Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      E quanto você simplesmente prefere o "pior"?

      Autor Mensagem
      Bog
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: Bog


      Mais um tópico sobre equipamentos, mas desta vez, com uma perspectiva um pouco diferente (espero).

      Ok, temos várias discussões sobre valvulados x transistorados, digitais x analógicos, Fender x Gibson... Normalmente, tem alguma polarização entre os que gostam de X, os que gostam de Y, os que gostam de ambos, e os que gostam de música, independente disso tudo. Legal. Mas eu queria saber de histórias de gente que em alguma situação simplesmente preferiu um X que era para ser pior que Y, pelo senso comum, opinião geral, renome, ou mesmo preço. Alguém tem?

      Vejam bem, não estou falando necessariamente de custo/benefício e praticidade, estou falando de preferir, pura e simplesmente. Exemplos extremos seriam o cara ouvir um monte de amps, de várias faixas de preço, e concluir que o que ele mais gostou foi um Fender Frontman de 15w. Ou então o cara tocar em duzias de guitarras, Fender, Gibson, PRS, e no final concluir que ele ainda acha o som da Condor melhor.

      Não tenho casos tão extremos, mas vou colocar aqui 3 dos meus.

      1. Eu tinha um Fender Champion 600 e um ampzinho Pignose. Ambos têm o som limpo com algumas características em comum. O Champ não é considerado um grande amp, longe disso. Mas é um valvulado, Fender, e custa 2 vezes e meia mais que o outro. A caixa é pequena, mas a do Pignose é menor. O falante é pequeno, mas o do Pignose é menor. Mas quando eu precisei vender um deles, vendi o Fender, e não foi pelo preço. Eu realmente gosto mais do Pignosezinho! Um ampzinho de 100 dólares.

      2. Juntei um monte de dinheiro para comprar aquela que seria *A* guitarra. Tinha em mente algumas candidatas: Gibson Les Paul Standard ou Traditional, ou uma Gibson ES-339. Todas são ótimas guitarras. Nas lojas, experimentei também outras opções. Precisei pensar muito para aceitar que, a despeito do fato de que "Gibson é Gibson", a guitarra que eu mais gostei custava a metade das Gibson. Era uma LP Fujigen. A Fujigen é uma boa marca, mas mesmo assim, é uma cópia, e uma cópia que custa metade da original não devia ser melhor que a original para ninguém.

      3. Eu tenho um fraco para ampzinhos minúsculos (e normalmente baratos). Não sei exatamente por que. O senso comum dita que, tão logo eu pudesse ter um valvulado ou mesmo um bom transistorado com falantes de 12", eu devia jogar de lado esses brinquedos com falantes de 8" (ou menos!). A distorção deles costuma ser uma porcaria, e eles são totalmente inúteis para qualquer coisa que não seja gravar ou tocar para si mesmo, porque não têm nem potência e nem projeção. Mesmo assim, eu GOSTO do som meio anasalado e até meio rampeiro desses amps - eu gosto do fato de que eles nunca ficam realmente limpos, sempre têm alguma sujeira, alguma textura meio imperfeita. Eu poderia ter um amp bacana, um Blues Junior ou até algo mais sofisticado, mas no fim sempre sou atraído mesmo é por esses cacarecos. ô.o

      PS - Imagino que diante deste tipo de situação, sempre vai ter aqueles que acham que "soando bem, que mal tem?"; e também aqueles que acham que quem gosta mais do "pior" é porque é inexperiente, surdo, louco, burro, não está atendo aos detalhes do material/construção/nuancs do timbre, etc etc.

      kiki
      Moderador
      # nov/10
      · votar


      acho que voce descobriu qual é a sua praia, e por sorte ela é também economica, ao contrario do senso comum guitarristico!

      mais importante de tudo não é se é mais barato ou melhor, é que voce escolhe por que voce realmente prefere, consciente disso.

      janick
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Acho que foi a mesma coisa comigo, de quando eu troquei meu Classic 30 + Tonelab por VSTs, ou quando abandonei a GT-10 pelo Pod Farm 2 + FCB-1010, ou quando me maravilhei tocando com um Hartke GT100c que è um amp hibrido bem simples, ou quando preferi captadores GFS aos Seymour Duncan, e por aì vai. Tem muita coisa barata que me agrada muito, é só saber usar. E em relação à guitarras, a maior delas foi quando achei uma Yamaha RGX421 Verde com braço inteiriço em maple, melhor que muita guitarra que eu já peguei na vida. E pasmem, com ponte Takeuchi, por 700 reais. E fiquei sabendo que o FDP vendeu essa guitarra no fim das contas por 550 reais. E eu perdi a chance =/
      Até hoje me arrependo.

      mendigo_desabrigado
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: mendigo_desabrigado
      · votar


      cara, toquei em algumas fender mexicanas em lojas quando eu ia comprar uma guitarra para substituir minha primeira guitarra, e quando eu toquei uma condor gx40 eu me apaixonei pela "pegada" dela, no final das contas, levei a gx40, gastei BEM menos grana, e fiquei feliz bagarai :D


      Quanto aos amplis, eu curti mto o timbre da minha guitarra ligada em um ampli de BAIXO da METEORO, com falante de 10'' e 60w, mas nunca experimentei uma gama muito grande de amplificadores, então talvez eu ache outros melhores, sei lá xD

      anyways, o que importa é ser feliz, uashuhasuhas. :P

      Curly
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: Curly
      · votar


      eu tenho uma predileção pelas yamahas pacificas (as tops de linha), prefiro elas às fenders e as caço com esses olhos de águia todos os dias, há uns meses consegui comprar uma que veio com braço warmooth, caps Dm por 600 pilas no ML !

      e não estou sozinho:

      http://www.youtube.com/watch?v=Wo2-LFMqKuc
      http://www.youtube.com/watch?v=K6g4K-ZALWE
      http://www.youtube.com/watch?v=yRDS2c-Y3jE
      http://www.youtube.com/watch?v=OtkPu96wTI0

      kevinluis
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      bom eu sempre preferi phil e jackson ao invez de fender e gibson mas eu acho que nao me encaixo muito nisso porque a diferença de preço nao é la essas coisas.

      URIK
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Tenho um amigo que tinha um baixo Fender Japonês e um Giannini, o Giannini era o modelo mais vagabundo, de compensado, ele acabou vendendo o Fender e até hoje ele toca com o Giannini, e normalmente as pessoas acham "ah, o cara é burro e tal, não manja nada da madeira e tal", mas ele toca há 12 anos.

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Lembrei de outra historinha. O John, guitarrista do Pato Fu, tem a sua disposição N guitarras, Gibson, Gretsch, Rickenbacker... Uma vez, ele me disse que gostava mais do som de Gibson da Variax 700 do que da própria Gibson dele. Na verdade, ele gostava tanto da Variax que comprou outra - a minha, que era uma 300. E no fim, me disse que por alguma razão misteriosa, gostou mais da 300 do que da 700. Na última vez que conversei com ele, ele disse que estava usando a minha 300inha nos shows - a reserva virou titular!

      Imaginem agora alguém ter N guitarras de 1000, 2000 dólares e na hora do show levar no palco uma única guitarra, um simulador, de 400 dólares. E ainda achar o som desse troço melhor que o das originais. O.o

      victorhs
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: victorhs
      · votar


      É esse tipo de coisa que me faz pensar que esses guitarristas que são patrocinados por marcas medianas não aceitam o patrocinio apenas pra ganhar equipamento personalizado de graça.

      talvez eles se sintam realmente satisfeitos com o que a marca oferece e não acham necessario gastar fortunas com marcas famosas.

      Bigtransa
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Achei interessante o que vc falou sobre o cara do Pato fu..... Tb tenho uma gibson LP mas a minha guitarra preferida pra tirar um "som de LP" é uma parker chinesa..... Em outras LP´s que toquei tive a mesma dificuldade, Nunca consegui tirar um som de Les Paul de uma Les Paul....

      Manubio
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Uma das guitarras mais legais que toquei até hoje, a qual eu amo a pegada, o acabamento e tudo mais é minha Tagima JA-2, o único fator é que preciso trocar os captadores dela, para uma melhor qualidade sonora, apesar de que mesmo com alguns malagoli ela já é boa demais.

      Além disto, tenho uma Fender SC, que também foi uma surpresa agradável, já toquei em diversas Fender's, Stratos e tudo mais, e para mim, minha Fender SC não fica muito longe das outras.

      Abs

      Bigtransa
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Já vi uma entrevista do cara do pato fu na cover guitarra onde ele dissa que prefere amps transistorizados tb.....

      mendigo_desabrigado
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      victorhs
      Se um dia eu ficar famoso, eu vou implorar endorse da condor, uahsuashuahs... sério! xD

      Rafael A.
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Não sou eu nos vídeos abaixo, hehehe... Mas esse cara que tem uns videos de reviews muito interessantes no youtube, no vídeo a seguir, diz que após testar diversos amplis, disse que preferiu o que tem hoje, um Line 6 spider IV, digital, pelo timbre e a praticidade para os mais variados usos. Vale ressaltar que a praia do cara é metal.



      T-Rodman
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: T-Rodman
      · votar


      Bog o John ou a familia dele não tem uma loja de instrumentos musicais lá em BH?

      Das bandas que sempre vem tocar aqui na cidade, em uma casa noturna, fazendo as contas, a banda que mais bate carimbo aqui, chamada Rockstock, o guitarrista também usa Variax 600 + Roland RK3, ou seja, uma guitarra totalmente sintetizadora, rs. E o resto dos membros usa baixo Fender, violão Aria Pro, guitarra Tagima, nada de 'especial' - a não ser que essa banda é uma das que mais lota as casas da região - enquanto as outras, vem todas equipadas com 'o que há de melhor' e nem sempre agradam o público que frequenta a casa.

      Eu, vamos ver, tive o tempo das ratoeiras, sem grana. Tive o tempo do cubinho Fender + Squier Telecaster que durou vários e vários anos, e hoje em dia, estou em tempo de estocar coisas. Então, não valho muito para algo do gênero, mas costumo a comprar o que me agrada, o que felizmente nem é o mais caro de todos - talvez porque eu penso que guitarras e instrumentos musicais tem de ser igual a cerveja: não adianta comprar se eu vou poder tomar/tocar só com uma a vida inteira. Tem de ser aquela que pelo menos hoje eu posso comprar quando quiser.

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bigtransa
      Já vi uma entrevista do cara do pato fu na cover guitarra onde ele dissa que prefere amps transistorizados tb.....

      Atualmente, acho que ele prefere amp nenhum. Ele virou adepto 100% dos simuladores. É plugin para cá, Pod para lá... E ele diz que não é por praticidade nem nada do tipo. Aparentemente, ele acha o som do plugin MELHOR que o do amp. O.o

      Tá aí um cara que prefere o "pior" com certa frequência.

      TavaresBluesMan
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Cara eu tenho uma strato de compensado da marca Aria Pro II que já está comigo há no mínimo 10 anos entre outras guitarras semi-acústica, tele, mais uma strato e tals... Já tive várias guitas que passaram pela minha mão, vendi, fiz rolo mas o que acontece é que comigo mesmo eu sei que ela é a melhor pra mim. Ninguém da nada pra ela cara, porém eu simplesmente prefiro ela, cheguei a vendê-la por nada pra um primo meu e me arrependi, tive que pegá-la de volta um tempo depois. O braço, o timbre, a tocabilidade sei lá o que é.. Como diria o melhor dos guitarristas, é a minha number one.
      E tem gente por ae que nem sabe o que Aria Pró, enfim, sem rótulo de marcas, o esquema é o INSTRUMENTO..

      Abraços

      Viciado em Guarana
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Como ja diz um certo ditado populaxo...

      Gosto não se discute!

      Se você gosta de amp pequenos e baratos, que mal tem? Faz até bem pro seu bolso, então aproveite!

      As coisas não se resumem ao que é bom ou ruim, se resumem ao que voce gosta e o que não gosta.

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      T-Rodman
      Bog o John ou a familia dele não tem uma loja de instrumentos musicais lá em BH?

      Tem. A história pode ser resumida assim: garoto quer ser guitarrista de banda famosa -> faz banda -> banda faz shows -> banda não consegue dinheiro -> garoto vira adulto que não consegue se sustentar com a banda -> adulto vira músico frustrado e abre loja de instrumentos com o irmão -> dono da loja monta banda com o balconista e "aquela gatinha que vem aqui de vez em quando" sem maiores pretensões -> banda dá $$$. =P

      Ian Anderson
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Topico interesante

      victorhab
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      quanto você simplesmente prefere o "pior"?
      quando*

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      O legal é ver que eu não sou o único com preferência eventual pelo "pior". Alguns tópicos às vezes me dão a impressão de que o máximo que se admite é um "X é bom o suficiente para quem não pode ter Y", ou "X dá para o gasto", ou mesmo "gosto de X porque sou iniciante e nunca ouvi Y". Dizer que você gosta mais de uma guitarra obscura do que de uma Fender, mais de um transistoradozinho barato do que de um valvuladão, mais de um overdrivezinho fundo de quintal do que de um OCD são heresias inconfessáveis!

      Em certos fóruns gringos então... O.o

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      victorhab

      Ops! Verdade. Erração de digitamento. =P

      MauricioBahia
      Moderador
      # nov/10 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Bog

      Olha, não tenho preferência com meus filhos! :) Pros ensaios das sextas o amp Behringer AC-108 é perfeito! Som com os amigos, pra descontrair. E pego qualquer guitarra ou as vezes levo só o violão! Normalmente não levo a LP pq é muito pesada!

      No ensaio de sábado, uso a Telecaster pra ter uma sonoridade diferente do outro guitarrista e prefiro nem levar o amp pq lá já tem um Peavey Bandit.

      Pra shows, o Blues Jr. pq ele tem uma potência legal e não ficar usando o equipo local ou de outros!

      Enfim, num mundo imperfeito e cheio de variáveis, como o nosso, eu prefiro a praticidade e partindo desse princípio, não existe pior ou melhor, mas sim o que me convém.


      Abs

      maspn
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      tem muita coisa barata que é boa...
      mas única coisa que nao gosto sao captadores que nao prestam... odeio guitarra fazendo barulho.

      T-Rodman
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      verdade, não sou muito de pedais, mas esses dias atrás, chegou em um estúdio de um amigo, uns pedais homemade, cópias alteradas de uns pedais famosos da MXR - um vermelho e outro branco - Rocket alguma coisa, e o outro que não lembro o nome.
      Toquei com os pedais originais e as cópias, em um Marshall com uma Musicman.
      Eu preferi as cópias. Pior. Outro cara que trabalha como ajudante de luthier tava comigo, tocou também, e achou a mesma coisa, rs. No fim das contas, os dois pedais se completavam, porque um dava gain para o outro na hora de fazer solo. Mas no geral, nenhum pedal me agradou, pois só havia uma única configuração que nos agradou, e o outro só dava gain para o primeiro. Mas até que dava um som bem legal, a la Van Halen.

      emaniox
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Meu primeiro amplificador foi um Park G10. Infelizmente eu tive que vende-lo durante uma mudança. Agora tenho um valvulado bom e uma caixa com dois falantes Celestion, mas eu me arrependo até hoje de ter vendido aquele amplificador. Ele dava problema no potenciometro de volume, mas era legal e tinha uma distorção única.

      Acabei achando o esquema dele, vou fazer um dia.

      Flw.

      felipelfln
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Eu preferi o que todo mundo odeia: GRG150, mas não me vejo com nenhuma outra, amo ela, não me descepcionei nem um pouco e amo ela mesmo tendo outras guitarras da mesma faixa de preço que falam que são muito melhores como as corts e schecters. Meu Fender até que é indicado, o FM15R, que tambem amo o clean, mas faz falta uma dist melhor... Até o Jimmi Page tocava com uma danelectro de vez em quando, Eddie Van Hallen com sua Frankenstrat que era até boa, mas não é a melhor que ele poderia ter. Teve um cara aqui que trocou um Jackhammer por um GDI

      Del-Rei
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      As pessoas tendem a achar que o mais caro e mais famoso é sempre melhor.

      Balela.



      Um aceno de longe!!!

      Ian Anderson
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Eu nunca testei guitarras muito tops famosa.

      Apesar d que a melhor coisa que eu toquei for uma Gibson Explorer num Marshall MG30DFX, q dizem q não eh la muito bom, não sei pq.

      Uma coisa q não arrependo de ter feito, eh construir toda a guitarra, saiu muito barato, fora a ponte e tarraxas tudo foi feito com peças nacionais, dah um banho em muitas guitarras por ai.

      A Minha Memphis, por mais q muita gente fale mal, Sempre curti o som dela (talvez dei sorte) apesar dos captadores serem sigles, dah pra se tirar um boa distoção dos amps. e ajustei o single do braço (o mesmo de fabrica), da pra tirar aquele som bem blueseiro. O unico defeito eh as ferragens mesmo.

      Um amp bom e barato q eu curti foi o da Borne, só eu não me arrependo de ter pegado o Fender de 15 pq não existia na época.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a E quanto você simplesmente prefere o "pior"?

      305.572 tópicos 7.892.492 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital