Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      E quanto você simplesmente prefere o "pior"?

      Autor Mensagem
      Ian Anderson
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Cara, na Teodoro Sampaio um dia eu vou ter que passar nessa rua
      hum, tinha dado uma olhada no site da Two Tone,

      Cara, pra quem vai ouvir, a diferença é meio irrisória, até porque tudo vai ser altamente processado, tu apostaria que os 4 primeiros discos do Led foram gravados com várias Fender e um amp Supro de 6W e falante de 8" e não com Gibsons diversas e full stacks Marshall?
      aposto

      Falo isso porque a pessoa tem 5 sentidos...
      até q faz sentido

      Ruim foi achar esmalte PRETO na farmácia. Na linguagem feminina não existem as cores verde, vermelho, preto, amarelo, etc. Tive que decifrar o que era glamour, aranha-céu, carbono, dark básico...
      Oo

      erico.ascencao
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Marcelo Bico
      Valeu pelo help cara!

      MMI
      Veterano
      # jan/11 · Editado por: MMI
      · votar


      nichendrix

      É Gibson é uma boa marca, mas de 10 anos pra cá tem perdido muita qualidade, especialmente nas custom shop, nos tempos do Tom Murphy as Custom da Gibson não deviam nada às custo de uma PRS ou Pensa da vida, mas hoje caiu muito.

      Sim, ainda fazem coisas muito boas, no caso das Custom. Mas sai umas tranqueiras inacreditáveis de lá também, inconcebível pelo preço.

      Quanto à guitarra do edalko, ele me questionou a mesma coisa. É verdade que de olhar já se nota algo, mas como primordialmente é um instrumento para tocar, eu disse: são guitarras que em apenas um acorde, no primeiro mesmo, se nota algo diferente, e bem diferente. Depois de comprado, ele concordou...


      rsf

      aqui já não concordo muito..que "nenhuma outra" vc se refere?

      Tudo bem, errei... Me referi a nenhuma das outras minhas ou de meus amigos. É um timbre muito legal dela no captador do braço, muito bom mesmo. Te digo que esse som dela impressionou caras de estúdio famoso aqui de SP... Nenhuma das minhas 3 PRS, das 3 Gibson, da Wolfgang, das Fenders e de algumas outras tem. Ou seja, me refiro a guitarras que a chinesinha inteira não vale o captador. Mas pode ser que tenha uma outra com timbre igual, sei lá...

      Quanto às PRS, são guitarras superiores mesmo, de uma forma geral. Eu tenho ressalvas quanto às Custom, não gosto, mas se tenho 3 é porque adoro elas...

      nichendrix
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      MMI

      É eu tava com ele no MSN na hora que ele foi tocar a primeira vez com ela, ainda desregulada. Já disse pra ele, se for vender ela ou o Vox, pode segurar até eu comprar hehehehhehehehe

      MMI
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      nichendrix

      Vai juntando porque ele não se prende a coisas materiais... E logo! kkkkkkk

      Marcelo Bico
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      erico.ascencao
      Aproveitando o tópico que trata de preferir coisas "ruins" e também a oportunidade de falar com um RUSHmaníaco:

      O som do Rush não me agrada muito por ser um pouco rebuscado demais para o meu gosto em rock and roll, mas considero uma puta banda com tres excelentes músicos.
      Mas, ao contrário de todos os fãs do Rush que eu conheço, eu considero o primeiro disco do Rush ( aquele branco com letras vermelhas de 1974 ) um dos melhores discos de rock de todos os tempos !! Eu até hoje ouço ele inteiro e tem umas oito músicas ali que eu considero sínteses de roquenrol.
      Todavia... eu patrticipei de um evento com outras duas bandas, sendo uma cover de Rush. Fui comentar com os caras sobre o primeiro disco e os caras quase me deram porrada! Disseram que o disco é horrível, pobre de arranjos, o baterista John Rutsey não toca nada e blá blá blá! Ainda disseram que fã do Rush que se preza nem ouve esse disco!
      Cara, é isso mesmo?? Voce gosta desse primeiro do Rush?
      Ou sou só eu no mundo que ouve Here Again, In The Mood, Take a Friend, Working Man...

      erico.ascencao
      Veterano
      # jan/11 · Editado por: erico.ascencao
      · votar


      Marcelo Bico
      Ah, Rush é a minha praia, hehehhee!!

      De fato, o Rush (1974) é Rock n' Roll bem true. O que acontece entre os fãs de Rush é ele geralmente ser esquecido. Como ele foi o primeiro álbum e o único não composto pelo Neil Peart (baterista/letrista que substituiu o John Rutsey), a galera esquece ele. O Rush só é o que é por causa das letras do Neil e das viagens progessivas que vieram a partir do álbum seguinte, o Fly by Night. Além deste fator, tem também a grande semelhança com o Led Zepelin (ou seja, faltava uma identidade própria para a banda) e as letras meio "juvenas".

      Quando o Neil entrou na banda em 1975, o Geddy e o Alex sacaram que ele tinha mais facilidade com as palavras, então se estabeleceu um padrão quase intocável de composição: enquanto o Alex e o Geddy trabalhavam nas harmonias e melodias, Neil aparecia com partes de letras para juntar às partes compostas pelos outros dois caras. Depois disso nem meia dúzia de músicas foram escritas pelo Geddy ou pelo Alex.

      Enfim, a galera que eu conheço que é fã não odeia o primeiro álbum, mas observo que no geral ele é esquecido. Eu mesmo pretendo finalizar minha coleção de CDs da banda, e este com certeza será o último a ser comprado pois é o que menos interessa.

      Pra finalizar a floodada: se você gostasse do pior mesmo, gostaria do Vapor Trails. Tá aí um puta álbum estranho.

      nichendrix
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      MMI

      Pois é, pedi pra ele segurar o Soldano 3 meses pra mim e necas hehehhe

      Marcelo Bico
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      erico.ascencao
      Pois é, já vi algumas resenhas sobre a banda e esse disco, e uma delas ( da época ) justamente chamava o Rush de " Led Zeppelin canadense" !!
      Ah, ia esquecendo: o álbum Feedback também tá na minha lista. Smplesmente TODAS as versões são melhores que os originais, em minha humilde opinião!

      p.s. vou buscar o Vapor Trails. Dica é dica, não dispenso !
      Abraço

      erico.ascencao
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Marcelo Bico: vou buscar o Vapor Trails. Dica é dica, não dispenso !

      Recentemente eles lançaram uma versão remasterizada. Recomendo-a fortemente. Sabe por quê? Sabe aquela histórica de audio war, de discos mal mixados? Então...

      Arcanjo Lúcifer
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      comigo isso rola com timbre.

      o melhor timbre de guitarra que já ouvi na minha vida é o do karl logan e é extremamente abelhudo e "digital".

      Will Bejar
      Veterano
      # mar/11
      · votar


      Galera,

      Estive por alguns meses pensando muito... e essa relação de gostar do pior, pode ser também uma necessidade. Eu tenho 2 Fender, uma strato American Traditional e uma Jaguar CIJ, mas como não tenho mais a mesma frequência de apresentações e nem tenho tocado tanto em casa (a Laurinha não deixa...rs... http://i675.photobucket.com/albums/vv114/wbejar/100_3956Large.jpg ). Então, decidi que ia vender a Jaguar e ficar com a Strato e montaria uma Strato de "reserva". Minha Fenderzinha é o meu xodó, e essa segunda seria pra bagunçar mesmo, levar pra farra, jogar no chão, chutar, ensaio e shows (eventualmente). Vou ver se pego umas peças mais baratas só pra ter a guitarra...

      Aliás, puxando pela foto da Laura com o Lauren, esse é um violão que eu comprei aqui na Santa Efigênia faz uns 2 ou 3 anos... ele custou R$130,00 e pelo que sei é um violão chinês bem furreco, de material genérico... e PRA MIM é o melhor violão que eu toquei com o melhor som. (e pra variar, depois de alguns comentários aqui no FCC, aumentou pra quase R$300,00).

      Niander
      Veterano
      # mai/11
      · votar


      Finalmente um tópico interessante com pessoas discutindo civilizadamente!

      Pois bem, algumas vezes acontece mesmo, por exemplo, eu comecei a tocar com uma Golden, estilo "superstrat", surradissima, comprei usada, sérios problemas de aterramento, desafinava toda hora, tive que colocar um parafuso pra poder prender a correia, mas, apesar dos pesares eu conseguia um som satísfatório na época, quando troquei esta por uma Cort Zenox eu estranhei um monte, por muito tempo não consgeui achar um som que me agradasse, mas ela me dava menos dor de cabeça.

      Hoje a guitarra que mais tenho usado é uma guitarra chinesa, estilo Ewastwood Airline, com 3 captadores duplos e controles de Tone e Volume pra cada captador. Ela tem um hardware muito barato, as tarraxas até que seguram bem, os captadores são relativamente bons, troquei a ponte que era chinesa por uma bigsby original e ficou muito boa. Ela tem uma acústica muito boa, apesar de (creio eu) ser feita com várias emendas de madeira. Ela tem bom som, é versátil e me satisfez mais que muita guitarra mais cara que eu já toquei.

      Charslot
      Veterano
      # mai/11
      · votar


      Bog

      Você é inexperiente, surdo, louco, burro, não está atendo aos detalhes do material/construção/nuancs do timbre, etc etc.

      /brinks

      Cara, isso é perfeitamente normal. Você apenas tem seu gosto.

      Venha para o Normalismo.



      erico.ascencao
      Veterano
      # mai/11
      · votar


      Eu passei por uma situação que beirou à situação deste tópico: comprei uma Vintage V100 pra substituir a minha SX GG1 STD. O que a princípio pode soar como uma leve evolução na verdade consistiu numa mudança mesmo. Como vocês podem ver no review, são guitarras diferentes, apesar de tudo indicar que a Vintage é melhor que a SX em termos de especificações. Eu acabei preferindo a Vintage, mas a SX pode ser a predileta dependendo do gosto do comprador.

      Niander
      Veterano
      # mai/11 · Editado por: Niander
      · votar


      Na verdade isso aconteceu duas vezes comigo, apesar da Golden possuir um timbre agudo que me agradava muito, a qualidade geral da Cort me fez vender a golden. Os captadores eram melhores, tarraxas...enfim, tudo.
      Mas sentia falta daquele agudo, que nunca consegui com a cort. Questão de gosto, só curti realmente a Cort quando coloquei um Bill Lawrance na ponte, o timbre ficou ótimo.

      Quanto a guitarra chinesa, esta tem um timbre bastante peculiar, puxado para o médio grave que eu gosto muito, alem das possibilidades que os três captadores com controles individuais de volume e tonalidade oferecem. Posso usar o da ponte para timbres saturados, o do meio para sons limpos e o do braçoçara um som gordo. E o melhor que só preciso trocar o seletor de captador, é quase como usar um amp com diferentes canais, por assim dizer. Nenhuma outra guitarra me ofereceu este recurso até hoje.

      Mas, sim , tenho guitarras "boas", incluindo uma Kramer Striker 424, corpo em Alder Americano, um Gibson 500-T na ponte e um bizarrissímo captador hibrido no braço(meia bobina do SD Jazz e meia do 59).Esta guitarra possui um grande som e uma ótima construção, com certeza melhor que a chinesa, mas eu uso minhas guitarras de forma complementar, quando não consigo um determinado som com uma, tenho a outra para isso.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a E quanto você simplesmente prefere o "pior"?

      305.398 tópicos 7.889.482 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital