Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      【FIXO】 Princípios Básicos de Eletrônica (áudio inclusive)

      Autor Mensagem
      Seu Fumaça
      Veterano
      # out/12
      · votar


      blz vou dar uma olhada, deve ser interessante, eu to aprendendo eletronica e queria saber se é interessante e se é possivel simular circuitos pequenos tipo pre amp transistorado e outros equipamentos de audio com simuladores de circuitos? conhece algum? abs

      shoyoninja
      Veterano
      # nov/12
      · votar


      Esse app faz isso numa boa.

      shoyoninja
      Veterano
      # jan/15 · Editado por: shoyoninja
      · votar


      Corrente Contínua e Corrente Alternada

      De forma simples, a corrente contínua é aquela em que a corrente elétrica tem sempre o mesmo sentido e é constante. Por exemplo uma bateria de 9V mantém esses 9V continuamente.

      Já a corrente alternada, é aquela em que a corrente muda de sentido periodicamente, por exemplo a corrente que chega a nossas residências nas tomadas, ou o sinal de áudio de um CD Player.



      Impedância e transferência de Corrente, de Voltagem e de Potência


      Assunto que tem implicações práticas para nós, já que em áudio fazemos acoplamento de equipamentos constantemente, seja ao ligar um microfone em um pré, uma guitarra em um pedal ou uma caixa acústica em um amplificador de potência.


      Vamos começar pela definição de Impedância.

      De forma curta, impedância é a forma que descrevemos a resistência a passagem de corrente elétrica quando falamos de corrente ALTERNADA.

      Isso porque muitos componentes apresentam uma resposta diferente dependendo da frequência de operação, assim parte da impedância vai variar dependendo da frequência de trabalho.

      Mas porque isso é importante no acoplamento de circuitos?


      Fontes de Tensão e Corrente.

      Lembrando o que foi discutido a algum tempo atrás, vamos lembrar que não importando a aplicação, sempre que há uma fonte de potência elétrica, temos tensão e corrente. E que dependendo do referencial que desejamos adotar, dimensionamos o comportamento da fonte para ser estável em um ou em outro sentido.

      Muito bem. Contudo sabemos que não há fontes perfeitas.

      Quando trabalhamos com corrente contínua, chamamos a imperfeição de uma fonte de potência de Resistência Interna. Esse parâmetro nos permite dimensionar o circuito de forma a não afetar a performance da fonte de potência, ou danificá-la.

      Por exemplo, vamos supor que uma bateria de 9V tem uma corrente de 9A quando curto-circuitada.

      Podemos concluir que sua resistência interna é: R=V/I, R=9/9. R=1 ohm

      Dessa forma sabemos que sempre que conectarmos um circuito a nossa fonte de potência, teremos essa resistência interna como parte da equação. E podemos prever os efeitos sobre a tensão fornecida calculando o divisor de tensão que esse circuito forma.

      Por exemplo, se acoplarmos uma carga com resistência de 1 ohm, podemos concluir que apenas metade da tensão nominal seria aplicada na carga, e, metade da tensão nominal estaria aplicada na própria bateria (gerando calor).

      (esses valores são próximos aos reais, baterias de 9 volts tem uma resistência interna entre 1 e 2 ohms)


      Isso nos permite fazer alguns cálculos:

      Transferência de Tensão

      Vamos supor que você queira transferir o máximo de tensão possível de sua bateria. Lembrando do divisor de tensão que se forma entre a carga e a resistência interna, é fácil ver que quanto mais resistiva for a carga, maior será a queda de tensão nela em comparação com a resistência interna (razão pela qual a tensão máxima é obtida com os terminais desconectados).

      A regra de 10:1 geralmente se aplica nesse caso. Quando o objetivo é transferência de tensão, uma carga 10 vezes mais resistiva que a fonte é o mais indicado.

      Transferência de Corrente
      Agora vamos supor que você não quer tensão, você quer o máximo de corrente (situação MUITO comum ao utilizar fontes de corrente em algumas topologias de circuitos). Agora a situação se inverte, quanto mais baixa a resistência da carga, maior será a corrente elétrica. Razão pela qual a corrente máxima é obtida curto-circuitando a bateria. Denovo a regra de 10:1 se aplica.

      Transferência de Potência
      Vamos dizer agora que você não quer nem um, nem outro, mas sim você quer que o máximo de potência seja transferida.

      Pensemos na equação que descreve a potência: P = V . I

      Quando temos o máximo de tensão, a corrente tende a zero, assim P = VI também tende a zero. Quando temos o máximo de corrente, a tensão tende a zero, assim P= VI também tende a zero.

      Sabendo que Pcarga=Vcarga . I também pode ser escrito como P=Rcarga . I², uma parábola, é fácil perceber que o ponto onde Pmax se dá é o ponto onde Rcarga = Rfonte.


      Impedância, Fonte de Sinal, e Carga (Source and Load)

      É comum chamar uma fonte de sinal de fonte (source). E o "destino", o equipamento, circuito ou componente que receberá esse sinal, de carga (load).

      Agora quando tratamos de acoplamento de circuitos analógicos, temos sempre que pensar que temos uma fonte de sinal, e uma carga que irá receber esse sinal. E ainda, que, as fontes e cargas terão diferentes IMPEDÂNCIAS de entrada e saída, exatamente como a resistência interna da bateria e a resistência da carga no exemplo anterior.

      Vamos supor que você queira conectar uma guitarra em um pré amplificador. Os captadores da guitarra geram uma tensão, mas tem uma impedância muito alta (não são capazes de sustentar correntes fortes). Assim, supondo que a impedância de saída de um captador seja de 15Kohms, a impedância de entrada da carga (o pré amplificador) tem de ser bem alta. É comum usar a regra de 10 para 1, portanto de 150K para cima.

      Note que poderíamos concluir que seria adequado fazer todos os prés amps com impedâncias descomunais e ligar tudo neles sem problemas (o que não é difícil usando amplificadores operacionais), mas quanto maior a impedância, maior a exposição a ruídos indesejáveis.

      Agora vamos supor que você queira ligar uma caixa acústica em um amplificador. Os alto falantes produzem som através de variação de corrente, quanto maior a tranferência de corrente ao alto falante, maior será a eficiência e menos perdas vão existir no estágio de saída do amplificador.

      É comum que o estágio de saída de amplificadores transistorizados tenham impedâncias tão baixas quanto 0,1 ohm, nos quais você pode conectar caixas com 8, 4, ou 2 ohms sem problemas.

      Já em amplificadores valvulados, onde geralmente existe um transformador no estágio de saída, uma impedância tão baixa não é possível, e a restrição do projeto quanto a impedância dos alto-falantes é mais crítica. (Existem outros fatores quando se usa transformadores, pois a impedância não é linear com a frequência).

      O mesmo se aplica em diversas outras situações, como pré-amplificadores de microfones, conexões em line-level, etc.

      Ismah
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      shoyoninja
      Tem um aplicativo para android chamado everyciruit.

      O Electrodroid é top. Ele fornece diversas calculadoras, pinagens e diabo a quatro.

      bondtecla
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      shoyoninja
      parabéns pelo trabalho. Um microfone com impedância alta tipo 2 a 5k se colocarmos um cabo acima de 5 metros há perca de sinal. O Mestre tem uma fórmula para esse cálculo, tipo até quantos metros de cabo posso usar sem uma perca representativa de sinal? Claro, sem uso de pré, DI (DirectBox), enfim, considerando o cabo somente.

      shoyoninja
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Ismah
      Esse é legal mesmo, o que mandei antes é mais um simulador, esse é legal pelas referências.


      bondtecla
      Que isso, mestre nada maninho. Seguinte, isso depende muito da capacitância do cabo.... Eu diria que para essa impedância, até uns 20 metros com um cabo razoável.

      Que mic é esse?

      bondtecla
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Saudações grande shoyoninja,
      Uso um Behringer ULTRAVOICE XM8500, resposta de frequência de 50Hz a 15KHz, impedância de 150 ohm e cabo balanceado Santo Angelo com 5m. Eu usei a faixa de 2 a 5Kohm somente pra saber se há alguma fórmula de calcular porque estou querendo comprar um Leson SM 58 P4 que consta impedância: baixa 250 Ohm / Alta 5 KOhm. Nesse caso então preciso somar a impedância do mic + (cabo x metragem)= impedância total e "compenso" no preamp da mesa, concorda?

      bondtecla
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Meu amigo se você "jogasse" algo sobre AMPOP e Microcontroladores/Programação e uso, seria muito bem vindo. Agradeço antecipadamente.
      um abraço mestre.

      shoyoninja
      Veterano
      # fev/15 · Editado por: shoyoninja
      · votar


      Ah entendi.

      Não velho. Na verdade, há fórmula sim, mas o principal é a capacitância do cabo vs impedância da fonte de sinal (pois forma um filtro RC). Além disso, quanto maior a distância, maior a exposição a ruídos (mas uma conexão balanceada praticamente elimina esse problema).

      Esse Leson, pelo que vi nas specs, você seleciona a impedância de saída. Portanto, trabalhe com baixa impedância sempre.

      Nos dois casos (behringer e Leson), a não ser que você esteja pensando em algo como 50 + metros de cabos até o pré, fique tranquilo porque não vai ter problema algum. MAS, conexão balanceada!

      Abraços, vou pensar em colocar algo sobre AmpOps sim :)!

      bondtecla
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Indica um software para projetos/simulador gratuito para pc?

      juninholiveira
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Baixei esse Everycircuit no meu tablet aki mas parece que na versão free não da pra criar circuitos, só ver os exemplos D: Assim fica difícil... Ou é eu que não to sabendo usar?

      bondtecla
      Veterano
      # jul/15
      · votar


      shoyoninja,
      apareça irmão,,, ajuda a gente...rsrs
      pessoal, to precisando de algo pra cortar os agudos do captação com microfone de eletreto no circuito pré-amp que estou montando para acordeon.

      dar uma forcinha aí.... vlw

      Ismah
      Veterano
      # jul/15
      · votar


      bondtecla

      Filtro RC?

      bondtecla
      Veterano
      # jul/15 · Editado por: bondtecla
      · votar


      isso Ismah, preciso de filtro RC. Montei um circuito transistorizado já adicionei volume, tudo certinho, e preciso cortar as frequências altas pra dar um "tapa" na microfonia também e melhorar a qualidade de áudio captado nos baixos e nas teclas do acordeon. Usei alguns que vi na net mas não gostei. E admito que me perdi de agora em diante no projeto.

      um abraço irmão

      Ismah
      Veterano
      # jul/15
      · votar


      Te diverte...

      Calculadora de filtro RC

      Esquemas de eq

      bondtecla
      Veterano
      # jul/15
      · votar


      vlw,,,, me tirou do atoleiro rsrs
      obrigado

      bondtecla
      Veterano
      # jul/15 · Editado por: bondtecla
      · votar


      Éééé´ galera, mic de eletreto é temeroso tirar a sensibilidade alta e reduzir/cortar a microfonia. Tudo isso também pelo compartimento do acordeon que precisa de circuito pequeno para caber no seu interior. Aos poucos vamos enxugando. Qualquer dica eu agradeço mesmo.

      Ismah
      Veterano
      # jul/15
      · votar


      bondtecla

      Cara, eu cobro o dobro pra fazer PA/monitor com banda que usa acordeon kkkk

      As palhetas ressonam até se teu estômago roncar, é um porre. EU uso um Feedback destroyer em rack, no canal do acordeon - capto só o teclado, a baixaria na música MODERNA é irrelevante, mas se for de captar, mando via uma auxiliar o sinal final do acordeon.

      bondtecla
      Veterano
      # jul/15
      · votar


      Você é um mestre,,kkk ,,, cara, não precisava ser tão técnico não, velho!! kkkk
      valeu pelos ensinamentos. Fico devendo mais essa.
      A "porcariazinha" que estou fazendo é pra pequeno porte, só pra eu brincar de eletrônica e depois, no resulta, brincar com meu acordeon.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a 【FIXO】 Princípios Básicos de Eletrônica (áudio inclusive)

      303.492 tópicos 7.853.742 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital