Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Música Tonal e Modal... duvida cruel

      Autor Mensagem
      Adriano Medeiros
      Veterano
      # jan/05


      bom galera, o esquema é o seguinte, qual a diferenca dum pro outro, como as musicas sao tratadas, construidas em cada situação... ouço muito cara burro q nem sabe o q é qual a diferença do modo lidio para o jonio e que fica falando de madal e tonal, e eu q sei a diferença nao sei q q é isso hehehehe
      me ajudem a falar na lingua deles hehe

      agradeço desde já

      LeandroP
      Moderador
      # jan/05
      · votar


      Adriano Medeiros

      Eu também não tenho certeza sobre estas definições.

      Eu acho que é modal quando ocorre uma resolução por trítonos e tonal é quando não tem trítono.

      Mas não tenho certeza disso. Inclusive, se descobrir o que é, aproveita pra postar aqui, porque também tenho minhas dúvidas sobre isso.

      Bruno_Guitarplayer
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      LeandroPanucci

      o q é trítono?

      LeandroP
      Moderador
      # jan/05
      · votar


      Bruno_Guitarplayer

      Leia isto:

      http://forum.cifraclub.com.br/?action=vthread&topic=47978&forum= 3&page=-1

      gustavo macaco
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      tritono é o intervalo do demonio ehhe

      gustavo macaco
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      quara sobre quarta

      simproguitar
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      Tonalismo é um sistema teórico que estrutura a composição musical em torno de uma nota principal, a tônica, segundo regras harmônicas específicas, ja no atonalismo voce rompe esse sistema com cromatismos ou até algumas mudanças de tom numa mesma musica.
      o sistema modal eu nao tenho muita certeza do que é realmente.
      (eu tirei isso dum livro)

      simproguitar
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      ah achei mais isso tbem.
      Modo é a maneira de ordenar as notas de uma escala. Como um dos fatores que define o universo sonoro utilizado em determinada obra, sugere as notas a serem usadas na melodia e as que terão especial importância harmônica. Uma mesma escala pode gerar modos diferentes, de acordo com a nota que esteja assumindo a função de centro.

      nao sei se ajuda muito...

      simproguitar
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      ah achei mais isso tbem.
      Modo é a maneira de ordenar as notas de uma escala. Como um dos fatores que define o universo sonoro utilizado em determinada obra, sugere as notas a serem usadas na melodia e as que terão especial importância harmônica. Uma mesma escala pode gerar modos diferentes, de acordo com a nota que esteja assumindo a função de centro.

      nao sei se ajuda muito...

      spacegh0st
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      nao sei bem do que se trata...
      mas "modal" poderia ter algo a ver com os Modos Gregos?
      quem tiver uma boa definição, por favor poste.

      BlaCk LaBeL
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      O que sei sobre o assunto é o seguinte: Na Idade Média, a música era baseada nos apenas modos e, por esse motivo, dita modal. Não existia o conceito de tonalidade maior ou menor, eram simplesmente os modos. Posteriormente, os modos jônio e eólio se tornaram muito mais usados, ou populares, de maneira que os outros acabaram "esquecidos". Surgiu então o conceito de tonalidade maior e menor, ficando o jônio sendo o modo maior e o eólio, o menor.

      Vou fazer uma pesquisa mais aprofundada sobre isso...

      aldo landi
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      Vai lá em http://www.aldolandi.com clica em downloads procure os números que estão acho em 14 15 e 16 ( sobre a capinha do livro fefteen) baixe que estou explicando como compor com modal.

      A resolução de um blues ocorre por trítono e não é tonal . É modal. Já houviram falar de blues tonal? É ruim..

      BlaCk LaBeL
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      aldo landi
      Grande Aldo! Já estou baixando tudo que tem lá! :)

      Igor Martins
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      Tonal - Qdo há resolução do trítono
      Modal - Qdo o trítono é evitado, mas não proibido

      Adriano Medeiros
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      simproguitar
      ajudou sim cara, mas minha duvida cruel é com modal mesmo

      Igor Martins e LeandroPanucci não vejo muita logica em musica tonal ocorrer quando se tem tritono, e o que o aldo landi falou sobre blues me veio uma ideia na cabeça, vou pesquisar no site como ele disse

      obrigado a todos

      musicplayer
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      Adriano Medeiros
      Cara o q eu aprendi nos meus estudos utilizando o livro Harmonia & Improvisação do Almir Chediak é que na música modal evita-se o trítono. E conseqüentemente a música tonal caracteriza-se pela resoluação do trítono. Apenas isso... Espero ter ajudado.

      Adriano Medeiros
      Veterano
      # jan/05
      · votar


      nao sei se todos sabem, mas as respostas mais completas sobre esse assunto estao em livro sobre teoria e harmonia erudita, nao em livro de harmonia funcional ou popular como Almir Cheadiak, o problema é q eu nao tenho acesso a nenhum desses livros, ai fica dificil saber alguma coisa... mas ainda estou pesquisando

      LeandroP
      Moderador
      # jan/05
      · votar


      Adriano Medeiros

      É porque blues geralmente é feito sobre acordes dominantes (X7) e obviamente estes têm o trítono.

      marcelgtvcbx
      Veterano
      # set/06
      · votar


      pra mim blues era tonal....

      Catracador
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      Musica Tonal é quando lançando mão das das funções harmonicas dos acordes dentro de uma tonalidade (tonica, dominante ou subdominante) a sequencia harmonica sugere a resolução ou uma expectativa de resolução. Ou seja:
      Musica tonal é o tipo de musica onde se tem a resolução ou sua expectativa. A grosso modo, simplificando seria o famoso I - IV - V

      A musica modal é livre, não tem compromisso com uma ordem lógica na construção. Vc pode tocar ou criar qualquer coisa ou seja "o seu modo". É imprevisível a menos que vc já tenha entendido o "tema" da musica. existe 3 tipos: Os naturais, que são os modos gregos formados a partir da escala maior (modo jonio), os regionais ou folclóricos que são característicos de povos, regiões ou culturas e os sintéticos, que são os "inventados" de acordo com o que vc quer dizer com sua musica.

      Na musica modal se evita o tritono, porque ele sugere resolução, e se houver resolução deixará de soar modal, e passará a soar como musica tonal entenderam?

      Aliás na musica modal se evita as dissonancias também, pois quanto mais notas possui seu acorde, mais sugestivo ele fica sobre o que vc está tocando, de certa forma "restringindo" ou "sugerindo" o direcionamento harmonico de sua musica. Em musica tonal acordes com muitas notas são mais benvindos porque o que se quer enfatizar é justamente a previsibilidade harmonica.

      Tomara que tenha sido um pouco esclerecedor...

      Valeu, moçada!

      NEGUITA
      Veterano
      # jul/07
      · votar


      cara eu nao entendo sobre trítono qual a logica?

      Minow
      Veterano
      # jul/07
      · votar


      NEGUITA
      O trítono é o intervalo de quinta diminuta ou quarta aumentada, ele tem um som bem 'tenso', que normalmente pede uma resolução.

      Jonathas Lacerda
      Veterano
      # jul/07
      · votar


      ei pessoal,

      Este aldo landi agora está vendendo os livros q antes eram disponibilizados?

      rafaelroman
      Veterano
      # mar/11
      · votar


      Bem simples:
      Tonal são vários acordes - 1 escala
      Modal são várias escalas - 1 acorde

      A musica modal não tem resolução de acordes

      Jabijirous
      Veterano
      # mar/11
      · votar


      LeandroP

      É o ao contrário cara!!

      O trítono pede resolução. Resolução do trítono: Sensível vai à tônica e o quarto grau desce pro terceiro grau!

      Isso é a base do tonalismo. Pegue música da renascença inicial e medieval tardio que você vai ver!!

      Hj em dia nego mistura tudo, mas a BASE mesmo vem dos primórdios!!

      Lembre-se que temos dentro do modalismo a música ficta!!

      Para saber mais sobre música modal aconselho a ler o livro de contraponto modal do koellreutter.

      Loues
      Veterano
      # mar/11
      · votar


      Na verdade acho que nem tem muito essa regrinha do trítono aí...

      Música tonal é a maioria das que a gente escuta. Numa música no tom de Dó, por exemplo, a tendência dela é cair no acorde de Dó. O quinto grau, nesse caso Sol é geralmente usado pra criar uma tensão, que se libera quando voltamos pra tônica, o dó.

      Na música modal, que existia antes da tonal, não tinha esse negócio de tônica e quinto grau. Simplesmente se usa uma escala, ou um modo, e se toca algo em cima daquilo ali, a gente não sente uma mudança de acordes...

      Isso foi no começo...

      Depois tem muitas outras progressões de acordes pra música tonal, tem modal misturado com tonal, tem atonal e mais um monte de coisa...

      LeNascimento
      Membro Novato
      # mai/14
      · votar


      Na verdade funciona assim, vamos separar harmonia de melodia primeiramente.

      Tonal: Pertence a um campo harmônico x, onde existe uma relação única entre todos, e existe a resolução chegando à tônica.

      Modal: não depende da tonalidade específica da música, os acordes se relacionam um a um gerando tensões, passagens, pequenas resoluções para novas tensões. E isso tudo percorrendo diversos campos harmônicos e usando de empréstimos e tudo, podendo ou não resolver no fim.

      Isso é a diferença entre ambas quando falamos de Harmonia.

      Quando vemos pelo ponto de vista da improvisação, das escalas, ambas as estruturas usam modos.

      Ex. Am (I-IV-V7-I) Tonal com quinta dominante resolvida na tonica : Am - Dm - E7 -Am

      Posso dizer que estou improvisando no tom de Am usando só a escala da tônica nos acordes em am e dm e utilizando a nota sensível de la (sol#) na dominante pra resolver. 1 só escala de Am.

      Mas posso dizer que usei escalas la eolio, ré dorico, mi mixolidio resolvendo com la eolio. 3 escalas obedecendo os modos. Mas no fim das contas são as mesmas notas.

      Então essa questão de que é 1 escala vários acordes ou vice e versa cai por terra, é questão ponto de vista ou referência na análise, o que faz dessa musica tonal é que tudo esta dentro do campo de Am e funciona em função do tom.

      Ja na modal tenho o exemplo de uma música chamada Lamento Nordestino que é um baiozinho instrumental que fica dando loop e não acaba gerando tensão toda hora.

      D7-Gm-G7- Cm - F7 - Bb (acordes em quartas)

      Aqui ja começamos em re mixolidio, sol eolio, tensionamos em sol mixolidio, vamos pra dó eolio, fa mixolidio, si bemol jonio e voltamos pro D7 e ficamos num loop.

      Aqui temos uma escala por acorde. Podemos dizer que usamos modos que mosrei acima ou simplesmente "toquei a escala de cada acorde menor, dominante, maior" sem falar em modos.

      Aqui sim as relações eram entre um acorde de cada vez com o próximo, sem se preocupar com a tônica da música.

      Espero ter ajudado

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Música Tonal e Modal... duvida cruel

      300.619 tópicos 7.797.097 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2016 Studio Sol Comunicação Digital