Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Entrevista com John Ulhoa (guitarrista do Pato Fu)

      Autor Mensagem
      celotoledo
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      sidguitar1

      Só mais uma.....

      Se o Pato Fu o que deu???

      Hahahhaahhahaah....

      sidguitar1
      Veterano
      # fev/11 · Editado por: sidguitar1
      · votar


      foi mal ai, meu gosto nao bate com o do guitarrista,sou fa do metal oitentista ,mas gosto cada um tem,abraço

      TavaresBluesMan
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      sidguitar1
      Cara, ele pediu pra ser apedrejado com esse papinho furado dele ae vc não acha?
      Eu particularmente nunca gostei do 'som' dele.. Nem vou dar minha opinião sobre 'isso' aliás.
      Mas gosto é gosto né cara?

      ò_Ó

      hehehe Abraço!

      celotoledo
      Veterano
      # fev/11 · Editado por: celotoledo
      · votar


      sidguitar1

      Já estou até presentindo a advertência, suspensão ou até a expulsão do Fórum.....

      Imagina se fizer uma brincadeira desse tipo com o Restart aqui...aff....abafa o babado.....

      Vou tirar a última do Calipso que eu ganho mais. Quando Pato tiver pronto me chama....hahhahahaha

      Bigtransa
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Eu odeio entrevista em que as perguntas são cortadas e o entrevistado fica falando sozinho. Acho que descontextualiza tudo..... todo mundo entrevistado desse jeito fca parecendo arrogante e megalomaníaco.....

      Tb não achei que nada q ele tenha dito possa causar polêmica...... é só um cara falando do que gosta ou não.....

      iMPeLLiTTeRi
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Bigtransa
      Concordo...

      Inclusive, tentei de verdade, interpretar o que ele disse de uma forma que parecesse arrogância ou desdenho e não consegui ehehehe. Tava querendo xingar ele tb. ehehe.

      No mais, gostei da entrevista e me identifiquei demais com o que ele falou de o som da guitarra vindo de tras ser estranho. Me confunde demais isso tb eheheh, coloco meu retorno no talo pra dar uma compensada, e as vezes até posiciono meu amplificador do meu lado.

      De Ros
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Bigtransa

      Concordo 100% com o teu post!

      cristian1990
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      o que gostei tbm foi da frase que ele disse " foi o guitarrista que eu me tornei a serviço de um som, mas do que a serviço de mostrar o tanto que sabe tocar".... E ele nem foi arrogante com ninguem ao meu ver..

      Tamehiro
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      EAHUEHAUHEUAHEUAHEUAH


      Gostei da parte que ele falou da gear vintage! Muito bem falado!

      guitartube
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Gostei muito do vídeo, já conhecia o trabalho da Banda.

      Acho que ele é um cara com certa criatividade e não fica limitado aos padrões estabelecidos pelos guitarristas ortodoxos. Tem um bom fundamento prático em diversos estilos e consegue expor isso nas músicas. Ele ainda explora bem os timbres e novas sonoridades.

      Concordo com ele em muita coisa dita. Eu semprei achei bobeira esse negócio de guitarra carissíma, amplificador valvulado fodão, pedal que faz milagre no timbre, ....blábláblá. O lance do ventilador foi engraçado, ahuahuahuahuhuha....dependendo do alvo, é como o DJ do Rap ao lado de um monte de cuzudas rebolando ahauhauhuahuhauhauha.....

      Rolou uma coisa interessante quando ele falou sobre o estilo de tocar do guitarrista do Talking Heads. Me lembrei de uma música do David Bowie chamada "Let´s dance", quando eu ouvi essa música e a levada na guitarra, pensei comigo mesmo: "Uau!!!! Esse guitarrista é muito fera". Um bom tempo depois, fiquei sabendo que era o SRV que tocava com ele.

      As pessoas se esquecem que guitarra é um instrumento harmônico, rítmico e melódico. Explorar apenas uma característica, é se limitar no instrumento e na música.

      flw!!!!!!

      Deiab
      Veterano
      # fev/11 · Editado por: Deiab
      · votar


      Eu não curto o som da banda, mas é mais por causa dos vocais da Fernanda, principalmente ao vivo, pois quando eu assisti um show deles achei ela bem fraquinha.
      Agora, ele é extremamente competente no que faz, é um bom guitarrista e toca pela banda.
      Uma entrevista antiga dele, nos anos 90, o cara perguntou o que ele usava (na época) para compor e fazer arranjos.
      Ele respondeu que tudo começava no violão.
      O entrevistador perguntou qual violão e ele respoondeu: "Giannini estudo, tranqüilo"!

      Jg Destroyer
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Hard Rock Farofa? Esse cara não merece ser chamado de músico.

      Arimoxinga
      Veterano
      # fev/11 · Editado por: Arimoxinga
      · votar


      tá bom........ continuo gostando de ventilador na cara a propósito só toco com ventilador ligado de baixo para cima (aqui faz muito calor) ....hehehe


      Peace!!!

      Russetwolf
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      O John é conhecido como homem manual. É um excelente músico e produtor, produziu Arnaldo Baptista (mutantes) no CD Letitbed. Na guitarra o cara manda muito, é muito criativo e produtivo, basta ver seu ultimo trabalho Musica de brinquedo.
      Ele tem toda razão e pode dizer sem hipocrisias.
      Abçs

      Jg Destroyer
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Russetwolf
      E Steve Vai não merece respeito algum né? Musico chifrim...

      Russetwolf
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Jg Destroyer

      E Steve Vai não merece respeito algum né? Musico chifrim...

      Todos merecem. Cada ser é um universo.
      Abç

      raf.pp
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      O foda é ser 8 ou 80... pq vc não pode gostar do Steve Vai e do John??

      Bog
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Caramba, o pessoal realmente se ofende. Vou até me repetir:

      Em suma, se o fulano diz: "ah, fritação não é muito minha praia, só de olhar aquilo me dá cãimbra" os fanboys escutam "ah, fritação é para idiotas, uma merda" e revidam com um "então vá tocar Restart". Caramba!

      Luiz Frusciante
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      acho o Steve Vai foda, mas tem melhores e que me agradam mais. E é a opinião do cara... deixa ele!

      hehehehe

      thmenezes_RJ
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      guitartube
      Acho que ele é um cara com certa criatividade e não fica limitado aos padrões estabelecidos pelos guitarristas ortodoxos. Tem um bom fundamento prático em diversos estilos e consegue expor isso nas músicas. Ele ainda explora bem os timbres e novas sonoridades.

      Concordo totalmente.

      Motoboy From Hell-SDMF
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Admito que nunca fui com a cara da banda, mas por causa da vocalista. Mas vi a entrevista inteira e passei a respeitar o john, o cara pareceu mto correto no que falou e com certeza tem mta personalidade.

      daniel_guitar
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Bog
      cara eu tentei mas não vi nada agressivo ao hard rock, e olhe que curto tocar mais hard mesmo, ele só cita o modo que muitos outros músicas falam sobre o hard rock farofa, solo com ventilador para balançar os cabelos não tem nada de errado nele ter falado isso eu pelo menos não vi e foi muito bacana seu tópico

      MarqueeMoon
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Realmente um guitarrista original me indentifiquei muinto com o quê ele disse o som me da mais tesão do quê ta aparecendo como guitar hero grande mal das bandas de metal sempre com seus fritadores e melodias ruins que so meia duzia de ouvidos alienados são capazes de apreciar, so discordo no lance de instrumento vintages tenho um fetiche nesse ponto, também não teria coragem de mexer na Gibson.

      maspn
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Será mesmo que ele tem mais estilo do que técnica ou ficou com vergonha em dizer que não tem nenhum dos dois...

      Manubio
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Curti demais a entrevista.

      É bom ver algo diferente do que um guitarrista dizendo as escalas que gosta de usar, do amp ferrado e da guitarra cara que ele tem e usa.

      Eu me identifico em algumas coisas, porque apesar de amar solar e improvisar, procuro pensar no som da banda, e solo muito menos do que gostaria, mas hoje sem peso na consciência, sem dor, já que na hora só me vem na cabeça o que eu gostaria de estar ouvindo, e nem sempre é um solo longo de guitarra.

      É com certeza um guitarrista diferente, curti demais.

      Abraço

      Bog
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      maspn

      Sinceramente, eu não sei dizer. Mas sei que ele é, assim como o Herbert Vianna, um cara que toca coisas que soam simples mas que eu sinceramente não consigo tocar nem parecido. Em vez de fritar escalas, ele usa uns abafamentos e harmônicos artificiais que me deixam meio perdido.

      Claro, ficar discutindo isso a fundo é quase tão produtivo quanto discutir se o Slash tem técnica, feeling, ambos, ou nenhum dos dois.

      Blackus
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Muito legal

      não vem querer fazer gracinha com nosso Rock!
      talvez o rock seja mais dele do que teu.

      Marcosrcf
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      O pessoal achou tão ruim ele ter usado o termo rock farofa, que era "FAROFA" mesmo (isso não significa que era ruim), que não percebeu que ele só citou é época pra falar que ele curte uma praia mais nova.

      Muito boa a entrevista.

      Tonanteador
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Eu lembro de ver essa entrevista a um tempo atrás. Muito boa msm.

      Abs

      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # fev/11
      · votar


      Muito boa a entrevista. Não concordo com tudo, mas com boa parte.
      Creio que a crítica do John ao "Metal Farofa" dos anos 80 (e era essa a expressão da época mesmo, caras da minha idade sabem disso) é fundamentada, pois nesse período e nesse estilo primou-se pelo exagero (havia uma boa dose de bom humor naquilo), e isso levou, em última instância, o rock a um "bêco sem saída".
      Quem, como eu, viveu os anos 70 e 80, sabe que era uma outra época, em que se ouvia de tudo; era comum ouvir no rádio uma música do Agepê e uma balada do Nazareth ou mesmo do Led Zeppelin. A partir dos anos 80 a coisa foi segmentando aos poucos, e, atualmente...... Bem, todo mundo sabe....
      Creio que aquela ênfase no exagero visual e na "pirotecnía" guitarristica, tornou boa parte do rock um gênero muito fechado em sí mesmo, uma espécie de "seita" para iniciados que cultua o que não é essencial. Somando-se à isso a questão da indústria da música (e seu "ocaso"), temos o quadro desolador que temos hoje (no rock e afins).
      É muito difícil ver (ouvir) algo realmente bom hoje em dia, comparável, estética e socialmente falando, ao que se produziu nos anos 60, 70 e 80, inclusive aqui no Brasil.
      Muita gente vai argumentar que existem coisas boas por aí e que é só procurar (na internet), mas esse argumento não "cola", pois o que é difundido, socialmente falando, não é isso, mas sim o lixo que a indústria produz e divulga pelos "mass mídia" (com o único intuito de maximizar os lucros de uma indústria decadente), como o povo brasileiro (e mundial) é culturalmente pobre e não tem acesso ao que é realmente bom e culturalmente significativo, temos uma equação perversa e um círculo vicioso. O que é bom ou estéticamente relevante, vira "gueto", coisa de grupinhos de "nerds" em blogs da internet ou "descolados" de plantão (também voltados para o mundo virtual), "vanguardistas", ou "seitas" segmentadas (o Heavy Metal - atual - é o maior exemplo disso).
      Não é meu feitio generalizar ou personalizar, mas creio que o "Metal farofa" e os "shredders" fizeram um desserviço (não intencional, claro!) à música em geral e ao rock em particular (socialmente falando).
      Creio que isso exige reflexão (por parte de quem pode faz~e-lo, claro...), e creio que o caminho é a síntese mesmo.
      Abçs

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Entrevista com John Ulhoa (guitarrista do Pato Fu)

      305.398 tópicos 7.889.482 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital