Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Boa música ou bom senso de estética? A Verdade de Renato Caster!

      Autor Mensagem
      locostras
      Membro Novato
      # 07/jul/17 13:35
      · votar


      Ainda prefiro ácido lisérgico.

      The Man Who Sold The World
      Veterano
      # 07/jul/17 13:54
      · votar


      acabaramosnicks
      ter a mesma linha de cultura (ambiente parecido), vc pode dizer que um tem mais cultura que o outro
      pode ter mais recursos, conhecimento, curiosidade, etc etc etc
      mas cultura é algo que todos tem em mesma quantidade, pois é o que foi transmitido pelo seu povo pra ti, pros seus pais e etc
      Não existem culturas inferiores nem superiores, o relativismo cultural explica bem isso

      locostras
      Membro Novato
      # 07/jul/17 14:01
      · votar


      Prefiro ser preso por corrupção de menores

      Lelo Mig
      Membro
      # 07/jul/17 14:02
      · votar


      The Man Who Sold The World

      Cara, desculpe... não cheguei hostilizando......talvez o texto tenha dado essa impressão, mas não foi a intenção.

      Só quis dizer que não acho que algumas culturas são superiores a outras, apenas que elas tem uma escala dentro de seu universo.

      Seja na nossa sociedade ocidental capitalista decadente ou numa sociedade tribal intacta, sempre haverão os que se destacam por oferecerem melhor o que aquela sociedade necessita para prosperar (mesmo que este conceito de prosperidade, seja relativo).

      Há o médico mais requisitado, assim como há o melhor caçador ou melhor guerreiro, o melhor rastreador de pegadas ou o com a melhor pontaria no boomerang.

      Só que, atirar boomerang, ainda que eu ache o máximo, não vale nada para meu patrão. Então, dentro da sociedade em que optei, fui obrigado ou escolhi viver, esta sabedoria não vale nada.

      Quando me refiro a algumas coisas aqui, me refiro sempre ao FCC, ao "generalizando", grupo de músicos e/ou apreciadores dessa arte, ocidentais, brasileiros, de maioria jovem/medianos, alfabetizados e com acesso a alguma tecnologia.

      Por isso, não comparo a cultura, nossa a de um indio, como se fossemos superior.

      Agora, entenda (não precisa concordar) que se você me perguntar:

      - O que você acha de um índio (não aculturado) que nunca leu um livro? Responderei: Acho natural e coerente.

      Agora, um "participante" deste fórum que nunca leu um livro? Na boa, cara, desculpe, posso estar muito errado, mas sou intolerante com o desinteresse pela cultura.

      Desculpe a aparente agressividade do outro post... foi mal!

      renatocaster
      Moderador
      # 07/jul/17 14:04
      · votar


      MMI

      Véi... Quando descobriram sua verdade aqui, a galera conseguiu te decifrar... Bateu uma brisa danada! Hahahaha

      kkkkkkkkk!

      locostras
      Membro Novato
      # 07/jul/17 14:23
      · votar


      Lelo Mig
      Não precisa ficar com indiretas quanto ao abre aspas participante fecha aspas.
      Sou espírita, médium, li a capivara, li o livro da vida, sempre coloquei Deus em primeiro lugar, nunca tive medo da pena da lei, fumei muito mais com travestis e eram minhas amigas. Fumei muito mais do que em rodinha chique.
      E comi muita mulher muita mesmo sempre organizei a roconha.
      Você pode ter mais Cultura que eu, é claro que tem...escola particular depois faculdade mas nós da geração x locostras e lelo sempre vamos chegar num ponnto que é fazer piada racista de português de veado e de leproso.

      sandroguiraldo
      Veterano
      # 07/jul/17 15:16
      · votar


      locostras
      Você poderia postar uma música sua para ilustrar o tópico

      Synth-Men
      Veterano
      # 07/jul/17 15:31
      · votar


      Culturas são nada mais nada menos que dados e informações. Às vezes visual ou auditivo e ainda as duas coisas.

      A cultura se concretiza, quando indivíduos, passam a agir, não agir ou tomar decisões baseados nesses dados ou informações. Todas as culturas são importantes e não há medidas entre elas., mas existem indivíduos que possuem mais informações que outros. Alguns adentram em fatos mais que os outros. Mais que normal.

      Em relação a música, é senso saber que a música que os aborígenes tocam lá na Nova Zelândia é muito boa. Para eles. MPB é muito bom. Para nós.

      Esteticamente é lindo ouvir as história aborígenes neozelandesas cantadas. Para eles. É lindo ouvir o fraseado da história brasileira. Para nós.

      Agora o sr. Renato Caster tem que revelar a todos a verdade!!! Mas antes disso tem fumo aborígene neozelandês, no cachimbo de bambu, com a borda untada com sebo de sapo venenoso e cachaça de aipim das tribos amazônicas pra todo mundo.

      Ismah
      Veterano
      # 07/jul/17 15:33 · Editado por: Ismah
      · votar


      Só para constar... Superioridade em que? Só podemos partir para essa análise se estipularmos padrões. Em maioria as vezes que vejo citada cultura superior se refere a complexidade que nela existe.

      Não necessariamente que só é cultura se for complexo, mas que só é cultura se o simples foi opção, e não condição. Por exemplo, Tião Carreiro e Tonico e Tinoco rimando Ana com banana é condição? eles tinham entre nenhuma e pouca instrução, quase nenhum conhecimento de mundo... Não porque não quiseram, mas porque não tiveram oportunidade - e pode apostar que querer, queriam muito! Se não jamais terem aprendido instrumentos.

      Agora o cara que se auto-denomina universitário, criando um refrão monosilábico, ou no máximo dissilábico, é porque tem algo bem errado...! Se este, não conhece é por PREGUIÇA, pois oferta de informação é o que não faltou...

      Mas não consigo condenar, há uma cultura já bem antiga, de que ir pra faculdade é festa 24hs garantida, o momento libertador para todo jovem, sendo retratado principalmente em filmes... Coisa que não condiz com a realidade brasileira ao menos.

      Não somos capazes de estudar uma parcela significativa do conhecimento que a humanidade detém hoje. Logo nosso cultura é muito mais complexa do que a de qualquer população que um dia existiu. Isso torna nossa cultura superior as demais, se o peso de medida for complexidade.

      Ismah
      Veterano
      # 07/jul/17 15:43 · Editado por: Ismah
      · votar


      Synth-Men

      Mas se tiver oportunidade de conhecer a cultura aborígene do Pacífico como do Índico, em geral, vale muito a pena. Nem a ciência sabe como, mas estas compartilham muitas coisas com a cultura de nativos canadenses, de algumas partes do norte dos EUA e da Europa (danças de " verão " escandinavas principalmente)...

      Eu já tive o prazer de ver uma apresentação Maori e " Pascal " (? Sei que eram dos nativos por volta da ilha de Páscoa EDIT: dança polinésia acho que seria o nome mais adequado). Vale muito a pena mesmo, pois eles se expressam muito bem na dança, e há coisas bastante exclusivas deles. Não só, mas é impossível não notar a beleza das mulheres, e o fitness masculino, mesmo entre jovens e crianças...

      Existem gravações, infelizmente um tanto deturpadas pelo modernismo, mas vale ir a caça de "native songs". Eu gosto muito dessa:

      https://www.youtube.com/watch?v=kr5Znx4cxKQ

      https://www.youtube.com/watch?v=WAH9nOQTM14

      renatocaster
      Moderador
      # 07/jul/17 15:54
      · votar


      Oi, gente! Trago novidades!

      Esse tópico tava lá no Musica em Geral.

      JJJ
      Veterano
      # 07/jul/17 15:58 · Editado por: JJJ
      · votar


      O mais engraçado é querer argumentar seriamente nesse tópico nonsense...

      JJJ
      Veterano
      # 07/jul/17 16:02
      · votar


      Minha humilde contribuição:

      O Senso de Estética e a Cultura Ocidental
      Dr. Jota Jota da Silva Jota

      A constante divulgação das informações maximiza as possibilidades por conta das condições financeiras e administrativas exigidas. Percebemos, cada vez mais, que a valorização de fatores subjetivos cumpre um papel essencial na formulação do processo de comunicação como um todo. Assim mesmo, a percepção das dificuldades desafia a capacidade de equalização do sistema de participação geral. A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com a expansão dos mercados mundiais talvez venha a ressaltar a relatividade do retorno esperado a longo prazo. Todavia, a adoção de políticas descentralizadoras exige a precisão e a definição das condições inegavelmente apropriadas.

      Desta maneira, o consenso sobre a necessidade de qualificação ainda não demonstrou convincentemente que vai participar na mudança das direções preferenciais no sentido do progresso. O que temos que ter sempre em mente é que o desafiador cenário globalizado apresenta tendências no sentido de aprovar a manutenção do impacto na agilidade decisória. Podemos já vislumbrar o modo pelo qual a consolidação das estruturas estimula a padronização das regras de conduta normativas. As experiências acumuladas demonstram que o surgimento do comércio virtual estende o alcance e a importância de todos os recursos funcionais envolvidos.

      A prática cotidiana prova que o início da atividade geral de formação de atitudes faz parte de um processo de gerenciamento das formas de ação. Não obstante, a contínua expansão de nossa atividade pode nos levar a considerar a reestruturação dos paradigmas corporativos. Todas estas questões, devidamente ponderadas, levantam dúvidas sobre se o comprometimento entre as equipes é uma das consequências dos relacionamentos verticais entre as hierarquias. Pensando mais a longo prazo, o fenômeno da Internet oferece uma interessante oportunidade para verificação das diretrizes de desenvolvimento para o futuro.

      O cuidado em identificar pontos críticos no acompanhamento das preferências de consumo auxilia a preparação e a composição da gestão inovadora da qual fazemos parte. Ainda assim, existem dúvidas a respeito de como o julgamento imparcial das eventualidades obstaculiza a apreciação da importância dos conhecimentos estratégicos para atingir a excelência. Gostaria de enfatizar que o aumento do diálogo entre os diferentes setores produtivos possibilita uma melhor visão global dos procedimentos normalmente adotados. Do mesmo modo, a crescente influência da mídia aponta para a melhoria de alternativas às soluções ortodoxas.

      No entanto, não podemos esquecer que a necessidade de renovação processual assume importantes posições no estabelecimento dos modos de operação convencionais. Por conseguinte, a competitividade nas transações comerciais nos obriga à análise das posturas dos órgãos dirigentes com relação às suas atribuições. É claro que o novo modelo estrutural aqui preconizado promove a alavancagem do levantamento das variáveis envolvidas.

      É importante questionar o quanto a complexidade dos estudos efetuados não pode mais se dissociar dos índices pretendidos. No mundo atual, a hegemonia do ambiente político representa uma abertura para a melhoria do fluxo de informações. Caros amigos, a mobilidade dos capitais internacionais agrega valor ao estabelecimento do orçamento setorial. O empenho em analisar a determinação clara de objetivos prepara-nos para enfrentar situações atípicas decorrentes dos níveis de motivação departamental.

      Acima de tudo, é fundamental ressaltar que a execução dos pontos do programa acarreta um processo de reformulação e modernização do sistema de formação de quadros que corresponde às necessidades. A nível organizacional, a estrutura atual da organização causa impacto indireto na reavaliação das novas proposições. Por outro lado, o desenvolvimento contínuo de distintas formas de atuação facilita a criação dos métodos utilizados na avaliação de resultados. O incentivo ao avanço tecnológico, assim como o entendimento das metas propostas garante a contribuição de um grupo importante na determinação das diversas correntes de pensamento. Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que a revolução dos costumes deve passar por modificações independentemente do investimento em reciclagem técnica.

      Evidentemente, a consulta aos diversos militantes afeta positivamente a correta previsão do remanejamento dos quadros funcionais. A prática cotidiana prova que o fenômeno da Internet deve passar por modificações independentemente dos paradigmas corporativos. Caros amigos, o comprometimento entre as equipes cumpre um papel essencial na formulação dos níveis de motivação departamental.

      As experiências acumuladas demonstram que a percepção das dificuldades faz parte de um processo de gerenciamento do sistema de participação geral. Desta maneira, o desenvolvimento contínuo de distintas formas de atuação ainda não demonstrou convincentemente que vai participar na mudança dos métodos utilizados na avaliação de resultados. O empenho em analisar a crescente influência da mídia agrega valor ao estabelecimento das condições inegavelmente apropriadas. Percebemos, cada vez mais, que a hegemonia do ambiente político talvez venha a ressaltar a relatividade das direções preferenciais no sentido do progresso. Todavia, o desafiador cenário globalizado obstaculiza a apreciação da importância dos conhecimentos estratégicos para atingir a excelência.

      Como queríamos demonstrar.

      sallqantay
      Veterano
      # 07/jul/17 16:07
      · votar


      Tião Carreiro e Tonico e Tinoco rimando Ana com banana é condição? eles tinham entre nenhuma e pouca instrução, quase nenhum conhecimento de mundo...

      eles viravam altas lajes, isso é conhecimento real

      makumbator
      Veterano
      # 07/jul/17 16:21
      · votar


      Ismah
      quase nenhum conhecimento de mundo...

      Eles viviam presos em um caverna isolada? Que triste!

      Velvete
      Veterano
      # 07/jul/17 16:54 · Editado por: Velvete
      · votar


      Acompanhando...

      LeandroP
      Moderador
      # 07/jul/17 17:07
      · votar


      Lelo Mig
      tanto quanto programar em Cobol no Xingú!

      Estão precisando de programador em Cobol no Xingú?!
      Vou mim escrever :p

      brunohardrocker
      Veterano
      # 07/jul/17 18:27
      · votar


      CEPO DE MADEIRA

      Casper
      Veterano
      # 07/jul/17 18:30 · Editado por: Casper
      · votar


      Caro LeandroP:

      Tarde demais. O cargo é meu.



      $ SET SOURCEFORMAT "Xingu Asurini"

      DATA DIVISION.
      WORKING-STORAGE SECTION.
      01 Puruborá
      02 Kamayurá PIC 99 VALUE ZEROS.
      02 Kuikuro PIC 99 VALUE ZEROS.
      02 UnitsCount PIC 99 VALUE ZEROS.

      01 Zoro
      02 PrnHunds PIC 9.
      02 Kuikuro PIC 9.
      02 Trumai PIC 9.

      PROCEDURE DIVISION.
      Begin.
      DISPLAY "Trumai".
      DISPLAY "Aweti".
      PERFORM Juruna
      VARYING Juruna FROM 0 BY 1 UNTIL Nahukwá > 9
      AFTER Mehinako FROM 0 BY 1 UNTIL Matipu > 9
      AFTER Matipu FROM 0 BY 1 UNTIL Mehinako > 9
      DISPLAY "Juruna"
      DISPLAY "Kamayurá"
      DISPLAY "Yudjá".
      PERFORM VARYING Kuikuro FROM 0 BY 1 UNTIL Kamayurá > 9
      PERFORM VARYING Yudjá FROM 0 BY 1 UNTIL Nahukwá > 9
      PERFORM VARYING Trumai FROM 0 BY 1 UNTIL Kamayurá > 9
      MOVE Trumai TO Kamayurá
      MOVE Kamayurá TO Kuikuro
      MOVE Kuikuro TO Trumai
      DISPLAY Nahukwá "-" Mehinako "-" Akuntsu
      END-PERFORM
      END-PERFORM
      END-PERFORM.
      DISPLAY "Juruna levah nocu"
      STOP RUN.

      Joseph Conrad
      Membro Novato
      # 07/jul/17 18:36
      · votar


      A única coisa que fez sentido (mais ou menos) no tópico está em Cobol.

      Synth-Men
      Veterano
      # 07/jul/17 18:52
      · votar


      Ismah

      Compreendo. Mas falei de modo genérico e extrematizei propositalmente.

      Particularmente eu curto e muito. Para mim vale muito a pena.

      De modo geral, corajosamente digo infelizmente, apesar de parecer muitos, são poucos os interessados mesmo em interpolarizar ou simplesmente conhecer novas culturas. Às vezes por gosto, outros interesses e outros motivos. É apenas saber um pouco mais de informações que o nome do outro país. Mas parece que estão oferecendo pedra para comer. A uma certa resistência.

      Eu mesmo estava fazendo uma pesquisa sobre Nabucodonosor II e consequentemente, descobri muitas e muitas coisas sobre o Irã, Iraque e outras nações e reinos que foram instintas ou agregadas daquela região. Idiomas, costumes, crenças. Medos, Persas, Assírios. Como as pessoas daquelas épocas eram incríveis e fascinantes. Suas visões, previsões, cálculos tecnologias e meios de vida.

      Velvete
      Veterano
      # 07/jul/17 18:54
      · votar


      Por falar no Caster...

      O que houve com o MauBahia? Não gosto de pensar que essas e outras tretas o afastaram daqui

      JJJ
      Veterano
      # 07/jul/17 20:43
      · votar


      Mas afinal de contas...

      Qual será a verdade de Renato Caster???

      LeandroP
      Moderador
      # 07/jul/17 20:55
      · votar


      Casper

      Só compilar e executar rsrs

      CindyFerrari
      Veterano
      # 08/jul/17 10:30
      · votar


      Eu achei que esse tópico era do cara cujo o nome não deve ser pronunciado

      Flipe J.
      Membro Novato
      # 08/jul/17 14:24
      · votar


      Legalize já!

      brunohardrocker
      Veterano
      # 08/jul/17 14:51
      · votar




      brunohardrocker
      Veterano
      # 08/jul/17 14:52
      · votar


      Eu só não entendo como o Gui ainda não postou neste tópico como se não houvesse amanhã.

      brunohardrocker
      Veterano
      # 08/jul/17 15:26
      · votar


      Aproveitem o tópico e forcem musicas de quem tem bom gosto:



      Ismah
      Veterano
      # 08/jul/17 15:30
      · votar


      makumbator
      Eles viviam presos em um caverna isolada? Que triste!

      Não, mas a proporção não é bem diferente... Que tu acha que esses caras sabiam sobre drogas, tráfico, urbanização, guerras e revoluções ao redor do mundo?!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Boa música ou bom senso de estética? A Verdade de Renato Caster!

      302.818 tópicos 7.837.820 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital