Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      【FIXO】 Faq - Leia Aqui Antes de Postar sobre Gravação e Home Studio

      Autor Mensagem
      shoyoninja
      Veterano
      # set/08


      FAQ Home Studio

      Aqui estão reunidos e organizados os assuntos tratados com mais frequência no fórum de home studio.

      O objetivo é reduzir o número de postagens repetidas sobre os mesmos assuntos e também facilitar a busca por informações.

      Tópicos/Posts do tipo:
      "Como faço para arrastar o "som" no Sonar?"
      "Não sai som do meu fone de ouvido!"

      Não serão respondidos e serão denunciados, por favor contribuam para tornar a comunidade um local para troca de informações, e não um suporte técnico geral.

      Modelo para postagem do FAQ
      "
      {b}Título{/b}

      {b}Subtítulo{/b}
      bla bla bla bla

      {b}Subtítulo{/b}
      bla bla bla bla

      {b}Referências{/b}
      {i}xxxx-xxx-xx{/i}
      "

      shoyoninja
      Veterano
      # set/08 · Editado por: shoyoninja
      · votar


      Asio4All

      P: O que é o Asio4All
      R: O Asio4All é um driver ASIO construído para trabalhar com os drivers que a maioria das interfaces de uso não profissional possuem. Em outras palavras, um emulador de drivers ASIO.


      P: Quando devo usá-lo?
      R: Existem algumas situações onde ele pode ajudar:
      a) O fabricante da sua placa de som não disponibiliza drivers ASIO e o programa escolhido para gravação/reprodução só trabalha com drivers ASIO;
      b) Você tem duas interfaces diferentes e seu programa só trabalha com drivers ASIO ( só é possível acessar uma interface por vez usando ASIO).


      P: Minha placa já funciona com os drivers WDM no programa que uso, instalar o Asio4All vai diminuir a latência/aumentar a qualidade?
      R: Não, não vai. Na verdade vai aumentar a latência, a qualidade não será alterada. O programa apenas emula um driver ASIO.


      P: Gostaria de usar o Asio4All no lugar dos drivers ASIO fornecidos pelo fabricante, é possível?
      R: Se sua placa de som possuir também suporte a drivers WDM, o Asio4All funcionará sem problemas, porém, não existe nenhuma razão óbvia para fazer tal coisa.


      P: Onde encontro o programa?
      R: www.asio4all.com


      P: Instalei o Asio4All, mas quando tento usá-lo no meu programa de gravação/reprodução não há áudio/ há um símbolo de erro nas saídas do painel do Asio4All.
      R: Há uma grande probabilidade de algum outro programa estar acessando sua placa de som e impedindo o funcionamento correto do driver. Por exemplo: o programa de gravação que você escolheu está configurado para trabalhar com midi através do Microsoft GS Soft Synth e o Microsoft Soft Synth acessa diretamente a placa.


      P: Como instalar?
      R: Atualize seu Windows, instale os drivers mais atualizados da sua placa de som, vá ao site do Asio4All, baixe o programa e instale.


      P: Estou com problemas estranhos com minha placa de som USB, ruídos, tenho uma placa não muito comum e estou com dificuldades.
      R: Será muito difícil encontrar uma resposta tão específica nesse fórum, recomendo consultar o FAQ e o fórum do próprio Asio4All.


      P:O Asio4All reporta ao meu programa de gravação uma latência baixíssima, mas continuo ouvindo o som com atrasos.
      R:O valor de latência reportado pelo Asio4All é a latência que o programa adiciona somada ao valor de compensação de latência ajustado pelo usuário. De forma alguma é possível alterar ou diminuir a latência usando o Asio4All. Pelo contrário, as configurações existem para que o usuário informe a latência correta da sua placa de som.


      P:Como faço para descobrir a latência da minha placa de som?
      R:Ligue a saída de sua placa diretamente na entrada (loop), depois, usando alguma DAW, coloque uma música como backing track e grave um novo track a partir da entrada com loop. Compare então a diferença de tempo entre os dois arquivos, essa é a latência real da sua placa.


      Referências:
      www.asio4all.com

      AlexB
      Veterano
      # set/08 · Editado por: AlexB
      · votar


      P: O que são monitores?

      R:Monitores são o único jeito de você ouvir sua gravação, pois eles traduzem o sinal elétrico em informação acústica. A única maneira de mixar áudio é ouvindo, e este é o papel dos monitores. Caixas acústicas ou fones de ouvido podem ser monitores.
      A coisa muda de figura quando falamos "monitores de referência". A idéia do monitor de referência é uma caixa padrão definida como "standard", assim quando uma música soar bem nos monitores ela irá soar bem em todos os aparelhos onde o som será tocado.
      Esta é a teoria, na prática é um pouco diferente. O que acontece na realidade e que cada alto falante existente no mercado seja profissional ou não tem suas peculiaridades, sendo impossível eleger um monitor que represente a todos.
      Se não dá para ter um monitor representando a todos porque não temos ao menos um monitor com uma resposta igual para todas as freqüências (resposta flat)?
      O ouvido humano não tem uma resposta igual a todas as freqüências, sendo mais sensível para algumas em particular, o que pode ser visto nas curvas de Fletcher–Munson.
      O conceito de monitor de referência mudou muito através dos anos, hoje o padrão são caixas acústicas chamadas de "near field" pois são feitas para serem ouvidas de perto em torno de um metro ou menos, direcionadas diretamente para os ouvidos do operador. Apesar destas caixas terem falantes relativamente pequenos, a falta dos graves é compensada em parte por ductos do tipo "bass reflex" muito bem afinados para evitar excessivo atraso das freqüências graves. Estas caixas são feitas para criar um ponto onde a audição é perfeita e apenas este ponto representa o áudio "real", ele é chamado de "sweet spot". A acústica da sala onde as caixas são instaladas é tão importante quanto a qualidade das mesmas, pois o áudio vai refletir em outras superfícies até chegar aos ouvidos do operador, mudando a resposta de freqüências. O ponto mais importante dos monitores é que são caixas muito bem construídas que tem grande definição de áudio, ou seja conseguem reproduzir todas as freqüências que lhe são enviadas. Se uma caixa não responde a uma freqüência, você não ouve a mesma e estará mixando às cegas, pois em outros aparelhos capazes de reproduzir a freqüência pode acontecer da mesma estragar o seu mix.
      Se você quiser seguir a receita à risca tem que ter ótimos monitores de referência e uma sala igualmente tratada para manter a "fidelidade dos monitores". Isto não é barato e raramente viável ao home estúdio médio. Então qual é a melhor solução.
      A solução mais simples é pegar aquele CD que você conhece muito bem que foi gravado com todos os padrões da indústria e utilizar ele para "calibrar seus monitores", fazendo com que o som fique bom. Lógico que se suas caixas tiverem pouca definição não há o que fazer, pois algumas freqüências não serão representadas. Existem no mercado caixas de som que não são consideradas monitores, mas que tem grande qualidade e definição, assim como existem caixas consideradas monitores que são caras mas tem baixa qualidade e nunca poderiam ser qualificadas como monitores.

      P: Posso mixar com fones?

      R:Fones de boa qualidade são muito mais baratos do que caixas, se a sua música será mais ouvida em Mp3 portáteis, o fone é uma melhor opção de "monitor". O que acontece é que a maioria das músicas é mixada para soar bem em todos os aparelhos e os fones acabam criando uma imagem estéreo mais pronunciada e artificial. Existem programas que podem compensar esta falha dos fones. O uso de fones normalmente permite observar detalhes como ruídos ou falhas na gravação que passariam despercebidos, assim mesmo com sistemas abertos o uso de fones é comum, mas fazer toda a mix nos fones não é fácil. Fones costumam causar maior fadiga auditiva, dificultando o processo de mixagem.

      P: Vale comprar o monitor xxxxxx caríssimo?

      R:Um bom monitor precisa de uma boa sala e vice versa, não adianta investir nos monitores mais caros do mundo se a sala onde serão instalados é cheia de ondas estacionárias e completamente desbalanceada. Neste quesito o treino do ouvido é o que vale mais, ouça os profissionais mais conceituados do mercado no seu gênero para acostumar-se com a referência. Mas não fique acorrentado a eles, deixe sua criatividade e bom gosto ditarem o rumo de suas mixagens. Um ótimo monitor e uma sala bem tratada não prescindem de um bom ouvido.
      Abraço,
      Alex

      AlexB
      Veterano
      # set/08 · Editado por: AlexB
      · votar


      Preamp pré-amplificadores

      O que são pré-amplificadores ou Preamp ?

      São amplificadores de baixa potencia normalmente usados para elevar o nível de um sinal muito fraco como o de um microfone (mic), para um sinal levemente mais alto que é usado como padrão na maioria dos equipamentos de áudio chamado linha (line).
      Pré-amplificadores podem ser comprados separadamente ou podem já vir embutidos em alguns canais de uma mesa de mixagem. Sinais mic normalmente são muito fracos para serem conectados diretamente a uma entrada classificada como line, por isto precisam ser pré-amplificados. Como a amplificação de um préamp é muito fraca podem-se usar circuitos do tipo "class A" que apresentam baixa distorção em comparação com o Class AB que é mais eficiente mas possui maior distorção. Circuitos class A são muito ineficientes pois trabalham com o ciclo completo da onda, mas preservam a fidelidade do sinal.

      Porque a qualidade do pré-amplificador é crítica na qualidade final do som?

      Todo som analógico tem ruído, o que queremos é que o ruído esteja em um nível muito menor que o nosso sinal ou o nosso som propriamente dito. O que queremos de um pré-amplificador é aumentar o nível do nosso sinal sem acrescentar ruído no processo, o ruído pode advir de rf ou de distorções do próprio circuito de amplificação, além de interferências resistivas no caminho do áudio. Como um pré-amplificador é sempre um circuito eletrônico analógico a qualidade dos componentes e montagem é crítica para manter um baixo nível de ruído, o que torna os bons preamps caros.
      Outro ponto a considerar é a coloração que o preamp acrescenta ao sinal por questões construtivas, os pré-amplificadores mais versáteis são claros, não imprimindo qualquer coloração marcante no sinal de áudio. Dependendo da situação a coloração é bem vinda, mas diminui muito a versatilidade do pré.
      Todos os pres tem características distintas, assim nem todo pré serve para um microfone específico. Por exemplo: um microfone com sinal muito fraco vai precisar que um certo pré trabalhe no seu limite de ganho o que vai gerar ruído, um outro pré mais forte poderá trabalhar em uma faixa mais confortável com o mesmo microfone sem incluir ruídos do excesso de ganho. Por outro lado um microfone com sinal mais forte pode sobrecarregar o mesmo pré.

      Um pré-amplificador valvulado é melhor?

      Esta é uma estória mal contada e explorada pela mídia das empresas de áudio. Circuitos a válvula tem características muito agradáveis ao ouvido quando são sobrecarregados e mesmo quando trabalham em seus parâmetros normais, a válvula tem uma quebra do som em harmônicos muito suave o que torna o som mais "doce" e "quente". Mas isto é apenas verdadeiro para circuitos inteiramente valvulados que são caríssimos.
      O que a indústria fez? incluiu uma válvula de drive para distorcer o som de alguns pré-amplificadores. E os nomeou valvulados... Estes supostos pres valvulados somente servem para distorcer som de guitarristas, pois o distorção destas válvulas não tem o toque de seda de um circuito completamente valvulado. Assim um préamp solid state claro será sempre mais versátil que estes pseudovalvulados.


      O que é um DI Box?

      Existem vários tipos de DI, o nome vem de Direct box ou direct input box. O caso mais comum é de um guitarrista plugando sua guitarra diretamente em uma mesa, instrumentos normalmente tem alta impedância (hiZ) e precisam ser casadas com a entrada de uma mesa via uma DI box específica. Outra função de uma DI pode ser transformar um sinal "unbalanced" em "balanced" para que o sinal possa ser transmitido por cabos mais longos sem adicionar muito ruído. Existem até DIs ativas que já incluem um preamp em sua construção. Ao adquirir uma DI saiba exatamente quais os sinais que pretende casar. Existem até DIs com efeito, portanto saiba exatamente o que procura antes de comprar uma DI box.

      O que é ganho?

      Ganho é o controle que determina quanto de potência é acrescentado para modular um sinal, o ganho controla o nível de amplificação, é preciso notar que quase todos os pré-amplificadores começam a chiar com o ganho muito alto, ou por distorção harmônica do circuito que foi "overloaded", ou porque está amplificando o próprio ruído.

      O que é Phanton Power?
      Muitos pré-amplificadores vem com o chamado phanton power, ele é usado para ativar uma voltagem de 48V em cabos do tipo balanced, esta voltagem normalmente é necessária a microfones do tipo condensador e ribbon, sem esta voltagem no circuito o microfone condensador não funciona apropriadamente. Atualmente o padrão é 48V, mas alguns microfones antigos usam outras voltagens o que pode gerar problemas. O phanton power só deve ser ligado para microfones que precisam desta voltagem, devendo ficar desligado em outros casos.

      Préamp separado ou embutido na mesa?
      Pré-amplificadores avulsos normalmente são mais caros e nem sempre melhores que alguns já incluídos nas mesas de mixagem, para algumas situações com alguns microfones específicos apenas uma unidade externa será capaz de dar bons resultados, mas para a maioria das aplicações um préamp claro já embutido em uma mesa resolve o problema.


      Abraço,
      Alex

      BaNdAiD
      Veterano
      # set/08 · Editado por: BaNdAiD
      · votar


      Home Studio

      Nesse post vou dar dicas que podem te ajudar a montar seu home studio de forma eficiente e econômica.
      As idéias aqui presentes tem como base esse tópico do catselidis, então fica aqui o crédito.

      Primeiro passo: Definir qual o tipo de estúdio

      Um home studio pode trabalhar com diferentes métodos, que implicam em diferentes tecnologias, equipamentos e conhecimentos, por isso é importante definir qual será o uso do seu home studio. Irá gravar instrumentos reais? Trabalhará apenas com MIDI e VST's? Será um mix entre instrumentos reais e VSTs? Essa será a escolha que guiará todo o processo.
      Um home studio ideal é um que esteja habilitado tanto para gravar alguns instrumentos reais (como guitarras, violão, gaita) quanto trabalhar com VST's (bateria, piano, orquestra, etc) através da tecnologia MIDI. Isso porque lhe dá a possibilidade de ter bons resultados em ambas as frentes a um bom custo, e também porque é o tipo mais comum de home studio.

      Segundo passo: O que preciso?

      O dinheiro é o maior limitador na hora de transformar o quarto no estudio dos seus sonhos (ou quase). Felizmente com o avanço da tecnologia e a popularização do meio, existem hoje em dia muitas opções de preço. Não vou entrar em detalhes sobre equipamentos específicos e seus valores médios, pois o amigo catselidis já o fez no tópico citado acima. Ao invés disso, vou discutir os equipamentos e seus usos.


      Computador

      É a base do Home Studio e talvez a peça mais importante, pois é ele que será responsável por gravar e armazenar o audio, rodar todos os plugins e VST's e é nele que se realizará a mixagem. Todos os equipamentos do home studio estão, direta ou indiretamente, ligados ao computador.
      Um computador ideal para home studio deve ter boa capacidade de processamento, armazenamento, e memória ram, pois plugins e vst's exigem muito nesse quesito. Pra se ter idéia, um único plugin pode chegar a ocupar 50 gigas no hd.

      O que você deve privilegiar são processadores dual ou quad core, com pelo menos 2 gigas de memória ram e 2 HDs sendo um somente para o sistema operacional e outro para os programas e arquivos. Placas-mãe com boa expansibilidade são sempre bem vindas para dar aquele upgrade quando necessário.

      Placa de Som
      A placa de som é outro componente fundamental no Home Studio. Existem uma infinidade de placas que atendem diferentes usos. Se a proposta é gravar vários canais simultâneos, como por exemplo uma bateria acústica, você vai precisar de uma placa com vários canais ou até mesmo mais de uma placa. Se a proposta é gravar 1 ou 2 canais simultâneos, e fazer instrumentos como a bateria em MIDI, uma placa de 2 canais já é o suficiente. Algumas placas também possuem preamp próprio e até phantom power, possibilitando a ligação de microfones diretamente. Uma entrada midi pode ser útil para ligar um teclado ou controlador mais antigo, que não tenha saida USB.

      Quanto a qualidade, o ideal para um home studio é 24bits/96kHz, que é o padrão da maioria das placas atuais.

      Os padrões atuais são USB e FireWire. Existem placas PCI, como a 2496 e a delta1010, da M-Audio, mas a tendencia é que elas se tornem obsoletas. As placas USB/FW apresentam grande portabilidade, podendo ser facilmente transportadas e instaladas em diferentes computadores.

      Controladores

      Os controladores são responsáveis pelos instrumentos que podem ser simulados, como por exemplo piano e bateria. Existem diversos modelos e marcas, com quantidades variadas de teclas, indo entre 25 e 88 teclas, quando no formato de teclado.
      Existem também controladores para parametros, que tem o formato parecido com uma mesa de som. Com ele, você controla os parâmetros no seu software de gravação.
      Alem destes existem também controladores específicos para bateria, e também para turntables.

      Monitores de Referencia

      Os monitores são responsáveis por reproduzir de forma mais fiel possível aquilo que está sendo feito. São fundamentais em qualquer home studio e seus preços variam de acordo com a qualidade.

      Para home studio, usa-se o tipo "near field", de preferencia ativos, que devem ser posicionados formando um triangulo equilátero de 1m a 1,20m de lado com sua cabeça, para proporcionar o "sweet spot". Devido ao seu elevado preço, muitos home studios adotam alternativas mais baratas, como caixas de som de boa qualidade, porém se tiver condição, dê preferencia a bons monitores.

      Fones de Ouvido

      São ideais para verificar pista por pista em busca de ruídos e erros, e também para fornecer monitoração quando se vai gravar voz ou um instrumento acústico. Porém os fones não devem ser usados como monitores de referencia para a mixagem.

      Preamp

      São responsáveis por amplificar o sinal dos microfones e outros instrumentos ligados em linha. A maioria das placas e mesas de som atuais possuem preamps imbutidos, porém é sempre bom ter um preamp de qualidade para se gravar o som dos microfones.
      Os preamps tem diferentes números de canais, porém para um home studio um ou dois canais são o bastante. Existem preamps valvulados de 1 ou 2 canais a preços bastante acessíveis no mercado hoje em dia.

      Microfones

      Existem uma infinidade de microfones, e cada um com uma característica específica. Para gravar guitarras, por exemplo, o mais usado é o shure SM57. Para voz e instrumentos acústicos como violão, os microfones condensadores são os mais indicados, porém precisam ser alimentados por phantom power. Vale lembrar também que pra voz, é indispensável um pop filter.

      Mesa de som

      A mesa de som, nesse tipo de home studio, não é essencial. Porém, existem mesas que atuam também como placa de som, fornecendo gravação direta via USB ou FireWire, o que pode ser uma alternativa para gravar vários canais simultâneos.

      Software

      Para a gravação multipista, existem diversos softwares como o Sonar, Pro Tools, Nuendo, e outros. Existem também milhares de plugins, VST's e VSTI's que complementam o seu DAW, substituindo racks e instrumentos que custam caro e ocupam espaço de forma muito eficiente.

      Cabos

      Não se esqueça que irá precisar também de uma infinidade de cabos de diversos tipos para ligar toda essa parafernalha!! Geralmente o manual dos equipamentos sempre dão boas informações sobre qual tipo de cabo usar.

      Existem outros equipamentos que você pode adicionar ao estudio de acordo com seu gosto e/ou necessidade, mas a princípio com o que foi listado acima, e um pouco de conhecimento, já dá pra fazer boas gravações!

      Abraços!

      shoyoninja
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      Cabeamento

      P: Qual a diferença entre cabos balanceados, não balanceados e estéreo?
      R: Balanceamento não tem nada a ver com sinal mono ou estéreo. Para facilitar, esqueceremos o conceito de áudio mono/estéreo quando falarmos de cabeamento. Os cabos transmitem canais de áudio. Assim não estamos transmitindo áudio mono/estéreo, e sim um ou dois canais. É importante fixar esse conceito pois evitará muita confusão.


      P: Muito bem, qual a diferença entre cabos balanceados, não balanceados, com um ou dois canais?
      R: O número de canais não importa, o balanceamento é feito da seguinte forma:
      Balanceado: Um canal de áudio é transmitido por 2 condutores envolvidos por uma malha protetora, elimina ruídos.
      Não-Balanceado: Um canal de áudio é transmitido por 1 condutor envolvido por uma malha protetora.


      P: Se não importa o número de canais, é possível que um cabo transmita 2 canais de áudio balanceados?
      R: É perfeitamente possível, basta que o cabo tenha 4 condutores e uma malha protetora. É possível que o cabo transmita N canais desde que ele tenha condutores suficientes, são os chamados multi-cabos.


      O que são conectores XLR, TRS, TR e Cannon?
      R: Pela ordem:
      XLR - Conector grande com trava, usado em cabos de um canal balanceado. Ex: Conector de microfones.
      TRS - Conector banana, também conhecido como P10 Stereo (Stereo é só um nome, não significa nada pois só falamos em canais de áudio, lembra?), usado em cabos de um canal balanceado e cabos com 2 canais não balanceados. Ex: algumas conecções de interfaces e monitores de áudio, conector de fones de ouvido.
      TR - Conector banana, também conhecido como P10, usado em cabos de um canal não balanceados. Ex: Guitarra
      Cannon - O mesmo que XLR


      P: E aqueles conectores pequenos de fones de ouvido?
      R: Evite trabalhar com esse tipo de conector (P2), é muito pequeno e é difícil de montar/fazer manutenção.


      P: O que preciso para montar meus próprios cabos?
      R: Um bom ferro de solda (50W no mínimo), paciência, estanho, uma bancada, estilete, alicate, alicate de corte e, obviamente, os conectores e o próprio cabo. Recomendo também um multímetro, , termo-retrátil, algo para prender o conector no lugar enquanto você trabalha (uma morsa?) e que você treine usando um conector velho para não destruir conectores a toa.


      P: Como procuro bons materiais para montar meus cabos?
      R: O cabo em si precisa ter uma malha bem densa (quanto mais, melhor) e o condutor do centro não pode ser fino (quanto maior a bitola, melhor). Os condutores devem ser uniformes, construídos em material sólido, observe se não há partes soltas que giram facilmente, partes oxidadas e se é possível deformá-lo com a mão com facilidade.

      P: Tenho tudo, como faço um cabo P10-P10 não balanceado de um canal? (guitarra)
      R: Separarei em pasos:
      a) Ligue o ferro de solda e deixe-o aquecendo.
      b) Prepare os conectores e, antes de descascar o cabo, já coloque as peças que vem antes do conector (geralmente a mola de proteção, a base rosqueável e a capa plástica/termo-retrátil, nessa ordem).
      c) Utilizando um pedacinho de bombril, limpe os pontos onde os condutores serão soldados. Após passar o bombril, limpe com um pedaço de jornal ou papel.
      d) Descasque a extremidade do cabo, deixando um centímetro do condutor AINDA protegido por sua isolação exposto, a malha deve ser torcida até que fique comprida e fina (como um outro condutor).
      e) Prenda os condutores no conector de forma que fiquem firmes mesmo sem a solda, convém já apertar a trava do cabo com o alicate para que fique mais simples efetuar as soldas.
      f) Prenda o conector firmemente deixando os pontos de solda expostos.
      g) Certifique-se de que o ferro está bem aquecido encostando um pouco de estanho na ponta, deve derreter imediatamente. CUIDADO pois o ferro causa queimaduras graves, não encoste em qualquer parte de metal do mesmo.
      h) Esse passo é importante: Encoste o ferro de solda no condutor e no conector de forma que os dois sejam aquecidos ao mesmo tempo, aguarde 2 segundos e só então encoste o estanho. A solda deve se espalhar pelo conutor e pelo conector. Retire o ferro de solda e espere a solda esfriar, não assopre. Ela deve permanecer brilhante quando estiver fria, se ficar opaca, refaça.
      i) Repita o passo anterior com a malha. É desnecessário dizer que deve se tomar cuidado para não exagerar na quantidade de estanho pois o conector precisa ser fechado e, se houver curto entre a malha e o condutor central, o cabo será inútil.


      P: Como faço os outros tipos de cabo?
      R: Da mesma forma que fez o cabo anterior. Use o google e veja os diagramas de conexão para outros tipos de cabos. Geralmente os manuais de mesas de som trazem o esquema elétrico de vários tipos de cabos diferentes.


      P: Posso utilizar um cabo comum de guitarra ou microfone para ligar meu amplificador na minha caixa de som?
      R: NÃO! NUNCA faça isso. Cabos para transmissão de sinais de áudio são TOTALMENTE diferentes de cabos para transmissão de sinal de potência. Os cabos para ligação de caixas acústicas precisam ter espessura suficiente para suportar a alta corrente que passa por eles. Um cabo de guitarra acabaria super-aquecendo, poderia causar um curto, incêncio e na melhor das hipóteses transformaria boa parte do seu som em calor.


      P: Como construir um cabo para esse fim?
      R: Recomendo procurar um profissional que saiba o que está fazendo. Cabos de potência são perigosos, não arrisque.


      P: Qual a diferença entre os cabos de guitarra e de microfones? Porque preciso usar um DI para ligar a guitarra na mesa?
      R: Não há grandes diferenças físicas nos cabos (geralmente, nenhuma), o sinal é que é diferente. Mais especificamente, os circuitos que geram o sinal têm capacidades diferentes e a entrada deve ser adequada. Em termos mais fáceis, uma guitarra que usa captadores passivos tem menos capacidade de gerar sinal do que um pré-amplificador ativo.

      MauricioBahia
      Moderador
      # jan/10 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Dando um UP pro pessoal que tá querendo gravar no PC. Tem muuuuita gente criando tópicos e este aqui é uma verdadeira aula!!!

      Por favor, que tá começando nesse mundo de gravações, não deixe de ler esse e este aqui também: http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/220978/

      Abs

      Minow
      Veterano
      # mar/10
      · votar


      Alguma coisa básica sobre microfones, pode ser que ajude alguém.

      http://forum.cifraclub.com.br/forum/16/222872/

      Floyd N Roses
      Veterano
      # set/10
      · votar


      POw...MUITO BOM esse tópico!!! Me 'esclareceu' BASTANTE COISA aqui!!! =DDD


      Vo pensá se eu sei alguma coisinha pra postá aqui também!!! ;]




      ...o/

      everbryan
      Veterano
      # set/10
      · votar


      hola pessoal! comprei um gravador digital korg D3200. mas o manual é em espahol eu estou morando aqui na espaha e nao sei nada de gravaçao si alguem tiver um igual ou conhece por vafor mi de umas dicas só pra iniciar.

      everbryan
      Veterano
      # set/10
      · votar


      hola galera, quero pedir porfavor si alguem tiver o manual do gravador korg D3200 em português i poder me enviar por correo eletronico ou si souber algun site onde posso baixar ficaria muito agradecido, tenho o manual em espahol eu falo espahol mas como si trata de gravaçao digital nao entendo nada queria o manual em portugues pra ver si almenos consigo gravar alguma coisa. valeu um abraço.

      MauricioBahia
      Moderador
      # set/10 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      everbryan

      Posta aqui ó: http://forum.cifraclub.com.br/forum/16/187551/

      Boa sorte!

      MauricioBahia
      Moderador
      # set/10
      · votar


      shoyoninja
      AlexB
      BaNdAiD

      Que tópico foda esse! Deveria ser leitura obrigatória!

      Obrigado.

      bobcosta
      Veterano
      # jun/11 · Editado por: bobcosta
      · votar


      Muito Bom, mas como é de praxe nos textos em geral que falam sobre o assunto, a acústica sempre é esquecida e as vezes ate ignorada.

      falta muita informação, afinal uma sala com uma péssima acústica pode por a perder os muitos ou ate milhares de $$$$ investidos em equipamentos e ate mesmo no próprio tratamento e isolamento acústico.

      segue minha pequena contribuição para o topico, uma compilação de alguns arquivos encontrados na net que tratam do assunto dêem uma olhada acredito que vale muito apena.

      entre eles estão as normas NBR 12179 NB 101 e o Manual de acustica em estudios, compilação feita por Rafael Macedo Palazzo, dos artigos publicados nos sites da Audiolist e muitas outras coisas legais e importantes.

      http://www.4shared.com/folder/Osesfjlq/Acstica.html

      Digo_Alkan
      Veterano
      # jun/11
      · votar


      instalei o cool edit ontem em meu notebook....

      - liguei minha guitarra direto na entrada de mic e venho percebendo um atraso de segundos no som da guitarra...como remover isso?
      - quando ligo o overdrive e vou tocando,sinto com o tempo q o som vai se "desfazendo", se misturando e embolando...algo como "dentro do cano" ou algo próximo a um "flanger" ....como tocar sem essa defasagem de som?

      o meu notebook é novo....o que seria isso? não resiste a placa de som?

      overlappingcircles
      Veterano
      # jun/11
      · votar


      stick no post!!!! excelente iniciativa :)

      prisonerguitar
      Veterano
      # nov/11
      · votar


      Oi Pessoal,

      Eu quero fazer gravações em casa com uma qualidade boa então estou em dúvida em que tipo de equipamento exatamente investir. Vou colocar as opções que eu estudei abaixo e vocês fazem os seus comentários, caso tenham uma opção melhor, por favor digam:

      1) Mesa Behringer Xenix 802 ligada direta na onboard od laptot: R$175
      2) Mesa Behringer Xenix 802 + UCA222: R$275
      3) Pre-amplificado Behringer Ultragain Mic200 ligado direto na onboard do computador: R$150
      4) Pre-amplificado Behringer Ultragain Mic200 +UCA222: R$250
      5) Mesa Behringer x1204usb: R$500
      6) M-Audio Fast Track II: R$350
      7) M-Audio Fast Track Pro: R$500

      Minha principal preocupação é com a qualidade dos vocais, mas também quero gravar guitarra, baixo e teclado.

      Pessoal, aguardo os comentários, grande abraço!

      Edson Caetano
      Veterano
      # nov/11
      · votar


      prisonerguitar
      Respondido em seu próprio tópico
      http://forum.cifraclub.com.br/forum/16/273325/

      Não duplique suas perguntas, atrapalha e confunde pra caramba

      Ironray2
      Veterano
      # nov/11
      · votar


      Opa galera, tudo beleza ?

      Então, sou novo nessa questão de gravação.... não achei nenhum tópico do tipo então resolvi recorer a esses mesmo.

      Então, em dezembro(mês que vem) irei gravar o show de uma banda, tenho programas, edição, placa tudo em mãos, só não sei que os cabos que devo usar para plugar na mesa de som da arena para fazer a gravação... antes eu utilizava o cabo auxiliar, mas vi que estavam decaindo de mais ai pesquisei o cabo que é preciso, eu sei que é P2, mas não sei direito como ele é... se é tipo que nem a entrada de um cabo de guitarra ou auxiliar. Espero não ter desvirtuado o tópico.... abç.

      Edson Caetano
      Veterano
      # nov/11
      · votar


      Ironray2

      Cabo de Guitarra é P10
      P2 - é aquele menorzinho que entra no computador

      Mas que placa é essa que precisa de cabo P2? é notebook?, aí precisa de um cabo em Y, uma ponta P2 Stereo que se divide em duas P10 Mono, ou outra

      Ironray2
      Veterano
      # nov/11
      · votar


      [b][/b]Edson Caetano

      Mas que placa é essa que precisa de cabo P2? é notebook?, aí precisa de um cabo em Y, uma ponta P2 Stereo que se divide em duas P10 Mono, ou outra


      Cara, não sei ao certo que placa é, o guitarrista da banda sabe melhor, mas não consegui fala com ele ainda.... mas é notebook sim....


      Mas então o P2, pode se o mesmo esse que eu tenho aqui pra liga o note no som ? aquele com a entrada de fone, e as duas saidas uma preta e outra vermelha ?

      MauricioBahia
      Moderador
      # dez/11
      · votar


      Acho que tem muita gente precisando desse tópico...

      kiki
      Moderador
      # mai/12
      · votar


      Acho que tem muita gente precisando desse tópico...
      e acho que tem gente precisando aprender a ler os tópicos fixos

      kiki
      Moderador
      # mai/12
      · votar


      trechos de outros tópicos:

      =======================================================
      Edson Caetano
      Pelo sentido direto da palavra, Home Studio é um Studio em Casa, não interessa se é aquele bem simples que tenho no canto do quarto ou se é a central de produções do Hans Zimmermamm, esta dentro de casa é um Home Studio

      Mas esse conceito de home studio não foi definido, dá margem a qualquer tipo de interpretação como a minha e como a sua hehe, um artigo do meu professor fala um pouco sobre isso
      http://www.audicaocritica.com.br/opiniao/2105-home-studio-a-todo-vapor


      kiki
      o tradicional erro que todo mundo comete - eu inclusive - ate entender como funciona: confundir tratamento acustico com isolamento acustico.

      tratamento = deixar o som da sala melhor. acertar as reverberações por faixa de frequencia, pra ficar agradavel pra alguma finalidade.

      isolamento = nao deixar som vazar. seja de dentro pra fora ou vice-versa.

      Edson Caetano
      Isolamento Acústico = $$$, para ter um resultado satisfatório infelizmente é necessário injetar grana, não tem solução alternativa ou barata... a única coisa que pode ter certeza absoluta, espuma não isola NADA

      Material para isolamento acústico tem que ter densidade alta, lã de rocha por exemplo, para evitar a transmissão de som, as paredes tem que ser desacopladas do restante da casa, uma parede dupla de drywall interna a sala com um espaço de 5cm e recobertas com lã de rocha seria a alternativa mais barata que eu vejo

      Isso é isolamento... tratamento é outro passo que aí sim, vai alguns difusores, alguns absorvedores, espumas em locais estratégicos e tudo mais

      Precisa de um estudo completo da sala, dimensões, o que vai ter lá dentro, equipamentos... isso para ser no mínimo um pouquinho profissional

      Prioridades para o Home Studio!
      http://forum.cifraclub.com.br/forum/16/286358/

      kiki
      Moderador
      # mai/12
      · votar


      =======================================================

      =======================================================
      O que falta no meu home studio?
      http://forum.cifraclub.com.br/forum/16/286477/
      =======================================================
      De cara nos livros!
      http://forum.cifraclub.com.br/forum/16/286165/
      =======================================================
      Apostila ilustrada grátis!: Capacitação para Roadies e Técnicos de Palco
      http://forum.cifraclub.com.br/forum/9/280193/
      =======================================================

      TatyRJ
      Veterano
      # dez/12
      · votar


      Olá, boa tarde. Sempre tiro duvidas no forum, mas nao fazia parte do mesmo, então resolvi ingressar ao time, vamos a minha primeira dúvida:

      Consegui adquirir algumas coisas pra começar:

      MAC rodando pro tools e plugins
      Digirack 003 Digidesign
      Par de monitor yamaha HS80
      Controlador MIDI Roland PRO A500

      (Dentre cabos, fones, mics, etc).

      Quero adquirir uma mesa, estou em duvida entre YAMAHA MG102C ou Yamaha MG124C.......a pergunta é, vou PRECISAR dessa maior, de 12 canais ou a menor já vai me atender?

      Depois, vou adquirir um controlador com faders motorizados, mas isso é pro futuro.

      O que preciso tbem é montar um RACK, qual a prioridade de equip pra montar esse rack? (compressor, pre, enfim) O que me recomendam?

      Esse meu pequeno studio é para gravação, nada de ensaio....gravar simultaneamente, só se for umas 2 cordas, enfim.

      Podem me ajudar?

      Abs e parabens a todos do forum.

      .omni
      Veterano
      # dez/12 · Editado por: .omni
      · votar


      TatyRJ
      Não compre uma mesa, você vai jogar dinheiro fora.
      Eu compraria um rackzinho com 4 pres pra ficar com 8 canais na sua 003.
      Ou um rack com saída ADAT de 8 prés, pra ficar com 12 canais.

      Mas se você ta dizendo que nao vai gravar muita coisa simultaneamente, você só precisa de dois canais bons. Pré é uma coisa meio pessoal, então vê o que você gosta mais e tenha um par.

      TatyRJ
      Veterano
      # dez/12
      · votar


      .omni

      Obrigada pela resposta, farei isso entao....vou optar por um "pre rackzinho" pra ficar com 8 canais, me aconselha algum modelo especifico?
      Bom nesse caso tbm (me preparando para futuras gravações simultâneas entao), seria pegar um ampli de fone, tipo behringer HA8000, alguns fones AKG 414...
      O que mais posso pegar para completar meu rack?

      Abs, mais uma vez, obrigada pela resposta =)

      .omni
      Veterano
      # dez/12
      · votar


      TatyRJ
      Bom, depende do quanto você quer pagar...

      Jeff.gomes
      Veterano
      # dez/12
      · votar


      Boa tarde senhores õ/

      Estou fazendo um orçamento, e montando meu home studio, hoje minha ideia é apenas trabalhar encima das minhas musicas, compartilhar coisas com a galera da banda, e mais a frente que estiver pegado a manha e achar que as gravações estão boas, começar a colocar vídeos no youtube de cover e instrumental de minha autoria. E mais tarde começar algo sério mesmo.

      Como já tem muita coisa para comprar, eu queria saber quais monitores, decentes e o preço que deveria pagar...
      Exemplo: tem monitor de 500 reais, mas um bom mesmo para fazer um trabalho legal está uns 2mil, e um profissional ótimo 5mil...
      Dicas de quanto devo gastar e quais devo procurar...
      E também se possível um mic condensador legal para começar.


      P.S.: Resto do home-studio
      Cabos planet waves custom.
      Interface Scarlett 2i2 | Focusrite
      fone akg k414p
      Mic dinâmico: Shure sm57
      Mic condensador: ???
      ULTRABOOK - Core I5-2537M - 4GB - 500GB - Samsung
      Camera: (filmar/foto): nikon d5100

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a 【FIXO】 Faq - Leia Aqui Antes de Postar sobre Gravação e Home Studio

      302.331 tópicos 7.829.039 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital