Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      【FIXO】 Dicas para quem quer comprar amplificadores de guitarras.

      Autor Mensagem
      Ismah
      Veterano
      # 22/nov/17 03:21
      · votar


      Pq um é mais "distorcido" que o outro?
      Porque um tem mais ganho que o outro rs

      Vox AC30 tem um canal "normal" e um "top boost", cada um com volumes diferentes (fora o master volume à parte)

      Essa é relativa... Podem ser canais com impedância diferente - e isso se reflete em uma resposta diferente na questão das frequências mais altas e/ou volume geral. As vezes, é a questão do ganho... Tem de tudo que é jeito na real...

      Era algo comum em amps dos anos 60/70, provavelmente por uma questão de falta de linearidade no que seria plugado, já que o Bassman 4x10", era usado com guitarra, mic de cristal da gaita blues, voz, baixo, órgão... Cada qual diferente entre si... Aí se abriam leques de opções para um melhor resultado...

      Pra acionar o drive deve se passar do normal para o top boost?

      TRADICIONALMENTE amp não tem drive e clean, isso é mais uma viadagem dos anos 80/90... Nego se virava no volume do instrumento, ou usava mais de um amp e chaveava entre eles. Só que realmente não lembro de uma banda, usando clean e drive numa mesma musica na época do AC30, até as baladas hard rock nos anos 80. Se existia era algo mais sutil, para um solo talvez... E eu gosto de muita banda americana dos anos 60/70.

      Respondendo então a sua pergunta, é uma opção, mas não é obrigatório... Eu tenho um esquema parecido para usar meu Duovox 100B (cópia Fender Bassman 100)...
      No AC30 tem o esquema de jumpear os canais, para mais drive. Coisa que ficou famosa com os Marshalls Plexi...

      O canal normal não satura? Se satura, qual a diferença?
      Satura, mas vai dar treta, porque é alto o negócio... E é diferente por tudo que foi dito antes...

      Desculpem pela pergunta idiota, mas não consegui entender isso na busca.

      Sem síndrome de cachorro molhado, não há pergunta idiota, há o medo de ser zoado, que se converte em medo de perguntar. :)

      Ismah
      Veterano
      # 22/nov/17 03:34
      · votar


      LeandroP
      auto-falante

      ALTO-falante, pois ele " fala " ALTO, seria AUTO-falante se ele " falasse " sozinho.

      o sinal tem força suficiente pra impulsionar um auto-falante maior, dentro de uma caixa

      Só complementando... Não é questão de tamanho de AF, nem onde ele está, mas de potência mesmo - no sentido de "capacidade de realizar um trabalho" mesmo, no caso movimentar o conjunto. O sinal que sai do instrumento, tem pouca energia, e a resistência mecânica que o conjunto tem, acaba inibindo o movimento. Com equipamento muito bom, dá para medir a variação de miliWatts sobre o AF...

      Quando um amplificador possui dois ou mais canais, podemos entender que ele possui dois ou mais pré-amplificadores, são circuitos desenhados pra oferecer timbres diferentes dentro de um mesmo amplificador.

      Não necessariamente, pois não há um consenso sobre vários nomes, em praticamente qualquer equipamento, principalmente se for um que parou no tempo como os amps de guitarra... Volume, channel, gabinete/cab, lead, crunch, dirty, plexi, presence, bottom, depth, bright, etc... São termos que não tem exatamente uma unanimidade sobre o que eles controlam...

      Daniel 1997
      Veterano
      # 22/nov/17 03:43
      · votar


      LeandroP
      Ismah
      Poxa, valeu mesmo! Chega deu uma clareada...
      Mas quando se aciona um pedal de boost (por exemplo, um SD1) o "estímulo" à saturação ocorre nas válvulas do pré ou do power?

      LeandroP
      Moderador
      # 22/nov/17 03:54
      · votar


      Daniel 1997

      Depende de onde você insere o pedal na cadeia. Se for direto na entrada do ampli, ele satura a válvula de pré e de potência. Se for ligado no loop, após o pré-amplificador, satura a valvula de potência.

      Ismah
      auto-falante

      ALTO-falante, pois ele " fala " ALTO, seria AUTO-falante se ele " falasse " sozinho.


      Tá certo! Auto-falante sou eu quando eu bebo rsrs
      Foda é eu escrever mais de uma vez ainda rsrs


      Não necessariamente, pois não há um consenso sobre vários nomes,


      Aí a gente vai discutir semântica. Meu objetivo foi ser simples. Depois, certamente ele vai descobrir outros termos e nomenclaturas. Pedaleira, por exemplo, não deixa de ser um pré-amplificador, mas dependendo do contexto eu prefiro chamar de processador de efeitos.
      Mas no fundo o importante é o que importa :p

      Daniel 1997
      Veterano
      # 22/nov/17 04:07
      · votar


      LeandroP
      Entendi. Obrigado!
      Mas se eu usar um pedal de drive um pouco mais pesado, vai estragar a distorção do amp?
      Exemplo utilizando o mesmo AC30: o drive do amp saturado é bem bacana e tal, mas eu preciso, pra certas músicas, de um pouco mais de ganho que o amp apenas saturando as válvulas pode oferecer, por isso uso um pedal com o knob de ganho um pouco alto, e não apenas com volume, como é de costume fazer nos boosters para amps valvulados. Isso vai "estragar" a distorção natural do AC30, já que vai "misturar" com outra?

      Ismah
      Veterano
      # 22/nov/17 04:33 · Editado por: Ismah
      · votar


      Daniel 1997

      Sua questão é mais complexa do que tu aparentemente está imaginando, porque posso ter um jogo de amplificação seguida de atenuação, que é infinito.
      Mas primordialmente, não existe nada de diferente no funcionamento básico de um SS para um valvulado. Então suas perguntas talvez sejam melhor respondidas, usando um valvulado. Pode ligar em todas as ordens, só não mexa no conexão de AF's, pois pode queimar o amp.

      Mas se eu usar um pedal de drive um pouco mais pesado, vai estragar a distorção do amp?

      Tudo que tu insere numa cadeia de sinal, é pra mudar alguma coisa, se não faz sentido, não?
      Então, isso quer dizer que o som vai MUDAR, se estragou ou melhorou, é tu quem deve me dizer. Agora, eu não ligaria um MetalZone pensando em tocar metal extremo, num AC30... São propostas diferentes, e o AC30 é um amp com muita personalidade...

      Só iria "misturar" se tu dividir o sinal da guitarra, e inserisse esses dois sinais um no pedal e no amp pelo loop e o outro pelo input do amp... mas ainda assim eles, um interfere no outro...
      Essa ligação não é usual, normalmente um está em série com o outro, e funciona fantásticamente bem, e cada um, trazer resultados diferentes...

      LeandroP
      Depende de onde você insere o pedal na cadeia. Se for direto na entrada do ampli, ele satura a válvula de pré e de potência. Se for ligado no loop, após o pré-amplificador, satura a valvula de potência.

      Não se atenuar o sinal que entra em um ponto...

      Aí a gente vai discutir semântica. Meu objetivo foi ser simples.

      Justamente por isso TE escrevi, pois tem que tomar cuidado com esses termos... O meu amp tem 4 entradas, mas só dois pré-amps e era vendido como 4 canais... O Plexi 59 tem 4 entradas, mas um pré-amp apenas, e buffers de entrada e ganho (volume I e II) individuais, e era vendido como de 1 canal... O Mesa Dual Rect, tem 6 canais, 2 prés e uma entrada apenas...

      Pode ser interessante PARA AMBOS

      https://www.premierguitar.com/articles/21031-boom-boxes-5-amps-that-de fine-the-music-we-hearand-the-gear-we-play?page=1

      Daniel 1997
      Veterano
      # 23/nov/17 01:29
      · votar


      Ismah
      Não um metal zone... mas um distortion comum, tipo o Pro Co Rat, o DS1, ou até um TS9/SD1 com o ganho um pouco alto. O que eu quero saber na verdade é se um amp que não tenha uma distorção própria com muito ganho pode chegar a ter mais ganho com a ajuda de pedais de distortion sem ferrar o timbre.
      To de olho no AC15, mas quero saber se com uns pedais ele consegue tirar um rock mais pesado quando eu precisar. O ideal pra mim acho que seria um Marshall, mas o modelo de msm nível seria o DSL15c, e eu não gostei nem um pouco do canal sujo dele olhando vídeos no youtube.

      Ismah
      Veterano
      # 23/nov/17 02:52 · Editado por: Ismah
      · votar


      Eu não consigo pensar em alguém tirando "um rock mais pesado" de um Vox... O troço tem som de Vox poxa! Hehehe
      Pra mim soa datado o Vox, como rock dos anos 60, tem muito médio, nada de grave, sem muito ganho... É uma vibe bem, bem, BEM específica mesmo, na minha opinião.
      Não quer dizer que não dê para tocar, mas fica deslocado... Tipo varrer com um galho de árvore, saca?
      Eu tenho uma cópia de Fender e toco direto Black Sabbath com uma cópia do fuzz face, Pantera com uma cópia de Metal Zone, Vixen com uma cópia de OCD...

      O que eu quero saber na verdade é se um amp que não tenha uma distorção própria com muito ganho pode chegar a ter mais ganho com a ajuda de pedais de distortion sem ferrar o timbre.

      Novamente, se for pra deixar igual, não coloque nada... Se colocar, vai ficar diferente, se melhor ou pior, é tu quem deve me dizer...

      Agora, eu não compreendo, porque tu QUER de fato inserir mais distorção vinda do pedal, sendo que o boost limpo, por conceito já faz isso?
      Quero dizer, o boost, já trás mais distorção... Porque ainda queres clipping?

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 23/nov/17 08:16
      · votar


      Daniel 1997
      Dica: faça o inverso
      Use o drive do amp pra empurrar o drive de um pedal no loop, ou até mesmo o pedal sozinho no loop. A idéia é descaracterizar o amp, pois como o Ismah diz, o Vox tem som de Vox, é um timbre muito específico. Um esquema que eu fiz bastante com esse intuito é usar um EQ no loop, funciona legal também, mas no caso do Vox pode faltar ganho, então é melhor pratir pra um OD ou DS

      LeandroP
      Moderador
      # 23/nov/17 10:03
      · votar


      Ismah

      Eu não consigo pensar em alguém tirando "um rock mais pesado" de um Vox...

      Precisa ouvir Queen


      https://www.youtube.com/watch?v=g2N0TkfrQhY

      Daniel 1997
      Veterano
      # 23/nov/17 10:19
      · votar


      Ismah
      Agora, eu não compreendo, porque tu QUER de fato inserir mais distorção vinda do pedal, sendo que o boost limpo, por conceito já faz isso?
      Quero dizer, o boost, já trás mais distorção... Porque ainda queres clipping?

      Isso é minha mentalidade de SS que ainda não consegui me livrar haha
      Mais volume em amp valvulado necessariamente quer dizer mais ganho, não é?
      Mas e o canal limpo? Um pedal de distortion não trabalharia bem por lá?

      Eu tenho uma cópia de Fender
      Qual seria o Fender "concorrente" desses dois amps que citei? Dei uma olhada no Blues Junior, mas o fato de só ter 1 canal me desanimou um pouco. Os outros Hot Rod não sei... Ou mesmo um Marshall que não o DSL?

      acabaramosnicks
      Boa! Entendi. Agora um problema é que o AC15 não possui loop.

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 23/nov/17 11:01
      · votar


      Daniel 1997
      Se vc tá disposto a pagar 4 pau num fender blues junior, dá uma olhada nos handmade nacionais também. Eu tenho um Alien, já é meu segundo, muito bom. Algumas marcas de amp handmade nacional boas: Acedo (mais puxado pro blues e rock clássico, plexi e fender), Alien (lembra marshall e soldano), Pedrone (marshall, soldano, mesa), TMiranda (dumble, marshall, soldano, randall). Acredito que todos eles tenham opções que cabem em um orçamento de 4k.

      Daniel 1997
      Veterano
      # 24/nov/17 01:19
      · votar


      acabaramosnicks
      Na verdade seria pra comprar nos EUA. O Blues Jr, por exemplo, sai a 2k.

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 24/nov/17 08:16
      · votar


      Daniel 1997
      Sendo assim, compre um Fender BassBreaker. Tem o de 7w pra quem não pode abrir muito o volume e o de 15w pra quem abre mais.

      Kallau
      Veterano
      # 24/nov/17 11:26
      · votar


      Qual o preço justo pra um cabeçote do Tremendão T1 (primeira versão, cópia do Vibroverb), conservado e sem necessidade de reparos?

      Junior Van Halen
      Membro Novato
      # 24/nov/17 16:56
      · votar


      Olá, amigos do fórum.

      Alguém tá com dificuldade de achar a linha Fender Frontman ou os Hiwatts novos?

      Só consigo achar usados.

      Comprei um Borne Vorax 12100, o amp até que tem um clean bacana, mas o drive dele é horrível. Não tem send/return pra me oferecer mais opções de timbres, tipo simulações de amps da minha pedaleira.

      Na verdade são dois amps que conheço com ótimo timbre clean, já que toco bastante Rock Brasil, Blues , Rock Classic. Nada muito Heavy. No máximo um Guns.

      Por isso minha saga por amps de boa potência (65/80/100w), já que toco muito ao vivo, com um drive decente do próprio amp e um clean maravilhoso com função SEND/RETURN já que uso todos os efeitos na minha pedaleira.
      Vi até uns fenders champion, mas com efeitos embutidos que, não usarei, alem de encarecer o produto. Tava pensando em gastar até a faixa de uns 2000/2500.
      Se alguém puder me orientar, agradeço.

      GabriaTzzz
      Membro Novato
      # 27/nov/17 20:44
      · votar


      Galera qual a diferença do volume master vs o volume dos canais ? Alguem poderia explicar ? Li em alguns fóruns gringos que da pra saturar o pré abrindo mais um do que outro... tipo pra baixo volumes como deveria usar ? E amps sem Master como São ? Vantagens ? Nunca vi o posso falar sobre isso por aqui no fórum.

      Zenir
      Membro Novato
      # 03/dez/17 16:40 · Editado por: Zenir
      · votar


      GabriaTzzz

      São estágios, um atua no pré amplificador "volume, level talvez gain", o outro, na potencia, power, geralmente "master volume". Mas tem amps de todo tipo.... o meu só tem um volume e um knob tone... uns tem dois prés, dois ganhos/volumes e um master, outros um pré.... cada caso um caso... esse negócio de vantagem e desvantagem, não existe, existe o que vc quer de som... o que casa com sua expectativa... Bati cabeça, mas hoje me viro bem com meu ampzinho de estudo com um volume e um tone, o champion600 da fender só te dá um volume, nem tone tem... tudo é relativo. Saturar, pode se saturar o pré ou o power... de várias maneiras... são muitas possibilidades.

      Guilherme SX
      Membro Novato
      # 06/dez/17 17:42
      · votar


      Boa tarde a todos, venho aqui pedir ajuda na escolha de um amplificador.
      Pretendo usar apenas para Estudos pois comprei minha 1ª guitarra recentemente (uma Condor RX20S). Quero principalmente para rock (Pink floyd, Oasis, Beatles, arctic monkeys, red hot chili peppers) e claro, aprender a tocar e conhecer o instrumento.
      Já li um pouco a respeito, sobre algumas marcas sò que como não sei muita coisa sobre o assunto fica dificil filtrar todas essas informações e fazer a escolha mais adequada.
      Quanto a faixa de preço não pretendia gastar muito (aprox RS$ 300-500), penso em pegar um usado inclusive se encontrar.

      Andras
      Veterano
      # 06/dez/17 18:43
      · votar


      Guilherme SX

      Boa tarde a todos, venho aqui pedir ajuda na escolha de um amplificador.

      Foca em escolher um amplificador com um clean legal, pois nessa faixa de preço, em geral, as distorções "embutidas" são fracas. Vais precisar de um pedal de distorção externo, mas por 100 mangos consegue um.

      O ideal também seria um amplificador com falante de 12 polegadas, que combinam melhor com guitarras. Se não for possível, 10, senão 8. Menos que 8 não é recomendado.

      Se possível, com reverb, pro som da tua guitarra não ficar "seco". Mas nesse preço provavelmente não consiga.

      Uma sugestão com essas caracteristicas seria o Crate GX15R.

      leonardobarcelos
      Veterano
      # 07/dez/17 02:18
      · votar


      Fala galera!

      Partindo do princípio que não tenho amp e que estou precisando de um bom amp para estudo, cheguei até o fender 212r - que inclusive já utilizei em um estúdio e gostei muito, principalmente do seu som clean - porém na faixa de preço do 212r da pra achar alguns valvulados. Confesso que nao tenho conhecimento pra julgar se estes valvulados de baixo custo são tão bons, mas pelo que vi são com saídas baixas (o que não afetaria minha intenção, pois será utilizado em casa). A minha dúvida é se vale mesmo a pena comprar um destes pelo de fato se serem valvulados ou se o fender continua sendo uma boa opção nesta faixa de preço, melhor dizendo, tem como achar um bom amp valvulado, mesmo sendo de baixa potência, na faixa de 1500,00~2000,00?

      Obs.: estou pesquisando especificamente amps usados e não sei se com o decorrer dos anos os valvulados “sofrem” mais que os SS gerando mais manutenção e mais gastos.

      Obs.2: não estou pesquisando amps híbridos.

      Obs.3: tenho em meu set de pedais dois overdrives (TS9 e OCD), o que não seria problema com o fender, pois não pretendo utilizar o drive dele, a não ser que eu julgasse que casou bem com algum dos pedais.

      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # 07/dez/17 09:06
      · votar


      leonardobarcelos
      estou precisando de um bom amp para estudo
      Fender 212R NÃO é para estudo. É para palco... E médio/grande...
      Amp de estudo tem entre 5 e 20WRMS e falantezinho de 8pol. geralmente SS.
      Afinal, você quer um amp pra que? Estudar em casa ou tocar em shows?
      Abç

      leonardobarcelos
      Veterano
      # 07/dez/17 09:39
      · votar


      Mauricio Luiz Bertola

      Grande Bertola, primeiramente obrigado pela resposta.
      O foco seria estudo em casa mesmo, mas pode ocorrer de precisar tocar em algum local e precisar levar o amp, por este motivo já quero ter um amp que atenda às duas necessidades. Porém, se for o caso de valer muito a pena um amp valvulado na faixa de preço que passei e que este atenda apenas a necessidade de estudo em casa, então eu sacrificaria essa necessidade de ter um amp com falantes maiores para ter um amp melhor para a finalidade de estudo em casa. Caso não haja um amp valvulado que valha a pena nesta faixa, então iria de fender.

      Você acha que existe um bom amp valvulado nesta faixa, mesmo com falantes menores, que seja tão superior ao 212r a ponto de valer o investimento?

      Mauricio Luiz Bertola
      Veterano
      # 07/dez/17 11:00
      · votar


      leonardobarcelos
      Cara, um dos guitarristas da minha banda tem um T.Miranda, cabeçote de 15WRMS valvulado e uma caixa 1X10.... Tocamos ao "ar livre", em praça pública, e aquele troço é alto pra caramba!!!
      Pega um desses aqui:
      https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-853195140-ampli-de-guitarra-tu be-amps-valvulado--_JM
      https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-935869854-amplificador-valvula do-15w-guitarra-e-auxiliar-high-ended-_JM
      https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-922859891-amplificador-valvula do-epiphone-electar-_JM
      https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-715651409-amplificador-valvula do-baseado-marshall-plexi-18-watts-_JM
      Abç

      lucascarvalhobh
      Membro Novato
      # 08/dez/17 15:22
      · votar


      qual desses amps tem um som clean melhor?

      -Hiwatt Maxwatt G50
      -Hughes & Kettner Attax 80
      -Fender Champion 100 ou 40

      estava de olho em um meteoro MGV30 pelo lance das valvulas, mas desanimei pois tem muitas criticas em relação a durabilidade das peças.

      Guilherme SX
      Membro Novato
      # 08/dez/17 18:10 · Editado por: Guilherme SX
      · votar


      Andras
      Uma sugestão com essas caracteristicas seria o Crate GX15R.

      Agradeço muito pela ajuda!
      Estou com dificuldade de achar esse Crate GX15R para comprar, nem no mercado livre acho um novo. Mudou o modelo ou nome por acaso?
      Achei um Mega GX15R, de um tal de Mega Amp.
      Se nao conseguir achar mesmo, tem outro com um bom som clean tambem, que seja nessa faixa de preço?
      Abçs!

      Klown
      Membro Novato
      # sábado às 18:42 · Editado por: Klown
      · votar


      Fala Galera blz?
      Preciso muito da ajuda de quem realmente entende do assunto mais técnico da coisa.
      procuro um amplificador de até 2 mil, transistorizado, e até 3 mil para valvulado, levando em consideração o custo x benefício, peças, durabilidade. será para palco, também igreja e estudos em casa, quero tirar o máximo da minha guita com ele, pode ser usado tbm. Outra dúvida é, não tenho experiencia com valvulados, mas gosto muito do timbre fantástico deles, mas uma vez um rapaz disse que um ampli de 15 W valvulado em uma caixa 2x 12 fazia um som mais alto que amp. transistor de 50W, isso procede? eu poderia pegar um com uma potencia menor e colocar uma caixa e não perderia qualidade?
      (só não indiquem meteoro, já tive o desprazer de ter problema com eles)
      Obrigado desde já!

      Andras
      Veterano
      # ontem às 21:40
      · votar


      Guilherme SX

      Que mundo triste, foi descontinuado :-(. E pelo visto as lojas não estão mais trabalhando com Crate, apesar de ser uma marca muito reconhecida pelo bom "custo vs benefício".

      Mas ainda encontra usado por ai. Só te recomendaria ai o FW15R da Crate também, é uma versão "maior" do GX, é mais dificil de encontrar mas consegue novo, ou pelo menos, "menos usado".

      Se tu queres novo, nessa faixa de preço, tens 2 opções:

      1. Meteoros e Warm musics da vida com falante de 8 e reverb, mas som em sí pior.

      2. Marshalls MGs e Peaveys Backstage com falantes de 6 e sem reverb, mas som melhor. Apesar de melhores, o som ainda vai estar longe do "Marshall e Peavey" que todos amam.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a 【FIXO】 Dicas para quem quer comprar amplificadores de guitarras.

      303.879 tópicos 7.863.282 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital