Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Gravando em 16 ou 24 bits, 44.1, 48 ou 96khz

      Autor Mensagem
      .omni
      Veterano
      # out/12
      · votar


      estudior
      Você quer um rack com saída adat que cloque em 96k, ué.

      Queria saber também qual pre amp que funciona em 96k (marca modelo etc...)

      Acho que você está enganado, o pré é "apenas" um aparelho que eleva o sinal pra um nível operacional de linha. Entra analógico e sai analógico, não tem sample rate. Alguns prés tem um conversor com uma saída digital, mas é um circuito que não tem nada a ver com pré amplificação.
      Botei o "apenas" entre aspas porque é um dos elementos mais importantes de qualquer signal flow.

      DiegoNew
      Veterano
      # jul/13 · Editado por: DiegoNew
      · votar


      Pegando a pá de ouro, e tb pra nao abrir outro tópico, resolvi ressuscitar esse mesmo.Enfim galera, eu estou tentando gravar usando o Logic Platinum ligando minha guitarra no guitar link semelhante o da behringer, algumas semanas apanhando para programas consegui, porem quando vou gravar usando o sample rate 44.1khz o som fica metalico sei lá como descreve-lo ( Ruim pra caramba ) mais grava direto; Quando coloco o sample em 48.0 khz o som fica normal porem o logic me interrompe toda hora com a mensagem :"Error While To Synchronize Audio and Midi. SAMPLE RATE 48000 recognized .Check conflict between logic Platinum and external device " ...

      Socorro :) desculpa pelo Ress do Tópico

      Slash_1989
      Veterano
      # jul/13
      · votar


      DiegoNew
      talvez a placa só grave em 44.1.

      mas que diabos de som metalico é esse relacionado ao sample rate?

      JJJ
      Veterano
      # jul/13 · Editado por: JJJ
      · votar


      DiegoNew

      "Error While To Synchronize Audio and Midi. SAMPLE RATE 48000 recognized .Check conflict between logic Platinum and external device "

      Pra mim, é o seguinte: quando você coloca em 48KHz, você só está mudando um dos "lados" da coisa. Tem que colocar 48KHz tanto no projeto do Logic quanto na interface de áudio. Ou seja, tem que mudar em 2 lugares e você está mudando só em um (pelo menos é o que sugere o final do erro: "conflito entre o Logic e o dispositivo externo").

      DiegoNew
      Veterano
      # jul/13
      · votar


      Slash_1989
      parece que o som nao está sendo processado corretamente ...

      JJJ
      Vou checar novamente aqui ... assim que resolver posto aqui , Abraços e Obrigado :)

      DiegoNew
      Veterano
      # jul/13
      · votar


      Galera Resolvi o problema, Igual o JJJ disse , eu tinha resolvido apenas um problema, o negocio era conf. o software era só ir em audio >sample rate e colocar 48000 q

      DiegoNew
      Veterano
      # jul/13
      · votar


      Galera Resolvi o problema, Igual o JJJ disse , eu tinha resolvido apenas uma parte do problema, o negocio era conf. o software era só ir em audio >sample rate e colocar 48000 q tudo ficou lindo !

      Obrigado a todos que responderam :)
      Abrs

      Shilip12
      Membro Novato
      # jan/15
      · votar


      Pessoal, o quão impactante seria a diferença na qualidade de gravar usando uma interface de áudio com resolução de 24-Bit/48kHz ao invés de uma interface com resolução de 24-Bit/96kHz? A qualidade do produto final seria perceptível ao ouvido humano?

      shoyoninja
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Shilip12
      Amigo, será mínima:

      http://www.aes.org/e-lib/browse.cfm?elib=14195

      Abraços!

      Ismah
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      estudior

      Nenhum pré funciona em bits. O ADA vem depois do pré.

      Adler3x3
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Shilip12

      Nas principais mídias a audição é em 16-Bit e 44,1 khz.
      A resolução 24-Bit/48 khz é de qualidade de DVD, e se usa se a gravação final for destinada a esta mídia.
      Já resoluções maiores, bem dizer não existe player no mercado que toque esta mídia, com pequenas exceções de produtos em desenvolvimento/fase experimental.
      No caso específico da resolução de 24-Bit/96 khz é mais para ser utilizada no processo de produção musical, guardar os arquivos neste formato para quem sabe uma futura utilização, na hipótese de um dia existir mídia que toque (o que não é provável), ou para refazer um remix, e normalmente a audição na DAW de uma resolução bem alta exige muito processamento do computador, e neste caso não é uma audição normal que possa ser comparada.
      Esta resolução alta é melhor para adicionar efeitos e trabalhar melhor nos detalhes, mas depois na hora de transformar para o produto final, e tem que usar certas técnicas (usando programas e algoritmos, ou a própria DAW faz isto) de dithering para baixar a resolução e não ter problemas
      Já na comparação entre a qualidade de CD 16-Bits x qualidade de DVD 24-Bits/48 (para vídeos).
      Muitas pessoas não notam diferença na qualidade, mas existe uma boa diferença, experimente escutar uma mesma música no cd e depois no DVD.
      Algumas pessoas percebem a diferença outras não.

      MMI
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Shilip12

      A qualidade do produto final seria perceptível ao ouvido humano?

      Sim. Uns vão falar que é grande, outros vão falar que é pequena, depende de cada caso, de cada pessoa. Não é realmente um absurdo, de fato. Porém...

      Se você for fazer uma gravação caseira e simples, com poucos instrumentos, dar uma boa comprimida numa música que não explora muito a dinâmica, a diferença pode-se dizer que é nenhuma. Se você for gravar profissionalmente uma orquestra filarmônica, cheia de nuances e dinâmicas, te garanto que a diferença é notável. Entra também a questão de quem ouve e como ouve, principalmente indivíduos que vão ouvir em fones baratos ou no notebook - aí não tem salvação. kkkkkkkk

      shoyoninja
      Veterano
      # jan/15 · Editado por: shoyoninja
      · votar


      Alguns cuidados:

      Resolução dinâmica é função do bit depth, e não da frequência de sampling.

      Áudio de DVD pode até conter tracks PCM, mas a maioria usa Codec Lossy (como Mp3)

      No teste cego, dificilmente alguém nota qualquer diferença (como no estudo que eu coloquei)

      Raramente equipamentos de reprodução OU gravação tem resolução acima de 20Khz (fones, caixas e microfones).

      JJJ
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      A diferença, se comparada apenas no produto final, é praticamente zero.

      A ideia de gravar com resoluções cada vez maiores vem do fato de que, na fase de produção, onde você trabalha na edição de cada trilha e na junção de várias delas, com a adição de efeitos, a necessidade de headroom, etc e tal, é melhor ter uma folga boa pra não perder qualidade.

      E, claro, não podemos esquecer o lado do "marketing"... igual o que acontece com as câmeras digitais de trocentos megapixels que, na prática nunca dá pra usar, a menos que você queira um poster do tamanho de uma parede ou quando um user sem noção posta uma foto aqui e você tem que esperar um tempão pra carregar e deixar o resto em letras ilegíveis...

      mega dos teclados
      Membro Novato
      # fev/15
      · votar


      gravar com uma UMC22 da behringer em 16 bit e 44 khz; os pré amps dela são tão bons quanto os da xenyx ou M áudio?

      Ismah
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      São equivalentes ao da Xenyx sim. Mas os prés estão longe de ser bons, os M-audio low cost também, fazem o que tem que fazer apenas.

      shoyoninja
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      mega dos teclados
      Sobre qualidade de pré amplificadores:


      Hoje, um CI simples e já velho de guerra como o NE 5532, que tem o custo de R$1,69, mais alguns resistores e capacitores, formam um circuito de pré amplificação com uma performance bastante satisfatória do ponto de vista técnico, ruído muito baixo, resposta de corrente contínua até MEGAhertz, ganho altíssimo, etc.

      Um OPA2134 então é um absurdo, e NADA construído de forma discreta vai ter performance superior, ou sequer próxima, por mais que se fale em classe A, transformadores, válvulas, capacitores mágicos e o diabo a quatro.

      Assim, dificilmente uma interface vai apresentar algum problema sério de pré-amplificador, a ponto de impedir que você faça uma captação adequada do áudio.

      O que os prés com custo mais elevados conseguem é uma redução no ruído, consistência de parâmetros (uma coisa horrível na Behringer é que o ganho de cada canal é quase uma incógnita, cada um se comporta de um jeito), construção, durabilidade, etc.

      E, claro, a partir de um certo ponto o pré já te dá um som pronto, aí a idéia já não é performance técnica (fidelidade de reprodução), mas um ideal sonoro que muitas vezes pode até depender de distorção (coloração, compressão, harmônicos, etc).

      myigor
      Veterano
      # 09/jan/18 14:52
      · votar


      Galera,

      Aproveitando o tópico, preciso de uma ajuda.

      Adquiri recentemente uma interface IRIG PRO DUO que trabalha até 96Khz. Quando uso qualquer plugin em 96Khz o cpu trava na hora e só funciona em 44 ou 48Khz. (Estou usando Win 10)

      Tenho um Core I7 4770K (que não é fraco)... minha dúvida é.. o CPU não deveria aguentar em 96Khz? O que pode estar acontecendo?

      Ismah
      Veterano
      # 10/jan/18 01:53
      · votar


      O óbvio horas, sobrecarga de processamento... Mais dados por unidade de tempo do que o computador consegue processar...

      Forte ou fraco depende de conceitos. Ajudei a uns anos já, a montar uma central e um painel de LED de uns 4 x 10~12 m (não lembro direito).
      Na central havia apenas uma máquina. E essa máquina tinha umas 16 placas de vídeo, pra processar a parada toda... Segundo o proprietário, era fraca, e precisaria investir pesado no próximo ano, e ao menos triplicar a capacidade de processamento.

      Pelo que descobri, o clock desse processador é 3.9 GHz. Trabalhar em 96k? Só se eu tivesse algo que o clock acima de 4~4,5 GHz, e ao menos uns 32 Gb de RAM.

      Honestamente, eu acho burrice da sua parte estar gravando a 96 kHz... Para ambiente doméstico, já acho desnecessário 48 kHz.

      myigor
      Veterano
      # 10/jan/18 11:07
      · votar


      Ismah

      Obrigado pelo retorno.

      Os 96Khz é mais pela qualidade de execução do q necessariamente gravação. (Uso Guitar Rig 5 e Bias FX).

      Já possuo 16gb de ram, será q com uma placa de video de 6gb ja ajudaria?

      Abs.

      Adler3x3
      Veterano
      # 10/jan/18 12:02 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      myigor

      Além do processador e da memória ram, da interface de áudio, tem um outro componente importante o Hd ou SSD, que também faz diferença.
      A parte de vídeo nem tanto, exceto se for na DAW se dedicar a produzir vídeos junto com o áudio.

      Beto Guitar Player
      Veterano
      # 10/jan/18 12:11
      · votar


      myigor

      Amigo, 48 KHz já é acima da média...

      shoyoninja
      Veterano
      # 10/jan/18 12:31
      · votar


      Verifique o buffer, em 96K o buffer do ASIO terá de ser maior e se estiver muito baixo vai parecer "travar" o programa. Dobre o buffer que você usa em 48Khz (a latência será igual).

      A não ser que a quantidade de plugins que você está usando seja imensa, não há motivo para um computador moderno não conseguir trabalhar em 96K, isso já era perfeitamente possível 10 anos atrás.

      Se é útil ou não, já é outra conversa.

      myigor
      Veterano
      # 10/jan/18 12:36
      · votar


      Adler3x3

      Possuo 2 SSD's em RAID 0, o plugin está sendo executado direto do SSD em RAID 0.

      Beto Guitar Player

      É pq eu já pude ouvir Bias rodando em 96 e em 48 e para execução eu senti diferença.

      shoyoninja

      Tenho colocado o buffer em 64 samples, o mais baixo, até cheguei a testar colocando em 512, mas ainda sim trava. Estou usando apenas 1 plugin por vez (guitar rig 5 por exemplo), vou se ver se consigo fazer um video para mostrar a vocês.

      shoyoninja
      Veterano
      # 10/jan/18 13:11 · Editado por: shoyoninja
      · votar


      Beleza. No video abra as configurações de audio tanto no driver asio, quanto DAW e no guitar rig. Plano de energia do windows também.

      Adler3x3
      Veterano
      # 10/jan/18 13:25
      · votar


      myigor

      Não deveria travar assim tão facilmente.
      Deve ter alguma problema ainda não identificado.
      Experimentou mudar de DAW?
      Tentei anos atrás gravar numa resolução mais alta, demorava muito tempo para renderizar o áudio, desisti de experimentar mais pois percebi, que muitas vezes uma placa de áudio vem com esta possibilidade mas na prática não funciona, pois o conjunto de componentes não dá conta do recado.
      E montar mais tracks, fica cada vez mais complicado, inviabilizando o processo.

      Ismah
      Veterano
      # 10/jan/18 14:51
      · votar


      myigor

      Pera lá, execução em tempo real ou gravações - aka overdub de várias tracks?

      myigor
      Veterano
      # 10/jan/18 18:18
      · votar


      Pessoal... Segue video.

      https://youtu.be/DH_Zs6eJekY

      Adler3x3
      Veterano
      # 10/jan/18 18:45 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      myigor
      Você esta usando o Drive Asio4all?!/!
      Assim não vai funcionar nunca.

      Isto não é um drive ASIO de verdade.
      O Asio4all não passa de um emulador, um quebra galho para quem não tem uma interface de áudio decente, normalmente usada para interfaces de áudio on board, que vem nos computadores, que não são adequadas para a produção musical.
      Você tem que usar o drive ASIO quem vem junto com a tua interface de áudio.
      Você tem que instalar o Drive Asio que deve ter vindo junto com o produto.
      Quando se tem uma boa interface de áudio não se usa este tal de Drive Asio4all.

      Veja na página 17 do manual do produto, tá lá que o sampler rate é de
      Sampling Rate: 44.1 kHz and 48 kHz (colado do manual)

      É uma interface que não tem lá muitos recursos.
      E simplesmente esta resolução que você quer gravar a sua interface não comporta.
      Sinto muito.

      Não existe problema.


      Parece que esta interface é meio que plug and play, numa rápida leitura não encontrei referências ao uso de ASIO.


      O que encontrei foi isso, na questão de drives de áudio:

      Windows®: Fully supports Windows 10 WASAPI for low latency audio. One free USB port.
      (ASIO4ALL is required on Windows 7 and 8 for low latency audio. See our FAQ here for further details.)

      Asio4all não é um bom drive para a produção musical, esta interface é meia boca.

      myigor
      Veterano
      # 10/jan/18 19:15
      · votar


      Adler3x3

      O site que você colocou não está abrindo.

      Veja esse link: https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&cad =rja&uact=8&ved=0ahUKEwjQsaaCqM7YAhWBgJAKHSk8CHIQFggoMAA&url=https%3A% 2F%2Fc3.zzounds.com%2Fmedia%2FiRig_Pro_DUO_User_Manual-9e6eb5aae2af421 f0f8a919f7572d8f7.pdf&usg=AOvVaw1EISeu0FYX93fnX3JJOJ_S

      O próprio manual do irig pro duo manda usar o ASIO4ALL para essa interface, ela não acompanha seu próprio drive.

      Eu tenho uma fast track pro, e nela possui o drive interno, sei como funciona, mas infelizmente o irig pro duo não.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Gravando em 16 ou 24 bits, 44.1, 48 ou 96khz

      305.755 tópicos 7.895.584 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital