Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      ::::::: Review - Vintage V6 Reissued (com áudio) :::::::

      Autor Mensagem
      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14 · Editado por: GuitarristaDoNickEstranho


      E aí, galera do FCC!

      Cá estou mais uma vez pra fazer um review. Na verdade acho que não é exatamente um review, tá mais pra impressões iniciais, tendo em vista que tem apenas cerca de um mês que eu tô com essa guitarra. Mas, como eu sinto que ultimamente minha empolgação com novos equipamentos tem passado bastante rápido, lá vamos nós mais uma vez.

      Como o título do tópico já descreve, a guitarra do review é uma Vintage V6, modelo strato da marca. A minha é na cor Boulevard Black.

      Como eu toco em igreja, pensei em uma guitarra que me desse mais versatilidade, pra tocar algumas das músicas que não ficam tão legais com guitarra tipo LP. Como já tenho uma AFD Paradise, da mesma marca, essa V6 foi uma das primeiras opções, tendo em vista que tem um custo x benefício bem interessante. Além disso, não queria gastar muito na minha primeira strato SSS.

      CONSTRUÇÃO E ACABAMENTO

      Vamos primeiro às especificações do fabricante:

      Body: American Alder
      Neck: Hard Maple – Bolt On
      Fingerboard: Rosewood. One Piece Maple (MFR/MSSB)
      Scale: 25.5"/648mm
      Frets: 22
      Neck Inlays: Pearloid Dot. Black dot (MFR/MSSB)
      Tuners: Wilkinson® WJ55 E-Z-LOK™
      Vibrato: Wilkinson® WVC
      Pickups: Wilkinson® Single Coil x 3 (N) WVS (M) WVS (B) WVS
      Hardware: Chrome
      Controls: 1 x Volume/ 2 x Tone/ 5-Way Lever

      Inicialmente eu curti bastante as specs quando estava pesquisando este modelo. É uma guitarra bem sólida, bem construída, e até agora não notei erros ou detalhes graves no acabamento. O escudo veio um pouco arranhado, mas daí não sei o que pode ter sido, talvez o transporte, ou alguém testando na loja, sei lá. Enfim, não me atrapalha em nada.

      Quanto ao corpo, eu acredito que essas guitarras são feitas em duas ou três peças de alder, no máximo. A minha, como é preta, dificulta bastante de perceber as emendas, mas com um certo esforço e posição da luz, consegui enxergar algo que parece ser uma colagem, bem no centro do corpo.

      Tanto a ponte, quanto os captadores e tarraxas são da Wilkinson. A ponte é muito boa mesmo. Eu não gostava de usar tremolo em outras guitarras que já toquei, porque normalmente desafinavam só em tocar na alavanca, mas essa ponte aguenta bastante coisa. Logicamente ela não foi feita para aguentar firulas à la Steve Vai, mas eu dou umas alavancadas bem seguras e a afinação se mantém bem estável. As tarraxas também são ótimas, seguram bem a afinação. Só não curti muito a ideia do sistema EZ-Lok. Ainda não troquei as cordas, mas tenho a impressão que será um procedimento um pouco mais chato e demorado que o normal, pelo que pude pesquisar a respeito de como funciona:

      http://www.eyguitarmusic.com/assets/images/ezlok-installation.jpg

      Sobre os captadores, falo depois. O braço eu achei extremamente confortável. Cai como uma luva na minha mão, não é fino e nem espesso demais. Arriscaria dizer que é um perfil C (mas não entendo muito disso, então, melhor testarem antes). Tenho tido sorte quanto a isso nessas guitarras, porque como não tem loja aqui na cidade, compro pela internet e felizmente deu certinho de o braço ser bem confortável. Além disso, é bastante bonito, e a escala de rosewood deixa a guitarra com um visual bem legal (infelizmente não fiz fotos detalhadas).

      A tocabilidade também é show de bola, os trastes vieram bem nivelados, sem rebarbas. Só a altura das cordas que eu pretendo aumentar assim que trocar, pretendo colocar cordas .010. O nut que veio nela é bem medíocre, parece ser de um plástico bastante vagabundo, pretendo trocá-lo em breve.

      Sobre a parte elétrica, aí eu já não sei se o ruído que acontece é por conta dos captadores single ou se a parte elétrica é meia-boca. Acho que deve ser natural dos captadores, pois é mais perceptível com drive, no clean praticamente não existe. A operação dos knobs também é bastante silenciosa.

      Ih... Quase ia esquecendo. Eu reparei logo quando peguei a guitarra, que os captadores do braço e do meio têm um certo desalinhamento em relação às cordas. Os pólos dos captadores das duas cordas E não ficam centralizados com elas. Peguei uma foto de uma na net pra tentar ilustrar mais ou menos:

      http://medias.audiofanzine.com/images/normal/wilkinson-guitare-vintage -icon-v6-relic-rouge-fiesta-224079.jpg

      Então, isto inicialmente havia me deixado preocupado, afinal o braço me pareceu estar bem certinho em relação à ponte... Postei a pergunta em um blog sobre guitarra, e um dos donos do blog me respondeu o seguinte:

      se o braço e ponte estão perfeitamente alinhados como vc descreveu, esse desalinhamento é "normal", não se preocupe. Explico: A ponte original e tradicional de Strato tem 6 saddles com 11.3mm de largura o que faz com que as cordas Mi grave e Mi aguda fazia com que as cordas ficassem muito perto das bordas da escala e a mizinha principalmente tendia a escapar (pela curvatura da escala ser pra fora). Visando resolver o problema a Fender encurtou um pouco os saddles para 10.8mm e consequentemente essa distancia das cordas diminuiu tbem cerca de 3mm, o suficiente para diminuir os escapes da mizinha. Mas o que isso tem a ver com os captadores? Bom eles originalmente tem distancia entre polos de 52mm mas a Fender não os alterou como os saddles, e por isso parece ficar um pouco fora no braço, principalmente nas cordas Mi como vc observou. Isso acontece também nas Strato Fender com esse modelo de Saddle menor, como a Am Std, Deluxe, Mexicanas e etc. Isso só fica "normal" nos modelos Vintage que replicam o distanciamento original. Alguns fabricantes reduziram um pouco o espaçamento do cap de braço pra alinhar certinho, mas a Fender ainda usa 52mm em todos os seus caps. Eu acho que a alteração no som é mínima , se é que tem alguma alteração. A corda ainda é capaz de sensibilizar o campo magnético do captador . :-)

      Então, acabei ficando mais tranquilo. Em fotos que vi na internet, chegando mais perto do corpo, também percebi isto, e, como o som está tranquilo pra mim, desencanei.


      SONORIDADE

      Aqui é que vem a parte divertida da coisa!

      Essa guitarra tem um som bem característico de strato, e é bastante versátil. Caramba, eu descobri uma infinidade de timbres variando knobs, posição da chave seletora, dinâmica... Dependendo do setup, dá pra tocar quase de tudo com ela (menos estilos mais pesados, obviamente).

      Os captadores são da própria Wilkinson. Não achei especificações no site deles, mas vi um review gringo que dizia que o do braço tem 6,3k de saída, o do meio 6,5k e o da ponte 7k; são de Alnico V, se não me engano.

      Eu sou péssimo em descrever som de captadores em palavras... O do braço tem um som bem cheio, com os graves na medida; curto muito usar em solos e em bases dedilhadas. O do meio tem um som com uns médios bem legais, mas sem soar anasalado. O da ponte eu achei bem agudinho, aos meus ouvidos fica estranho tocar sons de drive com ele e o tone no 10. A propósito, um dos controles de tone é exclusivo para o captador da ponte, então na hora de usá-lo eu costumo diminuir um bocado. O outro tone serve para os outros dois captadores. As minhas posições favoritas são a do braço, braço e meio, ponte e meio. Mas todos os timbres são bons, em todas as posições. E, como disse, dependendo da regulagem do setup, dá pra tocar quase tudo com ela.

      Eu gravei alguns sons, com o mesmo equipo simples de sempre. Mic Arcano A57, ligado numa Zoom G3X usada apenas como interface, e daí pro Reaper, sem adição de efeitos posteriores. O amplificador usado foi meu Alien Monster, de 50w, versão com EL34 no power.

      Um detalhe é que eu estou sem fones de ouvido, então o resultado final eu ouvi só através dos falantes do notebook, que são uma droga. Então não faço ideia de como vai ficar o timbre em bons fones de ouvido. Usei o mic mais ou menos na mesma posição de sempre, então, por gentileza, avisem-me como ficaram as gravações.

      Vamos aos sons:

      Clean:
      https://soundcloud.com/kellalbuquerque/vintage-v6-clean

      Aqui, pra cada coisa que eu toquei, variei a chave seletora dos captadores na seguinte ordem: 1-braço; 2-braço + meio; 3-meio; 4-ponte + meio; 5-ponte.

      No final, fiz umas coisas com o tremolo. Dei umas alavancadas no fim, e a afinação se manteve.


      Drive
      https://soundcloud.com/kellalbuquerque/vintage-v6-drive-1

      Aqui eu usei o canal de drive do amp, com o ganho pouca coisa acima de 9h. Toquei umas besteiras, uma base tosca de blues e umas baboseiras aleatórias. A variação da chave seletora foi na mesma sequência: 1-braço; 2-braço + meio; 3-meio; 4-ponte + meio; 5-ponte.


      Drive mais forte - captador da ponte
      https://soundcloud.com/kellalbuquerque/vintage-v6-drive-2

      Aqui eu usei apenas o captador da ponte, com o ganho do amp em 1h. A quantidade de drive eu fui variando apenas no knob de volume da guitarra, pra mostrar um pouco da dinâmica que dá pra conseguir. Aqui toquei com o controle de tone mais fechado, porque aos meus ouvidos o captador soa meio agudo demais com o tone todo aberto. No finzinho da gravação é que eu abro o tone um pouco, se não me engano.

      Cara, esse captador da ponte com drive hi-gain dá um timbre legal do caramba. A princípio eu tinha pensado em trocar por um humbucker em formato de single, mas testando melhor eu desisti! Ele dá um punch muito bom pra tocar assim com drives mais fortes, com o controle de tone reduzido.


      BALANÇO GERAL

      Pontos positivos
      Boa relação custo x benefício (já foi melhor há uns 2 anos, agora ela está um pouco mais cara)
      Ferragens de qualidade muito boa
      Sonoridade bem característica de strato
      Captadores bons
      Bastante confortável de tocar
      Muito versátil

      Pontos negativos
      O nut é bem vagabundo


      É isso aí, galera! Acredito que deu pra passar minhas impressões iniciais sobre a guitarra. Não pretendo trocar nada nela por enquanto (exceto o nut), e realmente acho que não seja necessário, pois as ferragens e captadores são de boa qualidade. Talvez quem comprar uma dessas pense em trocá-los, mas eu só acho necessário se a pessoa estiver procurando um timbre mais específico, do contrário, eles dão conta do recado.

      Valeu!

      \o/

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Que sucesso, hein... hehehe

      UP

      msp1909
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho

      Parabéns pela guitarra cara! As guitarras da Vintage parecem ser bem honestas, e todos os reviews que vejo delas são bacanas!
      Curti bastante os timbres!!

      Giggs
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho

      Muito bom review, gostei bastante do timbre dela com drive.

      Acho que subiram demais o preço dela, e o atual abre a possibilidade pra se pensar em algumas outras opções, senão seria unanimidade.

      Senti falta de algumas fotos também!

      kevinluis
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho

      Achei o timbre do captador da ponte normal, acho que você estranhou porque strato é uma guitarra naturalmente mais aguda em relação a les paul, uma das minhas guitarras é uma fender mexicana, o captador da ponte dela é até mais agudo que o da tua e mais estalado também, mas é uma delicia haha.

      Já toquei em uma vintage v6jmh que tem o headstock invertido e o captador da ponte também, é uma boa guitarra e com um preço mais justo que as guitarras da mesma faixa de preço.

      Vou te dar uma dica de strateiros, coloque um overdrive com bastante ganho, um pouco mais do que a segunda faixa de audio que você postou, e vá diminuindo o volume na guitarra, vai ficar um clean muito legal.

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      msp1909
      Valeu, cara! São guitarras bacanas sim, e acho que valem o que custam.

      Giggs
      Opa...! Obrigado!

      Cara, pelo que andei pesquisando, não encontrei nenhuma na mesma faixa de preço que batesse de frente com ela. A minha eu comprei à vista, saiu na casa dos 1350 reais. Sobre as fotos, deu uma preguiça do caramba de tirar... kkkkk



      kevinluis
      Pode ser por falta de costume mesmo. Aqui no amp ainda aparenta ser um pouco mais agudo do que nos áudios que postei, nos timbres com drive. No clean, é mais ou menos a mesma coisa da gravação. No último sample eu diminuí no tone, aí fica show de bola, muito punch.


      Vou te dar uma dica de strateiros, coloque um overdrive com bastante ganho, um pouco mais do que a segunda faixa de audio que você postou, e vá diminuindo o volume na guitarra, vai ficar um clean muito legal.

      Eu amo fazer isso! kkkkk

      Mas nessa daí não tá rolando porque ela perde muito brilho ao reduzir. Tenho que fazer uma treble bleed pra aproveitar melhor essa dinâmica. A perda é muito pouco perceptível no captador da ponte. Nos outros já é bem mais evidente.

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Hoje tocando eu tirei um timbre fantástico dessa guitarra! Pena que não gravei pra mostrar.

      O amp tava assim:
      http://s30.postimg.org/cs4ve7y1t/Foto0717.jpg

      Canal clean com o master no talo! Alto pra dedéu!

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Upa de novo!

      Ramsay
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho

      Parabéns pelo review, bem completo, a guitarra parece ser bem honesta e, pelo preço que custa, o som dela é bem razoável.

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Ramsay
      Obrigado.

      Realmente a guitarra tem um som muito bonito. A gravação ainda não faz jus ao som dela, ao vivo é bem melhor.

      Luisfelp FR1
      Membro
      # jun/14
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho

      Review muito bom cara, achei bem legal e completo. Parece ser uma guitarra muito legal. A dica que o companheiro kevinluis deu ajuda muito pra tirar um excelente som de uma stratocaster, gosto de fazer isso com a minha, usando, principalmente o captador do braço.
      Parabéns pela aquisição e pelo review!

      raphael.rui
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Sou doido na telecaster relicada dessa marca, a V52 Icon. linda aquela guitarra, e tem um timbrao de tele.
      a sua, achei um timbre caracteristico de strato mesmo, curti bastante.

      essa marca é excelente, otimo custo x beneficio. parabens pela compra.

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Luisfelp FR1
      Valeu, cara!

      raphael.rui
      É bem por aí. A tele tem som de tele, a strato tem som de strato e a LP tem som de LP. Curto bastante as guitarras dessa marca. Também são ótimas pra tunagem.

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Um upzinho descarado

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Mais um upzinho descarado

      senshi
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Comprei essa guitarra também!
      Paguei R$719 no modelo canhoto! Pagaria até mais barato se fosse cliente de outro banco!
      Mas muito boa a guitarra mesmo.

      ogner
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      senshi
      comprou agora..pouco tempo¿ pagou bem..onde foi¿¿

      senshi
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Comprei no Walmart no dia do consumidor.
      Atualmente ela está na faixa dos R$1399, mas à uns tempos atrás, antes de eu comprar, ela tinha algumas quedas para R$799. Como eu estava de olho nela e tinha perdido várias dessas quedas de preço eu vivia olhando o site na esperança e foi justo no dia do consumidor que eu tive a sorte de encontrá-la nesse preço.
      Aí junta um cupom aqui e ali e consegui dar uma boa abatida no frete que saiu por mais de R$90,00, mas mesmo assim o preço final com frete foi de R$756,00

      ogner
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      senshi
      Mandou bem mesmo!!

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      senshi
      Putz... Que sorte hein... E ainda modelo canhoto. Boa!

      tô curtindo demais a guitarra também.

      Até agora só tom com um probleminha no nut e mais um com a ponte, porque quando fui trocar as cordas .009 por .010, aí desregulou a ponte e ela ficou inclinada, e não colada no corpo como tava antes. Daí vou ter que comprar mais molas, ou umas molas gotoh (parece que tensionam mais, são mais fortes, sei lá), porque o parafuso de regulagem da ponte, atrás da guita, não aperta mais do que já tá.

      ogner
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho

      Ae só colocando mais molas mesmo ou molas mais "duras", esta com quantas molas?

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      ogner
      Tem 3. Tô pensando em comprar umas gotoh. Vi lá na descrição que elas são um pouco mais curtas e mais "duras".

      senshi
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Eu tenho uma dúvida:
      Nessa guitarra a alavanca fica só encaixada, não fica presa? Tipo, se virar ela com as cordas pra baixo ela cai?

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      senshi

      Ela é de encaixe, não de rosca. E não cai não, cara. Não sei exatamente como funciona, mas parece que no buraco onde encaixa a alavanca tem algo que faz uma certa compressão e a deixa no lugar. Tem inclusive um parafusinho allen na ponte pra regular esse mecanismo.

      senshi
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho

      É só por e encaixar, ou depois de encaixado tem que fazer alguma pressão? E vi um vídeo que o guitarrista colocava a alavanca, fazia uma pressão e se ouvia um estalo como se tivesse travado ela ali.
      Mas essa do parafusinho na ponte eu não sabia. Valeu!

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      senshi

      Rapaz, na minha eu não tenho que fazer nenhuma pressão não, e nem tem nenhum estalo ou barulho de travão. Na verdade, precisa fazer só um pouquinho de força, porque a alavanca é mais espessa que o "buraco". Outra coisa é que o buraco é revestido por algum material aparentemente emborrachado. E tem sim o lance da regulagem da pressão do encaixe, basta levantar um pouco a ponte com a alavanca mesmo, fica por baixo.

      Se quiser eu posto uma foto amanhã, que vai ter melhor iluminação.

      senshi
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho

      Quero sim! Agradeço desde já.

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      senshi
      Lá vai:

      O buraco do encaixe da alavanca:
      http://s4.postimg.org/l3elr19n1/GEDC0604.jpg

      http://s4.postimg.org/909a3gykt/GEDC0608.jpg

      Se você reparar, tem umas bordas de um material de cor preta lá dentro. É esse treco que eu falei que parece meio emborrachado. De alguma forma, tem algum mecanismo que faz com que esses trecos pressionem um pouco a alavanca quando inserida, de forma a mantê-la fixa no lugar.

      O parafuso que regula a pressão disso é esse parafuso allen aí da imagem abaixo, na parte de baixo da ponte.

      http://s4.postimg.org/cvco61hql/GEDC0609.jpg

      ThiagoHGPanini
      Membro Novato
      # 01/set/17 12:29
      · votar


      Galera, to pensando seriamente em adquirir uma Vintage V6M e esse review me ajudou muito. Estou apenas com um pé atrás com relação ao nut e ao probleminha na ponte mencionado pelo GuitarristaDoNickEstranho.

      Na verdade tô em duvida entre a Vintage e uma Tagima T635 New Classic. Alguém tem alguma dica pra ajudar na escolha?

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # 09/set/17 23:18
      · votar


      ThiagoHGPanini

      Fala, cara, tudo certo?

      Quanto ao nut, o que tenho percebido é só um ligeiro abafamento na 1ª corda quando solta, o resto tá de boas. O bom é que se você por acaso sentir que precisa trocar, nut é algo relativamente barato.

      Não entendi direito a parte do problema em relação à ponte, que você citou aí.

      Quanto à dúvida, precisaria ver os preços de ambas, mas na época que comprei a minha as Tagima eram do mesmo preço e as Vintage, notoriamente superiores.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a ::::::: Review - Vintage V6 Reissued (com áudio) :::::::

      303.275 tópicos 7.848.552 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital