Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      【FIXO】 Tudo sobre Canto Lírico

      Autor Mensagem
      Leandro Rigon
      Veterano
      # nov/06 · Editado por: Leandro Rigon
      · votar


      Cantante

      Faz dois anos e pouco q faço técnica vocal, sou barítono, sinto q a voz está se desenvolvendo, estando bem colocada, aumentando extensão, agilidade, etc. Só que uma coisa que eu não estou conseguindo desenover ainda é vibrato. PErgunte para a minha prof, ela comentou q talvez mais importante q a voz ter vibrato, é ela ter vibração, ou algo assim. Mas o gênero q eu mais gosto é o clássico, então já estou trabalhando algumas de ópera para baixo e baritono e, para mim, fica muito estranho trabalhar esse tipo de árias sem isso. Já li muitos dizerem que isso de desenvolve naturalmente, desde que não haja o tensionamento da voz, mas gostaria de saber a sua opinião. Existe algum exercício específico para desenvolver isso? Obrigado, Aguardo resposta

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06 · Editado por: membro
      · votar


      É correto afirmar que o vibrato vem com o tempo DESDE que não haja tensão.
      O que pode ocorrer é vc estar tensionando a garganta e/ou estar com problemas de apoio. Todo cantor que tem o vibrato naturalmente na voz, para cantar sem vibrato tem que se tensionar.

      Só vejo um caminho a ser tomado nesse caso. Muito, muito exercício de agilidade, coloratura. È o único meio de tornar a voz mais elástica. Vi um caso semelhante com um amigo tenor que de tanta tensão não conseguia cantar uma ária inteira, apesar de ter vibrato. Porém, ele "fazia" uma voz que se assemelhava a um tenor spinto, porém era tenor LIGEIRO!
      Nunca fazia exercícios de agilidade até achar uma professora que colocou ele no caminho certo. Trabalhar com um repertório de agilidade já é uma coisa que sempre se deve fazer, porém tem muitos professores que não fazem isso, não me pergunte a razão.
      Aliado a isso, vc tem que observar de modo obsessivo e tentar descobrir onde está a sua tensão, apesar que um professor experiente já identificaria nos vocalises.
      Não sei o seu tipo de voz, mas estudar Rossini...pode ser uma saída.

      "a professora que colocou ele na linha foi a Neyde Thomas"

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Uma aula de canto. Grande voz. Impecável.

      http://www.youtube.com/watch?v=cxnuq-hW9-4

      Dark Diva
      Veterano
      # nov/06 · Editado por: Dark Diva
      · votar


      Cantante

      Olá!

      Após uma longa e estressante discussão sobre o título do tópico (rs), eis q apareço por aqui pra te fazer algumas perguntas e pedidos, caso tenha:


      Nunca estudei canto lírico nem popular, assim sendo não entendo sobre quaisquer tipos de técnicas vocais, porém adoro cantar e o faço já há algum tempo. Canto instintivamente, da música popular à lírica e quero frisar aqui q cantar eu canto mesmo, mas daí a afirmar q canto bem já é outra história e eu jamais diria isso, até pq, além de muitas vezes não gostar da minha voz, me falta justamente a técnica para cantar bem e de forma correta, rsrs.

      Bem, o fato é q eu gosto de "me meter" a cantar árias e músicas que exigem uma impostação mais lírica, e 2 profissionais da área q já me ouviram me classificaram como sendo uma provável soprano lírico spinto. Disse q eles me classificaram como "provável" spinto pq ambos me disseram q não se pode classificar uma voz com base em apenas algumas músicas ouvidas e q às vezes pode se levar anos para descobrir uma classificação correta. Na verdade um deles nem deu tanto sermão assim e logo após me ouvir deu sua opinião sobre a minha voz, inclusive com termos técnicos dos quais nunca mais me lembrarei (rsrs), mas ele não deixou de fazer seu alerta quanto a classificação, que poderia não ser a correta p mim.

      O curioso é q coincidentemente o outro professor também me classificou como soprano spinto, e nenhum dos dois se conhece (nem mesmo moram na mesma cidade). Então isso me fez pesquisar sobre essa voz - q até então nunca havia ouvido falar na minha vida -, mas infelizmente não encontrei quase nada, apenas 3 trechinhos de textos q colocarei aqui:




      *******************************************************************************************


      TRECHO 1:

      Classificação segundo a Escola Francesa:
      SOPRANO GRAND LYRIQUE ou SOPRANO LYRIQUE DRAMATIQUE - É a categoria que corresponde à da soprano lírico-spinto. Esta soprano possui os agudos da soprano lyrique e o poder da soprano dramática.



      --------------------------------------------------------------------- ------



      TRECHO 2:

      SOPRANO LÍRICO-SPINTO: Esse tipo de soprano possui o veludo e doçura da soprano lírica, mas sua voz é mais encorpada, com maior pujança sonora. Possui uma grande variedade de cores vocais, ideais para papéis líricos mais dramáticos e expressivos, como heroínas e mulheres sofridas. A voz da lírico-spinto possui mais peso e uma coloração um pouco mais escura que a da lírico.


      Registros:

      Registro agudo: É vigoroso, possante e expressivo, de sonoridade ampla e aveludada.

      Registro central: É muito expressivo, forte e rico em harmônicos, mas ainda retém algo da doçura e veludo da soprano lírica.

      Registro grave: É extenso e forte, menos igualado com os outros registros. Típicas das sopranos lírico-spintos são os graves feitos com a voz de peito, dando assim maior eficácia teatral em papéis mais dramáticos.


      Personagens:

      • Tosca, da ópera homônima, de Giacomo Puccini;
      • Maddalena, em Andrea Chènier, de Umberto Giordano;
      • Elisabetta di Valois, em Don Carlos, de Giuseppe Verdi;
      • Leonora, em La Forza del Destino, de Giuseppe Verdi;
      • Aida, da ópera homônima, de Giuseppe Verdi;
      • Jenufa, da ópera homônima, de Leos Janacék;
      • Elisabeth, em Tannhäuser, de Richard Wagner;
      • Fiordiligi, em Così fan Tutte, de Wolfgang Amadeus Mozart.


      Exemplos de cantoras:

      • Renata Tebaldi, Leonie Rysanek, Zinka Milanov, Rosa Ponselle, Montserrat Caballé, Régine Crespin, Magda Olivero, Maria Caniglia, Karita Mattila, Claudia Muzio, Eliane Coelho, Sondra Radvanovsky, Galina Gorchakova, Fiorenza Cedolins.


      Tessitura usual: Sib2 (Si bemol 2) ao Dó5.



      --------------------------------------------------------------------- ------



      TRECHO 3:

      Soprano Spinto: voz produzida por órgão vocal mediano, por
      cordas vocais musculosas e ressoadores bem desenvolvidos. É redonda, de timbre brilhante, menos potente que a do soprano dramático, porém belíssima nos agudos e cheia nos médios e graves.



      ********************************************************************** *********************




      Com isso entendi q o spinto seria o soprano com uma voz q possui as características de um lírico e de um dramático, tendo a extensão pros agudos do primeiro e a potência do segundo (acho q é mais ou menos isso, ainda não sei ao certo). Se for por aí e se eu realmente for uma spinto, não sei se gostei muito pq acho q na verdade as spinto são as q não têm nem uma e nem outra característica, ou têm um pouquinho de cada uma e isso faz com q a voz fique "em cima do muro", sem personalidade definida e acabe sendo uma voz muito comum (afinal ela não é nem 8, nem 80, né?). ='(

      Brincadeiras à parte e depois de tanta prolixidade (rsrsrs), eu te pergunto:

      • As informações acima q encontrei procedem?

      • Estou certa quanto a tudo o q compreendi a respeito desse tipo de soprano (q fica entre a lírico e a dramático e é uma voz comum)? Ou a coisa, apesar de parecer, não é tão simples assim?

      • Vc teria algum material em áudio ou vídeo com alguma spinto cantando na região mais grave e na mais aguda para eu tentar ouvir a diferença desta para as outras sopranos?

      • PQ É TÃO DIFÍCIL DE SE ACHAR ALGUMA INFORMAÇÃO NA NET SOBRE AS SPINTO??? Será q elas são tão comuns e desprezíveis assim q nem merecem umas explicaçõezinhas e esclarecimentos sobre suas características? Snif, snif ... ='(

      Bem, acho q é isso. Se eu lembrar de mais alguma coisa sobre esse assunto, volto a postar, hehe!

      [ ]'s

      Leandro Rigon
      Veterano
      # nov/06 · Editado por: Leandro Rigon
      · votar


      Cantante,

      Obrigado, me ajudou bastante. Por um lado, já sei q o vibrato virá com o tempo, e sei q não trabalho voz há tanto tempo assim para já ter desenvolvido isso. Por outro, sei que tensiono um pouco a garganta, e agora sim, graças a vc, sei que um dos objetivos deve ser parar de tensionar para conseguir desenvolver o vibrato. Bom, minha professora foi aluna da Neyde quando ela ainda era professora da Belas Artes. Ela não me falou taxativamente q isso iria influenciar no vibrato, mas tem feito vários exercícios para evitar o tensionamento. E vários deles são de agilidade hehe. É muito bom saber q uma coisa que eu gosto de trabalhar (agilidade) irá me ajudar a destensionar a garganta para desenvolver o vibrato. Obrigadão! ^_^

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06 · Editado por: membro
      · votar


      Dark,

      classificação é assunto complicado mesmo. Principalmente em vozes que estão no meio termo ou com indefinições técnicas. Explico.
      Eu mesmo já quase fui classificado por um "professor" como barítono, depois ele teve uma visão religiosa e finalmente concordou que eu era tenor, porém tenor spinto, segundo ele, o que ainda era total absurdo.
      O fato ter os graves na extensão não quer dizer nada. O que vale é a cor da voz.
      Um indício de vozes mais encorpadas são os agudos que são mais "metálicos" e médios consistentes.
      Vou chutar que assim como eu fui classificado erroneamente, (talvez vc tb) e é até explicável pois eu não tinha uma definição técnica na época e PESAVA a voz, ou seja, queria fazer vozeirão.
      Isso sempre acontece com quem está iniciando no canto ou como vc disse se metendo, kkkk, a cantar algumas árias, de pensar que a impostação lírica é algo que se deve fazer vozeirão, isso é muito comum.
      Mas por estranho que pareça é o inverso disso, deve-se sempre procurar a leveza, a emissão alta, o apoio preciso e aí sim a voz vai se mostrar em sua totalidade.
      Um exemplo do tipo de voz a que você se refere é a Renata Tebaldi. Uma voz doce, porém mais encorpada e no caso dela com agudos não muito fáceis.
      Porém, acho dificílimo de classificar uma voz com essas caracteristicas em pouco tempo. Se vc estiver fazendo vozeirão provavelmente vai enganar num primeiro momento. Se essa voz está leve (para vc) e sai um canhão aí é outra coisa.
      De qualquer maneira seja que tipo de voz for a sua, tanto uma quanto a outra são ótimas. Tudo depende da cantora!

      Tem gente por aí que sonha em ter uma voz assim para acompanhar o temperamento. O Carreras por exemplo tem voz de menos para um temperamento dramático.
      Sei lá, se for isso realmente acho que vc tem muita sorte.

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06 · Editado por: membro
      · votar


      Leandro, pelo que vejo o seu caminho está certo. Se a sua professora estudou com a Neyde deve saber o que está fazendo.

      Em breve vc vai se livrar da tensão. (em breve no canto lírico é outra coisa, eheh, vc sabe que o tempo passa diferente pra quem se "mete" com isso, rs)

      Dark Diva
      Veterano
      # nov/06 · Editado por: Dark Diva
      · votar


      Cantante
      Um indício de vozes mais encorpadas são os agudos que são mais "metálicos" e ...

      Ahhh, vc me lembrou outra coisa q eu até te perguntaria tb, se tivesse me lembrado antes, kkk! É lógico q quase ninguém aqui tem cacife pra falar tecnicamente sobre voz e por isso mesmo não devemos nos ater 100% à elas, mas algumas várias pessoas daqui me dizem q eu tenho a voz "metálica". Tb fui procurar sobre isso mas, só p variar, não achei nada além de uma definição q dizia q voz metálica é a mesma coisa q voz brilhante. Tá certo isso? O q é a tal voz metálica de verdade?
      _______________

      Isso sempre acontece com quem está iniciando no canto ou como vc disse se metendo, kkkk, a cantar algumas árias, de pensar que a impostação lírica é algo que se deve fazer vozeirão, isso é muito comum.
      Mas por estranho que pareça é o inverso disso, deve-se sempre procurar a leveza, a emissão alta, o apoio preciso e aí sim a voz vai se mostrar em sua totalidade.

      Aheuaheuah, enquanto não encontrar um professor legal eu "me meto" mesmo, ainda q eu estrague a minha voz antes disso, ahuauuhah!

      Mas, agora sério: particularmente eu detesto aquelas vozes impostadas ao extremo, aqueles liricões mesmo, sabe? Por isso mesmo eu procuro não exagerar qdo tento cantar lírico, pq sinceramente acho aquelas impostações muito forçadas e feias, como p. ex. daqueles cantorezinhos do Raul Gil q nem cresceram ainda mas já querem ter a voz maior q eles, rs (lembrei do Raul Gil pq li algo sobre isso aqui mesmo, se n me engano, rs). E tem várias cantoras até famosas q escuto e não gosto por terem aquela coisa "encorpada" ou "impostada" demais (n sei explicar), mesmo sabendo q no caso delas está tudo correto. Mas isso acho q é mais gosto pessoal mesmo, sei lá.

      Bem, se eu gravar alguma coisa lírica p vc escutar, vc saberia me mostrar se inconscientemente eu estaria fazendo essa impostação incorreta e tb conseguiria apontar outros defeitos (q com certeza existirão às pencas, rs)?
      __________

      Tem gente por aí que sonha em ter uma voz assim para acompanhar o temperamento.

      Hã? Tem gente q sonha ter uma voz "morna", nem lá e nem cá? Q estranho, rsrs!
      __________

      Sei lá, se for isso realmente acho que vc tem muita sorte.

      Pq? Vc explicou, me deu exemplo de cantora spinto (vou até procurar algo na net sobre ela p ver se acho) mas não me disse se os textos estão todos certos e no q se resumiria essa voz, daí ainda tô boiando pq por tudo o q li nos textos não consegui enxergar tanta importância numa voz q parece ser tão comum (comum até de se encontrar por aí, pelo visto) ... ou eu estou vendo tudo ao contrário? Me esclareceeeeee!!! (hehehe)

      E vc falou sobre vc, q disseram q vc era barítono (nossa, q diferença de barítono p tenor, né? rs), depois te classificaram como tenor spinto mas isso seria um absurdo, segundo vc. Então q tenor vc é? E qto tempo de estudo vc levou pra definirem a sua voz corretamente?

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Dark, tenho certeza que quando vc ouvir a Tebaldi vai entender que de morna esse tipo de voz não tem nada.

      "SOPRANO LÍRICO-SPINTO: Esse tipo de soprano possui o veludo e doçura da soprano lírica, mas sua voz é mais encorpada, com maior pujança sonora. Possui uma grande variedade de cores vocais, ideais para papéis líricos mais dramáticos e expressivos, como heroínas e mulheres sofridas. A voz da lírico-spinto possui mais peso e uma coloração um pouco mais escura que a da lírico."

      Acho que esse texto diz tudo a respeito do que seria esse tipo de voz. Tem amigos meus na Itália que dizem Lirico e só. Na verdade é uma maneira de dizer que aquela voz DE LIRICO tem um pezinho no dramático.

      Assim como por exemplo, eu sou um tenor lirico (mesmo). O Pavarotti tb é. Mas a minha voz não é tão leve quanto a dele, mas eu tb não sou um spinto nem de longe. Se vc for ver no meio disso tudo ainda existem muitas diferenças entre vozes.

      No meu caso, uma professora que fiz poucas aulas foi direta. Sua voz é de lírico e serve para tal repertório. Isso foi qdo comecei. Fora esse maluco, todo mundo disse o mesmo.

      Quanto a voz metálica...putz...não é o mesmo que brilhante, pois pode ser brilhante sem ser metálica. È como - vamos dizer assim de uma maneira bem grotesca - se houvesse um assobio junto com a voz, bem penetrante.

      Mas tem tanta coisa pra se ver antes de classificação que isso é beeeem secundário. Isso serviria bem para o professor que lhe desse aula, se vc tivesse um, eheh.

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Como falamos aqui de Renata Tebaldi, para mim inesquecível e inigualável.

      http://www.youtube.com/watch?v=JrmDbW78wOY

      f a n t a s t i c a

      - uma coisa boa para se notar é como ela não altera a posição quando vai para uma parte mais aguda. Muita gente quando tem um agudo, acha que tem que fazer grandes mudanças de abertura da boca, etc, etc. Ela simplesmente mantém a linha, lá no alto e só -

      Mento077
      Veterano
      # nov/06 · Editado por: Mento077
      · votar


      Quando faço meus agudos, eu me remexo muito, eu me remexo muito... remexo, MUITO

      ta. ok foi fraca. Mas é verdade.


      Nao consigo cantar parado. Se eu nao encenar a nota nao sai hahaha

      Danckor Vallence Buriok
      Veterano
      # nov/06
      · votar


      Mento077
      kkkk...
      Mas, cara, explica isso direito!!! Se remexe como?
      Bom, no meu caso, se eu tiver cantando como o Bruce Dickinson (com exagerada cobertura), tendo a levantar a cabeça nos agudos, mas se eu estiver cantando como o Andre Matos (agudos mais abertos tendendo ao falsete), eles saem mais fácil se eu abaixar a cabeça...

      Dark Diva
      Veterano
      # nov/06 · Editado por: Dark Diva
      · votar


      Cantante

      Como falamos aqui de Renata Tebaldi ...


      Q curiosidade! Tô no trabalho e não tô com os meus fones ... agora só à tarde ... =(

      =====================================================================

      Di Savoia
      Ola Morgana Turunen
      Eu gostaria de ...


      Ahuahuaahuaha, tópico errado, hein?! =D

      =================================================================

      Mento077
      Nao consigo cantar parado. Se eu nao encenar a nota nao sai hahaha

      Trejeitos assim não são legais, são errados ... mas pelo menos vc tem expressão corporal de sobra, né?! Ahuahuahauhah! =P

      XD

      Gabriela Menezes
      Veterano
      # nov/06
      · votar


      Danckor Vallence Buriok
      Mas, cara, explica isso direito!!! Se remexe como?
      Bom, no meu caso, se eu tiver cantando como o Bruce Dickinson (com exagerada cobertura), tendo a levantar a cabeça nos agudos, mas se eu estiver cantando como o Andre Matos (agudos mais abertos tendendo ao falsete), eles saem mais fácil se eu abaixar a cabeça...


      O certo de acordo com a minha professora e o que eu procuro fazer é nunca ficar movendo a cabeça...Ela ( a cabeça) deve ficar bem conectada ao corpo, que deve estar com ótima postura e tal. No vídeo da Teresa Berganza mesmo há uma parte emq ue, se eu não me engano, um homem está cantando e ela corrige a cabeça dele que está sendo levemente inclinada para frente!

      Danckor Vallence Buriok
      Veterano
      # nov/06
      · votar


      Gabriela Menezes
      Tô sacando... (Ô.ö)

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Essa é a verdadeira Rainha da Noite.


      http://www.youtube.com/watch?v=DvuKxL4LOqc

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Essa gravação é de 2002, mas dá pra ouvir bem a voz.
      Música de Câmara - Canção de Vincenzo Bellini.

      http://www.youtube.com/watch?v=FLKP_WoLbIw

      Gabriela Menezes
      Veterano
      # nov/06
      · votar


      Gente..queri a tirar uma dúvida!!!

      Ouvindo umas coisas ontem, eu comecei a perceber que o vibrato era muito mais 'visível" nas mulheres do que nos homens!!! Não sei se existe alguma vedrdade nisso ou se era só a gravação que eu ouvi ontem!!!

      Não lembro os nomes dos cantores, pois não onsegui ouvir muito tempo a rádio!

      O vibrato é maior nas mulheres? Se ele for maior, existe alguma explicação pra isso?

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Foi a gravação que vc ouviu mesmo.

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Grande Mario Del Monaco, tenor dramático.

      http://www.youtube.com/watch?v=FmHxLPxr_u0

      Drika.org
      Veterano
      # nov/06
      · votar


      Sabe... eu canto num Coral... o da UFRGS, aqui em Porto Alegre. Na verdade, depois de aquecer as cordas, a música sai, relaxada... e eu gosto de cantar.
      Mas tem uma tia (sim, isso é uma fofoca) que canta do meu lado, alta e desafinada, que me emputece e eu fico tão braba que não sai nada...

      Que que eu faço? Não posso sair de perto, porque as sopranos são colocadas x(

      Christhian
      Moderador
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Drika.org
      Que situação difícil.. rs

      Olha, acho que a sinceridade as vezes pode ferir alguém... Acho que vale se vc sentir espaço para falar. Caso contrário, tente artifícios.. Um protetor de ouvidos, por exemplo e concentre-se na sua partitura.. rs

      No mais, converse com o Regente. De maneira geral é mais complicado, mas as vezes cabe uma mudança de posicionamento. Se vcs cantam em degraus, lembre-se que o som propaga muito mais pra cima, portanto, se ficar mais baixo do que ela (claro que mais baixo significa deixar seus ouvidos mais baixos do que a linha do peito dela, por exemplo) deve ajudar em alguma coisa.

      Infelizmente acho difícil lhe ajudar além disso.

      :)

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06 · Editado por: membro
      · votar


      Acho que o Christhian tem razão. Acho que o regente é o único que pode salvar vc dessa véia, eheheh

      Mento077
      Veterano
      # nov/06
      · votar


      Alguem continue essa explicaçao sobre o posicionamento das pessoas no coral, por favor.

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      O que exatamente Mento?
      Nesse caso era somente para que ela ficasse numa posição onde não ouvisse tanto as desafinações da mulher.

      Dark Diva
      Veterano
      # nov/06
      · votar


      Cantante
      Como falamos aqui de Renata Tebaldi, para mim inesquecível e inigualável.

      "This video has been removed by the user."

      Nem vi
      =(
      ____________________

      Essa é a verdadeira Rainha da Noite.

      Putz, q q é isso!!! Superou qqer outra versão q já ouvi dessa ária! Tô boquiaberta, principalmente pela interpretação da mulher! Me arrepiou inteira! Além de cantora excepcional, q atriz!!!

      Rachmaninoff
      Veterano
      # nov/06 · Editado por: Rachmaninoff
      · votar


      *** ok, editado! ***

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # nov/06
      · votar


      Dark,


      http://www.youtube.com/watch?v=X_0eOqZPMmw

      membro
      Veterano
      Prêmio FCC 2007
      # dez/06
      · votar


      Isso é imperdível. Grande aula!

      http://www.youtube.com/watch?v=WTxu_hSY3jg

      Dark Diva
      Veterano
      # dez/06
      · votar


      Cantante

      Assisti o vídeo. A voz dela é linda, sem dúvidas. Mas não conseguiu me emocionar como outras vozes qdo escuto... talvez tenha sido a ária, n sei.

      Vou procurar mais coisas dela p ouvir depois e ter a minha opinião definitiva. :)

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a 【FIXO】 Tudo sobre Canto Lírico

      303.509 tópicos 7.854.043 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital