      · votar


      ESP
      Ah, sim!!! Mas sei lá...nesses casos eu sou muito tradicionalista. Não que um dia eu me recuse a usar, mas por enquanto eu tô com esse set e tô adorando. Além do mais tenho muito que descobrir com isso, aí depois procurarei coisas novas.

      designermx2
      Veterano
      # jul/13
      · votar


      Bem, mesmo o tópico sendo antigo, acho que vale uma informação conclusiva paa aqueles que buscam informação. Procurava por outra coisa, mas vi a discursão se perder...

      Captador, ativo ou passivo, captam a vibração da corda quando um campo eletro-magnético é gerado. os cortes que a corda ao vibrar fazem neste campo, determinam a saída do som (tirando claro o resto dos itens como corpo, etc.).

      A resposta para essa pergunta é simplesmente respondida com outra pergunta: Se isso não influencia, porque criar captadores com neodymium ou cerâmicos e alnico? Ou melhor... porque uma empresa de captadores investe em tecnologia, coloca uma impedância alta e se vê obrigado a colocar não só uma barra de cerâmica, mas duas ou 3 até? Isso é feito apenas para não perder os graves. Quanto maior a impedância (resistência do captador), mais agudos são perdidos. Para "compensar" essa perda, os captadores recebem mais de uma barra ou até tipos diferentes como o neodymium que é um "super ímã". Neste caso, quanto mais forte o ímã, mais agudos ela gera. Logo, se o Alnico é mais fraco que o cerâmico, o som fica mais aveludado. Se Alnico não deve ser usado em singles com mais de 9k ou Humbucker de mais de 15k, isso quer dizer que ímã faz muita diferença.

      Na prática, comprei barras de alnico no ebay e tirei a barra cerâmica e pinos de metal e coloquei os pinos de alnico. O som muda muito! A guitarra era a mesma e o amp e pedais eram os mesmos.

      Quanto ao som mais "ardido", a distorção trabalha com as frequências mais altas nos dois extremos... Máximo e mínimo (agudo e grave). Se você tem mais agudos, lógico você terá mais drives, porém também terá mais ruído! Espero ter esclarecido o que ficou pendente. Caso queiram algumas informações complementares, podem entrar em contato comigo ou ler informações do meu site em www.yathos.com.br

      ALF is back
      Veterano
      # jul/13
      · votar


      designermx2
      legal cara!
      Eu não tenho tanta experiência com caps cerâmicos, mas o que se prega por ai é que é um cap mais sujo, menos definido comparado ao alnico, por causa do boost em agudos e claro, em função da sua alta saída...mas na mixagem em geral, consegue-se mais definição nos instrumentos e peças de bateria inserindo Agudos, por exemplo...isso me leva a crer q essa fantasmagórica "perda de definição" nos cerâmicos não seja muito relacionada com o excesso de agudos...como vc enxerga isso?
      Outra coisa ainda sobre definição dos alnicos: como um cap alnico poderia ter menos ou mais definição? Menos saída?
      Generalizando, o q se espera ver nas especificaçoes um cap de alnico com boa definição?
      Abç!

      Shafik
      Membro
      # jul/13
      · votar


      Eu não intendo "nada" de captadores POREM uma coisa eu posso afirmar com muita precisão, alnico é uma liga metálica - ferro, niquel e aluminio ( logo condutora, conduz eletricidade facilmente ), já a cerâmica é um ISOLANTE dos mais FODAS que existe ( salva-se o caso de uma certa temperatura que não me recordo, porem absurda, ai ela se torna uma SUPERCONDUTORA, um dos materiais que mais se conduz corrente). Creio que essas características influenciam no "produto" final no que se diz respeito ao som...

      Drinho
      Veterano
      # jul/13
      · votar


      Eu já tive captadores cerâmicos e captadores de alnico

      os captadores de alnico soam mais senhores

      os ceramicos soam muito moleque rebelde (mais barulho e menos timbrão)

      há quem goste do ceramico eu prefiro os de alnico sem duvida

      ALF is back
      Veterano
      # jul/13 · Editado por: ALF is back
      · votar


      Shafik
      isso ai cara!
      Mas falando em timbre, queria entender isso, pois na minha cabeça, o excesso de agudos pode prejudicar a definição do timbre, mas quando queremos mais definição em uma mixagem, por exemplo, podemos obter apenas dando um high shelf dos 5khz pra cima...as vezes em 3 dbs já da puta melhorada!
      De alguma maneira, parece q com captadores a coisa é diferente e isso é curioso! Existem caps cerâmicos se saídas mto insanas, como o Seymour Duncan invader, um dos poucos cerâmicos q conheço bem...esse cão, apesar da saída porrada, é grave e sujo!

      Drinho
      Sem duvidas, tbm sou mto mais os alnico...n é atoa q não conheço tantos cerâmicos!

      locaosks
      Veterano
      # jul/13
      · votar


      designermx2
      ducaraleo a explicação cara!

      me interesso muito por esse tipo de coisa (eletrônica de instrumentos) e já tinha lido bastante, mas nuca soube qual era a diferença real, valeu!

      AbçOo!

      fender les paul
      Membro Novato
      # jun/14
      · votar


      cara ate o peso do cara influencia no timbre faca o teste com um gordo como eu e um magrelo mas usar alnico con ceramica nao influencia no timbre o que acontece e que vc tem um timbre mais vintage no braço e um mais metal na ponte tipo seymour duncan invader ou dimarzio x2n e seymour duncan 59 ou o paf pro

      fender les paul
      Membro Novato
      # jun/14
      · votar


      Mauricio Luiz Bertola pensei que ceramico tinha mais medio grave tipo o invader 500mv forte né 18 k mais medios e 5 khz mais ou menos ou seja bem grave so que tambem tem fio etc

      pgnt
      Veterano
      # 06/abr/18 14:35
      · votar


      Desenterrando o tópico (criei outro mais focado mas foi bloqueado), pra discutir sobre distorções fortes, como pra tocar metal, grunge ou até um hardrock mais pesado, considerando a necessidade de uma distorção bem pesada (não tem a ver com dropar, mas entregar graves), com brilho e LIMPA distorção.

      Entende-se por limpa a distorção de alto ganho que não venha deixar o som embolado ou subir aquele som abelhudo. Claro, ampli e pedais pesam mais nesse quesito, mas no caso estou querendo saber na parte dos caps.

      Separei umas dúvidas pra ajudar a nortear a conversa, levando em consideração que caps das guitarras do tipo possuem 2 humbuckers:

      1 – a diferença entre imã de cerâmica e alnico5 pode interferir quanto a soar melhor / mais limpo e grave numa distorção mais forte? (não só com relação ao som sem distorção).

      2 – saída de cerâmico, sendo mais forte, seria melhor pro caso ou isso poderia significar subir alguma ‘sujeira’ comparado ao alnico com saída mais baixa?

      3 – seria possível uma opção misturar os 2 captadores? (li uns casos de cerâmico poder interferir no alnico - mas falavam sobre singles). Ou deixar um pra ponte e outro pro braço? Alguma recomendação quanto a isso?

      Obrigado!

      Will Bejar
      Veterano
      # 10/abr/18 11:42
      · votar


      pgnt
      Tô usando faz tempo alnico no braço e cerâmicos na ponte e meio... nenhum problema detectado.

      LeandroP
      Moderador
      # 10/abr/18 17:39
      · votar


      pgnt

      Cara, até aonde eu sei, um captador com ímã cerâmico, muito próximo ou em contato com um captador com ímã de alnico, o captador de alnico fica definitivamente desorientado. Ou seja, ou você perde ele ou tem que pagar pra restaurar o ímã.

      Então, por precaução, o legal é não misturar. Pode ser que você use um cerâmico na ponte e instale um de alnico no braço. Pelo fato de manterem uma certa distância, baseado no meu achismo, um não venha interferir no outro.

      Contudo, os captadores cerâmicos são mais fortes que os de alnico. O que não implicaria necessariamente em mais graves ou mais agudos, mais ganho ou menos ganho. Em tese, um captador cerâmico tem mais ganho que um de alnico, mas isso não dependeria exclusivamente no ímã, mas toda a sua arquitetura. Em todo caso, se vier a misturar os dois, atente-se às saídas em milivolts de cada um e também à sua resistência, além da sua equalização (mais ou menos os graves, médios e agudos). Pelo que sei, os humbuckers tendem a ser mais graves que os singles. Se você busca agudos cortantes, você pode encontrar em humbuckers, mas é nos singles que certamente eles estarão.

      Eu recomendo que você pesquise bastante literatura a respeito, mas se tiver a oportunidade, que experimente guitarras com captadores com as características iniciais que normalmente são fornecidas pelos fabricantes, ou aposte na sua intuição. Dependendo do modelo/marca, você pode fazer trocas na internet ou com amigos por outros modelos que atendam os seus interesses.

      Captador é uma ciência a parte. Não existe um curso (ao menos eu não conheço) a respeito de captadores. Mesmo quem fabrica acaba iniciando no clássico "tentativa e erro".

      Pra você ter uma ideia, eu peguei há muitos anos, numa troca, um Di Marzio chamado Super Distortion. Na minha mente aquilo soou pesado, saca?! rsrs Pensei, é o captador da guitarra do capeta. Depois da instalação eu percebi que não era bem assim. Não me frustrei, ele realmente distorce muito bem, e com as notas claras, até mesmo em acordes com tensões dissonantes. Mas a minha surpresa foi com o timbre limpo. Que delícia! É o que eu sei dizer a respeito! Apesar de se chamar "Super Distortion", ele tem um timbre limpo que não pode ser desprezado em nenhuma hipótese. Pra mim ele é o verdadeiro e mais autêntico PAF Pro. É cerâmico, alto ganho de saída, e não vi um alnico tão envolvente até hoje. Alnicos são ricos em detalhes, e agrada única e exclusivamente o dono, quem toca. O público ou outri guitarrista experiente nem saca (sem nenhum demérito).

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a ROUND 1: Alnico vs Cerâmico

      305.944 tópicos 7.899.581 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital