Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      O lado negro dos handmakers brasileiros (espionagem, panelas, lives, Facebook, escalões, etc)

      Autor Mensagem
      Del-Rei
      Veterano
      # 23/abr/18 16:29


      Hahaha.
      O mundo é uma eterna briga.

      Hoje o Távio (TMiranda) postou um vídeo sobre a suposta picaretagem rolando entre handmakers de amps e músicos, onde parece que há um grupo de Whatsapp cheios de más intenções, rs.

      "Vazaram" áudios e prints desse grupo, e parece que um famoso handmaker brasileiro disse que queria usar uma técnica de espionagem nos amps do TMiranda, haha. Há até classificações de escalões dos fabricantes. O Távio não citou nomes no vídeo, mas tenho umas suspeitas, hehe.

      Tá rolando uma discussão num grupo do Facebook também, um tal de Pedalmaniacs. Eu não estou no grupo, mas recebi prints e rolou ofensa até pra mulher do Kiko Loureiro, hehe.

      Esse mundo de internet é muito divertido, rsrs.



      Um aceno de longe!!!

      Gabezorx
      Membro Novato
      # 23/abr/18 17:23
      · votar


      Crime ocorre nada acontece feijoada.

      NINO_D.BOB
      Membro Novato
      # 23/abr/18 17:30
      · votar


      Ixi... Sera o Pedrone??

      SteveRayMorse
      Veterano
      # 23/abr/18 17:50 · Editado por: SteveRayMorse
      · votar


      Del-Rei

      KKK...bom...não vou me manifestar pois não tenho a menor idéia do que foi dito e só vi a versão do Miranda que tu postou...mas dá pra imaginar sim de quem ele tá falando...já teve vários vídeos por aí mencionando um tal grupo de handmades no zapzap rsrs...Enfim, esperar pra assistir a treta de casa kkkk

      Agora, difícil imaginar o contexto onde a esposa do Kiko aparece.

      rafael_cpu
      Veterano
      # 23/abr/18 18:53
      · votar


      Putz :/

      Eu estou completamente por fora... não tenho FB e não acompanho esses caras em outras redes. Então, nem sei de quem ele está falando.

      T+

      LeandroP
      Moderador
      # 23/abr/18 19:12
      · votar


      Aqui no FCC os moderadores não se vendem.
      Ele pode falar de qualquer fórum, menos desse!

      renatocaster
      Moderador
      # 23/abr/18 19:27
      · votar


      Uma vez eu decidi participar de alguns desses grupos de guitarristas (e assuntos correlatos) no Facebook. E o resumo da minha participação foi: entrar por uma porta e sair pela outra.

      Eu sinceramente admiro que tem paciência e principalmente estômago para participar dessas hordas.

      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # 23/abr/18 20:11
      · votar


      renatocaster
      Somos 2...
      Esse tipo de coisa não acrescenta nada.
      Abç

      Del-Rei
      Veterano
      # 23/abr/18 20:20 · Editado por: Del-Rei
      · votar


      Mais tarde acabei recebendo áudios e prints num grupo de Zap. Rsrsrs.

      Por óbvio não vou postar aqui nomes porque não quero problemas pro meu lado, mas realmente é incrível, hehe. Possivelmente em algum momento vai dar merd@ porque "vazaram" uma conversa privada certamente sem autorização. E os desdobramentos legais disso podem ser diversos.

      SteveRayMorse
      Agora, difícil imaginar o contexto onde a esposa do Kiko aparece.

      Um camarada (músico e 'parceiro' de um dos handmades desse grupo de zap) foi falar mal do Kiko na NAMM e resolveu soltar que "antes dele casar com aquela p@#$!%& que já deu pro manifesto inteiro, ele já era cuz@ao". Sem noção demais, rsrs.

      Esse mesmo camarada resolve soltar a pérola ainda "eu tô falando, bicho, quem manda nessa porra, essa internet é minha! O Facebook é minha quenga", hahahaha. Isso é porque ele estava dizendo que outros camaradas da concorrência tinham Lives no face com poucas visualizações. Hehe. Muita arrogância, hehe.

      Claro que o cidadão não imaginava que o áudio seria vazado. Hehehe. Sifu.
      Já está sendo perseguido virtualmente.

      LeandroP
      Pois é... Eu já nem ligo se determinado fórum ou grupo de rede social é comprado ou não. Opiniões de internet já não me servem como parâmetro há tempos. Hoje meu papel em rede social é mais como expectador das gafes cotidianas do que como participante.

      O meu filtro do bom senso acaba peneirando quase 100% do que leio. Todas minhas opiniões são experiências próprias. Já tive alguns produtos de marcas nacionais (Pedrone, TMiranda, RoxStage, Ed's Mod Shop, EFX, GF Music...) e de algumas delas tive mais de um produto. É a melhor forma de tirar as conclusões.

      Um aceno de longe!!!

      Lelo Mig
      Membro
      # 23/abr/18 20:52 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      renatocaster
      Mauricio Luiz Bertola

      Somos 3...

      Também quero distância destes grupos... E, olha, ja entrei em grupo gringo e era a mesma merda.

      Quanto aos moderadores do FCC, nunca percebi nenhum comentário ou colocação, que me parecesse suspeita, com interesse em divulgar ou vender alguma marca. Então, confio, por analise e vivência pessoal, na idoneidade de TODOS os moderas que interajo no meu tempo no FCC.

      Fora do FCC, to nem aí, que se matem.

      renatocaster
      Moderador
      # 23/abr/18 21:13
      · votar


      Lelo Mig

      Quanto aos moderadores do FCC, nunca percebi nenhum comentário ou colocação, que me parecesse suspeita, com interesse em divulgar ou vender alguma marca. Então, confio, por analise e vivência pessoal, na idoneidade de TODOS os moderas que interajo no meu tempo no FCC.

      Eu nem vi o vídeo, mas acredito que ele não esteja se referindo aos moderadores daqui do FCC.

      LeandroP
      Moderador
      # 23/abr/18 22:10
      · votar


      Del-Rei

      Eu acompanho de longe a comunidade Pedalmaniacs. Eu não vi esse barulho por lá. Tem outra comunidade paralela que é pra compra/venda/troca de pedais e equipamentos variados relacionados à música.

      Eu cheguei a ver umas ideias babacas, uns papos que não acrescentavam em nada, e a moderação de lá eu nem sei como é que rola.

      Ainda bem que mantemos firme as regras do fórum, porque é muito fácil descambar pra bagunça. As vezes acertamos, outras erramos, mas seguimos tentando fazer do ambiente um fórum equilibrado. Quantos anos tem o Fórum Cifra Club, né?!

      Del-Rei
      Veterano
      # 23/abr/18 22:23
      · votar


      LeandroP
      O lance lá começou com um camarada (Dean Wingerter, da Wingerter Electronics) dizendo que levou uma pernada da Guitartech. Segundo ele, ele desenvolveu o protótipo de um pedal que unia delay e reverb, que seria lançado pela Guitartech e lavaria o nome dele. Então, depois de lançado, a Guitartech desistiu do projeto desse Wingerter porque o pedal não venderia. Logo depois a Guitartech lançou dois pedais separados, de delay e reverb, e segundo o Wingerter, seria o projeto que ele desenvolveu, só que em pedais separados.

      A partir daí as merdas foram sendo jogadas no ventilador nos comentários, e rolaram os prints e áudios de grupo de Zap. E tem uma live do Dre Batista (que eu não conhecia) tentando explicar a parada que o Távio falou do amp que havia sido trocado o transformador e soaria melhor... rs. Mas o Dre também não disse quem era o fabricante.

      Eu acho divertidíssimo, na boa... Rsrs.
      Até porque já fui cliente de praticamente boa parte dos fabricantes de maior peso no Brasil.


      Ainda bem que mantemos firme as regras do fórum, porque é muito fácil descambar pra bagunça. As vezes acertamos, outras erramos, mas seguimos tentando fazer do ambiente um fórum equilibrado. Quantos anos tem o Fórum Cifra Club, né?!

      Aqui é o único fórum musical que gosto de participar.

      Um aceno de longe!!!

      LeandroP
      Moderador
      # 23/abr/18 22:30
      · votar


      Del-Rei

      Eu vi esta postagem sobre o pedal delay/reverb. Mas não li e passei batido.
      Agora eu fiquei curioso rsrs

      ogner
      Veterano
      # 23/abr/18 23:02
      · votar


      Del-Rei
      Caraia! Tive acesso a treta toda tb!! Vai dar merda pa caraia isso ae!! O cara falou mal ate da mulher do Kiko!! Hahahahabababa!!!

      LeandroP
      Moderador
      # 24/abr/18 00:26
      · votar


      Papo sinistro...

      SteveRayMorse
      Veterano
      # 24/abr/18 01:16
      · votar


      Del-Rei
      ogner

      Rapaz...e olha que pra mim a mulher dele nem no Brasil andou, daí o cara solta uma dessas...kkkk...a menos que esteja falando de outra...enfim, esquema é pegar a pipoca rsrss

      Ismah
      Veterano
      # 24/abr/18 04:30
      · votar


      Del-Rei

      Gostaria de saber como a Maria Ilmoniemi, veio parar no Manifesto... Afinal ela é Finlandesa... A ex, eu não consigo lembrar quem era, acho que era a Graci Corsi... Ele era da turma do Manifesto (bar de São Paulo)) sem dúvidas, então não deve ter catado alguém do Love Story (outro bar de sampa)...

      Já se ela deu pra todos... Creio que o Kiko deve pensar como o Bruno Sutter, "agora não faltava mais nada para ser rockstar" (Sutter, sobre a playboy da namorada). E sendo dos anos 90, deve seguir o conselho dos Raimundos: lavô, tá novo!
      Afinal, nenhuma delas devia ser virgem quando casou com ele, e muito menos, inocente... Essa ideia é algo bem adolescente...

      LeandroP
      Eu acompanho de longe a comunidade Pedalmaniacs.

      Sabemos... Só falta moderar lá kkkk

      Eu cheguei a ver umas ideias babacas, uns papos que não acrescentavam em nada, e a moderação de lá eu nem sei como é que rola.

      Não rola moderação praticamente rsrs
      Creio que a ideia é chamar a atenção, juntar o maior número de gente e deu... Por isso que rola tanto barraco...
      O grupo do Pedalmaniacs no face, é oriundo da loja e periódico / revista Pedalmaniacs ( www.pedalmaniacs.com.br )... Logo, gente = potenciais compradores...

      Del-Rei
      ele desenvolveu o protótipo de um pedal que unia delay e reverb

      Claro que se pode construir uma infinidade de circuitos em volta do princípio básico... Mas sinceramente, não tem muito que inventar, apenas se insere circuitos que já existem, atrás de mais ou menos recursos... Estamos falando de pedais analógicos, nenhum circuito algum dia foi vias de fato complexo para profissionais...
      E até onde sei, não se pode patentear um circuito.

      seria lançado pela Guitartech e lavaria o nome dele

      Ou seja, do que entendi até agora, ele ficou de quatro, abriu as nádegas e está chorando do arregaço que levou...
      Se puder provar (difícil) ok, mas se não o cara pode tomar um processo legal... Acho que o rapazito não faz ideia que ele cutucou muita gente, e muita gente com bala na agulha...

      Aprendam, façam contratos para coisas sérias... É o meio legal de firmar um trato!

      Hoje o Távio (TMiranda) postou um vídeo sobre a suposta picaretagem rolando entre handmakers de amps e músicos, onde parece que há um grupo de Whatsapp cheios de más intenções

      Mas tá... Até agora isso ficou só na instigação... Que tu quis sugestionar com isso?

      Espionagem industrial não é novidade, ainda mais em amps nacionais, para instrumentos (vide Carlos "Sossego" Lopes)...

      Eu sou suspeito para falar de todo mundo, conheço uma boa parte deles...

      Tenho a impressão que o Távio exagera no vídeo. Fazer o que ele sugere, é muito complexo, mesmo que o mundo da guitarra não seja tão grande, não se derruba um vídeo do face com meia dúzia de denuncias...

      A questão dos repost's, é normal... Se rolasse isso entre as bandas, poderiam chamar de máfia, mas seria uma máfia com músicos ganhando dinheiro... #pensemnisso !

      Já sobre o que falam do Pedrone, o furo é bem abaixo... Não tem nada contra ele, a não ser ter feito o que sempre fez: ficar quieto, e tirar o que há de bom em cada pessoa / situação...
      Quero ouvir ele falar, mas se conheço-o bem, ele vai ficar quieto...

      Felipe Avila
      Veterano
      # 24/abr/18 09:16
      · votar


      Por isso que eu digo, os melhores grupos são os dos baixistas (70% venda, 10% boagem e uns 20% discussão sobre equipamentos), claro la tbm temos nossas perolas como "squier com cap bom da pau em fender am dx", mas os egos são bem menores, o pessoal é mais tranquilo...

      Em tempo, estou no referido grupo e to acompanhando a treta (obrigado serviço pulico pelo tempo livre), sinceramente mano, nunca fui de usar equipamentos caros, ou de griffe, sou feliz com minha memphis, meu meteoro, meu cort e um amp q n consigo lembrar a marca pro bass (e pra mim que toco no quarta ta de ótimo tamanho), mas sempre acompanhei esse pessoal hand mande simplesmente por achar legal a iniciativa dos caras... e depois do que vi perdi completamente o tesão em continuar acompanhando a trajetória de determinados hand mandes...

      ps: foi o protagonista dos cavaleiros do zodiaco que chamou o Miranda e mais algums de segundo escalão

      JJJ
      Veterano
      # 24/abr/18 10:19 · Editado por: JJJ
      · votar


      Bom... eu tenho mais o que fazer... essa vida de fofoca em grupos é pra desocupados (ou quem precisa disso de alguma forma, profissionalmente).

      Atualmente, minha única vida mais ou menos "rede social" é aqui no FCC, um pequeníssimo e seleto grupo de caras do youtube e o meu canalzinho. Tem outros foruns estrangeiros que participo sazonalmente, mas muito de longe.

      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # 24/abr/18 10:26
      · votar


      JJJ
      Concordo plenamente.
      Abç

      Augusto Pedrone
      Veterano
      # 24/abr/18 10:38
      · votar


      Precisei de tempo para uma avaliação dos meus atos e das pessoas envolvidas na história e, portanto, fiquei ausente por esse período. Está claro para mim que cometi – eu, Augusto – erros terríveis e julgamento injusto de pessoas (algumas das quais que nem conheço pessoalmente).
      Considerando tudo isso e que essas conversas foram expostas de forma pública, cabe a mim um pedido de desculpas agora aos que se sentiram ofendidos de qualquer forma.
      Em relação as pessoas citadas diretamente nas conversas divulgadas, eu estou entrando em contato diretamente com elas para a retratação, coisa que creio ser a coisa correta a fazer. Com algumas eu já consegui tratar, e agradeço a essas pessoas por terem me atendido. Ainda falta falar com outras, coisa que farei durante este dia e os próximos.
      Dessa história cabe a mim a ferida do aprendizado por meio do próprio erro, e espero não ter causado nenhum dano ou constrangimento a nenhuma pessoa citada.

      Quanto ao fato em si – a divulgação de partes e cortes de conversas privadas, apresentadas fora de ordem e contexto – não cabe aqui nenhum amenizante da minha responsabilidade. Também não posso me estender no assunto nem buscar minha defesa, pois expor todo o contexto e conteúdo estaria me colocando justamente na mesma posição e erro que a pessoa que divulgou o fez. Essa questão não caberá, portanto, ser tratada aqui em público.

      Lamento profundamente todo ocorrido e estou a disposição caso qualquer pessoa deseje conversar sobre o conteúdo deste pedido de desculpas. Quanto ao mérito da questão fico impedido de falar, como já explicitado.
      Agradeço a compreensão e peço sincero perdão pelos meus atos que feriram pessoas de bem.

      Augusto Pedrone.

      LeandroP
      Moderador
      Esse post foi marcado como inapropriado mostrar
      O autor recebeu uma advertência por publicar conteúdo contra as regras do fórum.

      24/abr/18 10:55

      Sendo um moderador de fórum, se alguém quiser tomar nota do número da minha conta bancária...

      °;°

      MMI
      Veterano
      # 24/abr/18 11:00 · Editado por: MMI
      · votar


      Edit.: depois do post do Pedrone, acho que não vou falar nada.

      Apenas parabenizar os handmades, Miranda, Pedrone, Luthiers, fabricantes de pedais, que lutam num mercado tão difícil como este.

      Abs

      Felipe Stathopoulos
      Membro Novato
      # 24/abr/18 12:03 · Editado por: Felipe Stathopoulos
      · votar


      Triste isso tudo. Muito triste.

      Pra mim, que sou "novato", e venho já há algum tempo procurando um valvulado pra comprar, só reforça a opinião, que muita gente boa já me deu, de que NENHUM fabricante brasileiro se compara aos gringos em nenhum aspecto...

      Faz alguns meses que não paro de assistir reviews e entrar em sites de tudo quanto é fabricante brasuca e estrangeiro, ponderando, ouvindo, fazendo contas e tals, na tentativa de achar um valvulado com o meu som e a minha necessidade que eu não precise vender a alma ao Demo pra comprar. TMiranda e Pedrone (apenas exemplos) eram duas das marcas que eu mais estava estudando...

      Por isso que fiquei beeeeeeem puto da cara quando assisti o vídeo do Miranda, ao descobrir (não que eu já não desconfiasse) que tá cheio de "reviews" no YouTube, de "endorsers" e de gente metida a isentona dando opinião errada sobre amps e equipamentos por aí, falando o que o fabricante quer, fazendo propaganda enganosa, distorcendo a realidade pra beneficiar uns e outros, mentindo e denegrindo os concorrentes por interesse.

      Uma baita falta de profissionalismo. Um baita desrespeito com os consumidores de produtos de música. Uma baita palhaçada pra quem tá entrando "agora" no meio. Um monte de moleques Brasil afora se matam de trampar e juntar grana pra comprar um equipo brasileiro legal, confiam nesses caras e nos caras que eles patrocinam, e estão quebrando a cara, estão sendo feitos de otários.

      Pra mim acabou. Vou no que conheço, no que confio. Vou de gringo, ainda que tenha que pagar mais caro e ter mais trabalho. Danem-se todos. Este episódio foi EXCELENTE para eu me decidir...

      O mercado de produtos musicais no Brasil infelizmente ainda tem muito que aprender, e eu nem me refiro tanto à parte técnica...

      Adler3x3
      Veterano
      # 24/abr/18 12:05
      · votar


      O certo é que nos últimos tempos começamos a tomar consciência de que tem muita gente trabalhando com notícias fake para influenciar as pessoas, seja para elogiar ou denegrir pessoas, empresas e produtos, numa espécie de serviço sujo de informação e contra informação na Internet.

      Conclusão:
      Não podemos acreditar em tudo que esta na Internet, temos que checar as fontes e não podemos fazer avaliações prematuras.

      EduJazz
      Veterano
      # 24/abr/18 13:35
      · votar


      Bom, eu sou usuário e apoiador de equipamentos da indústria nacional. Falando de forma específica: tenho 3 amps, um pedal e um atenuador Pedrone, um amp Acedo, um gabinete RoxStage, um pedal MG e uma guitarra Dunamiz. Isso fora cases, cabos, etc.

      Sobre o Augusto Pedrone, o que posso dizer é que todos os produtos que me entregou foram de extrema qualidade, e sempre que conversei com ele (inclusive sobre assistência técnica em produtos de outras marcas), me foi um exemplo de simpatia, e, acima de tudo, de conhecimento técnico.

      Sou muito curioso para conhecer os amps do Távio, só ouço falar bem (fora os ataques que ele recebe por aí, que sei filtrar). Não rolou a ocasião/oportunidade, mas me parece coisa muito bem feita.

      Dito isso, só tenho a lamentar todo o ocorrido. Como disse o MMI, esses caras merecem os parabéns por lutar em mercado tão incipiente como o nosso. Mas eu vou um pouco além: eles não só lutam nesse mercado, eles SÃO esse mercado. E, sem dúvida, não é assim que se constrói uma indústria sólida.

      JJJ
      Veterano
      # 24/abr/18 13:47 · Editado por: JJJ
      · votar


      Só não confundamos práticas moralmente nefastas com propaganda mera e simples, coisa mais que normal no capitalismo que vivemos.

      Uma coisa é, por exemplo (nem sei se é o caso), inventar mentiras sobre um concorrente, usando laranjas ou falsos perfis para denegrir outrem. Outra coisa é pagar alguém ou ceder equipo, em troca de algum tipo de propaganda para o seu próprio produto.

      Falando por mim, eu não aceitaria a primeira opção em hipótese alguma e só aceitaria a segunda se fosse tudo às claras; mas uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Não dá pra colocar tudo no mesmo balaio.

      Lelo Mig
      Membro
      # 24/abr/18 16:06 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      Era 1979 e eu tinha 17 anos. Após ver um anúncio de um handmade numa revista de música entrei em contato com o mesmo, por telefone, e ele me deu as especificações técnicas e preço de um pedal sustain que tinha me interessado. Agendei uma visita para testar... Perguntei se precisava levar a guitarra ele disse que não... Tinha tudo lá.

      No dia marcado, peguei um busão e fui ao local... Um sobrado antigo na Rua Dona Veridiana em Higienópolis, SP.

      Uma guria bonita me atendeu, me disse para entrar... Por dentro do sobrado cortina de pingentes nas portas, cheiro forte de maconha e umas duas ou tres gostosas cruzaram meu caminho, inclusive uma de calcinha e sem camisa...todas com caras de hippie. Imaginem, eu com 17 anos, transbordando hormônio até pelos ouvido, naquela cena tipica do filme Taxi Driver?

      A guria me deixou numa sala grande, vazia com um pequeno palco, onde haviam algumas guitarras, amplis, baixo, bateria, percussão e um imenso globo espelhado no teto.

      Chegou o hand made (to me esforçando mas não consigo lembrar seu nome), com o pedal na mão.

      Cabelos pretos longos meio desgrenhados e um bigode estilo mexicano, o figura era a cara do Santana. Só tinha certeza que não era o próprio porque este morava em San Francisco.

      Me cumprimentou e colocou o pedal em minhas mãos...era um clone de um MXR.

      Ligou um Orange no palco e veio com os cabos e uma guitarra. Colocou a guitarra no meu colo, quase me borrei....uma Fender Strato Branca...primeira vez que eu pegava uma!

      Ligou o pedal... Fiz meia duzia de acordes um pequeno solinho. Pedi a ele se poderia tocar enquanto eu mexia nas regulagens... Na verdade, desculpa, eu tava tremendo e morrendo de vergonha de tocar na frente dele. Instinto correto... O cara tocava pra caralho! E já saiu de Jimi Hendrix.

      Fucei um pouco, fiz algumas perguntas, ele demostrou algumas particularidades... Comprei o pedal.

      Ele perguntou se eu queria uma Coca Cola... Aceitei, não por vontade, mas na verdade para quem sabe ter a chance de ver a loirinha sem camisa, de novo. Instinto correto novamente... A guria entrou na cozinha... Quase desmaio.

      Me despedi, fui para casa com o pedal numa sacolinha e umas palhetas Fender que ele me deu de brinde. Fiquei com o pedal por uns 10 anos e não o tenho mais porque foi roubado. A loirinha sem camisa homenagei por uns 10 anos também.

      Tudo isso para dizer que, apesar de que não tínhamosos 10% da informação que temos hoje, penso se não acertavamos mais nas escolhas naqueles tempos?

      Se não, acho que pelo menos era mais divertido!

      LeandroP
      Moderador
      # 24/abr/18 16:39
      · votar


      Lelo Mig

      Não testou a mina?
      °;°

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a O lado negro dos handmakers brasileiros (espionagem, panelas, lives, Facebook, escalões, etc)

      305.566 tópicos 7.892.422 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital