Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      T. Miranda Mr. Brownstone - Review Oficial

      Autor Mensagem
      JuninhoCHR96
      Membro Novato
      # 24/nov/15 22:24


      Boa noite, pessoal!

      Fiz um review detalhado do Amplificador Valvulado Mr. Brownstone 50w da T. Miranda pedais e amplificadores.
      É uma versão com upgrades do famoso Marshall Slash JCM 2550 Silver Jubilee. No vídeo eu mostro vários sons, os 3 modos Clean / Crunch / Lead, saída de gravação, loop de efeitos e o boost de volume.

      Espero que gostem!



      Del-Rei
      Veterano
      # 25/nov/15 01:53
      · votar


      JuninhoCHR96
      Maneiro, cara.
      Já tinha visto esse review. Parabéns pelo detalhamento, ficou ótimo.

      Esse amp deve ser uma máquina mesmo.
      Que timbre foda, parece mesmo entregar o que promete.
      Valeu!!

      Um aceno de longe!!!

      rafael_cpu
      Veterano
      # 28/nov/15 11:10
      · votar


      JuninhoCHR96

      Review legal, cara.
      Parabéns!

      T+

      JuninhoCHR96
      Membro Novato
      # 04/dez/15 17:02
      · votar


      Valeu galera!

      Ramsay
      Veterano
      # 05/dez/15 00:37
      · votar


      Independente da qualidade do produto, parece que os produtos do T.Miranda andam em baixa aqui no fórum.
      Apenas 3 respostas em 11 dias comprova o que eu falei.

      Quanto ao amp parece ser bom, mas, não sei ao certo pq não tive saco pra assistir a quase 22 minutos de vídeo.

      tmiranda1972
      Veterano
      # 27/dez/15 19:18
      · votar


      procuramos detalhar tudo.
      Abraço e feliz 2016!

      tmiranda1972
      Veterano
      # 05/mai/16 12:47
      · votar


      Videozinho novo.

      krixzy
      Veterano
      # 06/mai/16 10:40
      · votar


      O som desses amps me parece muito bom, mas não gosto desse acabamento externo, nunca vi um pessoalmente, mas em videos e fotos, me parece um produto muito mal acabado por fora, passa a impressão de ser frágil, não passa muita segurança, não sei exatamente qual intenção ou motivo dessa aparência externa, se é baratear ou realmente tem quem goste não sei.

      Uma dica que deixo aqui, é EQ independente pra cada canal, esse lance de compartilhar EQ é um pé no saco, ainda mais num amp de 50w. São alguns detalhes que fazem a diferença na hora de gastar o suado dinheiro...

      Espero que não levem meu comentário pro lado negativo, apenas deixo aqui as impressões de um consumidor, que pode ser útil nos próximos projetos.

      Agora só por curiosidade quanto esta custando esse amp? No site não tem preços, outra coisa que não entendo...

      m666
      Membro Novato
      # 06/mai/16 11:01
      · votar


      Esses amps Tmiranda sao feios que doi... tem bom som mas que acabamento terrivel.
      esses 3 botoes formando uma especie de triangulo chega a ser bizarro.

      Del-Rei
      Veterano
      # 06/mai/16 13:14 · Editado por: Del-Rei
      · votar


      tmiranda1972
      Que sonzeira, heim cara!
      Esse teu amp tá com um timbre foda demais!!

      krixzy
      m666
      Particularmente, acho esses microheads (tanto do TMiranda quanto do Pedrone) tranquilos. Não diria lindos...

      Entendo o ponto da EQ independente pra cada canal, mas aí temos que levar em conta que a ideia dos microheads é justamente ser micro. Colocar mais 3 ou 4 knobs ali teria que aumentar consideravelmente o tamanho geral...
      Aí é questão da proposta do amp.
      Se começar a ficar robusto perde a proposta inicial.

      Cada guitarrista tem uma necessidade.
      Eu não uso clean.
      Pra mim, poderia ter apenas 1 canal, no estilo JCM800 com um pouco mais de ganho. Mas parece carma, rs... Todos os amps que gosto sempre vem com 2 canais (JCM e Plexi), rs.

      E sinceramente, acho que todos os amps com mais de um canal deveria ter um Master geral, que atuasse em todos canais. No meio do show você resolve dar um grau no volume, e tem que aumentar igualmente todos os canais separados... Aí você vai com todo cuidado, movendo cirurgicamente igual todos os Volumes, e um fica alto pra caralho e o outro continua baixo... No meio do show, rs....

      E na minha opinião, quem faz shows com frequência acaba sentindo a necessidade de equipamentos portáteis/leves. A não ser que tenha roadie... Tem vezes que passo a semana inteira com dores no ombro e braços de tanto carregar equipamento.

      esses 3 botoes formando uma especie de triangulo chega a ser bizarro.

      É, bonito não é mesmo. E nesses de baixo eu às vezes tenho que olhar bem perto pra saber qual knob faz o quê, porque a legenda é pequena e circular.

      Sobre o TMiranda, confesso que o que me atrapalha é o foot... Não tem led e as chaves são extremamente próximas. Em shows, várias vezes piso sem querer em 2 chaves ao mesmo tempo, e me enrolo todo pra consertar... Sem led é complicado.

      Não diria que o amp é frágil como o krixzy comentou, mas acho esses potenciômetros bem "maleáveis". Segundo o próprio Tavio, são industriais. Acho que um potenciômetro mais firme cairia bem. Pelo menos daria mais impressão de robustez.

      Um aceno de longe!!!

      krixzy
      Veterano
      # 06/mai/16 13:21 · Editado por: krixzy
      · votar


      Del-Rei
      Colocar mais 3 ou 4 knobs ali teria que aumentar consideravelmente o tamanho geral...

      Cara, nem tanto, já temos nacionais oferecendo mais recursos sem deixar de ser micro, e mais bonito também, queria saber os preços dos TMiranda pra ter uma comparação de custo beneficio, se saírem mais barato, se torna mais interessante...

      Del-Rei
      Veterano
      # 06/mai/16 13:23 · Editado por: Del-Rei
      · votar


      krixzy
      Cara, nem tanto, já temos nacionais oferecendo mais recursos sem deixar de ser micro, e mais bonito também.

      Acho bem útil as EQ independentes pra cada canal pra quem usa os dois canais. Realmente nunca vi um microhead assim.
      Qual marca tem feito isso?

      queria saber os preços dos TMiranda pra ter uma comparação de custo beneficio, se saírem mais barato, se torna mais interessante...

      É, antigamente tinham os preços no site... Ele retirou, não sei porque... Acho bem mais prático ver o preço no site do que ter que mandar email. E ainda tem o botão "Comprar" no site, mas não tem preço....

      Um aceno de longe!!!

      krixzy
      Veterano
      # 06/mai/16 13:30
      · votar


      Del-Rei
      http://www.solloamps.com.br/

      Del-Rei
      Veterano
      # 06/mai/16 13:55 · Editado por: Del-Rei
      · votar


      krixzy
      Sim!
      Tem razão, esqueci deles e, curiosamente, inclusive já havia entrado em contato com eles há umas semanas pra testar um dos amps! Rsrs

      Cara, vou te falar... Estou muito curioso sobre esse amp. Meu estilo é mais pra praia Marshall, e um knob Presence faz diferença na timbragem.
      Essa redução de potência deles é bem interessante pra gravações caseiras!

      Detalhe: O site da Sollo, na minha opinião, é de longe o mais bem produzido dessa galera nacional.

      Um aceno de longe!!!

      krixzy
      Veterano
      # 06/mai/16 16:09
      · votar


      Del-Rei
      O site da Sollo, na minha opinião, é de longe o mais bem produzido dessa galera nacional.

      Verdade!

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # 07/mai/16 11:37
      · votar


      Del-Rei
      Acho bem útil as EQ independentes pra cada canal pra quem usa os dois canais. Realmente nunca vi um microhead assim.
      Qual marca tem feito isso?


      Fora dos nacionais tem esses:

      Mini Rectier
      http://www.mesaboogie.com/amplifiers/electric/rectifier-series/mini-re ctifier-twenty-five/index.html

      Mark V 25
      http://mesaboogie.com/amplifiers/electric/mark-series/mark-five-25/ind ex.html

      TA 15
      http://www.mesaboogie.com/amplifiers/electric/transatlantic-series/tra nsatlantic-ta-15/index.html

      Apesar de não serem tãããão pequenos assim. Menos o TA 15, vi num vídeo uma vez e achei bem portátil.

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # 07/mai/16 11:37
      · votar


      Del-Rei
      Acho bem útil as EQ independentes pra cada canal pra quem usa os dois canais. Realmente nunca vi um microhead assim.
      Qual marca tem feito isso?


      Fora dos nacionais tem esses:

      Mini Rectier
      http://www.mesaboogie.com/amplifiers/electric/rectifier-series/mini-re ctifier-twenty-five/index.html

      Mark V 25
      http://mesaboogie.com/amplifiers/electric/mark-series/mark-five-25/ind ex.html

      TA 15
      http://www.mesaboogie.com/amplifiers/electric/transatlantic-series/tra nsatlantic-ta-15/index.html

      Apesar de não serem tãããão pequenos assim. Menos o TA 15, vi num vídeo uma vez e achei bem portátil.

      Del-Rei
      Veterano
      # 07/mai/16 13:25
      · votar


      GuitarristaDoNickEstranho
      Sim, eu tive o Mark V:25 - E acho que foi o amp com recursos mais úteis pra mim. Eu só achei que faltou um boost nele (que logo depois saiu no V:35 - mas já começou a não ser tão microhead assim). A EQ extra dele eu acabava usando pra solos. Fantástico. Mas acabei vendendo porque minha praia é Marshall, rs...

      A Mesa Boogie faz amps realmente com muitos recursos bons!

      Mas aí os preços já sobem bem, se comparados aos nacionais.

      Um aceno de longe!!!

      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # 17/mai/16 21:53
      · votar


      Del-Rei
      Mas aí os preços já sobem bem, se comparados aos nacionais.


      Vertiginosamente...

      Del-Rei
      Veterano
      # 02/set/16 01:02
      · votar


      Fazendo uns testes rápidos com o IsoCab da Rox Stage e o Mr. Brownstone...
      Saco zero de masterizações e essas paradas, então é cruzão mesmo.



      Um aceno de longe!!!

      Del-Rei
      Veterano
      # 09/dez/16 20:57
      · votar


      Opa... Mais um som... Garimpando uns timbres....
      Um projeto de uma música da minha banda.

      Só guitarra, sem bateria.



      Um aceno de longe!!!

      rhoadsvsvai
      Veterano
      # 10/dez/16 00:26
      · votar


      JuninhoCHR96
      Não duvido da qualidade desses amps, mas tenho uma curiosidade, o som desses reviews passa por algum tipo de processamento? eq, compressão, etc?
      Ou é o som cru, cruzão, amplificador>microfone>interface>daw>render ?
      por que eu nunca consegui fazer o som cru ficar do meu agrado com microfone, ja tentei tudo quanto é posição, e tenho um bom amplificador que me agrada muito vox ac15, ja falei muito disso em outros topicos.

      Ismah
      Veterano
      # 10/dez/16 01:53
      · votar


      rhoadsvsvai

      Se me permite, poderia detalhar EXATAMENTE que microfonação está usando?

      rhoadsvsvai
      Veterano
      # 10/dez/16 04:26
      · votar


      Ismah
      ja tentei sm57 de tudo que é jeito, borda, centro, cone, lado direito, lado esquerdo, diagonal, com o amp no chão, com o amp no suporte, até tentar trancar em uma especie de corredor pra fazer um efeito de armario* eu ja tentei......

      o outro mic bom que eu tenho é um condensador rodent2a, que foi o som que eu achei "menos pior", apontado na diagonal pro centro e pro cone.

      com um processamento maneiro eu cheguei num som que gostei muito, mas o som puro que o microfone capta não gostei não... 90% das minhas gravações uso amplitube, mesmo quando quero soms que tão na área do timbre do vox.

      Ismah
      Veterano
      # 11/dez/16 10:23
      · votar


      Bem, primeiro vamos lá... Posicionamento e microfonação são artes particulares, sim é verdade.

      PORÉM, qual sua referência para o timbre?
      Eu concordo com o Lisciel quando ele diz que o som de um simulador, não pode ser melhor que do amp real, e sim, apenas igual - afinal é um simulador daquela coisa! Mas deixemos isso pra outro momento.

      Sem papas na língua, creio que como para todos nós, seja o som de um disco, ou de um músico específico.

      Bem... Aqui já temos diversos detalhes que é bem difícil de se copiar. Outra coisa, é que buscamos timbre pela referência, mas nos esquecemos de algumas coisas:

      - o timbre do disco, NÃO é o timbre do amp, é o timbre captado do amp, e possívelmente manipulado para soar bem na mix
      - normalmente se leva 2/3 a 3/4 do tempo passando som, e o resto gravando, logo não é de primeira
      - pode-se usar diversos microfones, e misturar aquilo tudo, o que torna a coisa difícil de imitar
      - pode-se ter tido uma captação com QUALQUER mic*, e o SM57 é apenas uma opção - na gringa talvez uma primeira
      - CABOS escondem um trunfo grande, nós aqui ainda vivemos tempos negros nas fábricas nacionais
      - O som de um instrumento solado é bem 'estranho', mas no contexto da música esse timbre faz sentido, e o músico que consegue isso é algo raro de se achar**
      - O som de um instrumento, principalmente que não gostamos de tocar alto, como guitarra, envolve também o som da sala
      - O som que teu ouvido, a uns metros longe do amp, contém a soma das reflexões do ambiente, que o mic não capta geralmente

      * Bem pessoalmente não sou tão fã do som do SM57
      ** Eu mudei meu modo de timbrar por causa disso, e passei a timbrar partindo do som que o microfone "escuta".

      Pra (tentar) te ajudar:

      - Esqueça off-axis, sempre abrirá um rombo no timbre, e a menos que tu queira isso - um timbre like a Randy Rhoads por exempo - é um bem difícil de se acertar em tal técnica com um mic só. Acho ela válida para "uma segunda opinião", para melhorar a resposta de um outro on-axis, que TENDE a ser com médios em demasia.

      - Faça as regulagens do amp ao menos a 1m de distância, 2m se possível.
      - Uma coisa que provavelmente vai notar é uma possível falta de graves - não excesso de agudos, e discernir isso é difícil. Tem a ver com a distância, onde o SPL baixa, e os extremos começam a desaparecer, o roll off de guitarra é mais suave nos agudos, então quase não se nota. Enfim é outro tema.

      - Comece apontando no meio do cone, a umas 2 polegadas/5cm do tecido.
      - Passe a ouvir o som captado, e a corrigir no eq do amp o que falta***. Feito isso faça o ajuste fino, colocando o mic 1cm para os lados, ou para mais perto/longe

      - Pessoalmente eu marcaria o "sweet spot" com fita, e usaria medidas "humanas" (um dedo, dois dedos, 3 dedos...) para definir a distância do mic em relação ao ortofônico. Tudo para facilitar a vida.

      *** Dominar re-amp aqui é uma mão na roda, mas se tiver um PEDAL DE LOOP, é tranquilo de fazer

      rhoadsvsvai
      Veterano
      # 11/dez/16 16:40 · Editado por: rhoadsvsvai
      · votar


      Ismah
      Obrigado pela prestatividade das informações, mas da maioria delas eu já tinha consciência, eu uso muito o timbre de outros guitarristas como referencia quando vou timbrar com simulador, pois no simulador tenho varias opções, mas quando eu vou timbrar no meu amp eu sei que é impossivel tirar um som de outro amp com o amp que tenho (que mergulha numa praia bem particular), então eu só tento tirar com o microfone o timbre mais proximo ao timbre que me satisfaz saindo do meu proprio amp.

      o problema não é nem em relação a equalização, é o ganho-punch, parece que o som sempre sai com um nivel de ganho diferente quando é captado no microfone, descaracterizando totalmente, é dificil de explicar. sem mostrar:

      Strato fender custom shop>fuzz tone efx> vox 647wha>catalinbread dirty little secret (regulado como um marshall super bass) >vox ac 15 canal normal, com o tone cut desligado, e todo o resto no meio praticamente>rode nt2 com a capsula angulada entre o meio do falante e o cone> presonus 1818vsl.

      Som não processado
      Mesmo som processado

      o som normal que eu ouço é maravilhoso, mas da pra perceber, no audio não processado, que apesar do excesso de graves o timbre não tem aquele punch alem de ficar "magrinho" com menos ganho apesar de grave.
      e esse excesso de grave mesmo com o tonecut desligado e o microfone apontado pro meio....

      no processamento eu usei eq parametrico, scheps, com um aditivo modesto nos agudos, um vca2a bem de leve, e o slate tapes pra dar um pouquinho mais de saturação no timbre, me soa muito melhor.

      muitas vezes quando vou gravar um video tocando guitarra, e gravo o audio em linha pra depois tirar o audio da camera, o audio da camera, ou do celular, parece mais fiel ao nivel de ganho que tinha, apesar de soar com muita ambiencia e distorção de clipagem... bem estranho.

      Ismah
      Veterano
      # 11/dez/16 19:06 · Editado por: Ismah
      · votar


      Não estava te subjugando, mas apenas pontuando coisas, que possam passar despercebidas.

      Normalmente, deixas o amp onde?

      Essa característica de falta de punch, pode ser o off-axis, criando um scoop na região de médio-grave - é bem característico desse posicionamento. Eu tentaria mudar o ângulo, mas (não é gosto pessoal) tentaria captar on-axis mesmo.

      Ainda nessas, estou preparando um material sobre, mas falta tempo pra trabalhar nisso. O que sugiro que faça é um re-amp com pink noise e um analisador de espectro, e vá variando o ângulo do mic, e conferindo onde que está esse scoop.

      Creio que seja popular entre os Marshall que não tem o scoop como nos da Fender e isso TENDE a embolar com o baixo...

      Há também uns detalhes, Vox, tradicional com EL84 de power, não é muito bom pra render graves.
      Como também, fuzz tem tendência a um timbre mais mid-scooped.

      rhoadsvsvai
      Veterano
      # 11/dez/16 23:38 · Editado por: rhoadsvsvai
      · votar


      Ismah
      eu não entendi em nenhum momento q vc estava me subjugando, sei que vc ta tentando me ajudar, e aprecio muito a ajuda.

      ultimamente tou usando ele no suporte mesmo

      eu vou tentar microfonar on axis e ver o que sai.

      Ismah
      Veterano
      # 12/dez/16 06:02
      · votar


      Perfeitamente, mas nem todos tem visto bem minhas colocações, então melhor prevenir que perder o amigo.

      Outra coisa... Tu tem um AC15, e PODE estar tendo como referência o AC30...
      O nome parecido pra mim é migué... É sim derivado um projeto do outro, mas é só...

      A 2x12, e as 4 válvulas do AC30, dão um som diferenciado das 2 EL84 de saída e 1x12" do AC15...

      As EL84 não são muito boas pra reproduzir graves, o timbre é naturalmente mais médio-agudo, e virou assinatura dos Vox.
      Fator de amortecimento, mexe totalmente com os graves, e o "punch" consequentemente depende das baixas frequências.

      Se puder, teste uma gravina com AC30, só pra ver o que rola...

      E na moral, sem querer mandar na sua vida, e sem querer desprezar seu equipamento, eu não me recordo de nenhum artista, que tenha usado 1x12". Claro que deve haver mas é bem raro...

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 12/dez/16 08:10
      · votar


      Achei sacanagem os caras comparando um amp nacional handmade com outros importados que custam mais que o dobro. Um MarkV 25w custa 8k usado, um Alien evolution 100w custa uns 4k novo

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a T. Miranda Mr. Brownstone - Review Oficial

      303.508 tópicos 7.854.036 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital