Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Como as guitarras possuem timbres diferentes?

      Autor Mensagem
      Scuttle Buttin
      Membro Novato
      # 19/abr/17 00:23


      Oque caracteriza o timbre da guitarra? Porque o lado de fora da guitarra, oque caracteriza o modelo, não faz alterar o timbre, né?

      O link abaixo é um vídeo que mostra as diferenças entre os timbres de diversos modelos:

      https://www.youtube.com/watch?v=t8JifC74Ed4&list=LLca7qMDSmokN2xD31M21 jGg&index=7



      Lelo Mig
      Membro
      # 19/abr/17 08:43 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      Scuttle Buttin

      Como todo vídeo comparativo serve para alguma apreciação, avaliação, perceber sons mais brilhantes, mais aveludados, mais gordos ou mais magros, etc.

      Mas, sem querer parecer pretensioso (e de certa forma sendo), só reforça minha teoria que com 1 pot de volume, 3 de tone e 1 de ganho eu faço qualquer guitarra soar como outra... ainda mais num exemplo comparativo como este, onde há distorção.... já que em som clean o "buraco é mais embaixo".

      Ou seja, estas "diferenças", servem mais para preencher uma necessidade natural de crença no sobrenatural, comum a maioria dos seres humanos, do que para significar algo em termos musicais, já que, repito, guitarras e amplificadores, possuem regulagens que nos permitem mudar as características sonoras através da tecnologia e não da "crendice".

      Sim... sou um cético da sonoridade....rs.

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 19/abr/17 09:09
      · votar


      Pense que a corda está vibrando, e está ligada a pontos de atrito que são a ponte e o nut, e daí a vibração passa por toda a guitarra até fazer os captadores vibrarem junto, porém, o principal da captação é a alteração de corrente induzida pela interferência das cordas no campo magnético. Ou seja, o que o Lelo Mig falou está certo, os principais recursos para se modar um timbre estão na tecnologia, na parte elétrica e eletrônica.

      Porém, pensemos que se o conjunto todo está vibrando, tudo que está na guitarra vai ter alguma influência no timbre, maior ou menor. Não vou entrar aqui no quesito de coisas que influenciam pouco ou muito no timbre, mas aqui estão algumas coisas que influenciam de alguma maneira o timbre:

      - construção
      nisso está incluso o tipo do braço (colado vs parafusado), os tipos de traste, altura de cordas, extensão da escala, posição dos captadores (numa telecaster, por exemplo, a posição costuma ser fora do sweet spot), e madeiras utilizadas

      "Ah Renan, então quer dizer que se vc construir uma strato igualzinho uma LP e só mudar o formato, o timbre tende a ser próximo?" Sim. "Mas porque então temos uma referência de timbre devido ao modelo?" Resposta: Porque pra cada modelo já é meio que padronizado uma construção específica. Por exemplo, toda Les Paul "de marca" tem braço colado, toda strato "de marca" tem o captador da ponte inclinado, e por aí vai.

      Mas reitero: os recursos mais poderosos tem a ver com a regulagem do equip, a parte elétrica e eletrônica do negócio. Na prática vemos que é difícil fazer qualquer guitarra soar como outra como o Lelo Mig disse, mas a diferença é tão pequena que acaba passando quase que despercebido. Se for dentro de uma mix então, pode jogar tudo o que eu disse fora, se for tocar com a banda então piorou, pode jogar tudo fora e botar toda a responsabilidade do timbre no amp, praticamente.

      Lelo Mig
      Membro
      # 19/abr/17 09:23
      · votar


      acabaramosnicks

      Veja bem... as diferenças existem sim! Não nego isso.

      Madeira, ferragem, verniz, captação, braço colado ou parafusado, ponte (fixa, flutuante, modelo), formato, posição do planeta Vênus no dia que a semente de Mogmo germinou...etc ....centenas de variáveis alteram o timbre. Nunca neguei isso.

      Mas o que sempre insisto, e poucos entendem, é que EM INTRUMENTOS ELÉTRICOS a variação produzida por um pot de tone ou ganho é imensamente maior que qualquer detalhe construtivo.

      Some-se a isso, efeitos e amplis...........e tudo diluí-se ainda mais.

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 19/abr/17 10:03 · Editado por: acabaramosnicks
      · votar


      Lelo Mig
      É, eu entendi o que vc quis dizer. Mas tem gente que força a barra, bota a culpa do timbre até no verniz. E tem gente que força a barra pro outro lado também, fala que qualquer berimbau vai dar timbre plugado no amp XYZ. Daqui a pouco tem nego falando que Gibson tem timbre foda pq o mogno usado foi plantado nas colinas da PQP numa certa temperatura e humidade. É fator imaginário ou poquíssimo tangível muitas coisas que dizem por aí que afetam o timbre.
      Mas o que eu falei de altura de corda, por exemplo, é uma coisa pequena mas que pode fazer alguma diferença, digo isso por experiência prórpia, depois que ajustei a ação da minha Ibanez um pouquinho mais alta ela dava mais som (não sei exatamente por quê), mas como dito antes, são fatores que não são nem perto de decisivos no teu timbre final. As vezes é um detalhe que só o cara que tá tocando vai escutar, ou talvez até seja coisa da sua cabeça, olha quanto estudo de placebo tem por aí. O "grosso" está na elétrica/eletrônica, por isso que se vc tem uma guitarra barata, porém, boa de tocar, que segura a afinação, etc, eu sempre acho que compensa botar uns caps bons. Na pior das hipóteses, se vc não curtir pode colocar os antigos de volta e vender essa merda toda.

      É justamente por esses motivos que na minha opinião (já falei isso em outro tópico mais específico) é simplesmente ridículo pagar mais que 3 ou 5 mil reais em uma guitarra, e olha que isso já é bastante dinheiro!
      Eu, particularmente, nunca tive uma gutiarra que valesse muito mais que 1.5k (a minha mais cara foi uma Condor LP custom), e a guitarra que uso hoje vale no máximo estourando 1k. E eu simplesmente amo ela, pra mim ela é mais daora que muita guita consagrada por aí. A minha guita n°1 anterior, a Ibanez, era também uma guitarra muito barata, paguei menos de 1k, entry-level mesmo, e por motivos que todos desconhecem o timbre dela (com caps malagoli) simplesmente ATROPELA muita epipoca e prestige por aí. Enfim...

      Insufferable Bear
      Membro
      # 19/abr/17 10:05
      · votar


      Porém, pensemos que se o conjunto todo está vibrando
      Se pensar assim o mundo inteiro vibra.
      A verdade é que a transferência de energia das cordas para o corpo da guitarra é mínima por conta da diferença das impedâncias acústica dos materiais.
      Dá diferença mudando madeira e formato da guitarra? Sim, mas você não é capaz de perceber.
      O que realmente importa antes do sinal sair da guitarra é captadores.

      Iversonfr
      Veterano
      # 19/abr/17 13:45
      · votar


      Lelo Mig

      Seu primeiro post retrata exatamente o que penso.

      P.S.: Discussão sobre madeira iniciando em 3, 2, 1...

      -Saved
      Membro Novato
      # 19/abr/17 13:54
      · votar


      Quero ver vocês fazer uma lespaul com humbucker soar igual o som de strato na 2 posicao em um TS.. Boa sorte

      Tube bem, a explorer a V passando por lespaul quase identicas sonoramente pelo fato da configuracao de captadores, mas nunca irão soar parecida com uma strato ou tele com singles e vice e versa..

      -Saved
      Membro Novato
      # 19/abr/17 13:58 · Editado por: -Saved
      · votar


      Insufferable Bear

      Concordo com você, oq mais da som a uma guitarra é os captadores..

      Mas se pegarmos guitarras com mesma configuracao de captadores e mudarmos o tamanho da escala ou o tipo de corpo (nao madeira e sim OCO ou Solido) sentiremos uma sutil diferença...

      Eu não dou muito crédito na diferença do timbre da madeira por esse sim qualquer mexida em uma eq é mais significante, mas captadores sim..

      Deji
      Veterano
      # 19/abr/17 14:13
      · votar


      Peguem uma superstrat de alder com humbucker na ponte e braço. Não soa nem parecido com uma LP...

      ogner
      Veterano
      # 19/abr/17 14:50
      · votar


      Oque caracteriza o timbre da guitarra?
      Nut
      Saddles
      Captadores
      Construçao/medidas
      Tipo/regulagem do tremolo/ponte
      Qualidade eletrica ( pots, fios e soldas )
      Madeira
      E ainda a pegada/pegada/pelhetada do homi pode mudar tudo! hehe

      Malucos, eu mudei os sadles de uma Strat e o timbre mudou.
      Malucos, eu travei a ponte de um Strat e o timbre mudou.

      hehehe!!

      ogner
      Veterano
      # 19/abr/17 15:06
      · votar


      Iversonfr
      P.S.: Discussão sobre madeira iniciando em 3, 2, 1...

      \o/ \o/ \o/ \o/ \o/

      :)

      Buja
      Veterano
      # 19/abr/17 15:08
      · votar


      Eu acho que alder é melhor que mogno.

      ogner
      Veterano
      # 19/abr/17 15:10
      · votar


      Buja
      Eu acho que alder é melhor que mogno

      Ihhhh, #TRETA

      ahuehauhuea

      Buja
      Veterano
      # 19/abr/17 15:27
      · votar


      Quem está comigo levanta a mão
      haushuashuas

      JJJ
      Veterano
      # 19/abr/17 15:35
      · votar


      marcando só pra rir das tretas.

      ogner
      Veterano
      # 19/abr/17 15:43
      · votar


      Buja

      o/

      Alder = Strareiro de alma, cheio de filling, rootsb muito timbre
      Mogno = Lespaul ( eca ) metaleiro, higain, compressao, som de pedaleira..

      hihi

      Insufferable Bear
      Membro
      # 19/abr/17 15:50
      · votar


      Deji
      ogner
      Não dá pra deduzir nada desses experimentos, tudo o que você tem é sua percepção, que é extremamente influenciável e nem um pouco confiável.

      -Saved
      Medida da escala é algo bem crítico, já que você precisa de mais tensão nas cordas, a mudança ocorre exatamente de onde o som sai.
      Muito diferente da madeira e formato.

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 19/abr/17 15:51
      · votar


      ogner

      Nem um, nem o outro, tenho coração de pobre e curto guita em basswood hahahahahaha
      É sério!
      As únicas guitarras mais caras que passaram na minha mão foi uma LP custom em mogno que eu não curti muito, e uma outra strato em alder que eu também não curti muito, minhas baratinhas de basswood sempre foram minhas favoritas. Antes eu achava que deveria ter algo errado no meu ouvido, hoje eu nem ligo mais.

      Buja
      Veterano
      # 19/abr/17 15:52
      · votar


      A guitarra sendo de alder, o resto não interessa. É indiferente no timbre.

      ogner
      Veterano
      # 19/abr/17 15:58
      · votar


      Insufferable Bear
      Não dá pra deduzir nada desses experimentos, tudo o que você tem é sua percepção

      É, eu sei! :(

      Mas mudou!! hahahaha

      Insufferable Bear
      Membro
      # 19/abr/17 15:59
      · votar


      marcando só pra rir das tretas.
      Não tem treta, tem eu e pessoas que não enxergam a verdade. Eu tomo como minha boa ação do dia esclarecer a patuléia ignara dos fóruns musicais do fcc.

      LeandroP
      Moderador
      # 19/abr/17 16:41
      · votar


      em som clean o "buraco é mais embaixo".

      Também acho. A distorção só mascarou as diferenças que poderiam ser mais evidentes.

      Lelo Mig
      Membro
      # 19/abr/17 19:04
      · votar


      Insufferable Bear

      "patuléia ignara"........foi foda!!.....kkkkkkkkk

      miguelspar
      Membro Novato
      # 19/abr/17 23:46
      · votar


      Sobre a influência dá madeira: https://youtu.be/AuIqNmVNNuA

      Postei e saí correndo! ;)

      -Saved
      Membro Novato
      # 20/abr/17 06:48
      · votar


      Eu acredito que em guitarras de corpo oco a influência da madeira é considerável, se analizar que o movimento mecânico da corda move a madeira que move a massa de ar, o timbre acústico depende da madeira, e o plugado também, pois o esforço mecanico em mover o conjunto atenua certas frequências e diminui o sustain..

      Buja
      Veterano
      # 20/abr/17 09:22
      · votar


      -Saved
      Amigao, tudo que vou dizer aqui abaixo nao é pra voce. É pra geral. Um desabafo, blz?!

      ---
      Desde de o dia em que li que semi acustica nao dava com distorcao, e quando comprei minha semi acustica, botei distorcao no talo e mandei metallica (e foi o melhor timbre distorcido que ja ouvi), desde aquele dia parei com as paranoias de acreditar em regras e leis impostas sobre madeira/timbre por outros.

      Tudo balela. Strato de alder, basswood e freijo podem tanto soar bem como mal. Podem soar bem num setup e mal em outro. Podem soar bem um dia e soar mal no outro. Assim como voce pode achar uma musica do megadeth uma bosta hoje e achar ela linda amanha.

      Esse negocio da fisica purista, da vibracao das ondas sonoras sobre a corrente do fluxo do ar sobre a madeira cortada no sentido dos veios e tal,
      bicho, nossos parcos ouvidos nao escutam isso nao.
      E se escutarem, é so dar um tapinha no EQ e pronto.

      Quantas vezes eu ja li aqui no forum cara falando: 'ah minha strato ta com timbre magro, ou minha les paul ta com timbre fechado' e o que todo mundo diz?!
      Troca o captador. Mexe no setup. Coloca um booster. Bota cordas 0.11. Blah blah blah.

      Ja viu alguem falar: 'troca o corpo de basswood pra um de mogno'?!

      Muita gente diz que a madeira influencia demais, mas ninguem pensa em trocar ela pra melhorar o timbre. Ninguem acredita nas proprias palavras e so repete o que ouvem falar e tomam isso como verdade absoluta do universo e se fecha na propria ignorancia.
      Como meu pai, que até hoje jura de pé junto que existe a mesbla no centro de BH e que aeroporto internacional é na pampulha.

      Pra mim nao é mente vazia que é oficina do diabo. É mente fechada.
      Madeira muda o timbre. Obviamente que sim. Mas a gente so nota isso bem quando estamos falando de um violao desplugado, de um tambor, um berimbal, essas coisas.

      Quando se pega uma les paul solida, pluga (essa palavra ja muda tudo) ela num amp, poe efeitos, drive etc, grava com uma camera de celular e poe no youtube, bicho, é de dar desgosto. Dar até dó, pois o cara acha que ta afabando no youtube, dando uma de entendido cientista do audio, quando na verdade está enganando a si mesmo.

      Esse negocio de madeira x timbre cansa. E muito. Porque é tao dificil pra guitarrista entender isso?!

      Lelo Mig
      Membro
      # 20/abr/17 10:05 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      Buja

      Concordo 100% e venho insistindo nisso aqui há muito tempo.

      Nem o ouvido mais "absoluto do planeta" é capaz de dizer quais músicas:

      - David Gilmour gravou usando Gibson Les Paul.
      - Jimmy Page usando Fender Telecaster.
      - Ritchie Blackmore usando Gibson ES 335.
      - Jeff Beck usando Gibson Les Paul.
      - Slash usando Fender Stratocaster....e centenas de outros casos.

      Obs, neguinho vai descobrir isso lendo ficha técnica, mas de ouvido, nunca!

      Estamos tão habituados a VER nossos ídolos com determinado modelo, que não somos capazes de imaginar que ele, geralmente em studio, muitas vezes usa outra. Sua pegada, suas regulagens, efeitos e timbres, são tão mais característicos, que o modelo da guitarra utilizado passa a ser um detalhe irrisório.

      Uma vez perguntado sobre isso, Jeff Beck, disse que não era o SOM que determinava o fato de ele usar Fender Stratocaster, mas a ergonomia e o costume, que era o modelo que melhor se "fundia" ao seu corpo, que com uma Les Paul, por exemplo, ainda que fosse uma ótima guitarra, ele se sentia como se "fosse outra pessoa tocando", "um estranho", que não fluía com facilidade, por isso quase só a usava em studio.

      Mas, é bastante compreensível este pensamento. O homem gosta do "mágico", do "encanto sobrenatural" por trás das coisas. Isso dá uma aura de sagrado, de "Excalibur" ao instrumento.

      Como disse Carl Sagan:

      "Nossos sentidos não são perfeitos. Podemos ver/ouvir coisas que não existem, ter alucinações ou ilusões. Nossa memória também não é confiável. Podemos ter certeza que passamos por uma situação quando na verdade era apenas uma falsa memória. Por isso, nenhum depoimento ou testemunho é uma evidência boa o suficiente."

      Deji
      Veterano
      # 20/abr/17 10:05
      · votar


      Insufferable Bear
      Não dá pra deduzir nada desses experimentos, tudo o que você tem é sua percepção, que é extremamente influenciável e nem um pouco confiável.

      Velho, não é querendo ser prepotente e escroto, como você.
      Mas toco guitarra a mais de 20 anos, já tive diversas guitarras, já fiz com luthier, já testei uma caralhada de captadores.
      Não tenho tempo para explicar o óbvio. É mais fácil, prático, e rápido dar exemplos.
      Tudo influencia, e muito.
      A madeira influencia, e muito.
      Talvez, com a experiência, você perceba, e com estudo, entenda.

      Ismah
      Veterano
      # 20/abr/17 10:12
      · votar


      em som clean o "buraco é mais embaixo" [3]

      Um pouco de compressão/distorção tenderia a trazer mais nuances pra frente, mas muito chapada ferra tudo...

      acabaramosnicks

      Sua teoria é legal, mas vamos nos questionar algo simples: porque pontes de tele, strato se apoiam em pontos tão pequenos como parafusos de cerca de 1,5mm...? É uma das coisas que mais me questionei até hoje, e a resposta é simples: isolar a vibração da corda do corpo. Ou melhor, isolar a vibração do corpo das cordas, o que viabilizou muita coisa, por não dar feedback.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Como as guitarras possuem timbres diferentes?

      303.749 tópicos 7.860.272 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital