Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

Ajuda com sustenido e Bemol

Autor Mensagem
The_Venon
Veterano
# jul/09 · Editado por: The_Venon


Dêem uma olhada no link

http://i89.servimg.com/u/f89/12/79/60/57/untitl12.jpg

Eu tava aprendendo isso, E na escala de Ré tem 2 sustenidos, no F e no C (Eu sei que é por que o E e o F estão com 1 tom de distancia e o F e G Semi tom. E o outro é pq o B e C estão com 1 tom de distancia e o C e D Semi tom. E seria o inverso, E e F têm 1 semi tom. F e G 1 Tom. B e C semi tom e C e D 1 Tom.) Essa parte eu sei, só não sei quando devo usar o sustenido ou o bemol para "Acertar" esses lugares

Deu pra entende +/- ? x)

ogner
Veterano
# jul/09 · Editado por: ogner
· votar


The_Venon

Não entendi direito não! O que vc quer dizer com "acertar esses lugares"??

Vc usa aquele esquema da foto alí para montar escalas MAIORES
conhecer as notas que a formam:

Vc "canta" assim :

TOM > TOM > SEMI-TOM > TOM > TOM > TOM > SEMI-TOM

Lembrando que TOM "vale" o espaço de 2 casas
e o SEMI-TOM 1 casa

Pra montar a escala vc escolhe a Tônica, primeira nota da escala, "canta" alí o esquema e monta a esacala MAIOR!!


edit: Valeu pela observação The Floyd Rose Lord

Pompermayer
Veterano
# jul/09
· votar


The_Venon

Cara, não entendi nada do que você disse.
Vou tentar explicar mais ou menos o funcionamento do sustenido e do bemol.

O que é o sustenido e o que é o bemol?

O sustenido e o bemol nada mais são do que uma distância intermediária entre uma nota e outra.
As notas são formadas por vibrações, você deve conhecer o lá 440 e tal, e com isso existe uma distância física entre as notas que é a diferença de vibração. Essa diferença entre notas é um espaço chamado de 1 tom. Com isso, chamou-se de bemol ou sustenido a metade dessa diferença, o que seria 1/2 tom. Dessa forma, se você arrastar o ré 1/2 tom pra frente, ele se torna um ré sustenido ou um mi bemol.
É bom lembrar que algumas notas (si e mi) se distanciam apenas 1/2 tom das suas sucessoras (dó e fá), entre elas não existe sustenido ou bemol.

A disposição dos sustenidos e bemois na escala depende da variação das notas dentro de um padrão pré-estabelecido que é o padrão da escala de dó. No tom maior o padrão é o seguinte:

dó - ré - mi - fá- sol - lá - si - dó, assim tempos a disposição de tom - tom - semitom - tom - tom - tom - semi tom.

Como usar isso?

Escolhendo uma escala qualquer maior, por exemplo, de si faremos da seguinte forma:

O padrão estabelece que a primeira distância seja de 1 tom, mas, como sabemos, a distância entre si e dó é de apenas 1/2 tom, então usaremos o sustenido. Seguindo essa idéia chegaremos a seguinte escala:

sí - dó sustenido - ré sustenido - mi- fá sustenido - sol sustenido - lá sustenido - si

Com o tempo você vai descobrir uma relação chamada armadura, mas isso é tema pra outra aula.

The_Venon
Veterano
# jul/09 · Editado por: The_Venon
· votar


:|
Olha, faz pouco tempo que eu faço aula então eu vi isso de escalas. Eu so tenho a dúvida sobre quando usar bemol e sustenido nesses lugares...
Pq tipo, para montar uma outra escala ( D,E,F...) eu tenho que seguir o exemplo de tons do C, se observarmos a 1ª escala ela não tem nenhum sustenido ou bemol, la o E F tem meio tom, enquanto na d baixo tem 1 tom, colocamos o sustenido certo? Eu sei que a Tônica não vem com sustenido né? Só queria saber quando usar o sustenido ou o bemol (nesses lugares diferentes da escala de C) quando for montar essas escalas. No papel mesmo.

Konrad
Veterano
# jul/09
· votar


The_Venon

Acho que entendi sua dúvida... você quer saber se na escala de ré major, por exemplo você deve escrever F# ou Gb, certo?(São enarmónicos, acho que é este o termo)....

É isso?

The_Venon
Veterano
# jul/09 · Editado por: The_Venon
· votar


é!
Só que de um modo geral... quando eu uso???

Konrad
Veterano
# jul/09 · Editado por: Konrad
· votar


The_Venon

Reli sua dúvida e não entendi, ou acho que não entendi. Deve ser o álcool.

Enfim, sustenidos e bemóis têm como função adjustar a escala ao intervalos desejados. Como se toma a escala de C como referéncia, e por conseguinte ela tem os intervalos naturais perfeitos, não há necessidade do uso de bemóis e sustenidos.

Porém, acredito, não haja diferença entre se usar um bemol ou sustenido desde que se faça a alteração correspondente na nota modificada; digo que não há diferença em um sentido prático, talvez exista em um campo teórico mais avançado, o que me escapa.

Praticamente pode se escrever a escala de E major assim:

E F# G# A B C# D#

ou assim:

E Gb Ab A B Db Eb.

Tudo a mesma coisa, do ponto de vista prático, reperesentativo. Contudo, como já vi em minha leituras de pauta tortas Dó bemol e Mí sustenido, acho que do ponto de vista teórico-corretinho-que-o-professor-ensina, não estaria correcto...

Deixa eu tomar água pois ressaca dá sede.

Abç

P.S: Há gente bem mais qualificada do que eu aqui no FCC, talvez eles possam dar-te uma luz nesse aspecto.

The Floyd Rose Lord
Veterano
# jul/09
· votar


ogner
Tom vale 2 casas
1/2 tom vale 1 casa

The_Venon
Veterano
# jul/09 · Editado por: The_Venon
· votar


Ajudo bastante ! Vlw, vo da uma estudada pra ve melhor quando eu uso...
olhem...
F G A Bb C D E
G A B C D E F#
Tem escalas que só usam um bemol e outras que só um sustenido, pq na primeira num poderia ser sustenido e na de baixo bemol?
Mais uma coisa, Bemol e Sustenido nunca ficam numa mesma escala né?

marcospaullus
Veterano
# jul/09
· votar


The_Venon
Só que de um modo geral... quando eu uso???

Ainda sou novato no meio musical e no fórum FCC, mas acho q sei esclarecer essa, com base em alguns métodos que já li.

Conheço duas convenções a respeito:

1ª)
Normalmente, quando estamos escrevendo uma escala ou uma sequência qualquer na forma ASCENDENTE, usamos sustenidos.
Ex.: C - C# - D - D# - E - F - F# - G - G# - A - A# - B

Quando fazemos o inverso, utilizamos os bemóis para demonstrarmos o sentido descendente da sequência.
Ex.: C - B - Bb - A - Ab - G - Gb - F - E - Eb - D - Db


2ª)
As escalas são escritas em cima das sete notas "C - D - E - F - G - A - B" sem repetição, com seus devidos acidentes.

Tomando como exemplo a escala de Fá maior, imaginamos a escala assim:
F - G - A - B - C - D - E - F

e acrescentamos os acidentes:
F - G - A - Bb - C - D - E - F

em vez de
F - G - A - A# - C - D - E - F, onde se repete o Lá e se omite o Si.

Deu pra entender a idéia?

Se alguém tiver alguma correção ou complementação, será muito bem-vindo!

prog_jam
Veterano
# jul/09
· votar


Sabe ler ingles??
Clica ===>> http://www.jazzguitar.be/modi.html

yuri guitar
Veterano
# jul/09
· votar


isso que ele quis dizer são acidentes musicais

Edington
Veterano
# jul/09
· votar


Man, vc se expressa muito mal... sua duvida é: pq tem escalas que se usa sustenido e outras se usa bemol?
Se for isso a resposta é bem simples: na teoria, uma escala precisa ter todas as notas (do, re, mi, fa....) as vezes só da pra fazer isso usando sustenidos (o mesmo pode acontecer com os bemois), como é o caso da escala de G

G A B C D E F# G (usando sustenidos) ou G A B C D E Gb G (com os bemois), note que nesse exemplo existem 2 sols e nenhum la


Eu sei que a Tônica não vem com sustenido né?
errado, a tonica pode ter sustenido ou bemol, ou dobro sustenido ou o que vc quiser botar la, só que ai muda a escala, exemplo disso:

C D E F G A B C (C é a tonica) C# D# E# F# G# A# B# C# (a tonica é o C#)

rafael_00
Veterano
# jul/09
· votar


mas eu acho que alguns dae tão precipitados na nomenclatura das notas, considerem o ciclo das 5ª e ciclo das 4ª em relação a # ou b.

LeandroP
Moderador
# jul/09
· votar


The_Venon

Vai por aqui:
http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/64422/

Não tem erro.

E você ainda perceberá que é muito comum ver as notas Cb e Fb, assim como E# e B#

Boa sorte!

Chico Tripa
Veterano
# jul/09
· votar


http://justinguitar.com/images/TB_images/NoteCircle.gif

Por aqui fica mais fácil velhinho...


Dá uma olhada aqui tmb. No final do tópico:
http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/118321/

metaltenacios
Veterano
# jun/11
· votar


ajuda ,eu tenho a escala maior de e ,e guero sua relativa menor gue e c,mais o c ta com sustenido,e pergunta a tonica pode ter sustenidos?e sigo os intervalos t,s,t,t,s,t,t........como monto essa relativa?se souberem me ajudem..................

LeandroP
Moderador
# jun/11 · Editado por: LeandroP
· votar


metaltenacios

A escala de E maior tem 4 sustenidos:

E - F# - G# - A - B - C# - D#

A relativa menor de qualquer escala maior parte sempre do VIº grau da escala. Considerando a nota E como Iº, o VIº grau é a nota C#.

a tonica pode ter sustenidos?

Sim. Qualquer grau pode ter sustenido como pode ter bemol. O sustenido e o bemol é um artifício gráfico pra deslocar uma nota em semitons pra cima ou pra baixo.

como monto essa relativa?

Como eu disse acima, pegue a escala de E maior partindo do VIº grau e complete o restante com as notas da escala:


Mi maior:
.
I II III IV V VI VII
E - F# - G# - A - B - C# - D#
.
Partindo do VIº grau:
.
C# - D# - E - F#
.
Completando 7 notas com as outras notas da escala:
.
C# - D# - E - F# - G# - A - B
.
Temos a relativa de Mi maior --> Dó sustenido menor:
.
I II III IV V VI VII
C# - D# - E - F# - G# - A - B



A fórmula em tons para:

Escala maior: T, T, st, T, T, T, st

Escala menor: T, st, T, st, T, T, T

Procure pelo assunto "intervalos" na busca do forum. Você precisa conhecer isso pra poder enxergar melhor sobre escalas, acordes, arpejos, solos, riffs, licks, etc...

Uma dica pessoal: capriche mais pra escrever. É complicado entender as suas perguntas e fica mais difícil pra galera te ajudar. Não leve a mal.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Ajuda com sustenido e Bemol

291.248 tópicos 7.597.612 posts
Fórum Cifra Club © 2001-2014 Studio Sol Comunicação Digital