Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Um cego tocando it's my life.

      Autor Mensagem
      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jul/14


      Pra quem achava que eu não sei tocar.
      http://www.4shared.com/mp3/QccSA7QSba/its_m
      Minha guitarra ta meio estranha, então n deu pra fazer os bends do solo. Mas ta aí.

      krixzy
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire
      Ficou massa mano, acho que vc deve ter um ouvido bem apurado.

      Só acho que o timbre ficou artificial, até pq deve ser tenso pra vc timbrar com vst's. Agora a execução achei muito boa, ta de parabéns.

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      Eu usei o v-amp2 plugado na line in do pc, por isso tanto ruído.

      Headstock invertido
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      Marcando pra ver em casa.

      FabioMP.
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire

      Bem interessante, a execução ficou bem boa.

      Fiquei curioso pra saber como você faz pra gravar.

      Delson
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire
      Gostei da execução no geral. Mas achei que faltou um pouco de "intimidade" com o instrumento. Não sei se eu soube me expressar, kkkkkk

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      Como assim faltou intimidade com o instrumento?

      NINO_D.BOB
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      Ficou massa cara.

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      e pior que quase que eu não postava. Sei la. Eu sou muito perfeccionista.

      Headstock invertido
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      Ficou legal. Nada espetacular, mas ficou bem legal. Senti que faltou um pouco mais de pegada e firmeza, mas isso vem com tempo e treino. Tu chega lá. Tá no caminho.

      Delson
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire
      Como assim faltou intimidade com o instrumento?

      É como o Headstock invertido disse. Na minha opinião (só minha opinião, hehe), Senti que faltou um pouco mais de pegada e firmeza, mas isso vem com tempo e treino.

      ogner
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire
      Bem bacana velho!! Imagino a dificuldade que seja tocar nessa situação!!
      Não tem como nao dar um dez, hehehehehe!!!
      Mas é verdade que o timbre ta um pouquinho abelhudo, o drive esta "espalhado" saca, a clipagem nao esta legal. E quanto a pegada, manda uns vibratos, esta muito retona, sacou??

      Abração!!

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      O timbre demorou pra eu fazer. Não ficou tão bom, mas foi o melhor que consegui. E eu não sei bem ainda o que é pegada, mas valeu pelos concelhos.

      Headstock invertido
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire
      Pegada, no caso, é tocar com mais força, com mais firmeza, com mais segurança. Como o ogner disse, colocar uns vibratos nas notas e tal. Pra ficar menos reto, menos quadradão.

      makumbator
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      Headstock invertido

      Pegada, no caso, é tocar com mais força, com mais firmeza, com mais segurança

      Eu eliminaria a palavra força da descrição de pegada. Pra mim está mais em tocar com mais segurança, firmeza (como você comentou) e com a dinâmica adequada ao momento e intenção (podendo ser mais forte (mas não excessiva) ou mais fraca (mas não frouxa)).

      Acho que essa coisa de falar que é força acaba tornando muitos guitarristas em músicos sem dinâmica musical (pois acham que é tudo ff e sentam a mão sem pensar no contexto musical).

      ogner
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire

      da uma escutada nesse som, é beatles na verdade. Olha a interpretação do Philip Sayce!! Olha como ele tasca vibratos, bens com vontade..toca com raça, hehehe!!



      Headstock invertido
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      makumbator

      Sim, exatamente. Falei 'força' como uma forma de complementar o todo do que eu disse. E de uma forma mais fácil e direta de se entender.

      E convenhamos. Apesar de não ser só ela e tampouco ser a coisa principal dentro do que chamamos de pegada, a força faz parte. Mesmo que em alguns momentos e para aplicações específicas. Mas ela está lá também.

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      então pegada é mais ou menos colocar hemoção na música, certo?

      makumbator
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire
      hemoção

      emoção, né?

      E não, pegada não é exatamente emoção. É difícil descrever certos termos, mas eu não colocaria pegada como um caráter emotivo da execução.

      Headstock invertido
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire
      Mais ou menos. Eu diria que a emoção até faz parte do todo. Mas não é só isso.

      Cara, de forma bem simples, eu diria que tocar com pegada é tocar com vontade.

      krixzy
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      Headstock invertido
      makumbator
      daimon blackfire

      As pessoas criam uma ideia muito errada do que chamam de ter pegada. O que vocês chamam de pegada, é basicamente saber usar a dinâmica, por exemplo, se vc vai tocar uma harmônica com uma intenção calma, suave, como por exemplo, uma música romântica, vc vai tocar com mais suavidade, passando a tranquilidade que a música pede naquele trecho, se a intenção da harmônia é ser mais agressiva, vc vai tocar com mais força, mais firmeza, se vc faz o inverso, numa musica que é pra ser suave e vc aplica agressividade, vai soar fora da proposta da música, vai ta mudando a intenção, e quem já conhece a música vai falar que faltou a pegada da música, vai notar a diferença, e vc não passou a sensação original da música, o mesmo acontece se vc vai tocar um rock sem a firmeza que o gênero pede, vai parecer fraco, desanimado, sem vida, nesse caso faz algumas pessoas achar que pegada é tocar com força, mas não é, o correto é saber aplicar a firmeza e suavidade nos momentos certos.

      Onde vc pode ouvir exemplos disso, é no blues, os solos variam bastante de dinâmica, vc percebe que muitas vezes os guitarristas fazendo solos agressivos e calmos na mesma música, ou no mesmo solo, começando com agressividade e terminando calmo.

      Veja essa música, logo no inicio, vc nota que o solinho ali tem as primeiras notas bem nítidas, e a última nota já é bem mais calma, tanto que tem vezes que mal da pra ouvir a última nota.

      https://www.youtube.com/watch?v=oHowqKYSXNI

      Na minha opinião, isso é o charme do blues, até mesmo na bateria se percebe, as primeira pancadas da sequencia são mais fortes, e as últimas mais calmas.

      Vale lembrar tbm, que quanto maior o ganho, menos dinâmica se percebe da guitarra.

      ogner
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      krixzy
      Acho que vc dissertou mais sobre interpretação....Nao acho que isso que vc explicou seja pegada.. interpretação esta contido na pegada, mas não é tudo!!
      ademais nao acho que existe uma interpretação correta pra cada estilo de musica, é justamente isso que identifica e diferencia um guitarrista de outro,.

      se vc ouvir ave maria sendo tocada pelo steve vai, vc vai saber que é ele, se vc ouvir SRV toca-la, também vai saber que ele....

      a sua expressão através do instrumento tb esta contido na pegada. Enfim é complicado explicar pegada. Pra ter pegada vc precisa ter confiança também...

      krixzy
      Veterano
      # jul/14 · Editado por: krixzy
      · votar


      ogner
      Então, é por isso que ninguém toca igual a ninguém, é o que diferencia um do outro, no mesmo solo, cada guitarrista pode interpretar de uma forma diferente, mesmo que 2 guitarristas fazendo o mesmo solo aplicando agressividade, sempre haverá diferença entre os dois, nesse cover que o daimon blackfire gravou, se ele tivesse aplicado mais força na mão direita falariam que a pegada tava boa, mas seria errado dizer que ter pegada é tocar com força.

      É nesse ponto que a coisa se torna complicada, pq se o cara não aplica a dinâmica que a música ta pedindo não significa exatamente que ele aplicou errado, apenas fez uma intenção diferente da que estamos acostumados, ninguém espera ouvir uma base de rock suave.

      No seu exemplo de steve vai, quando vc imagina ele tocando vc imagina nos solos dele, a pegada que predomina nas músicas dele vai ta la na ave maria, e vc vai perceber que não soa como a original, se ficou bom, a pegada tava boa, se ficou ruim, a pegada foi ruim, é muita polemica nesse assunto.

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      Afinal, ficou bom, ruim, mais ou menos ou o que? Com essa conversa toda de pegada, dinÂmica e sei la o que fiquei meio confuso.

      ogner
      Veterano
      # jul/14
      · votar


      daimon blackfire

      Cara, ta ok!! Ta legal sim. O toque que todos falaram aqui foi pra evoluir, melhorar mais ainda entende, um passo adiante!! Vc nao errou notas, tocou tudo bem, porém sem o tchãn, sem o "algo mais"....

      O timbre foi oq mais me incomodou na verdade.
      Ouvi novamente aqui, nao entendo de pedaleiras, mas deu a impressão de vc ter mandado pro PC sem um simulador de falantes. Quando vc usa a pedaleira ligada num amplificador, ele faz essa função, claro. Agora quando liga direto no PC, ou deve ter algum parametro na propria pedaleira dedicada a isso ou uma outra saida que já seja preparada pra isso. Se ela nao tiver isso, vc vai ter que usar um plugin, dentro do seu daw.....qual programa vc usa pra gravar?

      Headstock invertido
      Veterano
      # jul/14 · Editado por: Headstock invertido
      · votar


      ogner
      interpretação esta contido na pegada, mas não é tudo!!

      Já eu diria que a pegada está dentro da interpretação. É uma parte dela.

      Pra mim, pegada é força, segurança e firmeza. Os três combinados.

      É você tocar e fazer as pessoas pensarem: "esse cara sabe o que está fazendo".

      E não: "ele parece ter aprendido esse solo ontem".

      É tocar sem medo. Sem receios.

      krixzy
      Ao meu ver, tudo isso que tu falou é dinâmica, não pegada. Pra mim são coisas diferentes.

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      Eu ja tinha feito esse solo várias vezes, mas se eu fizesse bends ia desafinar as cordas. E sobre o timbre, ta com simulador de falantes sim.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Um cego tocando it's my life.

      304.524 tópicos 7.875.024 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital