Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Review Peavey Classic 20 alltube

      Autor Mensagem
      edalko
      Veterano
      # nov/08 · Editado por: edalko


      Ae galera.

      Recentemente comprei um Peavey Classic 20.

      Características
      15W all tube
      2 x El84
      2 x 12ax7
      Falante de 10"
      Saída para fone e caixa externa de 16 ohms
      controles volume/master/treble/middle/bass
      chave boost
      Handcrafted in USA

      Impressões
      O revestimento do amp é imitando tweed, muito bonito.
      Os contrloles ficam na parte supeior, no estilo Fender Hot Rod, com knobs chicken head e painel cromado.
      A construção é impecável.
      Pelo seu tamanho é pesadinho (uns 10kgs) mas isso lhe oferece robustez.

      O seu funcionamento se dá da seguinte forma:
      O knob master atua no pré e o knob volume no power.

      Desta forma, se vc quer uma sonoridade limpa, vc deixa o volume no 1 ou 2 e o master perto do máximo
      Quanto mais vc girar o knob do volume, mais crunch e drive vc terá.
      Nem é preciso dizer que o drive de válvula é alucinante. Só quem tem a possibilidade de ouvir, verá o quanto estão certos que dizem que os pedais devem apenas dar uma "cor" no timbre do amp. Guita e amp é tudo!

      Colocando o volume no 5 e master no 6/8 vc consegue passar por diversos estilos musicais, cuidando apenas de usar o pot de volume da guitarra para limpar/crunchar ou socar drive.

      Com o Power Drive da Zoom (PD-01), com ganho no zero e level no 10 consegui um overdrive arrasador, puramente valvulado. Impressionante.

      Com a chave boost "off" o som do amp lembra um fender, com aquel som mais "areiado"... perfeito para blues, etc. Nesse modo os controles tre/bas/mid atuam de forma bem perceptível.

      Coma chave boost "on" há uma mudança de sonoridade, passando a atuar mais acentuadamente os médios, sumindo um pouco aquele som "areiado". O volume aumenta um pouco e o amp fica perfeito para um rock. O controle treble passa a atuar como um "contour" e os controles mid/bas tem pouca atuação no som.

      E para testar se o falante de 10" aguentava o tranco, levei o amp para o último ensaio.
      O baterista pediu para eu abaixar o volume do amp, quando o master estava no 6 e o volume no 5. Ou seja: o amp fala muito!

      Os graves não são cortados, muito menos embolados. A definição é muito boa mesmo em altos volumes.

      Só senti embolar pouca coisa quando usei o boost "on" com os fuzz (Trifecta Barber e UFO da HBE), contudo, esses pedais têm uma caracteristica de mandar uma sonoridade bem obscura e cheia de graves.

      Contudo, o amp funcionou de modo excelente quando ligado em caixa 4x12" da própria Peavey. Graves absurdos, definição e volume, muito volume!

      Como eu toco mais em casa e no estúdio, esse amp caiu como luva.

      Além disso, com um excelente amp, vc começa a repensar o uso dos pedais de efeitos...

      Se vc procura um amp excelente, pratico, pequeno, com grande sonoridade, esse Peavey é a solução.

      Fallenn99
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      Poxa cara,
      tava loko pra pegar um peavey classic 30.

      mais vou ter que esperar mais uns tempos por causa do som do carro que fui inventar de comprar =/

      eu ia comprar o bugera 6260 mais li umas coisas e desanimei... ai parti pro peavey.... curti muito o timbre dele man,
      to pensando so qnd jogar um ts9 ou um ocd ou um chadler drive pra boostar como que o bicho vai reagir....

      edalko
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      Fallenn99

      Eu ia até fazer um upgrade e pegar o Classic 30, mas assim como o Mesa, o VC50, a begociação deu zica.

      Além disso, acho que vou ficar com esse mesmo.

      SaldanhaPessoa
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      edalko

      ótimo review cara. Pagou quanto na belezura?

      Varajão
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      edalko
      Legal o review. Parabéns pela aquisição!

      johnny_cortez
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      amigo se fosse para comparar a potência dele com um transitonizado....qual seria???(30w,50w....)
      vlw
      parabéns!!

      edalko
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      SaldanhaPessoa

      \o/
      Cara, como eu adquiri mais coisas do vendedor, e ele é meu camarada, nem sei te dizer ao certo quanto custou o amp.


      Varajão
      Valeu!!!

      johnny_cortez

      Putz... tava discutindo isso com o Deji.
      Eu realmente não sei te dizer, proque parece quer tem uma "magia" que faz com que o amp, perto do talo, de um gás surpreendente.

      Digamos assim, que entre o volume 8/10 ele de uma aumentada abrupta no volume.

      Tenho um Randall transistorizado de 100W, e te digo que 100W ele não chega nem fude... Esse Randall é alto demais!!

      Depois, depende se o amp é ligado em caixa separada, se o baterista é um ogro, se vc usa captadores mais fracos ou humbucker foderosos, se o ambiente é grande ou pequeno... tudo isso influencia no som do amp.

      Drifter
      Veterano
      # nov/08
      · votar


      edalko
      É um amp. muito bonito. E bom também!

      Andei vendo umas fotos dele na NET e esse acabamento "Tweed", é de impressionar qualquer um...

      edalko
      Veterano
      # dez/08
      · votar


      Drifter

      O amp é bonitão mesmo. Mas o tweed ali é imitação. Não é o tecido e sim uma espécie de courvin.

      Grimc
      Veterano
      # dez/08
      · votar


      esse amp ta por uns 1300 neh?

      Zero Zen
      Veterano
      # dez/08 · Editado por: Zero Zen
      · votar


      edalko

      Bem não houve jeito da máquina de recados funcionar, então respondi sua pergunta em outro tópico e, agora neste pois pode ser uma dica útil para quem usa valvulados.

      O que me agrada no BAD MONKEY ?

      Em verdade a sua pergunta já traz no bojo a resposta. Como você afirmou, o Bad Monkey é sonicamente parecidíssimo com o TS-9. O que você não disse é que ele custa uma fração bem pequena do preço do original. Ponto para ele. heheheh

      Se já não era motivo suficiente para gostar do pedalzinho, aponto outros:

      - Possui uma secção de equalização superior (dois pots ao invés de um só), na qual você pode minimizar os médios excessivos do pedal, coisa que o da Ibanez não permite.

      - By-Pass mais durável que o do clássico da Ibanez (tive um TS-9, há 20 anos que estragou), além de não colorir tanto o timbre quando desligado.

      - Se ele não é mais transparente que o PD-01 na função de Boost, tem a vantagem de ser menos comprimido com o ganho próximo ao máximo.

      Quanto às características da família TS-9 que ele também possui, acho que entramos num terreno de preferência pessoal, pois embora não agradem a todos, elas me agradam muito, assim como os timbres do Robben Ford e Joe Bonamassa, os quais o pedal consegue emular com relativo (é claro) sucesso.

      A preferência por timbre mais aberto, "scooped" e cintilante é uma opção pessoal. Eu prefiro os timbres com médios mais ricos.

      Gosto muito da combinação BBE Opto Stomp + Bad Monkey + um Humbucker com o tom meio capado e um toque de Delay e Reverb. Totalmente excelente !

      T+.

      Zeraus
      Veterano
      # dez/08
      · votar


      edalko

      Primeiramente parabéns pela compra e pelo belo review!

      Nem é preciso dizer que o drive de válvula é alucinante. Só quem tem a possibilidade de ouvir, verá o quanto estão certos que dizem que os pedais devem apenas dar uma "cor" no timbre do amp. Guita e amp é tudo!

      Bingo!

      Além disso, com um excelente amp, vc começa a repensar o uso dos pedais de efeitos...

      Com certeza, os pedais de drive devem ser utilizados pra extrair o melhor timbre que o amp pode dar. Só que, normalmente, quem tem amp SS tem que se preocupar se o timbre do pedal é bom ou não, porque os transistorizados são limitados demais em termos de overdrive e distorção e dependem do timbre que o pedal gera para soarem bem.

      Já quem tem valvulado, precisa de pedais que casem com o amp de modo a fazê-lo mostrar tudo o que pode e, principalmente, para fazer o amp ir além do que ele naturalmente faria! Esse é o segredo.

      Parabéns de novo, e trate de fritar insanamente essas EL84!!

      edalko
      Veterano
      # dez/08
      · votar


      Zero Zen
      Zeraus

      Fala meus camaradas, tudo beleza????

      Pois é... o ampezinho te me deixando cada dia mais curioso.
      E meio que to reaprendendo a usar e dosar o volume da guita com o pot

      Na verdade já tava comentando com uns camaradas do FCC (Deji, Markolino, e Cia Ltda) que amp valvulado bom, os pedais acabam por não serem o drive principal (já tinha dito isso).

      Só que mais do que isso, os pedais irão funcionar como boost, para que o drive do amp aflore, e fique mais intenso.

      Daí que os pedais de drive vão soar com nuances muito parecidos, porque na verdade o pedal está atuando de forma diferenciada, evidenciando a saturação das valvulas.

      Usando deste modo percebi que os pedais de drive são muito parecidos.

      E assim, o Bad Monkey soou bacana. Muito parecido com o Zendrive, ressaltando que este tem uma melhor atuação sem os médios caracteristicos dos TS9 brothers.

      Para conseguir que os pedais mostrassem sua sonoridade, sem ficarem obscuros pela fritação das valvulas, tive que deixar o volume quase no zero, e usar somente o Master do amp, para produzir um som mais limpo possível.

      Aí sim o Bad Monkey atua daquela forma que disse, meio apagado, com médios acentuados, enquanto o Zendrive esbanja vigor e timbre cristalino.

      Ou seja, se forem usados como boost, ambos são muito bons.
      Já como drives mesmo, o zendrive sai na frente... bem na frente.

      Ontem peguei o Hot Cake da Crowther audio... que é aquilo... o pedal é brincadeira: som tesão demais!

      COntudo ambos estão embolando quando uso o caps do braço... mas to achando que tem algum cabo, ou algum pedal fazendo essa lambança. Hj descubro.

      Mas voltando ao amp, é muito 10 ouvir o som dele com volume aberto.. é um som rico, cheio de vida.

      Até queria pegar um Classic 30, mas acho que esse vai me dar mais alegrias considerando o som que tiro, e os lugares onde toco.

      Zero Zen
      Veterano
      # dez/08 · Editado por: Zero Zen
      · votar


      edalko

      É fato que ao usarmos os amps em bons volumes, especialmente os valvulados, conforme levantamos o volume, ocorre um acréscimo na massa sonora, principalmente nas freqüencias médias. O timbre ganha corpo, fica carnudo.

      Os pedais que se baseiam na família TS-9, cuja característica é ter freqüências médias pronunciadas exigem um pouco mais de "tweaking" e escolha de combinações entre guitarras e amps. Por exemplo, o uso de single coils e/ou amps brilhantes.

      Já os drives aos estilo Barber e OCD, que não tem médios tão pronunciados combinam melhor com amps já sobrecarregados de médios. A natureza áspera e ardida deles em volumes mais moderados, quando em volumes mais altos, tem o condão de acrescentar brilho e definição. São evidentemente pedais para serem usados sem moderação no volume do amp.

      É algo que eu tenho observado desde algum tempo. Existem pedais que soam bem em volumes comportados e não tão bem em altos volumes, outros funcionam justamente ao contrário destes e, existem aqueles que funcionam em qualquer condição.

      Mais do que isso. Existem pedais para palco e pedais para timbrar. Digo isso em razão de ter encontrado, por diversas vezes, pedais que possibilitam timbres excepcionais porém em condições de regulagem em que o volume do by-pass é muito inferior. Então você não tem alternativa. Não pode usá-lo ou tem de fazê-lo em tempo integral.

      Escolhas...

      T+.

      Flávio Moura
      Veterano
      # dez/08 · Editado por: Flávio Moura
      · votar


      edalko
      Características
      15W all tube
      2 x El84
      2 x 12ax7
      Falante de 10"
      Saída para fone e caixa externa de 16 ohms
      controles volume/master/treble/middle/bass
      chave boost
      Handcrafted in USA


      Kamarada, to pra pegar um amp desse. tenho umas perguntas:
      1) Pelo que vi, não tem Loop. Dá pra colocar um nele?
      2) Vc não sente falta de um atenuador de potência? Pra saturar o timbre em baixo volume... daria pra colocar um nele?
      3) outra coisa que senti falta: uma chave stand by...
      4) Qual o falante que acompanha?

      Abs. Parabéns pela aquisição.

      dallman
      Membro Novato
      # 05/jun/18 22:43
      · votar




      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Review Peavey Classic 20 alltube

      305.719 tópicos 7.894.892 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital