Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Gravação de apresentação ao vivo - qualidade ruim

      Autor Mensagem
      HeyJJJaded
      Membro Novato
      # 20/mar/17 12:51


      Olá pessoal!

      Estou enfrentando um problema muito chato com minhas gravações ao vivo. Meus amigos têm uma banda de rock e toda vez que eu tento gravar, o áudio fica uma porcaria porque os graves acabam com todos os outros instrumentos, fica aquele som "rasgado" e pronto, não se entende mais nada do que está sendo tocado.

      Fato é que eles farão uma apresentação grande em breve e queríamos registrar áudio e vídeo, porém, embora nossas câmeras (tanto celulares quanto uma semi-pro Nikon P610) gravem uma imagem excelente, o áudio sai muito ruim e a P610, pra piorar, não tem entrada de microfone - ou seja, não consigo acoplar um mic. decente pra gravar esse som.

      Queria saber o que vocês sugerem que a gente faça. Devemos usar um gravador digital? Não sei se gravar direto da mesa vai captar o som "ambiente" (galera cantando junto), isso é algo que eles queriam que existisse. Penso em talvez comprar um microfone pra conectar no celular, mas também fico em dúvida se isto vai dar resultado. Mas, como não entendo nada, gostaria da ajuda de vocês.

      Obrigada!

      francisco2004
      Veterano
      # 20/mar/17 17:29 · Editado por: francisco2004
      · votar


      HeyJJJaded
      Geralmente, esses microfones de celulares e câmeras digitais não são capazes de captar ao mesmo tempo os sons fracos e os sons fortes. O fabricante então opta por captar bem os sons fracos (volume baixo), para gravação de aulas ou vídeos de viagens. O problema é que nos sons mais fortes o áudio ficará distorcido. Os fabricantes, por outro lado, poderiam ter priorizado os shows de rock, só que a gravação do áudio ficaria muito fraca (volume baixo) para várias outras aplicações.

      Só tem uma fabricante de celulares que faz isso direito: a falecida Nokia. Vários modelos de celulares Lumia possuem de dois a quatro microfones, de forma que há um microfone especializado em volumes baixos e outro em volumes altos. Essas gravações são, então, misturadas, gerando um arquivo sem distorções e com detalhes nos baixos e altos volumes. Eu tenho um Lumia 930 e ele faz esse serviço muito bem.

      Se eu não me engano, os celulares top da Samsung, tipo o S7 ou o Note 5 possuem um recurso parecido. Os iPhones são lastimáveis... sempre que gravo ensaios com meus amigos, eles ficam indignados que seus iPhones geram áudios piores do que o do meu Lumia velhinho.

      Solução:

      1. Existem uns microfones condensadores portáteis (geralmente da iRig) para usar no celular que prometem aumentar a faixa dinâmica de captura, ou seja, captar os sons mais fracos e os mais fortes sem distorção, mas nunca testei. Exemplo:
      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-803335708-microfone-p-celular-i phone-ipad-condensador-rode-videomic-me-_JM

      2. Outra saída é comprar um microfone condensador dos grandes de estúdio mesmo e conectar por adaptador num celular. É uma solução que nunca tentei, mas a conexão de fones de ouvido dos smartphones possui uma saída estéreo (para os fones) e uma entrada mono de microfone (para você falar ao telefone através dos fones do celular). Existem adaptadores tipo esse:

      Adaptador Microfone Smartphone

      Com isso, você poderia comprar um condensador "baratinho" na faixa dos 500 reais, da Samson ou Behringer, e o problema estaria resolvido. Claro que se você fosse gravar o show num bar, e se essa banda costuma "quebrar tudo" no palco, talvez distorça um pouquinho, mas muito provavelmente com 700-800 reais você consiga resolver o problema.

      ----------------
      EDIT: se a banda estiver disposta a investir um pouquinho mais, há microfones condensadores na faixa dos 1000 reais que possuem uma chavezinha para atenuar a sensibilidade (-10dB ou -20dB). Esse microfone é mais versátil para gravar shows de bandas de rock, já que em tese ele conseguiria capturar até aquelas bandas bem sem noção que querem ensurdecer os ouvintes. Sabe quando o DJ já tem problemas de audição e deixa o som tão alto que deixa as pessoas quase embriagadas, à beira da náusea? Pois é, essa chavezinha ajudaria.

      Ningen
      Veterano
      # 20/mar/17 18:52 · Editado por: Ningen
      · votar


      HeyJJJaded

      Eu compraria um gravador portátil desses:

      http://lista.mercadolivre.com.br/tascam-gravador
      ]http://lista.mercadolivre.com.br/zoom-gravador#D[A:zoom-gravador]

      Isso se você realmente quiser aquele som "ao vivo" o som que chega pro público.

      francisco2004
      Veterano
      # 20/mar/17 18:54
      · votar


      Aqui tem uma comparação desses microfones portáteis para celular:
      http://www.smartphonefilmpro.com/microphones/

      entamoeba
      Membro Novato
      # 20/mar/17 19:54
      · votar


      francisco2004

      Mas esses microfones de condensador não necessitam de Phanton Power?

      entamoeba
      Membro Novato
      # 20/mar/17 20:00
      · votar


      HeyJJJaded
      Se der para capturar o som da mesa e usar um gravador para pegar o som do público, seria bem melhor. Dessa maneira, você pode mixar os sons para deixar a bagaça mais profissional!

      HeyJJJaded
      Membro Novato
      # 21/mar/17 12:17
      · votar


      Hey pessoas!

      Em primeiro lugar, muito obrigada pelas dicas e links!

      Mesmo que precise de phantom power, isso a gente consegue arrumar. O lance é que, sim, é num bar grande a apresentação e sim (2), eles costumam quebrar tudo, daí vem o nosso problema... gravação de mesa já fizemos mas perde-se o som "ao vivo" hehehe.

      Vou ver se a gente arranja um microfone decente ou um gravador desses que vocês linkaram pra juntar ao som da mesa.

      Posto os resultados (se ficarem bons, claro!) pra vocês depois. Obrigada!

      francisco2004
      Veterano
      # 21/mar/17 13:16 · Editado por: francisco2004
      · votar


      HeyJJJaded
      A maioria das mesas de som tem phantom power. O problema é acertar o volume do condensador para que o som do público não fique mais alto que a banda. Você teria que fazer um monitoramento por fones de ouvido ou algo do tipo. O mais prático talvez seria gravar separado mesmo... a gravação da mesa e um condensador gravando o público separadamente. Depois, você junta tudo num editor de áudio (DAW, Digital Audio Workstation como um Reaper, Garage Band, etc), ajustando o volume do condensador (que também irá captar um pouco do som da banda, mas você o deixará com a cápsula virada para o público).

      SE o volume da banda é muito alto, do tipo que causa desconforto a quem está perto do palco, o som da banda pode monopolizar a captura do condensador, mesmo se ele estiver virado para o público, mas isso você só vai descobrir testando. Existem aqueles microfones para filmagens externas, tipo os da Rode, na faixa dos 500 reais, que possuem um padrão mais direcional. Para essa tarefa de captar apenas o público, pode ser interessante.

      O condensador convencional de estúdio, com padrão omni-direcional, seria interessante para captar tudo, banda e público. Você poderia alugar um condensador num estúdio de gravação (geralmente eles possuem condensadores baratinhos pelo qual não morrem de amores, como um Behringer) e ligar num laptop ou celular para capturar todo o som ambiente. Bandas de rock eventualmente ultrapassam a pressão sonora máxima de um condensador (já gravei ensaio com um Behringer e distorceu de tão sem noção que estava a banda), então a chavezinha de -10dB ou -20dB pode ser útil. O ideal seria convencer a banda a não ensurdecer a plateia, mas isso nem sempre é possível.

      Sobre essa questão do bar grande, é melhor ouvir o som meio baixo estando longe do que provocar perda de audição a quem está próximo do palco. Músicos com menos de trinta anos e às vezes até mais velhos (o que é uma vergonha para os velhotes), não se ligam nessas coisas.

      Sugeriria a você conseguir equipamento com um estúdio de gravação para realizar testes. O aluguel vai ser caro, mas ao menos você vai ter certeza de que só precisará comprar o microfone uma vez.

      HeyJJJaded
      Membro Novato
      # 21/mar/17 16:20 · Editado por: HeyJJJaded
      · votar


      francisco2004

      Hey, man! Então, eles nunca tocaram nessa casa onde eles farão esse show. Estivemos lá, obviamente, e o som era realmente muito alto, não sei se por conta da amplificação da casa ou das bandas que estavam tocando no festival. No caso da banda, lógico que o lance é alto por conta de ser rock hahaha mas não é nesse nível ensurdecedor, não. Pelo menos eu tô sobrevivendo legal, sem perda de audição hahaha.

      Um deles sugeriu comprar um Zoom ou um Tascam pra gravar da mesa, que você acha?

      Vou te mandar uns links pra você ver minha sofrência com as gravações.

      https://www.youtube.com/watch?v=whswxJHsf4s - isto foi gravado de uma Sony CyberShot daquelas pretinhas beeeeem velhas, eu queria saber se o problema era com o microfone da minha câmera ou com microfones no geral, veja que o som tá relativamente limpo mas a imagem, só Jesus...

      https://www.youtube.com/watch?v=NYgwD1AbDBU - isto foi gravado do meu celular (Zenfone Selfie), começa lindo e tem tudo pra ficar bom, mas os graves... e a imagem linda, mas o som uma droga.

      Obrigadinhaa :D

      francisco2004
      Veterano
      # 21/mar/17 17:29 · Editado por: francisco2004
      · votar


      HeyJJJaded
      Essa distorção dos vídeos que você mandou é típica de microfone tosco de câmera digital e de smartphone. Só os Lumias top de linha e os Samsung tipo os Galaxy S6 e S7 vão conseguir algo melhor. Nas especificações dos microfones, você precisa cuidar o "Máx. SPL", que é a pancada máxima que o microfone vai suportar sem clipar (essa distorção notada nas suas gravações). Os celulares Nokia com o recurso "Rich-Recording" conseguem gravar sem distorcer pressões sonoras de até 140dB SPL, então eu procuraria microfones que chegassem ao menos nesse nível.

      O meu microfone condensador, um AKG P420, por exemplo, chega a 155dB SPL quando eu ativo a chave -20dB. Ou seja, em tese ele aguentaria um show de rock do tipo "quebra tudo".

      O gravador DR40 da Tascam, segundo este documento, aguenta 80 dB SPL, o que eu acho pouco. Pode gravar um concerto de violão, um ensaio acústico, mas para show de rock acho que não serve.

      O gravador Zoom H5 (mas não o H4 e modelos mais baratos) chega a 140dB SPL, segundo o site oficial. Se ele cumpre o que promete, seria capaz de gravar um show de rock. Só que, com 1200 reais, você provavelmente conseguiria comprar um condensador de estúdio e mais todo o equipamento para conectar ao seu celular. Certamente o Zoom é mais portátil, mas o condensador poderia ser aproveitado pela banda para gravação de ensaios com melhor qualidade, ou para começar um home studio.

      ---------------
      EM TEMPO: o gravador DR-44WL chega a 132dB SPL. Não é tão bom quanto o Zoom H5 nesse quesito, mas acho que aguenta o tranco, e pode ter outros recursos interessantes:
      Tascam DR-44WL

      rhoadsvsvai
      Veterano
      # 21/mar/17 17:50
      · votar


      minha opinião, pode posicionar um neuman na frente que vai sair embolado, talves um embolado mais claro mas ainda sim embolado.

      arrangem um nootbook, uma mesinha usb, ou aluguem uma dessas interfaces de 4 canais pra cima, pega ums microfones dinamicos, coloca um na boca do amp do guitarrista, um na boca do amp do baixista , o da voz, coloca um na caixa da bateria e um no bumbo.

      dependendo da qualidade dos microfones, o som pode até ficar feio, porém todos os intrumentos vão estar audiveis e aptos a algum tipo de mixagem.

      francisco2004
      Veterano
      # 21/mar/17 18:03
      · votar


      rhoadsvsvai
      Certamente funcionaria, mas ela disse que já tentaram isso, só que perderam o som da plateia.

      Para captar um som com mais fidelidade ao que se ouve no ambiente, não vejo outra opção senão gravar o som na perspectiva da plateia. E aí sim, resolvida essa parte, caberia espetar o mixer da banda numa interface de dois ou mais canais para se ter um controle maior na mixagem. Aí ficaria show de bola. Mas não é qualquer mixer que tem saídas independentes para cada canal. Se for um mixer apenas com saída stereo, não vai resolver muita coisa.

      E o problema principal dela é clipping, como se percebe nos vídeos do Youtube. Para resolver isso e pegar o som da plateia, tem que ter um microfone com SPL Máximo alto, na faixa dos 130dB ou (preferencialmente) mais.

      Ningen
      Veterano
      # 21/mar/17 18:45 · Editado por: Ningen
      · votar


      francisco2004

      Só pra auxiliar...

      Um show de rock na primeira fila toca em média a 120db.

      O The Who foi pro Guinness com um show que tocava a 126db a 30 metros do palco...

      140db é igual a um tiro de revólver, já começa a doer o ouvido nessa altura.
      141 depois de alguns minutos causa náusea.
      145 a visão embaça por causa da vibração dos globos oculares...

      francisco2004
      Veterano
      # 21/mar/17 18:59 · Editado por: francisco2004
      · votar


      Ningen
      Já ouvi isso, mas, na boa, já ouvi Behringer B2 Pro distorcer em ensaio, e o Max. SPL dele é 137 dB (por aí, não lembro ao certo). Já ouvi meu Nokia querendo distorcer em show que toquei (também, deixei perto do baterista), mas ele chega em tese a 140dB SPL. O próprio AKG P420 que eu tenho tem uma chave de -20dB para alcançar 155dB SPL (adequado para instrumentos de sopro como trompete). Se fosse algo desnecessário, não teria por que suportar uma pressão sonora tão alta.

      Obviamente, depende muito do quão próximo está o microfone da fonte sonora. Um show de rock bem sonorizado (confortável aos ouvintes) creio que vai flertar com esses 120dB SPL quando o baterista der umas atacadas boas nos pratos. Se é para gastar com equipo, tentaria pegar algo na faixa dos 140dB SPL para cima, como esse Zoom H5 ou um condensador com chave de atenuação de ganho para registrar pressões sonoras maiores.

      Esses 120dB de nível de pressão sonora tem muito celular que suporta, mas o batera vai conseguir fazer o bichinho clipar em alguns momentos, sem falar em outras distorções que um microfone de diafragma minúsculo vai produzir.

      *Observação sobre o Behringer B2 Pro: não sei se ele chega nos 137dB SPL apenas com a chave de atenuação ativada. Se for esse o caso, aí pode estar a explicação para distorcer num ensaio "quebra tudo", caso esteja com a chave desativada.

      francisco2004
      Veterano
      # 21/mar/17 19:03 · Editado por: francisco2004
      · votar


      Ningen
      145 a visão embaça por causa da vibração dos globos oculares...

      Já senti isso em danceteria e achava que era psicológico. Agora entendi por quê! Realmente, existe DJ com zero noção.

      Voltando ao assunto...

      Ok, talvez fazendo alguma bruxaria, como deixar o ganho do mixer negativo (vá que dê certo) eliminasse o clipping, mas a Zoom H5 e a Tascam DR44 custam praticamente a mesma coisa... não sei se não pegaria a Zoom só pela margem de segurança. Acho complicado afirmar que ninguém precisa se preocupar com mais de 120dB SPL em show de rock. Talvez em tese não precisasse, mas os equipamentos às vezes têm especificações falhas, e pode ser melhor sobrar do que ficar "justo" na medida.

      Ningen
      Veterano
      # 21/mar/17 22:28
      · votar


      HeyJJJaded

      A que tipo de som você quer chegar? (Poste um vídeo de exemplo)

      Quanto você tem pra gastar?

      Ningen
      Veterano
      # 21/mar/17 22:56 · Editado por: Ningen
      · votar


      francisco2004

      "Acho complicado afirmar que ninguém precisa se preocupar com mais de 120dB SPL em show de rock. "

      Calma.. rsrs Você quem disse que o mic deveria ter preferencialmente um SPL máximo maior que 130db... Quando, ao meu ver, não é bem por aí...

      Você não vai sequer poder estar muito perto do palco ou das caixas simplesmente porque dessa forma você não vai pegar o barulho do público... E tem outra... se forem mixar com o som da mesa, aí é que não precisam mesmo...

      Olha o H4 trabalhando ao vivo..


      Ismah
      Veterano
      # 22/mar/17 01:16
      · votar


      HeyJJJaded
      Devemos usar um gravador digital?

      Não... Podem usar um de rolo, um de fio, ou mesmo um de cilindro... rsrs
      Brincadeiras a parte, podem usar qualquer meio. O gravador é mais seguro, mas é opção uma interface + computador.

      Não sei se gravar direto da mesa vai captar o som "ambiente" (galera cantando junto)

      Isso depende se o som ambiente é captado ou não. Uma grande maioria dos shows se usa mics de ambiência. Geralmente um shotgun super-cardioide no meio do palco, ou dois em XY, ou raras vezes nas laterais internas do PA, apontados para a segunda ou terceira fileira...

      Mas esteja ciente que gravando direto da mesa, é preciso um mínimo de bom gosto por parte do técnico!

      microfone pra conectar no celular

      Péssima ideia... Vai ter o efeito doppler no áudio ao se movimentar!

      Ismah
      Veterano
      # 22/mar/17 01:22
      · votar


      Em tempo...

      Se a ideia for gravar em mais de um canal, opte por gravar LR, uma via de vozes e uma via de bateria, que geralmente sofre demais com isso...

      francisco2004

      Isso foi a gota que tu tomou kkk

      Ningen

      Tu é parrudo ein! 145dB eu to desmaiado no chão a muito tempo já! hehehe

      Há receios sobre o The Who, como sobre os suposto recorde do Kiss em 2009... Muito possivelmente o The Who foi mais alto, mas menos direcional que o Kiss, aí que começam os debates rsrs

      Vale a leitura https://en.wikipedia.org/wiki/Loudest_band

      francisco2004
      Veterano
      # 22/mar/17 02:08 · Editado por: francisco2004
      · votar


      Vocês subestimam o clipping. Devem gostar de som de chipô com overdrive. :P

      Ningen
      Esse vídeo não é um bom exemplo... a sonorização está muito boa, dá até para ouvir o hammond com nitidez, a guitarra suingada, tá louco, isso não é a realidade dos shows em bares brasileiros. E olha que o chipô e o ataque estão com aquele sonzinho embolado querendo clipar. Tá de sacanagem, olha a separação da voz em relação ao resto da banda. Os botecos brasileiros são muito mais lixões. Não tem gente para sonorizar desse jeito. Olha o tamanho do palco, a quantidade de retornos. Vou dizer que aqui em Porto Alegre, que é a minha realidade, não tem lugar assim. O Opinião tem algo parecido com isso, mas a sonorização é bem pior. Talvez o Sgt. Peppers seja o que tenhamos de parecido. Mas, enfim, é uma única casa na cidade inteira com palco razoável e boa sonorização.

      Ismah
      Olha, pode ser que eu estivesse no trago, mas já fui em bar em que eu quis encher o DJ de porrada. Vai ser surdo na pqp. Como sou um cara civilizado, fiquei só na vontade mesmo... e caí fora em seguida, porque não dava para permanecer no local. Fiquei com pena de quem achou seus ouvidos no lixo.

      francisco2004
      Veterano
      # 22/mar/17 02:29 · Editado por: francisco2004
      · votar


      Ismah
      Péssima ideia... Vai ter o efeito doppler no áudio ao se movimentar!
      A não ser que o celular fique parado num tripé.

      Isso depende se o som ambiente é captado ou não. Uma grande maioria dos shows se usa mics de ambiência. Geralmente um shotgun super-cardioide no meio do palco, ou dois em XY, ou raras vezes nas laterais internas do PA, apontados para a segunda ou terceira fileira...

      Legal, não sabia o nome desses microfones... a Rode tem uns modelos no mercado livre, alguns na faixa de 400 mangos. Só que aí vai ter que gravar a banda pela mesa.

      Achei legal o resultado do gravador de mão da zoom. Só que eu pegaria o Zoom H5 em vez do H4N por causa do SPL mais alto "compatível com palcos brasileiros ferrados sem retorno e banda aumentando o volume 10% a cada música". Acho melhor sobrar do que faltar e não correr o risco de ouvir batera e baixo com overdrive.


      E aqui com o Zoom H6 (show de bola, por sinal, considerando que era uma banda progressiva e devia estar sentando a mão, com cinegrafista no palco):


      Ismah
      Veterano
      # 22/mar/17 05:41
      · votar


      francisco2004

      Na capital é improvável, mas na região metropolitana é viável... Me habituei com protetores auriculares por isso.

      HeyJJJaded
      Membro Novato
      # 24/mar/17 20:27 · Editado por: HeyJJJaded
      · votar


      Oi gente!

      Ainda não resolvemos o que fazer hahaha o show é dia 8 de Abril (quem for de Sampa e quiser conhecer a banda, só colar no Aquarius Bar)

      Olha nós temos um técnico de som próprio da banda, mas ele nem sempre acompanha os shows (neste caso, ele irá).

      Acredito que vamos acabar gravando de várias fontes e depois selecionamos / colamos o que estiver melhor.

      Obrigada pela ajuda e podem continuar postando se tiverem mais ideias!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Gravação de apresentação ao vivo - qualidade ruim

      302.806 tópicos 7.837.555 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital