Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Black Fraude - Tudo pela metade do dobro?

      Autor Mensagem
      FELIZ NATAL
      Veterano
      # nov/15


      Estou na expectativa de pegar um PS4 por menos de R$1.500,00.

      strinbergshredder
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      FELIZ NATAL
      Boa sorte cara, mas infelizmente, aqui no Brasil, é quase Tudo pela Metade do Dobro mesmo...

      Samá Samutte
      Membro Novato
      # nov/15
      · votar


      "Compra boa é compra consciente

      Só de ouvir “mega promoção” algumas pessoas já começam a listar em sua mente tudo o que querem e desejam. A Camila comentou que durante almoço com a família surgiu o assunto da Black Friday e sua tia já foi logo dizendo: “Precisamos trocar nossa geladeira”. Ela notou que o comentário saiu quase que sem pensar.

      Estamos falando sobre a Black Friday hoje, quase duas semanas antes do dia, por um propósito. Nós queremos que você tenha um comportamento consciente. Nada de comprar por impulso.

      O que é a Black Friday, afinal?

      É uma campanha, uma mega promoção, que promete dar até 80% de descontos em todos os tipos de produtos: smartphones, notebooks, eletrodomésticos, roupas, livros, enfim, em quase todos os setores. Há uma vantagem nisso tudo. Vamos dizer que você, assim como a Camila, precise de um sofá novo.

      "Estou há uns 20 dias pesquisando os preços e quando dá dou uma passada nas lojas para ver os valores e aspectos técnicos, como o tecido e a densidade”, ela conta.

      "Mas quero esperar a Black Friday para ver se consigo um desconto maior. Essa é a grande vantagem do evento: aproveitar os descontos que as lojas nos proporcionam. E convenhamos, escapar daquela loucura que é na semana do Natal: compra isso, compra aquilo - gastos impulsivos, gasolina e o grande estresse das lojas lotadas.”

      As lojas aproveitam o evento para fazer a “troca do estoque” e comprar produtos novos para o Natal e para o Ano Novo.

      A história da Black Friday

      Para entender um pouco esse evento “importado”, resumimos: a Black Friday é a sexta-feira logo depois do feriado do Dia de Ações de Graças nos Estados Unidos - que acontece na quarta quinta-feira de novembro.

      Atualmente a Black Friday é marcada como início da temporada de compras do fim do ano, Natal e Ano Novo.

      Uma das curiosidades sobre o nome vem da década de 1960, na Filadélfia, onde as pessoas aproveitavam o feriado da sexta-feira para ir às compras. As ruas ficavam um caos, o grande número de pedestres e o intenso tráfego de carros fez com que polícias tivessem muito trabalho para organizar toda a bagunça. Outra curiosidade é que as lojas aproveitam essa data para "sair do vermelho", ou seja, ficam no preto (aqui no Brasil, diríamos “no azul"). Vendem todos os produtos com descontos para conseguir um faturamento maior, ter lucros e investir nas próximas coleções.

      A primeira Black Friday chegou ao Brasil em 2010 por iniciativa de uma empresa especializada em descontos na Web - aconteceu no dia 26 de novembro de 2010 e foi totalmente online.

      Aqui no Brasil, a sexta-feira promocional chegou a ser chamada de "Black Fraude” e é bem capaz que você já tenha visto brincadeiras como “Tudo pela metade do dobro”.

      Isso aconteceu por dois motivos:

      1) Os descontos não era realmente tão vantajosos;
      2) E as lojas aproveitam a data para, um pouco antes da Back Friday, aumentar os preços dos produtos e depois maquiar as promoções.

      Por esse motivo a primeira atitude que queremos que você tenha é: pesquise o preço dos produtos que deseja comprar pelo menos uma semana antes.

      Comece agora. Você precisará de coisas bem simples - uma planilha de excel ou o velho lápis e papel.

      Quais os cuidados você deve tomar?

      A primeira coisa que queremos reforçar aqui é que você não deve comprar nada que esteja fora do seu orçamento.

      Está pensando em usar o 13º para fazer compras? Pondere. O começo do ano está ai, você já pensou nas contas que precisa pagar? IPTU, licenciamento do seu veículo ou outras contas que você não pode ignorar. Analise sua planilha financeira do início do ano passado para começar já a planejar os primeiros meses de 2016.

      “É importante não fazer dívidas que fiquem fora do orçamento e não possam ser pagas. Lembre-se ainda de que os parcelamentos são dívidas e precisam ser contados no final do mês”, afirma Reinaldo Domingos, autor do livro Livre-se das Dívidas da Editora DSOP.

      - Consulte sites de comparação de preços

      Nada de comprar sem conferir a real vantagem do desconto. Muitas lojas aumentam o preço dos produtos uma semana antes para conseguirem divulgar “grandes promoções" na data do comércio. Por isso, não deixe de acessar sites como o Buscapé e comparar o preço do produto escolhido em diversas lojas.

      - Aproveite as oportunidades dos prazos de entrega

      A liquidação Black Friday pode ser um bom momento para conseguir descontos nos presentes do Natal. A grande vantagem, além do desconto, é aproveitar os prazos de entrega muitas vezes mais rápidos do que os normais. Mas lembre-se de que a data da entrega dependerá da disponibilidade dos produtos nos estoques, por isso, confira o anúncio do produto.

      - Investigue as formas de pagamento

      As lojas sempre oferecem vantagens no pagamento dos produtos para que as compras fiquem mais atrativas. Os descontos aparecem, na maioria das vezes, nos pagamentos à vista, mas caso não seja assim, busque vantagens no parcelamento sem juros. Lembre-se apenas de que tudo deve caber no seu orçamento mensal, ok?

      - Compre em sites conhecidos

      Aproveitar os descontos de endereços pouco acessados é um risco grande. Por isso, a saída é comprar de sites maiores, além de investigar a procedência das empresas e possíveis reclamações de consumidores. “Faça uma pesquisa sobre os dados do fornecedor, como o CNPJ, e verifique eventuais reclamações de clientes que já compraram no endereço. Tais atitudes afastam o consumidor de problemas”, diz Christian Printes, advogado do IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor). Outra dica é consultar a lista de sites maliciosos e impróprios para a compra que você encontra no site da Fundação Procon de São Paulo.

      - Navegue apenas em sites seguros

      A dica para comprar bem no e-commerce é verificar se os sites têm os famosos selos de segurança e se a barra de endereço do navegador tem um cadeado. “Além disso, faça as transações de compra somente em computadores seguros, com as definições de antivírus atualizadas e livres de quaisquer vírus”, diz Printes.

      - Guarde os comprovantes de compra

      Outra ação que ajuda o consumidor a se resguardar de eventuais abusos é guardar os comprovantes da compra. Isso significa copiar as telas das etapas da aquisição e colar em um novo documento. Guarde ainda os e-mails e as confirmações de compra, assim como as cópias das notas fiscais e dos recibos de entrega. Essas práticas são necessárias para exercer os direitos de consumidor no caso de problemas futuros.


      - Compre de acordo com o seu planejamento financeiro

      Nada de comprar por impulso! Faça uma lista prévia dos itens que planeja adquirir e encaixe tudo no seu orçamento mensal. Lembre-se ainda de manter a sua planilha de gastos atualizada e pensar no futuro antes de fazer as compras. Pense em quantas coisas você comprou e hoje nem sequer utiliza. Quantos produtos estão parados em um canto de sua casa? Seja honesto consigo mesmo na hora das compras: “você realmente precisa deste novo produto”?

      - Fique atento às propagandas

      O consumidor deve exigir seus direitos caso a loja apresente preços diferentes do anúncio. Saiba que toda informação transmitida ao consumidor - por meio de publicidade, embalagens ou mesmo declarações dos vendedores - torna-se uma cláusula contratual a ser cumprida pelos lojistas e fabricantes. De acordo com essa regra, o consumidor tem o direito de exigir que os produtos lhe sejam vendidos exatamente pelos preços e condições anunciados na mídia, cartazes ou outros meios.

      - Busque descontos tanto nas lojas físicas quanto nas lojas online

      O recomendado é o consumidor fazer um roteiro de lojas para pesquisar os preços dos produtos que pensa adquirir, sempre mesclando entre lojas físicas e virtuais. E lembre-se também de que as lojas físicas oferecem a vantagem do poder de negociação. Na hora das negociações dos preços, tenha foco e analise com frieza a real vantagem dos descontos. Informe-se sobre os produtos antes de conversar com o vendedor, para que tenha bons argumentos.

      Pague à vista se for possível

      Compre os produtos que você deseja à vista. Caso não seja possível, observe tudo o que é necessário para parcelar a compra: como funciona o parcelamento, se há juros embutidos nas parcelas a serem pagas, qual valor total do produto. Tenha certeza de que as parcelas caberão no seu bolso sem que você precise pagar apenas o mínimo da fatura do cartão de crédito. Programe-se para sempre pagar o valor total da fatura. Se não tiver dinheiro para isso, não compre.

      SELO BLACK FRIDAY LEGAL

      Desde 2013, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) tomou uma série de iniciativas para aprimorar as práticas do Black Friday brasileiro, incluindo a implementação de um Código de Ética - Black Friday Legal.

      O propósito do Código de Ética é estabelecer normas de condutas e boas práticas para atuação no e-commerce durante o evento. O intuito é criar um ambiente de legalidade e respeito mútuo entre os sites de comércio eletrônico de varejo e os consumidores.

      "Durante a Black Friday, os varejistas oferecem descontos e promoções em determinados produtos, e não na loja inteira. Sendo assim, um dos artigos do Código de Ética da Black Friday Legal orienta que o varejista identifique quais são os itens em promoção para que o consumidor não compre iludido. Essa identificação pode ser por meio da criação de um hotsite ou alguma imagem sinalizando a participação do produto na campanha”, ressalta Gerson Rolim, diretor de comunicação e marketing da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

      O Selo

      Para que o consumidor fique tranquilo em relação ao site no qual está comprando, é necessário que ele identifique o SELO do Black Friday Legal. O SELO significa que as lojas e sites passaram pelo processo de capacitação e avaliação promovido pela camara-e.net.

      Outra questão que o Selo Black Friday pretende extinguir é a maquiagem de preço. A prática de aumentar o preço do produto para depois conceder a oferta é condenável pelo Código de Ética.

      “É muito importante dizer que o selo Black Friday Legal não é apenas um selo como outros existentes no mercado. Trata-se de um programa composto por capacitação, comprometimento e verificação cadastral. Ao passar pela capacitação, o lojista melhora seu negócio não só para as datas promocionais, mas para o restante do ano. Ele também aprende como estar de acordo com a legislação do setor e como é importante manter abertos os canais de relacionamento com o cliente.” , finaliza Rolim.

      Um abraço,
      Camila Passucci e Bruna Bessi"


      st.efferding
      Membro
      # nov/15
      · votar


      Quão transparente é a medida implementada por este selo Black Friday Legal? Qual é o meio que o consumidor pode utilizar, através desta iniciativa, para verificar se realmente o preço de um produto condiz com a proposta real da Black Friday?

      Fidel Castro
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      De cavalo dado não se olha os dentes

      Promoção já é cavalo dado, ainda vão reclamar? Se a estratégia e o mercado não favorecerem descontos de 95%, não haverão, ninguém é obrigado a participar do Black Friday.

      Só colocaria promoção de Black Friday na minha empresa se fosse em um serviço barato e com bastante potencial de fidelização ou precisasse queimar estoque, senão ignorava.

      john s mill
      Membro
      # nov/15
      · votar


      difícil com o dólar 3,80

      pessoal tem vendido usado por esse preço aqui

      sallqantay
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      Vou vender dólares genéricos por BRL 2,00

      HUE

      john s mill
      Membro
      # nov/15
      · votar


      vendo bitcoins

      FELIZ NATAL
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      john s mill
      pessoal tem vendido usado por esse preço aqui

      seria cômico se não fosse trágico, após destroçar o PS3 do meu irmão no chão, lhe comprei um PS4 com este mesmo preço em meados de 2013/2014. Agora encontro nas internetes cerca de 1 ano e 1/2 depois 25% mais caro.

      Sinceramente lamentável.

      alan.bassplayer
      Membro Novato
      # nov/15
      · votar


      Tudo pela metade do dobro?
      Eu trabalho em uma empresa que gerencia ecomerce's e sim, um mês antes eles mudam a tabela de preços aumentando tudo.

      Jube
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      O máximo que a empresa pode fazer é diminuir um ou outro produto, assim o cliente vem louco atrás desse produto mas acaba aproveitando para levar aquela incrivel tv que antes era 2000 e agora está com uma etiqueta dizendo
      "Loucura total: de 4000 por 3000 em 42x de 190,47 !!!!!!"

      Wade
      Membro Novato
      # nov/15
      · votar


      Esse ano vi com meus próprios olhos. Um produro que tava de olho há umas semanas custava 315 na Kabum. Dias antes do dia em que eu ia fazer o pedido, olhei lá e tava 422. Eu estranhei, mas depois me dei conta que tava chegando essa tal de Black Fiday aí. Ou seja, no dia eles fazem um mega desconto de 422 por 320. Lindo.

      megiddo
      Membro
      # nov/15
      · votar


      Pra quem gosta, vale a pena dar uma olhada nas coisas da Cosac & Naify na Amazon.

      sallqantay
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      Cosac & Naify

      fag-O-meter has gone wild

      megiddo
      Membro
      # nov/15
      · votar


      sallqantay
      Tentei ser sutil com o "pra quem gosta"...

      sallqantay
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      megiddo

      "para os entendidos..."

      Fidel Castro
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      sallqantay

      eu gosto, mas sou o maior neufag

      Wade
      Membro Novato
      # nov/15
      · votar


      Cosac & Naify

      Fidel Castro
      eu gosto

      Ah vá.

      sallqantay
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      Wade

      Ele gosta só pelo design. Nem le muito para nao contrariar o comunismo de boutique haute Société coxa creme com caviar

      Christhian
      Moderador
      Prêmio FCC 2007
      # nov/15
      · votar


      Fidel Castro

      Só colocaria promoção de Black Friday na minha empresa se fosse em um serviço barato e com bastante potencial de fidelização

      Agreed :)

      cafe_com_leite
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      Na primeira passada de olhos no título pensei que era um tópico insultando o Black Fire.

      Fidel Castro
      Veterano
      # nov/15 · Editado por: Fidel Castro
      · votar


      sallqantay

      se eu não fosse economista, decerto seria urbanista.

      ou faria gastronomia

      sallqantay
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      Fidel Castro

      Vc? Designer? Hum, esse seu lado brega teria que ser cortado once for all

      Fidel Castro
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      sallqantay

      kitsch > você

      sallqantay
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      Fidel Castro

      vai morar na favela numa casa handmade cheia de móveis da casas bahia. Vamos ver se vc aguenta o tranco do kitsch tr00 bananense

      Marco Andriotti
      Membro Novato
      # nov/15
      · votar


      Samá Samutte
      parabéns caro companheiro assinante do Criando Riqueza Pro =)

      deixa eu te perguntar umas coisas
      vc tem gostado dos relatórios desse conteúdo?
      acha que foi util na pratica em algo?

      as vezes acho que o conteúdo é mais para os bem leigos e iniciantes no mundo dos investimentos

      apesar que eu nao tenho motivo para cancelar a assinatura desse plano pq ganhei de graça :p

      Samá Samutte
      Membro Novato
      # nov/15
      · votar


      Marco Andriotti

      Cara, eu sou totalmente leigo, então o conteúdo tem sido de grande valia. Ainda não coloquei nada em prática, porém estou querendo investir uma grana e por umas dicas deles irei para o Tesouro.

      Samá Samutte
      Membro Novato
      # nov/15
      · votar


      Black Fraude - Tudo pela metade do dobro? Sem dúvidas é isso mesmo! Brasil é uma vergonha.

      ---------------------------------------------------------------------- ------------------

      Sai aqui na city para ver uma geladeira; achei o modelo que queria nas Internets por R$ 1.329,00 à vista com frete grátis; aqui a mais em conta que encontrei R$ 1.799,00. Comprei pela Internet.

      malucobeleza666
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      Samá Samutte

      Sai aqui na city para ver uma geladeira; achei o modelo que queria nas Internets por R$ 1.329,00 à vista com frete grátis; aqui a mais em conta que encontrei R$ 1.799,00. Comprei pela Internet.


      Tá complicado de competir com a internet mesmo...Uns meses atrás minha mãe estava atrás de uma geladeira, quando mostrei para ela uns modelos na net muito mais barato ela ficou doida aehuhaeu, comprou na hora.Acho que esses artigos mais caros é difícil de achar na Black Friday por preços realmente baratos..agora por exemplo tênis, ano passado eu achei uns no site da adidas com 240 de desconto, comprei três na hora xD, um dia depois voltaram ao preço normal.

      Skider
      Veterano
      # nov/15
      · votar


      Produtos e-comerce não são taxados em algumas coisas.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Black Fraude - Tudo pela metade do dobro?

      303.880 tópicos 7.863.323 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital