Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Canto Mongol - Informações

      Autor Mensagem
      Lelo Mig
      Membro
      # jan/15


      Amigos. Feliz Ano Novo!

      Preciso da ajuda dos Profissas!... explico:

      Um amigo meu foi a Mongólia e deparou com uma técnica, bastante comum dos cantores populares de lá, de fazerem uma espécie de "harmonização" ou "overtone", ou sei lá o nome, em vozes solo.

      Meu amigo trouxe um CD e, após ouvir, eu disse que havia uma espécie de instrumento de sopro ou gaita de foles junto com o vocalista. Ele insistiu que não, que o cara cantou na frente dele, na rua, e estava sozinho. Como meu amigo não entende nada de música fui pesquisar.

      Achei muito pouca coisa, mas o pouco que vi, me convenceu que, realmente o cara estava "solo".

      Vocês conhecem essa "técnica"? Como isso é feito?





      Paulovfcm
      Membro Novato
      # jan/15
      · votar


      Lelo Mig
      Não sei como eles fazem, mas já tinha visto uma mulher que fazia isso.
      Feliz ano novo!

      entamoeba
      Membro Novato
      # jan/15
      · votar


      Já tinha visto esse trem. Pesquisei "throat singing" após ver um episódio de The Big Bang Theory no qual o personagem Sheldon pratica a técnica.

      Lelo Mig
      Membro
      # jan/15
      · votar


      Paulovfcm
      entamoeba

      Pois é.......mostrei e perguntei a uma amiga que é cantora lírica. Ela me disse que parecia ser uma técnica em "reverberar" as ondas na garganta, algo como fazer as "paredes da garganta vibrarem" (em minhas palavras, ela explicou de forma mais complicada), mas ela "foi sincera", disse-me que não possuía conhecimentos para explicar tal técnica e que estava apenas especulando.

      lj_guitarrist
      Membro Novato
      # jan/15 · Editado por: lj_guitarrist
      · votar


      Pesquisando aqui achei um artigo na wikipédia, Canto Difônico
      Aqui no fórum mesmo tem algo sobre o gutural.

      Eu não acho gutural algo saudável, não posso falar se é ou não pois não entendo do assunto, por exemplo, dizem que Screamo é uma derivação do gutural é que é algo perigoso. Como eu não canto black metal acho que pra min aprender isso não faria muito sentido :D.

      daimon blackfire
      Membro Novato
      # jan/15
      · votar


      toda técnica de qualquer tipo, se praticada do jeito certo, é saudável.

      lj_guitarrist
      Membro Novato
      # jan/15 · Editado por: lj_guitarrist
      · votar


      Cara não sei ao certo, afinal, eu acho que cantar não é um ato natural, o nosso aparelho fonador foi feito para falar embora eu goste muito de cantar :). Tem um tópico que o Christhian fala o seguinte:

      Ligamentos como as pregas vocais, não cobram seu preço do dia pra noite. Alias, se vocês cantassem 2 vezes por semana, 2h por dia, o dano ainda demoraria para aparecer. MAS EXISTE! E essa história da voz ficar intacta após cantar, é balela. Até cantar corretamente impostado causa desgaste, porém em uma escala administrável. Existe uma coisa na voz que se chama RESILIÊNCIA. Esse ponto é até onde as pregas vocais podem ser exigidas e retornar ao seu estado original depois. Com a técnica de canto lírico, trabalha-se para expandir esse ponto, fazendo com que a voz suporte maior utilização, sem sofrer danos.

      Tanto o drive quanto o gutural tem a mesma base, o Fry. A diferença é que o gutural usa muita pressão subglótica e vibração de pregas vestibulares. O resultado disso, a longo prazo, é uma patologia conhecida como 'voz de banda'. O drive por sua vez, usa as ressonâncias impostadas, com menos pressão sub e mais intra. Ou seja, bem executado o dano é INFINITAMENTE MENOR, mas EXISTE DO MESMO JEITO.


      overlappingcircles
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Assisti uma vez em Paris um grupo de monges cantando assim e fiquei fascinado, quando eles terminaram decidi pesquisar um pouco.
      Acho que este artigo da Wikipedia ajudará:
      http://en.wikipedia.org/wiki/Tuvan_throat_singing

      RafaelBernatto
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Interessante isso tudo aqui... Já era pra eu ter aparecido pra perguntar a respeito de um som de apito que aparece na minha voz em certas notas... Não tinha pesquisado sobre isso ainda.. Mas parece algo relacionado a isso..

      Do link que o lj_guitarrist postou:
      Sygyt (em tuvano: Сыгыт) significa assovio, uma técnica que utiliza uma fundamental média e produz um som bastante agudo, uma reminiscência harmônica do assovio.


      Talvez seja isso..

      Depois volto pra ver os vídeos e falar um pouco mais sobre..

      Lelo Mig
      Membro
      # jan/15 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      Galera, obrigado pelos links postados.

      Estou assistindo e lendo os links. No entanto, eles falam muito da história e tradição desse tipo de técnica e minha curiosidade é mais com a questão fisiológica.

      Como é feito? Como se controla, "teoricamente duas notas" com a voz?

      Achei alguns videos explicando, mas mais voltados a demonstrações, sem grandes explicações da fisiologia.

      Explico:

      Partindo do basicão, de que o som vocal básico é produzido pela passagem do ar nas pregas vocais vibrando-as e depois ressonado em partes ou todo conjunto do "trato vocal".......Como eu emito um som vocal, "afino" esta nota e "ressono ao mesmo tempo" uma outra, 3a ou 5a, por exemplo, desta nota emitida? Este harmônico é controlável?

      Obs: "O como "eu"".da pergunta acima...se refere a entender e não a "fazer".....não sou cantor, não tenho a pretensão de cantar isso.

      shoyoninja
      Veterano
      # jan/15 · Editado por: shoyoninja
      · votar


      Como eu emito um som vocal, "afino" esta nota e "ressono ao mesmo tempo" uma outra, 3a ou 5a, por exemplo, desta nota emitida? Este harmônico é controlável?

      Sim, na verdade você faz isso o tempo todo.

      O som que as pregas vocais emitem é uma série harmônica, e cada vogal que você articula ressoa harmônicos específicos... Os harmônicos que contém mais energia na série são chamados de "formantes".

      strinbergshredder
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Lelo Mig
      Quê que o Roberto Torao ta fazendo ali no segundo video, com a viola mongol?! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      On Topic - Achei muito interessante essa parada, parece realmente um assovio, misturado com um caracteristica gutural mesmo; algo realmente novo e muito legal!

      Obrigado pelo conteudo agregado com esse tópico!

      stormizinhu
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Esse canto mongol (Throat Singing, Overtone, Tuvan, etc) é uma técnica milenar passada de pai para filho, especialmente nas redondezas da Mongólia, onde é natural fazer saudavelmente.

      O bizu é produzir um "sub-tom", geralmente bem grave, as vezes com timbre estranho também, e essa parte da "segunda" nota, não tem, como Shoyoninja disse, nossa voz tem uma série harmônica, várias notinhas somadas, e nessa técnica eles realçam valendo elas, mantendo a nota base e brincando com os harmônicos em cima, geralmente bem agudos.

      Um exemplo bem tosco e falar "Jota" com bico para assobiar e fazer os dois juntos, não é muito difiíil e da pra brincar de leve com os overs. deixa a linga no céu da boca com uma pequena abertura antes dos dentes. ai quando for falar o "J" (Gi) por exemplo, mexa os lábios mantendo o shape

      Existem troçentas técnicas desse tipo. Aqui tem 7 (a mais legal é Sygyt, também conhecido como "whistle" (assobio).
      https://www.youtube.com/watch?v=7zZainT9v6Q

      É uma pressão master que esses caras usam, mas da pra fazer de boa, tipo nesse vídeo do magrão assim, ele migra de um pra outro de boa, pq ele sabe o que ta fazendo certinho.

      Também como foi dito acima, toda técnica feita certinha, não prejudica, mas cansa. Exemplo. Gutural/Drive, é igual a MMA. Sei os golpe tudo, acerto o cara, ganhou, mas fico podre, de cansaço principalmente.

      Espero ter ajudado em algo =)

      Lelo Mig
      Membro
      # jan/15
      · votar


      shoyoninja
      stormizinhu

      Eu sei que a voz natural é harmônica por natureza, que vários harmônicos ressoam no entorno da nota principal...ok.

      Entendi um pouco melhor com essa explicação do stormizinhu. Mas, prá mim que não sou cantor, é bastante complexo compreender como os caras brincam modulando estes harmônicos segurando um "tom" base.

      strinbergshredder

      Legal né?

      Obs: O máximo que o Torao faz neste caso é comprar um Boss VE 20....hehehe.

      shoyoninja
      Veterano
      # jan/15 · Editado por: shoyoninja
      · votar


      Lelo Mig
      Na verdade o "truque" é ter uma fonte de ruído, por isso geralmente se usa um som bem agressivo, e utilizar a articulação para ajustar a ressonância.

      Nem é tão complexo, pense em um liquidificador com gelo, e alguém abrindo e fechando a tampa. Ou um pedal Wah Wah.

      O ajuste usado no canto lírico por exemplo é mais complexo e envolve 3, as vezes 4 formantes que devem ficar o tempo todos alinhados para dar projeção a voz.

      Na minha humilde opinião o problema para fazer isso aí é gerar o ruído, não sei se dá para fazer de forma 100% saudável, muito provavelmente não.

      strinbergshredder
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Lelo Mig
      Legal né?

      Pooow, demais!


      Obs: O máximo que o Torao faz neste caso é comprar um Boss VE 20....hehehe.

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Lelo Mig
      Membro
      # jan/15
      · votar


      shoyoninja

      Entendi, na teoria.......na prática fui fazer e vomitei as amígdalas...kkkkk (brincadeira!!)

      Estas formas de expressão populares (neste caso, pelo que li à respeito, é milenar e tem origem num tipo de mantra), são muito interessantes...

      Ismah
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Me lembrei de um timbre do meu key: o Erhu. É um espécime de violino de duas cordas, que lembra muito o canto do cara



      shoyoninja
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Lelo Mig
      É bastante... Acho que você vai gostar:



      Dê uma olhada por volta de 6:10.

      Lelo Mig
      Membro
      # jan/15
      · votar


      shoyoninja

      "Dê uma olhada por volta de 6:10..."

      Uma prova de que o "bagulho" não é tão convencional assim... ela impressiona até os músicos e as backing vocals... e isso que não têm nenhum bobo nessa banda.

      Christhian
      Moderador
      Prêmio FCC 2007
      # jan/15
      · votar


      Eu acho legal, mas como cantor, acho tudo muito específico para ser estudado 'na prática'. Explico: Interessante saber, em teoria, como se faz. Mas só de ouvir a emissão vocal que dá a base para o resto do canto, me dá agonia de pensar em fazer. Muita tensão e a voz que faz esse tipo de coisa, sofre adaptações ao longo do tempo, que a condicionam 'somente' para isso.

      My two cents. :)

      shoyoninja
      Veterano
      # jan/15 · Editado por: shoyoninja
      · votar


      Lelo Mig
      Ah, de forma alguma. Não foi isso que eu quis dizer.

      Lelo Mig
      Membro
      # jan/15
      · votar


      Christhian

      Você deve ter lido (e me conhece daqui) sabe que não sou cantor, nem penso em tentar fazer isso... minha curiosidade é fisiológica mesmo.

      No segundo video, do Alash, se você colocar por volta de 0:45, quando o segundo cantor fala algo como "bud", inicialmente é bem compreensível prá mim o que ele faz, a modulação, o efeito reverberado, incluindo a modulação buco/facial são claras e entregam o princípio.

      Mas, à partir do 0:51, ainda que identifique uma sub espécie de gutural (desculpe se tecnicamente estou falando bobagem, é só ilustrativo), tenho dificuldade de entender (no aparelho mesmo, fisio), como ele mantém um "tom base" e controla/modula os harmônicos subindo a escala.

      Ismah
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Lelo Mig

      Um erege! Está se preparando para um festival de cultura "de mongos"? Pelo jeito está perguntando pra onde apontar o microfone kkk

      Lelo Mig
      Membro
      # jan/15
      · votar


      Ismah

      Não tinha pensado nisso! Qual o microfone ideal para estes caras? Um SM 58 num dá conta de tanta frequência.......hehehe.

      Ismah
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Lelo Mig

      Ribbon Stereo!

      Beto Guitar Player
      Veterano
      # 19/out/17 10:02
      · votar


      Lelo Mig

      Estou desenterrando esse tópico seu (não tão antigo assim) pra dizer que acabei de descobrir a existência desse "baguio"...
      Outro dia assisti um episódio do The Big Bang Theory e o Sheldon diz praticar esse tipo de canto difônico tuvano e no dia achei engraçado e tal, mas acabei esquecendo essa história.
      Então ontem estava pensando nesse assunto e resolvi pesquisar, então "descobri" que se trata de um tipo de canto onde a pessoa consegue reproduzir duas notas simultaneamente...

      Meu Deus... Fui enganado minha vida inteira quando sempre me diziam que a voz não consegue produzir duas ou mais notas ao mesmo tempo...

      Você conseguiu descobrir como se faz essa parada aí?
      Estou seriamente interessado em compor uma música com uma vocalização usando esse efeito extraordinário.

      Lelo Mig
      Membro
      # 20/out/17 12:47
      · votar


      Beto Guitar Player

      Cara, todo mundo falou, falou mas não explicou como os caras fazem isso.

      Neste meio tempo, me deparei com um vocalista, infelizmente falecido, de uma banda progressiva dos anos 70, italiana, chamada Area (conhecia a banda, ate tenho coisas deles), mas não sabia que muita coisa que eu achava que era flauta, instrumentos exoticos e etc. era o vocal do sujeito.

      O cara chamava-se Demetrio Stratos. O legal é que ouvimos a técnica fora do estilo folclórico, podemos ter amostra de como soa no rock e no jazz. A banda é difícil, experimental, Demetrio não canta de forma convencional. Ele era estudioso do assunto, tem livros sobre o assunto, se especializou em "cantos não convencionais", e era capaz de sustentar a voz por tempos imensos, vibrar e trinar de modo incomum, além de realizar diplofonias, trifonias e quadrifonias, a capacidade de produzir dois, três e até quatro sons simultaneamente (multifônicos) usando apenas a voz humana como instrumento.

      Ele é um mito na Italia, tem auditório de teatro e um festival anual com o nome dele. Mas não é muito facil conseguir material.

      Continuo interessado neste tipo de vocal.

      Beto Guitar Player
      Veterano
      # 22/out/17 07:32 · Editado por: Beto Guitar Player
      · votar


      Lelo Mig

      Eu não conhecia esse vocalista, vou pesquisar mais sobre ele.
      Eu acho que a música é universal e sempre existirão músicos que misturem dois estilos completamente diferentes.

      Um exemplo que descobri enquanto estava fazendo umas pesquisas para um livro, é uma cantora chamada Mari Boine, ela é de um tipo de povo indígena dos países nórdicos chamado Sami. Lá eles fazem umas vocalizações e usam um tambor, nada muito extraordinário pra falar a verdade, mas ela usou esses sons, que são religiosos para o povo dela, em músicas puxadas para o Rock, jazz, etc.

      Eu gosto de misturas nada convencionais e isso é o que faz a música ainda estar viva, porque ela sempre está aberta a novas idéias.



      Edit...
      Caraca, estava tentando fazer aqui e consegui umas harmônicas... Tenho um aplicativo no celular que se chama Vocal Pitch Monitor. Ele mostra as notas e enquanto estava fazendo, ele mostrou D3 e D4 quase que simultaneamente. Ou seja, consegui fazer uma oitava... Agora o difícil é fazer as variações, pelo que entendi da técnica, vc fica "lambendo" o céu da boca e nesse movimento há a variação de notas.
      Mas é um baita esforço manter a nota fundamental soando enquanto isso, é preciso ter muito fôlego, sem contar que dói a língua e o maxilar.
      Fiz só por curiosidade mesmo, eu não sou cantor e nem sei cantar... Mas achei fabuloso, um negócio meio ancestral, saca?

      strinbergshredder
      Veterano
      # 22/out/17 22:59
      · votar


      Achei um vídeo interessante a respeito... O cara explica brevemente a diferença de cada um e os caras do Alash demonstram:



      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Canto Mongol - Informações

      303.739 tópicos 7.860.034 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital