Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      【FIXO】 Dicas para quem quer comprar amplificadores de guitarras.

      Autor Mensagem
      Ismah
      Veterano
      # 19/jul/17 20:22
      · votar


      Valvulado com essa função é mais complicado, eu faz tempo que não vejo nada assim.

      É algo mais comum em amps de estudo.

      NeoRamza
      Veterano
      # 25/jul/17 15:20
      · votar


      C.R.Kz
      O Mesa Boogie Mark V 25 tem.

      NeoRamza
      Veterano
      # 25/jul/17 17:49
      · votar


      C.R.Kz
      Se quiser algo menor ainda tem o Blackstar HT-1

      ogner
      Veterano
      # 25/jul/17 18:07
      · votar


      C.R.Kz
      O Buguera V5 tem. Nao gosto, mas tem

      Zenir
      Membro Novato
      # 26/jul/17 00:42 · Editado por: Zenir
      · votar


      Estou com uma dúvida(e uma hipótese), embora não seja o foco do tópico, mas acho que pode ajudar quem for comprar:

      Considerando que watt é uma unidade universal de potência e 1w, matematicamente, não pode ser diferente de 1w, pois são grandezas iguais, porque vivem dizendo que 15 w valvulados falam mais que 15 w transistorizado? Eu tenho aqui minhas hipóteses e acho que é um mito. 15 w é 15 w. Nunca vi 80 km/h de fusca ser menos veloz 80 km/h de Ferrari. Posso estar errado, mas acho muito estranho essa comparação. Afinal, se um amp de 15w fala mais alto pq distorce ao "ultrapassar" sua potência, ao dar a dica para um sujeito que um vox ac15 dá para fazer uma apresentação e um vox pathfinder 15 não, desconsidera-se que o sujeito possa querer um som clean. Acaba por ser uma dica um pouco equivocada, o sujeito vai fazer uma má compra se pensar que consegue um som limpo em volume desejável com um ac15 que não conseguiria com um PF 15(Tive um toque parecido do Ismah sobre essa questão). Não estou aqui falando de qualidade sonora, mas sim de potência e volume. Já vi nego seguir isso e comprar um amp de 7 w valvulado pensando em ter o mesmo que 15 w ss, o que em alguns foruns aqui quando queria comprar meu amp, já vi largamente alardeado. Estou errado?

      Zenir
      Membro Novato
      # 26/jul/17 01:05
      · votar


      Algaba

      Entre esses dois eu iria de Pathfinder(na verdade fui, pois tive um, até hoje só tive amps vox), mas acho que ele é caro pelo que entrega. Vc só achará usado, não fabricam mais, mas ele não é casca de ovo, pode comprar um usado pois tem que ser bem ogro p destruí-lo. Comprei o meu por 750 novo, usei por 3 anos e vendi por 760 em dois dias no ML(saiu de graça os 3 anos que toquei com ele). Ele é procurado e muito bem conceituado na gringa. Mas, acho que hoje pegaria um Borne ou Landscape, talvez. Leve-se em consideração que ele tem um timbre bem peculiar, não é tão versátil, embora tenha um clean formidável. Se quiser tocar um elvis ou beatles, tira-se bem em um pathfinder só plugando a guitarra com um drive e seu trêmulo e reverb embutidos, sem contar que ele é bem amigável com efeitos e pedaleiras, embora não tenha send/return.
      Não pegaria algo com tecnologia digital embarcada, pois a qq defeito, perde-se o amp. Acho um amp tradicional transistorizado é muito mais confiável em termos de durabilidade e resistência que um com componentes digitais, é minha opinião, bem preconceituosa ... kkk

      Como exemplo, ao final, eu pegaria esse:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-866909412-amplificador-caixa-pa ra-guitarra-borne-vorax-1050-50w-com-_JM

      Tem um falante de 10"(o do Vox é 8"), mais potência(com 50w vc faz apresentações de médio porte com alguma tranquilidade), mais versatilidade e o preço de um Ptathfinder 15r usado.

      Zenir
      Membro Novato
      # 26/jul/17 01:28 · Editado por: Zenir
      · votar


      Ismah

      Segunda instância, CUIDADO, o papo dos colegas é bom, mas ninguém deles toca limpo e com volume... Um 15W valvulado, é um rádio de pilha quando limpo... Não se iluda que valvulado é aquela coca toda, temos SS que fazem o serviço, o custo operacional é 1/10 e a qualidade não é diferenciada sem olhar...[i][/i]

      Concordo, não sou tão macaco velho quanto você, mas já percebi que todo mundo tem seus defeitos e não dá para se ter o melhor dos vários mundos(digital, híbridos, valvulado e transistorizado) sem seus malefícios e vícios. Eu troquei meu Pathfinder 15r por um ac4tv, não arrependi, mas não posso dizer que o resultado final do Ac4 seja 3ou 4 vezes melhor que o meu velho pathfinder de guerra, porém, o preço foi, rsrsrsr. Sem contar que com a troca, perdi volume clean, pois o ac4tv é bem nervosinho... rsrsrs... Acho que essa experiência com o valvulado me valeu muito, mas, na verdade o que impera é nossa satisfação ao tocar, a finalidade, o público e o contentamento com o som extraído. Na real, pro que faço, tocar só para meu deleite como um hobby, o ss dava, com o ac4, agora tá dando e sobrando, pois tenho o drive que eu queria, embora tenha perdido clean em bom volume. Ademais, vi um vídeo do Frejat essa semana com um timbre que muito me agradou numa pedaleira Line 6, o Jhon do Pato Fu, também nunca achei que tivesse um timbre que me desagradasse, Hack da Line 6. O grande B.B. King, amp lab series L5; Andy Summers, JC120; ambos amplificadores transistorizados de boa wattagem. Equipamento acho que é apenas um meio, a expressão deve ser o mais importante. Não acho que o Erick Clapton seria menos sem seu equipo... Acho que dizer a um iniciante que transistorizado e pedaleiras são uma droga, que nunca produzirão som decente e que só há o caminho de valvulados é um desserviço em alguns tópicos desse fórum, muitas vezes.

      Zenir
      Membro Novato
      # 26/jul/17 01:47 · Editado por: Zenir
      · votar


      Guilherme_Barros07

      1-Cara, experimentei um desses Bornes esses dias aqui em campinas, na timbres:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-872904833-amplificador-cubo-bor ne-evidence-200-150w-2x12-_JM

      Se eu precisasse de volume hoje, com a sua grana, seria esse amp: bom clean, send return, dois falantes razoáveis de 12", um reverb honesto. Acredito que aceite muito bem pedaizinhos de compressão, distorção e modelação, bem como uma pedaleira honesta(eu sou mais pedais).
      ---------------------------------------------------------------------- ---------------------------
      2-Já esse eu vi o landscape em ação, não deu para ver o setup do cara, era uma bandinha que tocava rock anos 80, o cara não estava passando vergonha:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-692961873-cabecote-e-caixa-land scape-125w-pdt125h-predator-profissiona-_JM

      Não tem send/return, achei isso um pecado...
      ---------------------------------------------------------------------- -------------------------

      Ismah
      Veterano
      # 26/jul/17 03:26
      · votar


      Zenir
      Considerando que watt é uma unidade universal de potência e 1w, matematicamente, não pode ser diferente de 1w, pois são grandezas iguais, porque vivem dizendo que 15 w valvulados falam mais que 15 w transistorizado?

      Eu já expliquei isso umas vezes aqui...
      Basicamente se diz porque é verdade... Um valvulado de 15W é mais alto que um SS de 15W...

      Mas o valvulado rouba...! Potência pelas normas da AES, é medida injetando 1kHz , em nível de sinal para qual o power foi projetado - isso é definido matemáticamente ou aferido com osciloscópio. Com base nisso, e na taxa de ganho (em dB), a saída é ligada a uma carga linear / resistiva. Nessa condição tem de entregar potência nominal, com distorção máxima de 0,01%, durante um tempo pré-determinado, sem desarmar (queimar fusível / cair disjuntor, ou ser desligado pelo termistor).

      Em teoria para estar dentro da norma, se o power foi projetado para receber até 1 Vrms na entrada, ao injetar 1 Vrms, ele tem que dar potência máxima anunciada dentro dos parâmetros acima.

      Mas... Um valvulado segundo até onde cheguei, era considerado BOM, com distorção máxima de até 4%. Ou seja, a potência máxima nominal, um valvulado está já com muito menos fidelidade que o transistor.

      Distorção basicamente é adição de harmônicos, e por isso o nome técnico é THD. Isso é visto no gráfico frequência x amplitude, no gráfico amplitude x tempo, temos ondas perfeitas (senoidais) começando a perder a forma. Normalmente a ficar quadradas, triangulares, ou dente de serra...

      Existe algo chamado fator de crista, que é determinado pela relação do pico máximo atingido, e da tensão rms (valor médio quadrático).
      Uma onda senoidal, tem um fator de crista 3dB, o que quer dizer que se ela tem 1 V rms terá um pico máximo de 2 V. Uma onda quadrada tem 0dB de fator de crista.

      Isso tá mastigado pelo Homero Sette (Engenheiro acústico, um dos mais antigos e mais respeitados do país), no papper abaixo...

      http://www.studior.com.br/ampxfal.pdf

      Nos primórdios da guitarra elétrica, a amplificação era deficiente, e a distorção muito alta: precisavam arrancar volume de amps muito fracos... Assim precisavam " ir além " da capacidade do amp, e nasceu o " over drive "... Alguns guitarristas começaram a usar isso a seu favor, e mesmo com mais tecnologia, maior capacidade de amplificação, isso ficou assim...
      Ainda pra piorar, na década de 70, decidiram forçar um overdrive maior ainda e nasceram os amps hi-gain...

      Resumo da novela: um amp valvulado em condições de laboratório soa tão alto quanto um SS, ou talvez até mais baixo... Mas no mundo real, o som da válvula mesmo, é com alto nível de distorção, seja por excesso de volume que ceifa os picos e já entrega onda quadrada, SAG de uma fonte deficiente que não consegue fornecer energia para os transientes (picos), ou clipping mesmo (distorção de power)...

      Se puser um amp de PA no máximo, ele deveria entregar a potência anunciada. Um amp de guitarra, vai entregar isso com o master no 10, e o ganho bem abaixo disso...
      Todo modo, um SS tende a ser mais linear. No canal limpo, a maioria com tudo no 10, ainda soa limpo (alguns amps comprimem). Um valvulado já tende a distorcer, mesmo no canal limpo com tudo no máximo... Isso quer dizer que ele já está entregando mais que o nominal...

      Em sua analogia também está errada... Todos os veículos marcam uma velocidade superior ao que realmente é. Me dou muito bem com um engenheiro mecânico, especialista em carros, mas por causa do ciclismo -
      nada a ver com o que ele e eu fizemos profissionalmente. kkk

      Na revista que ele escreve, saiu uma reportagem aferindo a real velocidade de uma penca de carros. Chegaram a conclusão que quanto mais esportivo o carro, maior é essa diferença, quando o ponteiro de velocidade não acelera mais que o carro...
      O motivo é lógico: a sensação de velocidade e esportividade, é mais subjetiva que objetiva. Marcando a mais, o cara bate o olho no velocímetro, e tá a 240... Quando na real ele tá (talvez) a 200 km/h...
      Pode não parecer com sentido, mas o impacto em um possível acidente a 240 é MUITO pior que a 200 por hora... E assim o cara PENSA estar muito mais rápido que realmente está... É uma mentirinha que salva vidas, e vende super carros rsrs...

      Voltando ao mundo real... A maioria dos carros populares está entre 5 e 15 km o erro, mas ele existe também... Entre as motos é comum os clubinhos, de moto X, Y e Z, e um quer " dar pau " nas outras... A coisa mais sem sentido, e que começa no motor, que nunca tem dois iguais... Um sai mais forte que o outro etc... Cada motor é único, mesmo seguindo o mesmo projeto. Dizem ser por causa da quantia de peças, que a variação de todas juntas causa isso.

      Afinal, se um amp de 15w fala mais alto pq distorce ao "ultrapassar" sua potência, ao dar a dica para um sujeito que um vox ac15 dá para fazer uma apresentação e um vox pathfinder 15 não, desconsidera-se que o sujeito possa querer um som clean.

      Pô bicho, a maioria por aqui toca rock no quarto, e ri do Chimbinha...
      Então é muito difícil o povo pensar fora da sua realidade, alguns nem se tocam que tem quem consiga fazer música boa sem distorcer a guitarra...
      A vida " lá fora " é diferente...
      Eu moro num lugar barulhento, principal rodovia de escoamento da parte oeste da serra gaúcha, Tramontina escoa toda a produção a 300m da minha porta.
      Meu Pathfinder 10 com mod 1x12" dá conta... Mas não vira de tocar limpo, limpo, uso o canal drive e tiro no volume da guitarra... Fica 80% limpo, que pra tocar rock tá mais que suficiente, mas nem só de rock vive o homem...!

      Eu e mais uns poucos só, que estamos mais abertos... Eu trabalhei 6 anos dos 10 que to na música, com artistas regionais, onde guitarra com drive é raríssimo, e basicamente a guitarra veio substituir o violão... As vezes rola um solo com drive, mas nem sempre... Está mais perto do country que do rock, apesar de solos serem em geral em cima de sonoridade hair anos 80. rsrs

      A turma toca de amp de 100W SS geralmente - é mais barato, menos sensível, mais leve, e não dá quase manutenção... Aliás eu optei por um amp de 100W de um canal só, exatamente por influência da música regional - pra não faltar volume... Mesmo o pouco sujo (like a Bassman) é mal visto nesses caminhos...

      Eu trouxe muito a sonoridade de guitarra dos anos 30~40, na época que fazia free com banda regional. Aquele som característico sem graves de amps Gibson, Epiphone etc, amps de pouca potência e falantes pequenos... Encaixa como uma luva e dá um som mais cheio na mixagem (principalmente se tu não tem reverb rsrs), dando mais liberdade ao teclado... Mas a maioria vira a cara ainda, ouvi muito músico dizendo que eu não entendia nada de guitarra, que não sabia tocar...
      A lei nesse ramo é cortar médios pra dar espaço pra voz, e abrir agudos pra furar a mix...
      Ok, realmente a guitarra LIMPA, só aparece nos 1k6, o resto só dá fundo, e se funde com tudo... Se tiver o teclado segurando harmonia na mesma oitava, aí ela some mesmo...

      Tudo bem que as festas, aka bailes, são realmente em ginásios e galpões grandes, ao menos na maioria das vezes. Muito maiores que um pub estilo CBGB pra 100 pessoas que é onde a turma aqui toca. E como não tem a compressão do drive, menos de 100W não dá para escutar... Tem um guita aqui da volta, que toca de JCM800 e 4x12", já fiz festival onde pediu arrego, e precisava dar um cheiro da guitarra no monitor... Mas tá cheio de gente atirando pedra nele, porque trás elementos do metal pra música regional...
      Teve um cara que cagou na mão e atirou na cabeça de um vídeo que recebi no face, dizendo que o cara não toca nada, aí tu saca o que o cara faz...

      Música " original " (tá um pouco diferente do CD) -> www.youtube.com/watch?v=GeDY7hHrgqI
      Versão ao vivo atualmente -> www.facebook.com/juliano.gronitzky/videos/vb.100000001393145/130022407 3320960/?type=3&theater

      Concordo que é em parte desserviço, mas é que o pessoal só pode falar de experiência pessoais... Ninguém dá o que não tem...
      E sou defensor que pra quem não toca autoral, ou algum cover específico, ter set analógico é furada... Os Vox, Marshall e Fender tem uma sonoridade muito peculiar, não dá pra tirar som de um com o outro...
      Dá para improvisar, mas... Fica uma coisa tão estranha tocar Metallica num Fender Twin, como tocar CCR num Marshall JTM45 cuspindo distorção, ou Stones num Dual Rectifier...
      Fica pior ainda, quando é microfonado com um hanging de um mic Xáina, que tá todo babado e não se sabe onde já enfiaram...

      Ainda pior, é quando o fulano tenta copiar o disco... Porra, o som do disco é o que o mic captou, que foi torcido na mix etc... Não é nem de perto o som que o amp tem ao vivo, e isso precisa estar claro na mente... O jeito mais lógico é ligar, tocar o amp e tentar ver o que sobra e o que falta... Sempre, é melhor CORTAR o que sobra, que tentar por o que falta...

      E o valvulado dá manutenção... Eu to chorando hoje já porque tá 800 pila um quarteto casado de 6L6, sendo que a 3 anos quando comprei o amp era 400... Se uma der pau, convém trocar todas...
      Do SS o máximo que acontece é revisar os capacitores a cada 5 anos, dar uma limpada internamente e fechar de novo por 5 anos...

      Zenir
      Membro Novato
      # 26/jul/17 19:11
      · votar


      Ismah

      Em sua analogia também está errada... Todos os veículos marcam uma velocidade superior ao que realmente é. Me dou muito bem com um engenheiro mecânico, especialista em carros, mas por causa do ciclismo -
      nada a ver com o que ele e eu fizemos profissionalmente. kkk


      Realmente, o exemplo foi mal dado, o que quis dizer é que grandezas são medidas estabelecidas por meio de convenções e iguais. Ou seja, na física, 1km/h=1km/h, 1cm=1cm, 1L=1L, exato. Porém, nada é simples, kkkkkkkkkkkk, aceleração, tempo de aceleração, se é constante... muitas variáveis há nesse tipo de exemplo... Sou historiador, passei longe das exatas, hashuashuashua... Realmente, como o "falar mais" do amp é em relação à sua sonância, e não considera-se se é limpo, sujo, acho que é difícil mesmo para algumas pessoas entender as coisas e as vezes repetem algo que leu, não entendeu... Eu prefiro ir na minha experiência e aprendendo com quem sabe mais, tem muita gente aqui que ajuda bem a aprendermos.
      Enfim, acho, concordamos, ao fim, em muitas coisas e sempre aprendo muito com suas participações por aqui, principalmente que watt não é volume, tem muitas coisas e variáveis entre essas duas medidas.
      Com relação à manutenção, eu comprei o ac4 justamente por ter apenas 2 válvulas e ele me atenderia bem, nem posso ter muito volume, vivo em sociedade, meus vizinhos dormem, assistem tv... um ac15 seria matar uma formiga com uma bazuca já... 2 válvulas=400 contos de réis, um amp honesto de 15Watts SS=500 contos de réis... tudo tem que ser pensado. Vi um vídeo do Silas Fernandes, acho, que na tour dele no brasil veio com o Kemper(simulação digital), pq viajar com o (s) valvulado(s) era complicado sob vários aspectos. Tudo isso tem que ser pesado. Se um cara que vive de música pensa antes de transportar e na logística da coisa, imagine nós. tudo tem que ser posto na ponta do lapis, o Cacau santos também disse ter optado por um solid state por essa preocupação com alguns cuidados que se deve ter com valvulados. Se eles se preocupam, a gente que conta grana curta aí p comprar um amp p tocar as vezes por um cache que não paga nem uma troca de válvulas, no meu caso, em churrasco de amigo bêbado(kkkkkkk), temos que nos preocupar mais.

      Ismah
      Veterano
      # 27/jul/17 00:09
      · votar


      Entendi teu exemplo, só quis ser chato rs

      Eu vivo de música, acho que posso falar um pouco. A real é que tudo depende do contexto. A música regional tá lascada, a banda tem de levar tudo - PA e estrutura treliçada, e por isso que se viaja de ônibus. Algumas maiores com ônibus e caminhão ou carreta - é só tamanho e mais conforto pra técnica, na maioria das vezes... Um caminhão baú 12m atende perfeitamente.

      O custo de logística de carregar um valvulado pra lá e pra cá, é bem alto. Eu to começando a trabalhar com uma banda aqui do sul, com um bom nome regional, disco de ouro... Uma das últimas que estourou na década de 90...
      Eles viajam com um Bassman 50 + Roland RE101, um Fender Super Reverb, e um Staner BX200... 3 boards generosos... A real é que não compensam os valvulados... Eles são usados como amplificadores lineares, e ficam quase sempre subutilizados...

      Se por presença de palco... Uma 4x12" e um bom head faria o serviço, e não daria a manutenção... O cachê até compensa, saímos de Porto Alegre pra tocar em Francisco Beltrão e Cascavel, ambas cidades do oeste paranaense...

      Zenir
      Membro Novato
      # 27/jul/17 00:27 · Editado por: Zenir
      · votar


      Ismah

      Massa o som, o guitarrista mandou bem e não achei que exagerou. Esse paradoxo da cultura regional é uma coisa muito complexa, de um lado, ela quer persistir em uma época hostil, de outro, ela é hostil a algumas novidades. Então, como eu disse, o Ac4 foi ótimo, mas nada de som limpo e ficar levando ele p guerra é um pouco temeroso, sou músico de churrasqueira, com amigos bêbados, rsrsrs. Ademais, também gosto de mpb, vou acabar comprando um ss p resolver tudo, por p guerra e de som mais neutro e limpo p mpb, tenho namorado esses da borne. Sem contar que esse vox que eu tenho é de sonoridade bem característica, pouquíssimo versátil, ajuda um pedalzinho de equalização que coloco na frente dele quando quero um som mais macio e brilhante. Enfim, cada caso é um caso. Boa sorte aí na estrada!

      jupter
      Membro Novato
      # 30/jul/17 13:23
      · votar


      Pessoal, como a grana ta baixa tava querendo comprar uma ampli usado para pequenas apresentações. O pessoal aqui do fórum mesmo me indiciou um de 50w, então após algumas pesquisas aqui na região onde moro, acabei encontrando dois amplis que batem com o custo que pretendia gastar. Um era o Meteoro Space e o Borne Warrior. Meu objetivo é um timbre bem limpo, quase sem efeito nenhum (talvez só um reverb) pois o drive virá de uma pedaleira.
      Qual deles vocês me recomendariam? Não tenho experiencia em comprar amps.

      AcousticGuitarBoy
      Membro Novato
      # 30/jul/17 17:09
      · votar


      Galera, disponho de até 1500 reais pra comprar um ampli. O amp vai ser pra tocar em casa e ensaiar com banda. Coisas desde blues até metal. De equipamento tenho apenas um pedal de distorção. Encontrei aqui na minha cidade um VOX Vt20+ por 1300 reais e quero mais indicações de amplis, ou se esse mesmo da conta do recado.

      Ismah
      Veterano
      # 31/jul/17 02:43
      · votar


      Zenir

      Obrigado pelos votos!

      Então, vai da tua habilidade encaixar o som característico no contexto... Deixa de ser só um cover, e passa a haver identidade na banda, onde é a banda X tocando música de Y.

      jupter

      Eu seria feliz com o Borne, mas dá uma pesquisada on-line... As vezes um novo + frete, sai uns trocados a mais que o usado. Mas muito cuidado com o frete! O anúncio mais barato, as vezes fica mais caro que outro, por causa do frete!

      AcousticGuitarBoy

      Eu não conheço o Vox, mas como tu só tem um pedal, pode ser interessante. O contra maior de ter tudo em um, é que a manutenção raramente compensa, então triplique seus cuidados, e nunca confie plenamente.

      jupter
      Membro Novato
      # 31/jul/17 09:35 · Editado por: jupter
      · votar


      Ismah

      Vlw men! Acho que vou pegar esse Borne mesmo... Tem algumas pessoas no fórum falando bem dele.

      Fiquei até curioso sobre o da Meteoro... Quase não acho informações sobre ele na internet. Nem no próprio site da marca eu vi algo sobre o ampli kkk Já ouviu alguma coisa sobre ele?

      Gabezorx
      Membro Novato
      # 31/jul/17 12:49
      · votar


      AcousticGuitarBoy

      Não sei qual a opinião dos "gurus", mas, eu sugeriria você dar uma olhada no Marshall Code 25 tbm.

      Les Strato
      Veterano
      # 31/jul/17 14:05 · Editado por: Les Strato
      · votar


      AcousticGuitarBoy

      Apenas atente que 30w e um falante de 8'' nesse vox podem não entregar volume suficiente para um ensaio com banda, dependendo do ambiente e do batera, claro.

      Por 1300/1400, nessa linha valvetronix da VOX, da pra achar um vt40+ usado, que possui 60w e um falante de 10'', que da pra ensaiar tranquilo e ainda mantem uma qualidade sonora muito boa pra usar em casa (esses vox digitais soam bem mesmo em baixos volumes).

      Agora, se você topa um ampli analógico com falante de 12, sem efeitos (só reverb) mas que guentam bem o tranco e servem inclusive pra apresentações que necessitem bastante volume, recomendo procurar por um Fender Frontmann 65r ou Peavey Bandit 112, usados, da pra achar entre 1200/1500 e produzem timbres muito bacanas (o bandit vai do blues ao metal sem pedal algum).

      Farina81
      Membro Novato
      # 01/ago/17 08:46
      · votar


      Pessoal no mercado livre estão vendendo um marshall dsl40W valvulado por 3k, pagando a vista chegam a fazer por 2.700 sem nota... levando em conta que esse amp não sai por menos de 5 mil em lojas de verdade com nota e imposto, pode ser cilada? os vendedores são gold vendem bastante e não se ve reclamação, to afinzão de pegar preço imbatível,,, alguém pode dar alguma dica?

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 01/ago/17 09:37
      · votar


      Farina81
      Cara, de verdade mesmo? Eu acho que a probabilidade de ser cilada é pequena mas existe. Eu não compraria um produto por um preço tão abaixo do normal sem testar antes.

      AcousticGuitarBoy
      Membro Novato
      # 01/ago/17 17:15
      · votar


      Les Strato

      Gostei bastante das indicações, porém onde moro é complicado comprar usado. Topo os analógicos sim, se tiver mais sugestões de amplis que posso comprar direto da loja(novos) nessa faixa de preço, eu agradeço.

      Ismah
      Veterano
      # 01/ago/17 21:44
      · votar


      Farina81

      Defeito / problema tem concerto... O duro, é chegar a polícia, te tomar o amp, e com um mandado de prisão por receptação...

      Sem nota é arriscado demais...

      Farina81
      Membro Novato
      # 01/ago/17 22:02
      · votar


      não é bem assim, tem varias lojas vendendo a esse preço (nao quero fazer propaganda de ninguem), mercado pago (se o cara envia gato por lebre voce bloqueia o pagamento) é ampli zero bala, imposto é mais de 50% só pra tirar uma nota fiscal, queria saber mesmo se a serie DSL da marshall é boa ou é porcaria, o falante parece bom também... depois vendedor gold e plantium nao vao queimar a loja por 3 mil, eles tem restrição feia por uma avaliação negativa

      Ismah
      Veterano
      # 01/ago/17 22:25
      · votar


      Eu dei o alerta com base no que eu sabia, o risco é por tua conta.
      Mercado Lider, se consegue por número de vendas... Investindo um valor razoável, dá para se conseguir burlar o sistema. Se isso é provável, é outro papo.

      Sem nota fiscal, se o amp der defeito um mês depois, e o cara não quiser te dar garantia, não há muito o que se fazer. Não sei até onde dá para usar os dados do MercadoLivre como prova legal para isso. Mas como não consta número de série, o cara pode alegar que é outro amp o que tu alega ter comprado dele, e tu não tem forma de provar o contrário - tu sendo a parte reclamante, é quem tem de prover as provas...

      Fora isso...

      Eu acho legal a série DSL, faz bem o serviço. Tem tudo para ser muito feliz com ele, e o preço é tentador. MAS... Considere que é o preço de alguns handmades nacionais, que podem te trazer mais benefícios, sem ter te pagar pela logomarca...

      Farina81
      Membro Novato
      # 02/ago/17 18:44
      · votar


      é cara meu sonho de consumo é um TMiranda, mas precisa de 6-7-8 mil pra ter um set bacana dele...

      Ismah
      Veterano
      # 02/ago/17 21:51
      · votar


      3k tu cata um MrBrownstone usado... 2k3 um TClean usado...
      Ambos 50W...

      Farina81
      Membro Novato
      # 02/ago/17 22:08 · Editado por: Farina81
      · votar


      qual opção de caixa em conta para um cabeçote mini colossal 50W ? (2 falantes)

      Ismah
      Veterano
      # 02/ago/17 22:39
      · votar


      Eu recomendo os gabinetes e AF's da Mickwolf.
      Existem alternativas como os JaoVox, Epill, e alguns outros que nunca vi, como os Teksound... Tem uma paraibano fazendo gabinetes incríveis, mas sem marca.

      Farina81
      Membro Novato
      # 03/ago/17 13:09
      · votar


      Ismah

      Eu recomendo


      Ja ouviu falar dos amps hand made galaxy???

      Kallau
      Veterano
      # 07/ago/17 13:37
      · votar


      Toco guitarra a um bom tempo (hobby e as vezes um barzinho) mas não sou muito bom. Não tenho pretensões de ser profissional nem ter um setup fudido. Atualmente tenho uma Shelter Nashville e uma Condor RX20S. Estou na procura de um amplificador valvulado, bem barato, mas que não seja jogar dinheiro fora.
      Quero gastar o menos possível, pois como disse não tenho pretensões, é só pra satisfazer meu hobby mesmo.
      Toco rock clássico e blues.

      O que me sugerem?

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a 【FIXO】 Dicas para quem quer comprar amplificadores de guitarras.

      303.886 tópicos 7.863.527 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital