Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      As frutas na dieta paleo

      Autor Mensagem
      alanis morre7
      Membro Novato
      # 07/jan/17 11:15 · Editado por: alanis morre7


      Eu resolvi seguir a dieta paleo por conta própria. Tenho lido algumas coisas sobre o assunto na internet, mas confesso que estou perdida num mar de informações que se contradizem e com muita dificuldade para separar o joio do trigo quando o assunto é alimentação saudável. Uma das minhas maiores dúvidas é em relação à frutose. Afinal, quantas frutas eu devo comer por dia? Quais são as permitidas? Na presença de frutose, o corpo para de queimar gordura?

      O contexto: desde novembro do ano passado, eu cortei completamente os alimentos processados, o glúten e o açúcar refinado. Também não consumo mais leite nem laticínios de qualquer tipo. Não saí da minha dieta nem durante o período de festas, pois o meu paladar mudou e não sinto mais vontade de ingerir essas coisas. Em compensação, estou viciada em frutas naturais ou secas e confesso que tenho exagerado bastante ultimamente. Por exemplo, não passo um dia sequer sem a companhia dessa guloseima aqui:

      https://www.mercode.com.br/doce-bananinha-sem-acucar-paraibuna-23g/213 2/

      Ela não tem açúcar, sódio, adoçantes ou conservantes, então eu como umas 3 ou 4 por dia, dentre outras frutas. Estou fazendo merda ou não?

      Alguém com experiência nesse tipo de alimentação poderia me esclarecer essas dúvidas?

      st.efferding
      Membro
      # 07/jan/17 11:47
      · votar


      Eu tenho certeza que o principal agente regulador de resultados neste tipo de abordagem é a variação do peso e bem estar em geral. Se:

      - você está se sentindo bem disposta física e mentalmente
      - seu peso não aumentou com esse "vício"
      - está ingerindo uma quantidade adequada de proteínas e gorduras

      particularmente não vejo problemas em ingerir frutas em quantidades moderadas. Também não sei se é válido estabelecer um blueprint (ex.: comer menos do que 150g/carbo dia para não engordar, segundo o Mark do Mark's Daily Apple), pois todos somos diferentes. Acredito que o principal é estabelecer experimentos e descobrir o teu setpoint específico (que vai mudar ao longo do tempo, em função do envelhecimento, de eventuais mudanças no ritmo das atividades físicas praticadas, etc.).

      o/

      dr. Rey
      Membro Novato
      # 07/jan/17 11:47 · Editado por: dr. Rey
      · votar


      Não existe "controle de calorias" na paleo.

      Você come o que quiser, quando quiser e o quanto quiser. Cada um tem constituição e necessidades físicas distintas. O seu estômago é quem dita os seus hábitos alimentares.

      O perigo na paleo não é comer demais. É comer de menos.

      Quando parei com as massas, minha taxa de triglicerídeos (fonte imediata de energia) caiu e minha fome aumentou drasticamente. Passava o dia inteiro comendo frutas (p. ex., umas 10 bananas por dia) e castanhas-do-pará, mas, mesmo assim, continuava insatisfeito.

      Foi só quando aumentei o consumo de gordura natural (carne, azeite, óleo de coco, óleo de abacate, etc., que são uma fonte alternativa de triglicerídeos) que consegui equilibrar a deficiência e relaxar com a comida.

      De qualquer modo, frutas são sempre uma boa. Como a paleo é uma dieta hiperprotéica, ela tende a aumentar a acidez do corpo. Logo, para manter o seu pH normal, você precisa comer coisas alcalinas.

      Recomendo a leitura do livro "Paleo diet", do Loren Cordain (o cientista que criou a paleo), que está disponível na internet, e exames de sangue para descobrir suas eventuais deficiências nutricionais e saber para que alimentos deve voltar a atenção.

      Tmusic
      Veterano
      # 07/jan/17 13:24
      · votar


      Tudo depende, do seu tamanho, constituição corporal, índice de atividade física semanal, tipo de trabalho, etc.

      Mas no geral, três frutas é sempre seguro. Quatro em alguns casos.

      Não só na paleo, mas em qualquer outra.

      alanis morre7
      Membro Novato
      # 07/jan/17 13:45 · Editado por: alanis morre7
      · votar


      st.efferding

      Obrigada por responder. Eu percebi que estou emagrecendo e isso é ótimo, mas também me preocupo com a saúde e queria saber se estou fazendo a coisa certa ou não. Meu pai é diabético e eu tenho pavor a ter uma doença crônica como a dele, então me preocupo bastante com essa questão do excesso de açúcar no sangue e queria saber se as frutas podem causar resistência à insulina ou algo do tipo. Meus níveis de energia melhoraram significativamente e o estresse que eu vinha sentindo ao longo do ano passado sumiu. Não tenho dores de cabeça, gripes ou resfriados. Porém, meu sono ainda deixa a desejar, o que é muito ruim. Há quanto tempo você segue essa dieta e como se sente em relação a antes?

      dr. Rey

      Obrigada pela resposta. Então é isso. O meu colesterol deve estar baixo, porque só penso em frutas o dia inteiro. Eu evito qualquer tipo de carne vermelha, mas sempre uso um pouco de azeite na comida e adoro abacate. Vou tentar aumentar as quantidades. Muito obrigada pela dica, eu estava mesmo procurando um livro confiável sobre o assunto para ler, mas não consegui decidir qual escolher.

      Repito a pergunta que fiz ao St. Efferding: há quanto tempo você segue essa dieta e como se sente em relação a antes?

      dr. Rey
      Membro Novato
      # 07/jan/17 14:09 · Editado por: dr. Rey
      · votar


      há quanto tempo você segue essa dieta

      Faz uns dois anos e meio que a descobri.

      como se sente em relação a antes?

      Pele melhor, físico melhor, imunidade melhor e controle total de uma doença autoimune em estágio avançado (que foi o que me fez experimentar a dieta em primeiro lugar).

      dr. Rey
      Membro Novato
      # 07/jan/17 14:21
      · votar


      alanis morre7
      Meu pai é diabético e eu tenho pavor a ter uma doença crônica como a dele, então me preocupo bastante com essa questão do excesso de açúcar no sangue e queria saber se as frutas podem causar resistência à insulina ou algo do tipo.

      http://nutritionj.biomedcentral.com/articles/10.1186/1475-2891-12-29

      st.efferding
      Membro
      # 07/jan/17 14:45 · Editado por: st.efferding
      · votar


      alanis morre7
      Há quanto tempo você segue essa dieta e como se sente em relação a antes?

      Iniciei em julho de 2013.
      Mesmas vantagens percebidas pelo dr. Rey inclusive a motivação, que no meu caso é o diabetes tipo 1 diagnosticado quando eu tinha 14 anos.


      então me preocupo bastante com essa questão do excesso de açúcar no sangue e queria saber se as frutas podem causar resistência à insulina ou algo do tipo

      Compartilho um vídeo do Dr. Robert Lustig abaixo acerca do tema. É longo, mas vale a pena.
      https://www.youtube.com/watch?v=ceFyF9px20Y
      O ponto principal do vídeo em relação ao tema é que a metabolização da frutose é semelhante ao mesmo processo aplicado ao álcool, não se convertendo em glicogênio (energia útil) no final do processo e ainda desencadeando aumento dos triglicerídeos no sangue devido a um sub processo que esqueci o nome (mas está explicado no vídeo que postei).

      Experiência pessoal: no início, a lógica de consumir sem medo gorduras saturadas não entrou na minha cabeça por medo e preconceito arraigado na enganação vendida pela pirâmide dietética convencional. Depois que a superei, a aderência ao estilo paleolítico foi muito fácil e nunca senti necessidade de compensar além da média as lacunas da dieta com frutas. Recentemente descobri que um safe starch em particular (o arroz), consumido em pequenas quantidades durante os dias de treino (academia 4x semana) junto com as demais peças alimentares (vegetais crucíferos 3x semana, álcool em pequenas quantidades e somente 2x semana) aumentaram ainda mais esta aderência, mesmo na presença de um desvio metabólico intenso que é a presença da musculação (o que ocasionalmente me causava 'binges' por carboidratos).

      O problema do sono pode ser excesso de computador à noite, combinadas ou não com excesso de cafeína, falta de exercícios físicos regulares ou alguma preocupação e/ou cobrança pessoal.

      Outra coisa importante a ser testada é a manipulação correta do sódio quando adota-se a paleo. Se você aderiu a paleo low-carb, a insulina circulante reduzida ocasiona aumento da excreção sódica renal (fonte aqui: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/1730458 .

      Logo, se a proporção absoluta de sódio e potássio no corpo é reduzido, a água também o será, ocasionando desidratação leve a moderada (crônica), o que por sua vez causa diversas reações dos praticantes do estilo (a "gripe" da paleo - dores de cabeça, câimbras, etc).

      Experiência pessoal: faço suplementação com 5 a 10g de sal do himalaia por dia e os resultados são bem interessantes (sem dores de cabeça, maior desempenho físico especialmente na academia, sem caimbras)

      Viciado em Guarana
      Veterano
      # 07/jan/17 15:38
      · votar


      Recentemente descobri que um safe starch em particular (o arroz), consumido em pequenas quantidades durante os dias de treino

      Já descobriu o arroz.
      Daqui a pouco descobrem o pão.

      Quando descobrirem a roda, ninguém segura mais.

      Insufferable Bear
      Membro
      # 07/jan/17 18:02
      · votar


      Primeiro o arroz, daqui a pouco o brócolis e o peito de frango e aí ele finalmente deixa de ser frango.

      st.efferding
      Por que a frescura do Himalaia?

      st.efferding
      Membro
      # 07/jan/17 18:03
      · votar


      Insufferable Bear

      Maior espectro de minerais por não sofrer a lixiviação que o sal convencional recebe para ser apenas NaCl

      st.efferding
      Membro
      # 07/jan/17 18:04
      · votar


      daqui a pouco o brócolis

      pelo menos 1x/semana

      peito de frango

      nhé, sem sabor

      Adler3x3
      Veterano
      # 08/jan/17 00:42 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Bem eu acredito que não existem receitas milagrosas.

      Pontos de atenção:
      - cada caso é um caso, conforme a gravidade tem que consultar um médico de sua confiança;
      - tem as alergias que entram em cena;
      - falar e escrever sobre dietas dependem muito do poder financeiro;
      - mas dá para simplificar e ir no mais básico, tem certos produtos que de uma hora para a outra passam a ganhar um destaque especial na mídia, e nas semanas seguintes, este milagroso produto sobe de preço;
      - quanto mais colorido for o seu prato, mas vitaminas, sais minerais e outros ingredientes bons para a saúde em geral você esta adquirindo, o mesmo vale para as frutas;
      - de preferências as frutas da temporada, pois as de outra estação para ser conservarem podem sofrer algum tipo de contaminação;
      - somos matéria e precisamos de mais matéria para sobreviver, isto sob o ponto de vista físico, o que começa primeiro por aprender a respirar corretamente, segundo em beber uma boa água de qualidade e na quantidade adequada ao seu corpo (2 litros em média, incluída a água contida nas frutas e alimentos), terceiro se alimentar bem (pesquise sobre a pirâmide alimentar);
      - evitar excessos, ter moderação e temperança, buscando sempre o equilíbrio, nem mais, nem menos, mas isto é difícil de se conseguir e requer disciplina, evitando excesso de rigor e controle burocratizando as suas refeições, no geral dá para comer de tudo um pouco;
      - praticar exercícios físicos;
      - se a comida sua é mais simples, por que não dá para comprar tudo, gaste mais nos temperos de qualidade (sal, minerais, vegetais etc), que deixam a comida mais saborosa, pois o paladar e o prazer de comer também faz bem para a saúde, principalmente a mental.
      - se comer muita carne, coma logo depois vegetais (salada) que ajudam a limpar e desintoxicar;
      - as frutas contém frutose, nem sempre são a melhor opção, no geral dá para dizer que são boas, mas..., conforme a real situação, cai necessariamente numa boa orientação médica acompanhada de uma boa nutricionista, voltando ao ponto inicial.
      Mas passa necessariamente por exames laboratoriais para saber quais são as deficiências ou excessos contidos no seu corpo.

      E se por qualquer motivo você se interessou por fazer dieta, busque o conhecimento, procure ler e entender o que cada alimento tem de bom e de ruim.
      O principal é o conhecimento, que se acumula com o tempo buscando a informação em fontes confiáveis.
      Nada se adquire do dia para a noite é um processo lento, lento e lento.
      Muitas vezes vamos aprender só com os erros.

      Pessoalmente:
      - Uso o sal do himalaia (mas muito cuidado com as falsificações), a minha pressão alta baixou, e bem dizer não estou tomando nenhum remédio;(o sal custa caro, mas o remédio custa mais caro ainda);
      - de Tempos em tempos faço reposição de vitaminas e sais minerais, de acordo com o resultado dos exames laboratoriais, e por indicação médica;
      - não gosto de usar medicamentos;
      - só bebo água tratada e filtrada, não compro refrigerantes e estas águas engarrafadas, e consumo muito chá, que só aqui tem milhares de opções para os mais diferentes fins;
      - de tempos em tempos uso o cloreto de magnésio, que traz muitos benefícios, inclusive a pessoa passa a dormir melhor, o que pude comprovar;
      - de tempos em tempos uso o levedo de cerveja;
      - e planto e como algumas coisas na horta, sem venenos e coisas e tal;
      - por ter diabetes evito o consumo de açucares em geral, mas como de tudo um pouco, e finalmente depois de muitos anos voltei a conseguir um equilíbrio,e a minha diabetes se transformou do tipo 2 para o tipo 1 e comecei a usar a insulina;
      - enfim não fico obsessivo por qualquer tratamento;
      - e vou variando e experimentando, mas sempre buscando informação de fontes confiáveis, não acreditando em milagres, tem que saber combinar, e isto ninguém vai te ensinar, só a prática e a observação dos resultados é que vai dizer, pois não é todo o mês que iremos ao médico ou a nutricionista, então aprender como comer e o que comer é importante.

      Quanto ao doce bananinha, ou qualquer outro produto, é fabricado em série, se é natural ou não não sei dizer, mas no geral isto deve ser evitado, consumir todos os dias, as vezes em quando não tem problema.
      E só para lembrar as mulheres tem necessidades diferentes dos homens.
      Tem que comer a boa banana natural, rica em potássio, na qual você mesma tira a casca.
      E você pode ter uma balança em casa e fazer o acompanhamento mais de perto, mas sem obsessão, os resultados vem devagar, não tem milagre não.

      Outro ponto importante para as mulheres é o cálcio encontrados nos laticínios, não concordo com o abandono do leite e derivados, pois acima de tudo não deixamos de ser mamíferos.
      Claro e óbvio que o cálcio também é encontrado em outros alimentos.
      É um erro deixar de absorver laticínios e derivados do leite.
      Preste bem atenção aqui o cálcio é muito importante.
      Não pode deixar de ter a dose certa de cálcio, caso contrário depois com o passar do tempo vai ter sérios problemas como a osteoporose, doença que afeta mais fortemente as mulheres.
      E esta doença tem que ser prevenida durante a vida, não depois que já se esta com o problema.

      De qualquer jeito você tem que pensar no cálcio, no equilíbrio, nada de excesso, mas tem que de tempos em tempos fazer exames, e acompanhar e entender os resultados, o que vai exigir mais estudo ainda.
      Enfim é uma coisa que não tem fim.

      Eu não consigo medir o que como em porções, em quantidades de calorias etc., me baseio na saciedade que a comida me dá, mas também não sigo tudo ao pé da letra, as vezes em quando cometo um excesso ou outro, por isto que a dica da variação de cores naturais dos alimentos é importante. (verde, vermelho, amarelo, roxo, branco etc...)

      One More Red Nightmare
      Veterano
      # 08/jan/17 10:47
      · votar


      Zakk, veja se na embalagem diz que o sal é produzido na África do Sul.

      alanis morre7
      Membro Novato
      # 08/jan/17 11:28 · Editado por: alanis morre7
      · votar


      dr. Rey

      A recommendation to reduce fruit intake as part of standard medical nutrition therapy in overweight patients with newly diagnosed type 2 diabetes resulted in eating less fruit. It had however no effect on HbA1c, weight loss or waist circumference. We recommend that the intake of fruit should not be restricted in patients with type 2 diabetes.

      Ótimo. Isso responde as minhas dúvidas quanto às frutas em seu estado natural. O alto consumo de frutas não tem efeitos significativos no nível glicêmico ou no controle do peso, afinal. Porém, os voluntários desse estudo foram orientados a não consumir frutas secas ou sucos, o que sugere que a minha deliciosa bananinha passa provavelmente não é uma escolha alimentar tão inteligente assim. Que bom que você conseguiu controlar a sua doença só com essa mudança no estilo de vida, e é uma pena que muitos médicos do ocidente se comportem como bovinos que apenas regurgitam as falácias da indústria farmacêutica, ignorando completamente as palavras de Hipócrates:

      Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio.

      Não existe sequer uma disciplina dedicada ao poder medicinal e preventivo dos alimentos nos cursos de medicina convencionais, o que mostra como estamos mergulhados numa lama de mediocridade com consequências catastróficas para todo mundo. Se os cursos mais importantes para a sociedade estão rasos e superficiais assim, imagina os outros que são secundários.

      Uma das minhas principais desavenças com nosso sistema educacional é que não aprendemos absolutamente nada que possa nos ajudar a cuidar melhor desse amontoado químico que chamamos de corpo, o que nos prejudica por anos a fio em diversificados níveis. Em países como a China, as crianças do ensino fundamental já aprendem que a abóbora ajuda a controlar a pressão, por exemplo, e raramente se transformam em adultos que se carbonizam por dentro antes dos 40 anos por causa de doenças completamente evitáveis. Quando um ocidental típico finalmente aprende alguma coisa sobre o corpo em que ele habita, pode ser muito tarde para formatar seus restos mortais depenados por décadas de abusos. Quem nunca perdeu um familiar querido para essa ignorância nutricional coletiva que nos envenena dia após dia?

      alanis morre7
      Membro Novato
      # 08/jan/17 11:59 · Editado por: alanis morre7
      · votar


      st.efferding

      Mesmas vantagens percebidas pelo dr. Rey inclusive a motivação, que no meu caso é o diabetes tipo 1 diagnosticado quando eu tinha 14 anos.

      Eu sinto muito. Não deve ter sido nada fácil lidar com isso aos 14 anos. Parabéns pela resistência e por procurar se educar em relação aos hábitos alimentares que podem fortalecer seu organismo. Eu tenho uma tia com diabetes tipo II que coloca adoçante no café, mas come pães e bolos todos os dias. Eu tentei explicar que isso é muito errado, porém ela fez ouvidos de mercador e cara de mormaço.

      A cafeína é a única droga que não consegui abandonar, no entanto eu só tomo uns dois ou três dedos de café preto pela manhä. Não uso adoçante ou açúcar e adoro seu sabor amargo que para mim está associado ao ritual de despertar. Já tentei substituir esse delicioso pó preto pelo chá verde, mas o gosto horripilante do chá transformou a minha rotina matinal em algo tão desagradável e sem sentido que eu voltei para o café logo no segundo ou no terceiro dia. Considerando que não faço uso de qualquer tipo de medicamento e que me dou por satisfeita com uma quantidade mínima de café, não acredito que estou me prejudicando tanto assim. Você provavelmente está certo sobre as luzes do computador. E eu não me adaptei à dieta low carb. Sem as frutas e verduras, fico com um mau humor dos infernos e sem vontade de fazer nada, portanto como porções generosas desses alimentos ao longo do dia. Eu cozinho a minha própria comida e só uso o sal rosa do Himalaia em tudo o que faço, embora minha pressão seja normal com tendência a baixa.

      Dê uma olhada nesse estudo que o Dr. Rey postou. Tem informações relevantes sobre o efeito do consumo de frutas no controle glicêmico.

      alanis morre7
      Membro Novato
      # 08/jan/17 12:34
      · votar


      Adler3x3

      Obrigada pelo seu comentário.

      Quanto ao doce bananinha, ou qualquer outro produto, é fabricado em série, se é natural ou não não sei dizer, mas no geral isto deve ser evitado, consumir todos os dias, as vezes em quando não tem problema.

      Você está certo.

      Outro ponto importante para as mulheres é o cálcio encontrados nos laticínios, não concordo com o abandono do leite e derivados, pois acima de tudo não deixamos de ser mamíferos.
      Claro e óbvio que o cálcio também é encontrado em outros alimentos.
      É um erro deixar de absorver laticínios e derivados do leite.
      Preste bem atenção aqui o cálcio é muito importante.
      Não pode deixar de ter a dose certa de cálcio, caso contrário depois com o passar do tempo vai ter sérios problemas como a osteoporose, doença que afeta mais fortemente as mulheres.
      E esta doença tem que ser prevenida durante a vida, não depois que já se esta com o problema.


      Eu como vegetais folhosos verdes escuros praticamente todos os dias, o que já supre as minhas necessidades de cálcio. A maioria dos povos da Ásia e da África não consome leite ou qualquer produto lácteo há milhares de anos, e os asiáticos são particularmente longevos e saudáveis, o que mostra que o consumo massivo desse tipo de alimento é estimulado mais por necessidades mercadológicas do que nutricionais. O leite está ligado a alergias alimentares e não existem provas de que um humano adulto precise beber um alimento destinado aos filhotes de uma outra espécie para manter-se saudável. Eu não sou nenhuma expert nesse assunto, mas pelo que tenho lido, o único leite que devemos consumir durante a vida é o leite materno, e apenas na primeira infância.

      dr. Rey
      Membro Novato
      # 08/jan/17 16:11 · Editado por: dr. Rey
      · votar


      alanis morre7
      Que bom que você conseguiu controlar a sua doença só com essa mudança no estilo de vida, e é uma pena que muitos médicos do ocidente se comportem como bovinos que apenas regurgitam as falácias da indústria farmacêutica

      Pois é. O cara, médico com doutorado, uma cátedra na federal e 30 anos de experiência clínica, me disse que eu ia ter que tomar antibióticos pelo resto da vida.

      15 dias de paleo e problema resolvido.

      Uma das minhas principais desavenças com nosso sistema educacional é que não aprendemos absolutamente nada que possa nos ajudar a cuidar melhor desse amontoado químico que chamamos de corpo, o que nos prejudica por anos a fio em diversificados níveis.

      O problema não é a ignorância (que é facilmente remediável). É o obscurantismo mesmo.

      Conheço pessoas que sofrem com problemas de pele, gastam uma fortuna com remédios e médicos, os tratamentos não funcionam, mas, mesmo assim, elas continuam indo aos mesmos médicos e não têm coragem de mudar sua alimentação nem por uma semana, só para experimentar algo diferente e ver se dá certo.

      Os médicos se dão o luxo de serem bovinos porque os próprios pacientes são ainda mais bovinos do que eles.

      st.efferding
      Membro
      # 08/jan/17 17:22
      · votar


      Eu como vegetais folhosos verdes escuros praticamente todos os dias, o que já supre as minhas necessidades de cálcio. A maioria dos povos da Ásia e da África não consome leite ou qualquer produto lácteo há milhares de anos, e os asiáticos são particularmente longevos e saudáveis, o que mostra que o consumo massivo desse tipo de alimento é estimulado mais por necessidades mercadológicas do que nutricionais. O leite está ligado a alergias alimentares e não existem provas de que um humano adulto precise beber um alimento destinado aos filhotes de uma outra espécie para manter-se saudável. Eu não sou nenhuma expert nesse assunto, mas pelo que tenho lido, o único leite que devemos consumir durante a vida é o leite materno, e apenas na primeira infância.


      Eu ia comentar algo sobre, mas isto está perfeito. Parabéns pelo esclarecimento.



      alanis morre7
      Eu sinto muito. Não deve ter sido nada fácil lidar com isso aos 14 anos. Parabéns pela resistência e por procurar se educar em relação aos hábitos alimentares que podem fortalecer seu organismo. Eu tenho uma tia com diabetes tipo II que coloca adoçante no café, mas come pães e bolos todos os dias. Eu tentei explicar que isso é muito errado, porém ela fez ouvidos de mercador e cara de mormaço.

      Não precisa sentir. Foi uma das maiores lições de vida que recebi até o momento ter sido vítima de uma doença auto-imune que pode me causar a morte de forma aguda ou crônica na ausência de compreensão racional e acompanhamento terapêutico adequados.

      Eu não tenho nada contra o consumo moderado de frutas. Eu particularmente não sofro cravings por essa opção.

      st.efferding
      Membro
      # 08/jan/17 17:26
      · votar


      One More Red Nightmare

      Cape Town, Africa do Sul

      brunohardrocker
      Veterano
      # 12/jan/17 16:10
      · votar


      Eu resolvi seguir a dieta paleo

      Check em mais um item no padrão OT de qualidade.

      alanis morre7
      Membro Novato
      # 13/jan/17 15:36
      · votar


      brunohardrocker

      Quais são os outros?

      st.efferding
      Membro
      # 13/jan/17 15:47
      · votar


      Quais são os outros?


      - namorar com o bumbum
      /Insufferable Bear

      brunohardrocker
      Veterano
      # 14/jan/17 10:46
      · votar


      alanis morre7

      Preguiça de listar todos, mas nos variados temas do cotidiano, siga as cartilhas recomendadas pelos users:

      st.efferding
      dr. Rey
      Black Fire

      makumbator
      Veterano
      # 15/jan/17 17:39
      · votar


      alanis morre7
      Quais são os outros?

      Aqueles de sempre: ler no mínimo 34 livros sobre cada assunto, tocar levemente em cotovelos do interlocutor, ter ao menos 20k por mês para brincar, entre muitos outros...

      alanis morre7
      Membro Novato
      # 15/jan/17 17:40
      · votar


      Bah.

      alanis morre7
      Membro Novato
      # 24/fev/17 19:29 · Editado por: alanis morre7
      · votar


      Update: passei a comer carne vermelha uma vez por semana. Tudo normal no exame de sangue e o sistema imunológico continua invicto. O sono melhorou discretamente, mas ainda acho que durmo pouco.

      moisesbodani
      Membro Novato
      # 13/set/17 12:24
      · votar


      Sou adepto da paleo desde outubro ou novembro do ano passado.

      Sempre fui magrelo, mas comecei a treinar e a comer como um louco, tentando crescer. Resultado? Cresci, mas sem qualidade, com acúmulo de gordura, retenção hídrica, etc. Nunca consegui seguir dieta direito, porque sempre achei a comida meio sem graça.

      Comecei na paleo, mas não low-carb (estava mais para um médio-carbo), fiquei feliz por comer só comida gostosa, entretanto, por ser ectomorfo, murchei. Perdi volume e massa muscular, sendo que tenho 1.87m de altura, ou seja, virei um cotonete ambulante.
      haha

      Tive que readequar a dieta. Descobri umas coisas interessantes sobre horário de colocar o carbo e nunca deixei as frutas de lado. Hoje, estou gradativamente conseguindo melhorar o aspecto físico.

      Tenho um dia com uma refeição livre também, normalmente é a pizza do final de semana com a namorada, os amigos ou os pais, com o pretexto de repor o glicogênio! kkkkk

      A meu ver, o mais importante nas dietas é o bem estar. Respondendo sua questão, se frutas são um bem estar, não vejo motivo pra tirar, mas sim controlar a ingestão mesmo.

      sallqantay
      Veterano
      # 13/set/17 13:09
      · votar


      comecei a treinar

      o erro tá aí. Academia é para acéfalos

      Insufferable Bear
      Membro
      # 13/set/17 13:37
      · votar


      moisesbodani
      Sempre fui magrelo, mas comecei a treinar e a comer como um louco, tentando crescer. Resultado? Cresci, mas sem qualidade, com acúmulo de gordura, retenção hídrica, etc. Nunca consegui seguir dieta direito, porque sempre achei a comida meio sem graça.
      desde que tu consuma proteína suficiente e treine direito tu consegue alguma massa magra em pouco tempo
      até eu consegui, nem é difícil

      sallqantay
      cale-se, v​adia

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a As frutas na dieta paleo

      303.741 tópicos 7.860.051 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital