Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Entrevista com John Ulhoa (guitarrista do Pato Fu)

      Autor Mensagem
      maspn
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      algo que concordo sinceramente com ele é que "equipamento vintage é começo de conversa", as pessoas tao se limitando demais com esse negocio de buscar sons antigos, pow, o mundo é outro, saiu coisas melhores... mas, como explicar pra um cara que cresceu ouvindo led zeppelin, nao tocar igual o page. dificil né.

      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      maspn
      Essa é uma questão que é polêmica no que ele diz.
      Creio que tem muita coisa boa hoje em dia sim, como tem muito equipamento antigo que não prestava mesmo.
      Mas o problema é outro. Hoje em dia tem TANTA coisa, tanta informação e disponibilidade e facilidade, que as pessoas não tem tempo ou possibilidade de explorar tudo. Nesse caso, ele (o John) é excessão, pois é um cara que domina a tecnologia atual e sabe produzir sonoridades interessantes com isso.
      Não é o caso da maioria. Ademais, com a popularização dos equipamentos digitais (ou não), a qualidade média dos produtos caiu (não se pode comparar uma "zoonzinha" com um rack Avalon...), e a sonoridade (e a capacidade das pessoas de achar um som bom), caiu junto....
      Abç

      Bog
      Veterano
      # fev/11 · Editado por: Bog
      · votar


      Mauricio Luiz Bertola
      maspn

      E notem que ele fala que as originais devem ser mesmo melhores que as simuladas na Variax, mas que para que ELE quer, a Variax tá mais que boa. E ele também fala que se o sujeito prefere um ampzão atrás dele, ótimo, que use e seja feliz. Ele em momento algum fala que é para todo mundo jogar fora suas Gibsons e seus Marshalls para usar Variaxes e Pods. Aliás, quando ele falou que queria comprar outra Variax e eu disse que queria vender a minha para comprar uma guitarra mais "normal", ele também não ficou tentando me convencer que a preferência dele devia valer para mim.

      Esse é um detalhe que aparentemente muita gente não entendeu. O cara disse que não curte um tipo de música X, que prefere um tipo de equipamento Y; não falou que X é ruim e que ninguém devia ouvir, nem que Y é o que há de melhor para todo mundo. Por isso mesmo, não consigo ver nenhuma polêmica aí. Ele estava falando das suas preferências, não fazendo uma pregação como muitos parecem ter ouvido.

      maspn
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Bog

      me desculpe a pergunta, mas onde fica o captador da variax?
      http://www.dv247.com/assets/products/22430_l.jpg

      monty
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Bog
      Esse é um detalhe que aparentemente muita gente não entendeu. O cara disse que não curte um tipo de música X, que prefere um tipo de equipamento Y; não falou que X é ruim e que ninguém devia ouvir, nem que Y é o que há de melhor para todo mundo. Por isso mesmo, não consigo ver nenhuma polêmica aí. Ele estava falando das suas preferências, não fazendo uma pregação como muitos parecem ter ouvido.

      É o que eu ia escrever. O John falou várias vezes que estava se referindo ao som dele, ao que ele curte, inclusive deixando claro que se o sujeito gosta de plugar uma guitarra top, "normal", num valvuladozão padrão é o que ele deve fazer e ser feliz. Declaração de bom senso assim e sem polêmica alguma é difícil ver aqui no forum.

      Acho que o que tá pegando é falta de maturidade, e não estou me referindo à idade cronológica das pessoas, não. É ouvir e interpretar o que o cara disse e não o que se quer ouvir. Quando ele fala de hard rock e heavy metal farofa dos anos 80 entendi que está se referindo aos "posers", como o Bertola observou. Aquele pessoal exagerado e brega, incluindo alguns shreders, o que não tem nada a ver com ACDC, Zepellin, Judas Priest, entre outros.

      Aliás, Patu Fu não está entre minhas bandas prediletas, mas que o John é um grande músico, criativo e com pegada, isso não tenho a menor dúvida.

      Abraços.

      Bog
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      maspn

      me desculpe a pergunta, mas onde fica o captador da variax?

      Na ponte. São captadores piezo independentes, um por corda. A timbragem é feita por DSP, sem conversão para MIDI ou coisa do tipo. Diga-se de passagem, a maior parte dos problemas da Variax não está na parte digital, e sim nos captadores piezo. Lançaram recentemente novas versões com piezo melhores e captadores tradicionais além deles. O visual dessas novas é menos esquisito.

      MarcosBorba
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Mauricio Luiz Bertola

      Não conheço muito de história, mas tem uma pontinha de Marx no seu post, certo?

      MarcosBorba
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Pra mim o guitarrista do Pato Fu não desrespeitou ninguém. Ótima entrevista.

      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      MarcosBorba
      Sempre tem meu caro, ele foi um dos maiores pensadores da história da humanidade, e muito do que ele estudou é referência até hoje na economia e nas ciências sociais; outras, não (também pudera, o cara viveu no século XIX!), óbvio.
      Abç

      Julia Hardy
      Veterano
      # nov/15 · Editado por: Julia Hardy
      · votar


      Ressuscitando o tópico.

      Gosto de Pato Fu, mas com ressalvas. Muito por causa da Fernanda Takai, que é uma simpatia, mas muito sem sal como cantora. Muito opinion.

      Gosto muito do John como músico e as entrevistas dele são sempre bacanas. Vou colocar um trecho de uma entrevista pra Guitar Player que tem a ver com o tópico.

      "Sou um guitarrista pouco convencional em relação a equipamentos. Não uso amplificadores reais há mais de dez anos, nem ao vivo. Quando comecei a gravar em computador, usei muito o Line 6 AMP Farm, e agora uso o Guitar Wamp, da Waves. Quando estou produzino, uso o que o guitarrista quiser. É importante que o músico se sinta à vontade muito mais do que respeitar as minhas próprias preferências. Se ele quer um amp com 125 decibéis no ouvido, que assim seja. MAs nunca tive essa fixação por amplificadores, então me especializei no outro lado. Ligo a guitarra a um pré-amp Avalon 737
      . Depois, o sinal vai para o computador e resolvo tudo lá dentro com um Apple Logic como plataforma."

      kiki
      Moderador
      # nov/15
      · votar


      Julia Hardy
      da hora

      eu curto ele também, curto muito o pato fu (mesmo achando que a fernanda nem sempre dá conta da pegada).

      pena que o video saiu do ar, queria ver essa polemica entrevista do john!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Entrevista com John Ulhoa (guitarrista do Pato Fu)

      305.572 tópicos 7.892.492 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital