Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Qual o melhor Windows para audio?

      Autor Mensagem
      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 16/nov/17 15:13 · Editado por: acabaramosnicks
      · votar


      Ismah
      Buja
      O que eu uso é o Ubuntu Studio, que é uma distro feita justamente para aplicações artísticas de toda sorte, incluindo áudio.

      Mas queria saber fazer tudo de audio no Linux.
      Rola de me dar uma moral?
      Podemos trocar uma ideia, sem avacalhar o topico?

      Sem problemas.
      Se quiser inclusive conversar por fora, é só dizer que te passo meu e-mail.

      Migrei não faz muito tempo para o Linux, estou usando o Ardour como DAW e os plugins do Calf Studio Gear. Acho que posso te adiantar alguns pontos que podem te ajudar na decisão de migrar ou não para o Linux (suponho que vc ainda está em dúvida se vai ou não).

      - Dizem que o Reaper roda normal usando o Wine. Não sei porque eu uso o Ardour, mas o consenso do povo é que o Reaper roda bem.
      - O Ardour tem absolutamente todas as funções que vc puder imaginar. Na verdade, eu tive que salvar um preset simplificado, desabilitando uma porrada de coisas que eu não uso.
      - Tem um monte de plugin gratuito no formato LV2 (muito usado no linux) que é tão bom quanto plugins gratuitos poderosos. Recomendo experimentar os do Calf Studio Gear, se um plugin ou outro não "chegar lá" pra vc, daí vc tenta um dos outros mil, no própiro site do Ardour ele tem uma página de indicações.

      É baseado em Debian do qual ja to bem habituado.

      Eu gosto dos Debian, é bem mais tranquilo de usar.

      Sabe me dizer assim num tiro o que ele tem de melhor sobre um Ubuntu puro?

      Primeiro: ele te dá uma opção de inicialização do SO normal, e o SO de baixa latência; não sei exatamente como ele faz pra isso acontecer, mas a latência da interface fica muito pequena. O preço pago por isso é menor poder de processamento em todas as outras aplicações. Pode-se usar o modo "normal" se vc não gostar do de baixa latência.
      Segundo: Na hora de instalar a distro vc pode mandar instalar junto com ele tudo quanto é ferramenta voltada para o que vc precisar. Pensando em audio, basicamente ele já vem com uma porrada de plugin, codec, driver e tudo o que vc imaginar instalado. Ele foi feito pra funcionar com a melhor eficiência possível aplicações relacionadas com isso, então não é pra dar pau em nada (em teoria). Se vc não quiser programa de edição de imagens, por exemplo, vc pode optar por não instalar as paradas que são voltadas pra isso.


      Esse negócio do HD SSD também é um bom investimento pra quem precisa de muita memória de acesso rápido.

      Buja
      Veterano
      # 16/nov/17 15:27 · Editado por: Buja
      · votar


      acabaramosnicks
      - Dizem que o Reaper roda normal usando o Wine. Não sei porque eu uso o Ardour, mas o consenso do povo é que o Reaper roda bem.

      Nos meus testes, infelizmente nao meu amigo. Fiquei triste, porque repaer é minha daw principal (na verdade unica rs). E uso no windows.
      Pelo menos no ubuntu 16.10, nada feito. Com wine, deu lag.

      - O Ardour tem absolutamente todas as funções que vc puder imaginar. Na verdade, eu tive que salvar um preset simplificado, desabilitando uma porrada de coisas que eu não uso.
      Ehhhh ha um bom candidato a se tornar entao minha daw principal!


      - Tem um monte de plugin gratuito no formato LV2 (muito usado no linux) que é tão bom quanto plugins gratuitos poderosos. Recomendo experimentar os do Calf Studio Gear, se um plugin ou outro não "chegar lá" pra vc, daí vc tenta um dos outros mil, no própiro site do Ardour ele tem uma página de indicações.
      Perfeito. Vou pesquisar hoje mesmo.
      Tendo um bom EQ, e um bom simulador de cab, (que so uso isso mesmo no reaper) ta excelentissimo.

      Eu gosto dos Debian, é bem mais tranquilo de usar.
      E documentacao extensa. Praticamente todo tipo de problema que voce possa imaginar, alguem ja passou, ja resolveu e ja explicou.
      Nunca passei nada no debian que nao desse pra resolver. Ja no centos, redhat, ou os "yum" da vida, é uma tristeza.


      Primeiro: ele te dá uma opção de inicialização do SO normal, e o SO de baixa latência; não sei exatamente como ele faz pra isso acontecer, mas a latência da interface fica muito pequena. O preço pago por isso é menor poder de processamento em todas as outras aplicações. Pode-se usar o modo "normal" se vc não gostar do de baixa latência.
      Legal, nao sabia dessa.

      Mas um coisa me deixa meio pooto no ubuntu, que é a engine de interface.
      Esse ubuntu tambem deve usar Unity né. (pesado pra disgrama)
      Dai eu costumo tirar fora e botar o LXDE, bem mais light.
      So que alguns recursos, meio que somem do sistema, ficando acessivel so pra quem conhece mesmo o servico no terminal. Por exemplo, o lxde constuma sumir com as propriedades de audio. Dai tem que instalar o alsamixer, o pavucontrol, ou pulseaudio, depende do que quer.
      A gente fica meio capado nisso.

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 16/nov/17 16:14 · Editado por: acabaramosnicks
      · votar


      Nos meus testes, infelizmente nao meu amigo.
      Com wine, deu lag.
      um bom candidato a se tornar entao minha daw principal!

      Que pena que o Reaper não funfou legal... Já vou te adiantando que o Ardour pode ser excelente em suas funções, porém, o maior problema dele é que a interface não é tá fácil, intuitiva e amigável como ocorre na maior parte das DAWs como Reaper. Tipo, não é for dummies, tem que se adaptar com ela, mas não é nenhuma rocket science também.

      Mas um coisa me deixa meio pooto no ubuntu, que é a engine de interface.

      Na verdade, a redução da latência da interface que eu to dizendo é da interface de audio hahahahahaha

      Esse ubuntu tambem deve usar Unity né. (pesado pra disgrama)
      Dai eu costumo tirar fora e botar o LXDE, bem mais light.
      So que alguns recursos, meio que somem do sistema, ficando acessivel so pra quem conhece mesmo o servico no terminal. Por exemplo, o lxde constuma sumir com as propriedades de audio. Dai tem que instalar o alsamixer, o pavucontrol, ou pulseaudio, depende do que quer.
      A gente fica meio capado nisso.

      Olha, eu não manjo tanto dessas paradas aí, mas se for o que eu to pensando, a interface que esse usa é aquela do ratinho, acho que é XCE, XFCE, alguma coisa assim... eu to gostando, e até agora não me faltou nada. Tem aqui as propriedades de áudio pra vc fuçar, e fica bem na sua cara, mas acho que não tem tudo que dá pra fuçar de audio, só o mais básico.
      A única deficit, que na verdade também ocorria no Windows, é que pra mudar qual a entrada que a minha interface de audio usa (entre line, instrument, mic) eu tenho que usar o terminal, mas é MUITO tranquilo. Ctrl+Alt+T pra abrir o terminal, digita 'alsamixer' (já vem instalado no ubuntu studio), F6 pra selecionar a interface, e seleciona qual entrada usar. No windows tinha que entrar no driver da interface, que poderia usar o programa da line6 que é integrada ao driver (PodFarm), ou o driver normal mesmo pra selecionar. Na verdade, meio que deu no mesmo.

      Tendo um bom EQ, e um bom simulador de cab, (que so uso isso mesmo no reaper) ta excelentissimo.

      EQ tem uns muito bons no pacote Calf. Já simulador de cab eu não uso, ultimamente só estou gravando guitarra microfonando o amp. Veio aqui vários simuladores, mas nunca nem experimentei, não tenho tanto tempo pra tocar mixar e fuçar... como eu curto gravar microfonando eu to focando só nisso.

      Buja
      Veterano
      # 16/nov/17 17:12
      · votar


      acabaramosnicks
      a interface que esse usa é aquela do ratinho, acho que é XCE, XFCE,

      Eba...ela é boa e leve. Interface do ratinho? kkkk legal! Ri aqui.

      digita 'alsamixer' (já vem instalado no ubuntu studio),
      Boa tambem. Nao sabia que vinha ja default. No ubuntu comum ao que eu lembre vc tem que adicionar o deb no sources.list, so nao lembro de cabeca, mas acho que nao tem no canonical por padrao nao. Isso no ubuntu 17.04 nao tinha visto nao.

      Já simulador de cab eu não uso, ultimamente só estou gravando guitarra microfonando o amp.

      Mas ta otimo. Tambem nao uso muitos firulas.
      Boto minha zoombido no guitar link e gravo o que vem.
      Mas as vezes da trabalho editar um preset na zoombido que ja ta bom pra amp, e usando um cab simulator, e um eq, eu chego la facil facil.

      To com um probleminha no meu ubuntu, justamente com audio e uns pacote quebrado que ja nao tem mais suporte na contrib. Como perdi o tempo dos lancamentos, vou ter que formatar e botar uma nova distro.
      Vou tentar fazer isso hoje, assim que resolver a pica do grub2, que nao facilita bootar pelo pendrive =|

      Ismah
      Veterano
      # 16/nov/17 23:15
      · votar


      Isso importa bastante... Eu acho muito prático a forma de criar automações marcando pontos no Reaper, normalmente uso 3 ou mais automações por canal, e aí f...

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 17/nov/17 07:49
      · votar


      Ismah
      no ardour tem automação e pode usar pontinhos

      JJJ
      Veterano
      # 17/nov/17 09:17 · Editado por: JJJ
      · votar


      É, quem usa "ao vivo", se travar, ferrou. Mas isso pode acontecer com ou sem outros aplicativos instalados.

      Talvez diminua um pouco o risco de travar com menos apps, mas quando tem travamento, a primeira coisa que eu penso é nos pentes de memória... as poucas vezes que isso aconteceu comigo (desde sempre, não no windows 10) eu vou lá, removo os pentes, limpo, recoloco e pronto: fim do travamento.

      Buja
      Veterano
      # 17/nov/17 09:51
      · votar


      A razão maior da maioria dos travamentos em equipamentos de informatica, não é, overflow de memoria....hoje até as maquinas basicas tao vindo com bastante ram.

      É a engenharia porca dos SO's e Apps. Tudo feito correndo, as pressas, pra lançar rapido e ganhar dinheiro rapido. Nao se faz nada otimizado pra maximizar recursos. Como a lei de moore impera, tudo bem, é so consumir processador, memoria e video que logo logo os hardwares vao aguentar.
      Nao precisa economizar.

      Mas ao fazer tudo correndo, as pressas, e porco, algo errado sai na conta, e começa os travamentos. Infelizmente é algo que nao da pra driblar muito.

      O jeito é garantir uma maquina instalada, testada e eficiente com o minimo de updates possivel.
      Por exemplo, ja reparou a dificuldade que os bancos tem que migrar seus terminais 24hrs de win98 pra winxp ou win7?
      Nao é so custo. win98 ta testado, homologado, imensamente estavel e seguro para a aplicacao de banco e o hardware do terminal, que migrar, é pior.

      Conheco empresas que trabalham com thin-client em winxp, e absolutamente abominam a migracao ou upgrade das maquinetas.
      O processo la é bruto, e funciona bem, rapido, sem lag, sem virus, a coisa flui.
      Se mudar, complica geral. Melhor deixar estavel como ta.

      Penso em maquina de palco do mesmo jeito.
      O cara vai tocar no show, teclado, e usa o kontact.
      Na minha humilde opiniao, isso nao deveria ser na maquina que ele ve youtube, acessa facebook, joga no steam, redige contratos no word.

      Essa maquina tem que ser SO os drivers pra conectar o teclado, o kontact, os proguins que precisa, e mais nada. Desativa servico de telefonia, windows update, aquela penca de servico inutil do services.msc, e tira aqueles temas aero transparencia do windows, e boas.
      Uma maquina bem mais estavel e segura pro palco, so dedicada pra isso.

      Ai nem precisa que ela seja um i5, 8gb de memoria, nada disso.
      Uma config mais basica dará conta do recado de boa.

      JJJ
      Veterano
      # 17/nov/17 09:57
      · votar


      Buja

      Eu tenho um ex-cliente que ainda usa um programa que fiz na década de 90, em Clipper, pra DOS... rs

      Diz que tá tudo funcionando perfeitamente, pra quê vai arriscar trocar?

      TendTudo
      Membro Novato
      # 17/nov/17 10:15
      · votar


      Sobre plugin...e o EZ Drumer?

      Ismah
      Veterano
      # 17/nov/17 20:10
      · votar


      razão maior da maioria dos travamentos

      Ainda bem que não são as redundâncias rsrs

      acabaramosnicks
      no ardour tem automação e pode usar pontinhos

      Talvez ficou parecendo que eu quis dizer o oposto, mas não era o caso. Foi apenas uma informação a mais.

      JJJ

      Não precisa nem ser um crash... Se for 5 ms de lentidão, já pode cagar uma música toda, ou o bloco todo.

      TendTudo

      EU acho que ele é demais para o que se propõe a fazer. Sinceramente, não precisa de 3 tons, 3 surdos, 8 ataques, 3 chinas, um carrilhão de 5 oitavas, três sinos da matriz e um gongo chinês... rs
      Acaba consumindo mais memória, e de forma inútil já que não se usa normalmente metade disso... Por isso prefiro o ADDrums, mas sonoramente, não tenho reclamações, e é o queridinho de quem compõe metal, principalmente o mais extremo...

      makumbator
      Veterano
      # 17/nov/17 20:30
      · votar


      Ismah

      EU acho que ele é demais para o que se propõe a fazer. Sinceramente, não precisa de 3 tons, 3 surdos, 8 ataques, 3 chinas, um carrilhão de 5 oitavas, três sinos da matriz e um gongo chinês... rs


      Acho que você está confundindo o Ezdrummer com o superior drums, não? O Ezdrummer é tão leve ou pesado quanto o AD. tenho ambos, tanto o Ezdrummer 1 quanto o 2 e os dois AD (1 e 2). Pra mim são parecidos em consumo de memória, e na verdade o AD tem até mais slots de peças que o Ezdrummer

      Ismah
      Veterano
      # 17/nov/17 21:01
      · votar


      Não estou confundindo. Estou sendo exagerado... O "tamanho" depende de algumas coisas, não só do kit em questão... Vai da qualidade dos samples, quantidade de articulações... Nessas tem leves e tem pesados... E tem pesado com poucas peças...

      makumbator
      Veterano
      # 17/nov/17 21:07
      · votar


      Ismah

      Mas comparando o AD2 e o EZ 2, pelo menos na minha máquina o AD2 consome um pouco mais de memória. O Ez2 é mais eficiente que o 1 nesse quesito também (as imagens que você colocou são do EZ 1). Mas no geral é parecido um com outro aqui.

      fernando tecladista
      Veterano
      # 17/nov/17 23:37
      · votar


      Ele tá no Windows 10...
      Mas não sei, tenho a impressão de gostar mais do Win7.

      Alguém sabe me dizer qual windows é melhor (exige menos processamento, memoria, etc) para usar vst e vsti ao vivo?


      melhor ou melhor não dá pra dizer... mas...
      instalei a versão 10
      ai começou me encher o saco com driver, uma interface midi edirol não rodava, outras interface de video, captura também não rodavam

      além de alguns programas que baixei que não rodava, versão normal, free .
      versões frescas de movie maker, players de audio padrão tudo chato, interface chata...

      voltei para o win7, embora o teste acusou que minha maquina rodaria sem problemas, mas não foi bem assim
      -----------------------------------------

      mas sei que tudo que tá vindo agora vai rodar nessa versão nova de win, então sei que na próxima maquina não terei como fugir

      JJJ
      Veterano
      # 17/nov/17 23:53
      · votar


      fernando tecladista

      No início sempre pinta um estranhamento... Mas é questão de persistir um pouco e depois de um tempo tudo se ajeita. O bom é que o 10 parece ser o final, só vai no upgrade agora, não muda mais (pelo menos é o que ouvi dizer).

      Ismah
      Veterano
      # 18/nov/17 04:48
      · votar


      makumbator

      Talvez por processar em 32 bits e 64 bits, quando testei o EZD, processava em 32 bits.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Qual o melhor Windows para audio?

      303.874 tópicos 7.863.171 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital