Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Qual tipo de Fender stratocaster escolher?

      Autor Mensagem
      Ed Gomes
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Will Bejar

      Essa eu não conheço. Comenta ela aí!

      Will Bejar
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Ed Gomes
      http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/206606/

      Ed Gomes
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Cara, a guitarra é bonita. Tipo moderna.
      Não li lá, mas, voce descobriu qual é a madeira ?
      Não conheço agathis, mas não deve nem passar perto do alder (que conheço bem). Guitarras com corpo em alder soam bem equilibradas e com uma gordura que lembra sons acústicos.
      Os captadores tem cavidades individuais no corpo ou é universal ?
      De qualquer maneira, bela guitarra. Parabéns.

      Slave of hell
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      American Standard é linha de montagem menos porca.

      sinceramente

      Slave of hell
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      realmente montagem menos porca,,fender né?..aham cláudia,senta lá

      Will Bejar
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Ed Gomes
      Não li lá, mas, voce descobriu qual é a madeira ?
      Ainda não...mas em todos os reviews que li, o pessoal diz que é em Alder, e eu não pude comprovar (esqueci de perguntar pro luthier quando levei ela pra fazer a retifica.

      Os captadores tem cavidades individuais no corpo ou é universal ?
      A furação é pra HSH.

      De qualquer maneira, bela guitarra. Parabéns.
      Obrigado!!! Ela é muito bonita mesmo, e o som tá ali com a minha Fender American Traditional!!!

      janick
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      American Series não!

      Pega American standard...

      American series é linha de montagem porca...

      American Standard é linha de montagem menos porca.


      Esse fórum é no mínimo engraçado. Nego ENDEUSA Shelter, Condor, Cort, e cia e depois me descreve American Series e AM STD Como "feitas porcamente".

      É isso ai FCC!

      Ed Gomes
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Up

      As2P
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      American standard

      Slave of hell
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      janick

      isso tem me tirado do sério aki neste fórum...por isso meu luthier diz

      "só falam merda"

      por coisas como esta

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11 · Editado por: Unfeelingness
      · votar


      Olá galera!!!

      Tempão que tô sem aparecer aqui! Ia abrir outro tópico, mas já que tem esse vamos tentar por aqui.

      Bom, depois de 20 anos tocando com guitas c/ Floyd/micro-afinação, resolvi finalmente comprar a minha primeira Fender.

      Vejam este vídeo http://www.youtube.com/watch?v=ZUFAwtj8TFk

      No começo, o Leandro, que é um cara que tem um programa de Tv em Penápolis, toca com uma Fender branca. Mas eu não sei se ela é americana, etc e tal. E no final do vídeo tem um cara (Paulo Pacheco) que toca p/ cara***lho Steve Ray Vaughan e Malmsteen - nos covers, de parece ser melhor que o próprio Malmsteen. Também não sei que Fender ele usa - ou mesmo se é Fender. A guitarra dele parece ter 22 casas. Qual a diferença entre 21 e 22 casas?? (Acho horrível as guitarras de 24 casas, pelo que, não compro mais esse tipo de guitarras).

      E então, o timbre dessas guitarras me chamou a atenção, a questão de se tocar um som pesado, com distorção, mas um som limpo, sem aquele monte de notas embaralhadas...

      Na loja que fui aqui em Bauru, tem um tipo de Fender, mexicana, com 21 trastes. A mão dela é pequena. Custa a ninharia de 2.950 reais... é mole?? E os caras me disseram ainda que ela está na promoção.

      Bom, a minha intenção é fazer um som - nunca me viram tocar aqui, mas toco solos rápidos com muitas técnicas - de rock, com distorção, muitos bends, ligaduras e vibratos nervosos.

      Experimentei a guitarra, e o vendedor diz que ela é bem superior a uma Squier, que, tempos atrás, ele me ofereceu por 1.200 reais.

      Ela ligada num amplificador Fender, não parece haver nada de especial, senão que a chave na posição 2 (de baixo para cima), dá um som muito bonito, para som sem distorção. E parece uma guitarra muito levinha e fácil de tocar...

      Pois então, o que os amigos acham??

      Qual Fender Stratocaster comprar?? (lembrando que eu não queria desembolsar tudo isso, pois ainda quero comprar uma ponte Gotoh para botar numa Aria Pró cuja alavanca está desafinando).

      Ainda pretendo levar o meu amplificador lá e umas 2 guitarras minhas para comparar o som, pois as minhas guitas são todas guitas de 400, 500, 700 reais, pelo que nunca desembolsei o olho da cara numa guitarra, sendo que, com uma de 700 reais eu faço o mesmo som - e que som, se ela tiver uma ponte Gotoh!

      Agradeço desde já comentários e sugestões.

      Abçs,

      strinbergshredder
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Unfeelingness
      acho q comprar aki no Brasil muito desvantajoso.

      se der, compre de fora, que vc vai levar uma guitarra melhor pagando absurdamente menos....
      e se tu gosta daquele timbre estaladão mesmo de Strato, recomendaria uma strato em alder com braço e escala em maple...

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11 · Editado por: Unfeelingness
      · votar


      Olá strinbergshredder



      Unfeelingness

      acho q comprar aki no Brasil muito desvantajoso.

      1- se der, compre de fora, que vc vai levar uma guitarra melhor pagando absurdamente menos....

      2- e se tu gosta daquele timbre estaladão mesmo de Strato,

      3- recomendaria uma strato em alder com braço e escala em maple...


      Obrigado por responder!

      1- E como eu trago ela de fora?

      2- O que é um timbre "estaladão"? (Sempre usei humbukings, mas pelo menos no braço, gosto de singles, e agora pretendo experimentar uma guitarra com todos os caps, singles.

      3- O que é isso?? (Me desculpem a ignorância, eu não entendo nada dessas guitarras. Sempre mexi com guitas Floyd com escalas Rosewood ou "de ébano", como se falava antigamente")

      Em "alder"? Braço e escala em "maple" é = a "braço de marfim"?. Vou ver se acho alguma foto da guitarra q vi para postar aqui.

      Muito obrigado pelos comentários.

      strinbergshredder
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Unfeelingness
      vamos por partes!!

      1- Tópico Oficial de Compras Lá Fora
      já vai te ajudar.

      2-ñ tem como definir muito bem....
      procure no youtube sobre stratos, e vc verá a característica tonal dela...

      3-Alder - a madeira utilizada na construção do corpo.
      Maple - Acho que é marfim mesmo,em portugûes....


      Espero ter ajudado...

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Olá,

      A que eu toquei/experimentei lá na loja é preta, mas a que tem lá no catálogo, é essa:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-202983064-guitarra-fender-strat ocaster-standard-artic-white-branca-_JM

      Faço questão da cor ser branca, porque ela é bonita e porque as outras minhas guitarras são pretas, vermelhas e sunburst.

      Aí no Mercado Livre essa guitarras usadas e semi-novas estão todas na faixa de 2 mil reais...

      danilomagacho
      Veterano
      # out/11
      · votar


      3- O que é isso?? (Me desculpem a ignorância, eu não entendo nada dessas guitarras. Sempre mexi com guitas Floyd com escalas Rosewood ou "de ébano", como se falava antigamente")

      Em "alder"? Braço e escala em "maple" é = a "braço de marfim"?. Vou ver se acho alguma foto da guitarra q vi para postar aqui.


      Unfeelingness

      Cara, rosewood é uma coisa, ébano é outra. As duas são usadas nas escalas (ou fingerboards). A maioria das fender tem o fingerboard em madeiras claras, Maple geralmente. Algumas nem tem fingerboard colado, o braço é uma peça só com o tensor colocado por trás, onde há um rasgo para isto.

      Da mesma forma, Maple não é Pau-Marfim, tem aparência similar, mas não são iguais em densidade, timbre... a semelhança é só estética mesmo.

      Já que você tá acostumado com Floyd (eu sou apaixonado por pontes flutuantes com lock), tem umas séries da Fender que tem ponte Floyd... a algum tempo eu ví uma que estava muito confortável para tocar, timbre animal (3 singles) e um visual muito legal, toda ferrada na pintura, velhona... apaixonei.

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11 · Editado por: Unfeelingness
      · votar


      Danilo

      Já que você tá acostumado com Floyd (eu sou apaixonado por pontes flutuantes com lock), tem umas séries da Fender que tem ponte Floyd... a algum tempo eu ví uma que estava muito confortável para tocar, timbre animal (3 singles) e um visual muito legal, toda ferrada na pintura, velhona... apaixonei.

      (Valeu pelos esclarecimentos, Danilo).

      Pois é cara! Lá no catálogo da loja, tem uma tipo Richie Sambora, branca, com essa escala aí em rosewood ou ébano, e com a ponte ORIGINAL Floyd Rose. Logo que vi já pensei: com uma guitarra dessas, a destruição é garantida rrsrss.

      Mas a questão é que eu gostaria de ter uma guitarra clássica, com uma ponte normal - gostaria de me sentir normal cara, depois de 20 anos tocando SÓ com Floyd Rose...

      Mas sei lá, é uma idéia a se pensar. Comprar maissss umaaaa guita com Floyd Rose. Ah, e ela deve custar o olho da cara também. É só somar os 3 mil da "normal" com mais uns 800 da ponte, etc, etc etc...

      Valeu pelos comentários.

      Abçs,

      danilomagacho
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Mas a questão é que eu gostaria de ter uma guitarra clássica, com uma ponte normal - gostaria de me sentir normal cara, depois de 20 anos tocando SÓ com Floyd Rose...

      Magoei agora... eu lendo o comentário e só dei uma olhada para meu canto aqui na sala... meus bags e cases com minhas guitarras... pensei: PQP, sou um anormal maluco... só tem guitarra com Floyd e Kahler, todas com lock nut...

      Pra falar a verdade tem uma Strato aqui que foi presente para meu filho, apenas para trocar as cordas mais fácil, e para ele aprender a afinar (e aprendeu rápido, estas joças nunca param afinadas). Sei lá, eu não gosto, não acostumo.

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11 · Editado por: Unfeelingness
      · votar


      Mas a questão é que eu gostaria de ter uma guitarra clássica, com uma ponte normal - gostaria de me sentir normal cara, depois de 20 anos tocando SÓ com Floyd Rose...

      Magoei agora... eu lendo o comentário e só dei uma olhada para meu canto aqui na sala... meus bags e cases com minhas guitarras... pensei: PQP, sou um anormal maluco... só tem guitarra com Floyd e Kahler, todas com lock nut... Pra falar a verdade tem uma Strato aqui que foi presente para meu filho, apenas para trocar as cordas mais fácil, e para ele aprender a afinar (e aprendeu rápido, estas joças nunca param afinadas). Sei lá, eu não gosto, não acostumo.

      O que é "lok nut"? Rapais! Eu ando ultimamente tão desanimado com guitarra que, não cheguei a instalar completamente todas as peças da Gotoh que coloquei numa Condor modelo Ibanez que tenho aqui.

      "Magoei" hehehehe

      Tá bom cara. Vamos ver o seguinte: essa ponte móvel da Fender "Ritchie Sambora" é flutuante ou ela não "vai para trás"? De outro modo, já não me interessam essas pontes que são limitadas pelo corpo da guitarra.

      Mas entendo que Floyd Rose é um vício... O que eu queria mesmo é uma daquelas, que, como as do Steve Vai, só com uma pancadinha que vc dá no corpo ela já treme. Aquilo sim é Floyd Rose, não essas imitações vababundas que vêm em muitas guitarras de hoje. Na dúvida, eu sempre opto por uma Gotoh.

      Valeu pelos comentários.

      Abçs,

      danilomagacho
      Veterano
      # out/11
      · votar


      O que eu queria mesmo é uma daquelas, que, como as do Steve Vai, só com uma pancadinha que vc dá no corpo ela já treme. Aquilo sim é Floyd Rose, não essas imitações vababundas que vêm em muitas guitarras de hoje. Na dúvida, eu sempre opto por uma Gotoh.

      As guitarras boas não são caras a toa... e não é a madeira, mas o tempo que elas ficam em estufa, qualidade de construção, ferragens, etc... Existem poucas diferenças entre as guitarras caras e as caríssimas. As guitarras boas são caras, sempre, isso é regra. Se falarem que uma guitarra é boa e barata não acredite, quando você pegar ela perto de outra aí vai ver que ela é razoável, não boa. Eu tinha uma Ibanez Prestige 3120TW... era só esbarrar que a Floyd dela já tremia toda, uma delícia de tocar... mas custou caro a guitarra, isso a uns anos atrás, hoje deve estar bem cara.

      A R. Sambora eu não lembro se é flutuante ou não.

      Lock Nut é a trava das cordas que fica perto da tarracha.

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11 · Editado por: Unfeelingness
      · votar


      Danilo

      Eu tinha uma Ibanez Prestige 3120TW... era só esbarrar que a Floyd dela já tremia toda, uma delícia de tocar... mas custou caro a guitarra, isso a uns anos atrás, hoje deve estar bem cara.

      Sem querer mudar o assunto do tópico, e já mudando, será que no meu caso, ela não treme muito (na Condor, tipo Ibanez) por que não instalei todas as peças da Gotoh ou pq a madeira da guitarra é que não é boa??

      Para dar a tremida só com os tapinhas nela mesmo... Mas ainda assim, ela é nervosa, e pode fazer o que quiser que não desafina.

      Abçs,

      danilomagacho
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Unfeelingness

      Eu já tive guitarra com Gotoh, é difícil explicar, mas nenhuma vibra como as Ibanez.

      Na minha opinião são as pontes da Ibanez que são diferentes mesmo, já que as cordas são as mesmas, as molas também, considerando que todas elas estão perfeitamente instaladas.

      Repare nas pontes ibanez como o corpo delas é muito mais pesado que as outras, elas tem uma placa base bem grossa, que fica ainda mais grossa na parte de trás... isso deve fazer toda a diferença.

      Veja as fotos abaixo...

      http://th05.deviantart.net/fs39/PRE/f/2008/361/d/b/Ibanez_EDGE___WIP_2 _by_zpaolo.jpg

      http://user.img.todaoferta.uol.com.br/D/0/9B/TJZ90Y/hugePhoto_0.jpg

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11 · Editado por: Unfeelingness
      · votar


      Repare nas pontes ibanez como o corpo delas é muito mais pesado que as outras, elas tem uma placa base bem grossa, que fica ainda mais grossa na parte de trás... isso deve fazer toda a diferença.

      Eu e um amigo meu que é luthier já cogitamos dessa hipótese: só uma ponte bem pesada é que poderia ficar "instável" na flutuação e suscetível à "tremedeira".

      Mas nesse caso, eu já cogitei também de soldar algum pedaço de ferro embaixo da Gotoh, para ela ficar pesada, mas aí vem o medo também de estragar a alavanca.

      Vai ficar do jeito que tá. Se for para gastar 4 ou 5 mil só para ter a tremidinha só de esbarrar nela... E olhe que tempos atrás tinha dinheiro para esses luxos, mas acho que isto é ilusão também.

      Eu faço a minha tremer no tapa he he he...

      Bom, mas estou esperando o pessoal aparecer para falarmos de guitarras Fender...


      Abçs,

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11 · Editado por: Unfeelingness
      · votar


      Danilo

      as guitarras boas não são caras a toa... e não é a madeira, mas o tempo que elas ficam em estufa, qualidade de construção, ferragens, etc... Existem poucas diferenças entre as guitarras caras e as caríssimas. As guitarras boas são caras, sempre, isso é regra. Se falarem que uma guitarra é boa e barata não acredite, quando você pegar ela perto de outra aí vai ver que ela é razoável, não boa.

      Concordo. Mas há as suas exceções, e não são poucas. Vou dar exemplos:

      Comprei uma Memphis, de 700 reais, que treme a alavanca, tem uma cor bonita (um vermelho metálico), marcações de escala com aves desenhadas, tarrachas boas, ótimo acabamento. Só a captação não é boa, mas isso é só trocar os captadores.

      Convenci o dono da loja (um idiota, mas que está rico he he he), e até alguns clientes, que aquela, era a melhor guitarra na relação custo benefício. Ela até tinha baixado o preço, para 500 reais. Convenci, por a+b, um cliente a comprar a guitarra.

      Já em outra loja, os caras tinham lá uma Ibanez Gem não sei o que lá, parecida com um daquelas do Steve Vai. A guitarra ficava trancada numa vitrine de vidro, ninguém podia colocar a mão nela. E, um dia disse: "quero testar essa guitarra". Uma bosta! A alavanca não tremia nada, no som não tinha nada de especial e o acabamento dela não ficava muito acima de uma Condor ou qualquer outra. E o preço dela era apenas 3.500 reais.

      É por isso que eu abri esse tópico: eu sempre costumo dizer, que muitas vezes uma guitarra copiada, bem mais barata, faz o serviço, desde que você gostar dela é claro.

      De 400 para 4000 reais, tem que haver um bom diferencial que justifique o crime, ainda mais quando é para se ter uma guitarra apenas para gravações e para tocar em casa...

      Então eu pergunto: uma Tagima faz o serviço? uma Squier de 1.200 reais faz o serviço?

      Ou por - supondo que eu consiga um desconto - uns 2.700 reais terei um diferencial assim tão expressivo, nos termos do vale quanto pesa??

      São essas as questões que eu deixo para os amigos guitarreiros ;)

      Abçs e até amanhã...

      danilomagacho
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Então eu pergunto: uma Tagima faz o serviço? uma Squier de 1.200 reais faz o serviço?

      Geralmente SIM.

      Ou por - supondo que eu consiga um desconto - uns 2.700 reais terei um diferencial assim tão expressivo, nos termos do vale quanto pesa??

      Quando eu falo que as guitarras boas são caras, geralmente não é no timbre e beleza que você vai sentir a diferença, mesmo na qualidade construtiva e entonação não vai haver muita diferença, a grande diferença vai estar na tocabilidade, conforto. Mas neste caso já serão para as Fender de primeira linha. Na casa dos dois mil e poucos reais não vai haver nenhuma diferença apreciável.

      Eu escolheria a Fender, por 2 motivos: impulsos compulsivos incontroláveis de gastar com guitarras e facilidade de vender bem caso precise.

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Pois é...

      Mas e o que os demais amigos sugerem?? Uma Fender Squier ou uma Mexicana que custa mais que o dobro do preço?

      strinbergshredder
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Unfeelingness
      poxa cara, se não tiver jeito e tiver que comprar aki no Brasil msm, compre a Fender mexicana mesmo; mas sabendo q vai pagar um preço abusivo por pouca qualidade em relação às fenders americanas melhores que custam bem menos no exterior...

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11 · Editado por: Unfeelingness
      · votar


      Vc disse certo: preço abusivo. Mas calma, que para desembolsar esse dinheiro eu ainda vou pesquisar muito, incluindo os processos sobre como trazer uma guitarra dos EUA, sem pagar os impostos.

      Os caras da loja já estão todos alegrinhos, pq estão acostumados a ver eu gastar lá. E sabem como é né? Cidade do interior...

      Dessa vez vou pesquisar os modelos de Fender, e ir a São Paulo pesquisar preços.

      E as usadas?? Andei olhando na internet e há muitas dessas guitarras para vender...

      Mas vai ser difícil eu desembolsar os 2.900,00 contos que os caras estão querendo. Esse povo pensa que dinheiro dá em árvore.

      Hoje á noite vou ler o tópico lá que vc passou, mano, para ficar a par de todos os quesitos.

      Dá certo mesmo trazer a guitarra de lá?? - sem eu ter que ir para lá, é claro ;)

      Abçs, e agradeço todos os comentários e dicas dos amigos guitarreiros ;

      Até mais,

      Valeu!

      strinbergshredder
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Unfeelingness
      Os caras da loja já estão todos alegrinhos, pq estão acostumados a ver eu gastar lá. E sabem como é né? Cidade do interior...

      kkkkkkkkk

      blz cara, lê sim, e pesa bem a escolha que vc fará; teste as guitarras, veja qual te agradará mais.
      e só lembrando que o lance é vc saber de quem comprar; não chegar em qualquer um que esteja vendendo barato e "bater o martelo".

      lá tu vai ver bastante dicas....

      Boa sorte com a tua compra, e abraço!!!!

      Unfeelingness
      Veterano
      # out/11
      · votar


      Olá. Hoje fui lá testar as seguintes guitarras:

      1- Uma tipo stratocaster "signature Edu Ardanuy", da Tagima, com dois humbukings, braço escalopado. Branca. O som dela é mais forte e bem limpo. Há um timbre legal também para sons limpos. Alavanca tipo Floyd Rose. Preço: 1.950,00

      2- Em seguida testei a Fender Strato mexicana. O contraste é incrível perto da anterior: som agudos, captação fraca, desconfortável para tocar e o timbre não agradou. Preço: 2.900,00

      3- O vendedor, que é amigo meu, apareceu com uma Ibanez. Danilo, ela tinha aquele tipo de Floyd cuja foto vc postou aí acima, mas não treme nada. Em compensação é uma guitarra gostosa de tocar, com aquele timbre de guitarra de hard rock pesado. Gostei da guitarra. Preço: se não me falha a a memória, em torno de uns 1.900 reais.

      4- Enfim, o vendedor trouxe uma Gibson. Essa deu show! Timbre de rock, boa de pegada, confortável para tocar, timbres legais. Preço: 3.600,00.

      Conclusão: Eu não consegui fazer uma regulagem de som (nessa Fender Stratocaster, em que este ficasse com aquele timbre do Malmsteen, ou seja, aquele timbre limpinho etc. Ela tem um som grotesco, que, ligado com uma distorção poderosa, o som fica parecido com o de qualquer guitarra.

      Está descartada, portanto, a compra de uma Fender Stratocaster, a menos que eu encontre uma boa de timbre. Como está aí no começo dos meus posts, o objetivo era uma guitarra que tivesse um timbre superior às guitarras com humbukings e Floyd Roses. Infelizmente essa Fender que eu testei fica muito aquém do que eu imaginava, e muito aquém do som e do conforto das guitarras que eu experimentei. Só para vocês terem uma idéia, tenho uma Ária Pró aqui, com 2 duplos, e com uma chave que transforma eles em singles.

      O dinheiro agora vai para comprar uma ponte Gotoh e maquinar essa Ária minha.

      Agora, uma Gibson eu recomendo ;)

      Abçs, e obrigado a todos pelas dicas e comentários.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Qual tipo de Fender stratocaster escolher?

      305.929 tópicos 7.899.022 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital